Mostrando recursos 1 - 18 de 18

  1. Museus escolares e ensino: a experiência do Museu Anchieta de Ciências Naturais

    Vargas, Amarildo
    O trabalho analisa como o Museu Anchieta de Ciências Naturais é utilizado no ensino junto aos alunos do Colégio Anchieta e alunos de outras instituições. Aborda o contexto da criação do Museu, tratando da utilização da cultura material nas escolas e a valorização dos museus escolares no ensino. Através de observações in loco, de ações educativas realizadas com alunos de distintas procedências, procura descrever como ocorrem as atividades de ensino. Descreve como é feito o primeiro contato dos professores que as solicitam à equipe do Museu, e como ocorre o seu planejamento, execução e aferição de resultados. Para embasar as...

  2. Caixas educativas de exposições : experiência de refiguração da narrativa acessível na relação museu-escola

    Barbosa, Patricia Gabriela Machado
    Este trabalho de conclusão de curso se propôs a investigar de que forma acontece a refiguração, conceito cunhado por Paul Ricouer, a partir da experiência da narrativa inclusiva acessível de caixas educativas de Museus em escolas. Esta pesquisa exploratória, sob abordagem qualitativa, tem como objeto de estudo as duas caixas educativas acessíveis do Museu da Universidade Federal do Rio Grande do Sul das seguintes exposições, Oretataypy: presença Mbya-Guarani no Sul e Sudeste do Brasil (2011) e 12.000 Anos de História: Arqueologia e Pré-História do Rio Grande do Sul (2013). A escola escolhida para realizar o campo-piloto foi a Escola Municipal...

  3. Tinta, arte e sangue : a trajetória da tatuagem em Porto Alegre

    Morales, Thais Guaragna
    O presente trabalho se propôs a investigar a trajetória da tatuagem e de profissionais dessa área na cidade de Porto Alegre (RS). Faz uma análise de produções realizadas acerca do tema tatuagem, concluindo a ausência de trabalhos sobre esta temática no campo da Museologia. Apresenta uma breve explicação sobre o processo físico da tatuagem. Identifica os atores escolhidos para dar voz à história da tatuagem na cidade a partir de meados dos anos 1980. Discorre sobre temas como as relações no campo da tatuagem, a preservação de trabalhos e práticas, a tatuagem como arte e o reconhecimento da profissão e...

  4. A defesa de uma presença : a disputa pela repatriação dos Mármores do Parthenon

    Pires, Kimberly Terrany Alves
    Este trabalho se propôs a investigar o caso da retirada dos Mármores do Parthenon da Acrópole, na Grécia. Levados para Londres, atualmente pertencem ao acervo do Museu Britânico. Analisa como se constroem os diferentes discursos sobre o valor de musealidade de uma mesma coleção, a partir da versão de duas instituições distintas - Museu Britânico e Museu da Acrópole - que com recorrência é evidenciada nos debates sobre repatriação do patrimônio cultural. O Museu Britânico, instituição que tem posse dos Mármores do Parthenon, elabora um discurso de defesa e de permanência desses objetos por relacioná-los a artefatos da cultura universalista,...

  5. A cidade no museu: representações da cidade de Canoas no Museu Hugo Simões Lagranha (Rio Grande do Sul, Brasil)

    Jaeger, Júlia Maciel
    O Museu Hugo Simões Lagranha, instituição de Canoas/RS, desde sua criação em 1990 passou por três sedes. A última mudança ocorreu no ano de 2016, quando teve sua exposição transferida para um novo espaço cultural inaugurado na cidade, a Casa dos Rosa. Partindo da concepção desse Museu como um museu de cidade, que se propõe a representar o espaço urbano em que está inserido, este trabalho se propõe a investigar como a cidade se faz presente em duas exposições que o Museu Hugo Simões Lagranha promoveu no ano de 2017, a partir de cada escolha expológica: acervos selecionados, textos expositivos...

  6. Quanto vale? O valor econômico da museália

    Jaeger, Aldryn Brandt
    O presente trabalho tem como objetivo a investigação da problemática de valoração econômica da museália. O objeto museológico possui valores relacionados a dois âmbitos: ao valor simbólico e ao valor econômico (financeiro). Ao longo do trabalho serão identificados os tipos de valores inseridos nessas duas perspectivas. No primeiro momento, a partir dos teóricos como Krzysztof Pomian, Waldisa Rússio e Ulpiano T. Bezerra de Meneses, dentre outros, há a apresentação de diversos valores atribuídos ao acervo museológico. Dentre os mesmos, destaca-se o valor econômico que é possível atribuir aos bens culturais. Investiga-se a prática da valoração econômica das coleções museológicas e...

  7. Bloco Afro Odomode no Vinte de Novembro : celebração e resistência negra nas ruas de Porto Alegre, RS

    Silva, Natalia Souza da
    Muito se fala que o Rio Grande do Sul não tem tradição de Carnaval, no entanto ao adentrar a história que rodeia o Instituto Sociocultural Afro-Sul Odomode emerge uma tradição de carnaval que perdura por 43 anos. Desde o fim das atividades da Escola Garotos da Orgia o Grupo Afro- Sul de música e dança manteve sua herança carnavalesca através do Bloco Afro Odomode. Criado em 1999, o Bloco saiu às ruas de Porto Alegre por 16 anos, no entanto, a sua saída no ano de 2016 foi embargada pela administração municipal, ano em que o carnaval sofreu diversas restrições...

  8. Narrativas sobre a experiência em uma exposição acessibilizada

    Couto, Doris Rosangela Freitas do
    Este trabalho de conclusão de Curso propõe compreender a experiência dos visitantes em uma exposição fotográfica acessibilizada. Busca identificar em que medida a experiência auxilia na construção ou reconstrução do olhar sobre as questões da deficiência, dos direitos culturais da pessoa com deficiência e o patrimônio edificado a partir da fala dos visitantes. A pesquisa se orienta pelos marcos conceituais de curadoria e comunicação museológica, pelas tessituras acerca da filosofia da experiência e pelas formulações teóricas acerca da acessibilidade enquanto direito de acesso à cultura. Ainda subsidia-se nas concepções sobre acessibilidade para pessoas com deficiência contidas na legislação brasileira e...

  9. Patrimônio cultural imaterial: reflexões sobre identidade, gênero e suas representações na roda de capoeira

    Medeiros, Sabrina Toledo
    O presente trabalho caracteriza-se como um exercício de reflexão sobre a Capoeira enquanto patrimônio cultural e o entrelaçamento dos conceitos de identidade e gênero, sob um viés museológico. Constitui-se numa investigação das possíveis causas que ocasionam ausência de registros de Mulheres elevadas à posição Mestras na Capoeira. Para isto, foi feita uma pesquisa de cunho qualitativo, que se serviu de bibliografia especializada, referente à temática em evidência, além de coleta de dados obtidos por meio de entrevista com questionário semiestruturado. Apresenta em sua composição, breve histórico da Capoeira, apontamentos acerca da sacralidade, preservação e transmissão dessa tradição e como se...

  10. Crescente tecnológica nos museus: estratégias digitais aplicadas às experiências museais

    Rosa, Alahna Santos da
    Esta pesquisa se propôs a analisar três tecnologias aplicadas a museus como estratégias de comunicação museal que mediam a interação público-exposição. Apresenta o histórico das Tecnologias da Informação e da Comunicação (TICs) no Brasil, a fim de compreender o contexto tecnológico e as interações entre usuário e computador. Aproximando o debate à Museologia, evidencia como foi constituída a relação de museus com a Internet e as tecnologias digitais, a partir de seus websites, perfis em redes sociais e outros dispositivos incluídos nas exposições. Como objeto de estudo utiliza, a partir de uma análise comparativa, as seguintes tecnologias: a Visita Virtual...

  11. Emanoel Araújo e o Museu Afro Brasil : destaque, agência e construção de uma nova memória

    Silva, Camila Ribeiro da
    O presente trabalho se propõe a falar do Museu Afro Brasil - MAB no cenário museológico brasileiro. A partir da observação da carência de tratar na Museologia outros olhares sobre as memórias produzidas em relação aos negros e negras no Brasil, identifica-se a relevância deste trabalho. Para tanto, primeiramente problematiza-se a hegemonia de paradigmas e métodos acadêmicos focados no centro europeu. Em seguida, busca-se refletir sobre os museus como espaços que legitimam discursos, apresentam determinadas memórias em detrimento de outras, sendo a do negro negada, apagada e/ou deturpada. A partir dessa reflexão, apresenta-se o MAB, pensado como espaço para reverter...

  12. Projetando o futuro : expectativas profissionais dos/as estudantes formandos/as em 2017/2 dos cursos de Museologia da UFRGS e UFPel

    Scheffer, Marcelo Augusto Kich
    Este trabalho se propôs a analisar as expectativas profissionais para o mercado de trabalho no campo museal dos/as estudantes formandos/as dos cursos de Bacharelado em Museologia da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) e Universidade Federal de Pelotas (UFPel), do segundo semestre de 2017 (2017/2), bem como o papel dos órgãos que atuam no campo, com ênfase no Estado do Rio Grande do Sul. Para realizar a pesquisa, a investigação utilizou como metodologia a análise documental, bem como entrevistas semiestruturadas (realizadas pessoalmente) e estruturadas (formulário do Google). Os conceitos de campo (BOURDIEU, 2003), campo museal (DESVALLÉES; MAIRESSE, 2013),...

  13. Tecendo memórias : narrativas de lembranças suportadas em costuras e bordados

    Cappra, Tania Regina
    Nosso estudo se detém em demonstrar que objetos de costura e bordado operam como lugares de memória e podem ser concebidos como objetos museais. Do ponto de vista da Museologia, perfila-se à concepção de museu como antimonumento e sem espetacularizações, uma vez que busca a memorização de situações cotidianas, de caráter afetivo e memorialístico vivenciadas por mulheres bordadeiras que frequentam o Atelier de Bordado do Hospital Psiquiátrico São Pedro de Porto Alegre. Portadoras ou não de sofrimento mental, as referidas artesãs tecem, em suportes de pano, as memórias de seu percurso existencial e expressam suas habilidades como efeito de uma...

  14. Roberto Campos e a escrita sobre si : um estudo da memória

    Klein, Caroline Rippe de Mello
    O presente estudo se constitui em analisar a constituição do discurso do político Roberto Campos através de suas memórias, expressas na obra “Lanterna na Popa”. Essa pesquisa anseia por mostrar a lógica presente nessas memórias, mostrando Campos como um agente e homem de seu tempo, revelando quem foi esse personagem e a sua construção sobre si através de uma narrativa expressa no livro, em conjunto com fotografias de época. Portanto, o trabalho se baseia em mapear as representações desse político, através de uma escrita sobre si.

  15. Uma conversa entre telas: o imaginário de Vincent van Gogh no cinema de Akira Kurosawa

    Veiga, Rosângela Broch
    O trabalho consiste na análise do episódio Corvos do filme Sonhos (1990) do diretor Akira Kurosawa. Tem o intuito de perceber como se dá a construção de imaginário do diretor a respeito do pintor Van Gogh, a partir do estudo de como ele trabalha a narrativa de seus sonhos, que versam sobre as obras do pintor Van Gogh. Para tanto se procurou entender a relação que a pintura e o cinema têm na visão de teóricos que versam sobre a fenomenologia e o ato de percepcionar tanto a pintura quanto o cinema, trabalhando as relações do visível ao imaginário. Traz...

  16. O jardim como patrimônio verde: os jardins do Palácio Piratini e seu processo de tombamento

    Silva, Daniela do Amaral da
    O trabalho de conclusão de curso visa analisar como os Jardins Históricos do Palácio Piratini se inserem em um espaço tombado pelo âmbito federal e estadual a cada gestão governamental. Discorre sobre o tombamento, ferramenta jurídica do Estado utilizada para salvaguardar bens patrimoniais que representam um coletivo. Os conceitos patrimoniais vão se modificando com o passar do tempo e, novas definições são elaboradas a partir dessas mudanças. As Cartas Patrimoniais são documentos elaborados a partir de encontros nacionais e internacionais realizados por profissionais de diversas áreas com o interesse em comum: preservar o patrimônio cultural. Os jardins são paisagens culturais,...

  17. Lomba do Pinheiro, memória, informação e cidadania : vozes, olhares e expectativas de seus agentes e atores sociais

    Minuzzo, David Kura
    Este trabalho tem como objetivo analisar o Programa Lomba do Pinheiro: Memória, Informação e Cidadania na perspectiva dos sujeitos envolvidos, nas categorias de professores e alunos da Universidade e moradores da comunidade que dele participaram. Relata as quatro ações de extensão em andamento: os projetos de Educação para o Patrimônio, Museu de Rua, História Oral e Turismo Comunitário. Discute o processo de criação do Programa, proposto como um programa de extensão, que busca, através da interação entre o curso de Museologia da UFRGS e o Museu Comunitário da Lomba do Pinheiro, criar alternativas para promover o desenvolvimento e a mudança...

  18. O museu e a consagração da memória de Julio de Castilhos : (1903 – 1925)

    Silva, Ana Celina Figueira da
    Trabalho de Conclusão de Curso que busca identificar a atuação do Museu Julio de Castilhos, entre os anos 1903 a 1925, na consagração da memória de Julio de Castilhos, líder republicano rio-grandense. Apresenta a trajetória da criação dos museus nacionais na Europa e a criação dos museus no Brasil no século XIX. Aponta a criação do Museu Julio de Castilhos e o perfil que o caracterizou durante a administração de seu primeiro diretor, Rodolfo Simch, como integrado ao movimento da Era Brasileira dos Museus comparando sua atuação com a do Museu Nacional, Museu Paulista e Museu Paraense Emílio Goeldi. Ressalta...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.