Mostrando recursos 1 - 5 de 5

  1. A inovação da saúde coletiva na atenção terciária : um relato de experiência

    Poersch, Lisiane Gregis
    Este artigo surgiu da necessidade de reflexão sobre minha vivência durante o estágio obrigatório do Curso de Bacharelado em Saúde Coletiva da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Tem como objetivo, evidenciar a importância da atuação do Sanitarista4 na Atenção Terciária e como ocorreu a imersão e reconhecimento desse profissional ao longo do tempo, a partir da experiência em um serviço de alta complexidade. Utilizo, para a realização deste trabalho o relato de experiência, uma metodologia que me permitiu maior fidelidade das práticas realizadas no período de experiência, levando em conta as subjetividades presentes nos relatos, os quais...
    (application/pdf) - 18-feb-2017

  2. Comunicação entre profissional da saúde e usuários surdos : estratégias e desafios

    Batista, Jaime Barbosa
    O presente estudo está inserido no projeto “Doenças Crônicas Não Transmissíveis e o Planejamento em Saúde: os desafios da região metropolitana de Porto Alegre/RS”, vinculado ao Grupo de Estudos em Saúde Coletiva (GESC), da Universidade Federal do Rio Grande do Sul – UFRGS, e tem por tema a comunicação entre profissionais da saúde e usuários surdos no município de Gravataí/RS. Tem por objetivo identificar as possibilidades e dificuldades de comunicação em saúde e analisar os desafios e as estratégias utilizadas pelos profissionais de saúde da Atenção Básica. O estudo foi realizado com 14 profissionais de saúde de Unidades de Saúde...
    (application/pdf) - 18-feb-2017

  3. Perfil de utilização do canal 0800 do TelessaúdeRS por médicos de atenção primária à saúde do Rio Grande do Sul

    Campello, Camila
    Resumo não disponível
    (application/pdf) - 18-feb-2017

  4. Vivências de pacientes em acompanhamento de surto reacional hansênico no ambulatório de dermatologia sanitária do Rio Grande do Sul

    Moraes, Paulo Cezar de
    A Hanseníase, ainda hoje, produz iniquidades associadas à memória de sua história e, no Brasil, é uma doença altamente incapacitante e de grande impacto na saúde pública. No Rio Grande do Sul, apesar de já ter alcançado a condição de eliminação como problema de saúde pública, a doença continua a fazer parte da sociedade, carregada de estigma e preconceito. Os trabalhos científicos que abordam a temática da Hanseníase são geralmente quantitativos e assim, pouco discutem os temores e necessidades que a singularidade do ser humano e suas experiências de vida apresentam, enquanto portadores da doença e, como no presente estudo,...
    (application/pdf) - 18-feb-2017

  5. Jornada de trabalho na atenção básica : uma análise das percepções de profissionais de saúde

    Azambuja, João Vinícius Ribeiro
    Este estudo explora a relação entre a jornada de trabalho e a saúde, analisando as percepções de profissionais da saúde, atuantes da Atenção Básica do município de Porto Alegre. Trata-se de um estudo qualitativo, no qual foram consideradas 10 entrevistas, através das quais se buscou evidenciar situações que contribuem para a sobrecarga de trabalho, categorizadas da seguinte forma: atividades não reconhecidas como parte da jornada de trabalho, concepção do trabalhador de tempo integral e a contribuição da tecnologia, dupla jornada de trabalho; características do trabalho na Atenção Básica; racionalidade econômica da sociedade contemporânea; percepção da falta de tempo livre.
    (application/pdf) - 18-feb-2017

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.