Recursos de colección

Repositório Comum (25.459 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

ESE - Dissertações de Mestrado

Mostrando recursos 1 - 20 de 34

  1. O feminino e o masculino nos manuais escolares do 1.º ciclo do ensino básico. A opinião das professoras e dos professores de dois agrupamentos de escolas do Norte Alentejano

    Pires, Esmeralda Cristina Nunes
    Atendendo à necessidade de desenvolver um currículo que propicie aprendizagens em diferentes áreas curriculares numa perspetiva de formação integral do e da aluna, a educação para a cidadania e, em particular, a educação/formação para a igualdade de oportunidades de género, toma particular importância nos primeiros anos de escolaridade. No desenvolvimento desta dissertação procurou-se a participação ativa das professoras e dos professores do 1.º ciclo do Ensino Básico, recolhendo e interpretando as suas opiniões sobre a importância de educar/formar para a identidade e igualdade de género na escola do 1.º ciclo do Ensino Básico. Dado que os materiais, com destaque para os...

  2. As rotinas na creche : a sua importância no desenvolvimento integral da criança dos 0 aos 3 anos

    Eichmann, Lara Miriam Lopes
    As crianças dos dois aos três anos vivem num mundo simples e pouco concreto. Cabe aos adultos suscitar-lhes o interesse para o mundo exterior, proporcionando-lhes experiências e ensinamentos positivos e inesquecíveis. Os educadores de infância surgem, determinantemente, com um papel fundamental e orientador do bem-estar físico, mental e emocional da criança. É nesta sequência que nasce o presente relatório. O estágio realizado numa sala de creche na cidade de Portalegre despontou o interesse pelas rotinas e pela implicação das mesmas nas vidas das crianças. O dia-a-dia das crianças na creche desenrola-se de acordo com um conjunto de rotinas e atividades que...

  3. A Construção da Utopia na Sociedade Ocidental. Literatura Utópica e Distópica: diálogos entre o texto literário e o texto fílmico

    Batuca, Filipe Miguel Vicente

  4. Palavras que crescem na ponta do lápis. A escrita criativa no 2º ciclo do ensino básico

    Lopes, Naíde Filipa Meira Honório
    A escrita é um processo complexo que envolve diversas variáveis quer ao nível da ativação das estruturas cognitivas de quem escreve quer na opção por mecanismos discursivos que permitem consolidar a relação do sujeito com o ato de escrever. No que à Escrita Criativa diz respeito, ela já não é, na atualidade, encarada apenas na perspetiva lúdica, meramente com a finalidade de motivar os alunos e desbloquear o seu receio da página em branco. Na verdade, associada a esse prazer, a Escrita Criativa deve igualmente contribuir para o desenvolvimento de competências linguísticas, comunicativas e textuais, mas também estéticas, na medida...

  5. O papel da universidade sénior de Elvas no quotidiano dos idosos

    Mendão, Lidiane Teixeira Menezes
    A pesquisa que desenvolvemos inscreveu-se na temática da Educação e Formação de Adultos. Como meta fixámos a produção de uma dissertação que reflita a exigência, a credibilidade e a coerência que se espera de um trabalho de natureza cientifica. Houve, portanto, a necessidade de recorrer a métodos e a uma problemática que contribuíssem para o progresso do conhecimento científico nas áreas específicas sobre as quais incide a pesquisa: designadamente as temáticas das Universidades Séniores, da Formação de Adultos, entre outras perspetivas conceptuais. Numa primeira fase procedemos à exposição da problemática da nossa dissertação e à fundamentação das temáticas inerentes à...

  6. Organização e dinamização da biblioteca no jardim de infância

    Henriques, Helena Isabel Marchão
    Este estudo, que sucede o trabalho realizado na Prática e Intervenção Supervisionada do Mestrado em Educação Pré-Escolar, teve como propósito reorganizar e dinamizar a biblioteca da sala onde decorreu a nossa intervenção, transformando-a num espaço mais acolhedor e atrativo, onde práticas promotoras de hábitos leitores pudessem acontecer. Partimos para esta tarefa ouvindo as educadoras e as famílias das crianças, sobre práticas e ambientes de promoção da leitura. Escutámos principalmente as crianças sobre as possíveis soluções para o problema, depois de as termos conduzido para a sua descoberta. A metodologia da investigação-ação possibilitou a permanente negociação das tarefas, a avaliação contínua...

  7. Uma equipa, processos de formação - acção e a emergência das identidades - o caso da divisão de acção cultural de uma autarquia

    Fernandes, Anabela Maria de Oliveira
    A presente dissertação assume como eixo central a relevância da formação acção de um colectivo de trabalho e de que forma este colectivo (re) constrói identidades ou e que gera uma dinâmica identitária. Este trabalho incide num estudo de caso – Equipa de Coordenação da Divisão de Acção Cultural de uma Autarquia da Margem Sul do Tejo, no qual investigamos as lógicas subjacentes aos processos de formação acção e construção de identidades. Uma análise que cruza o quotidiano profissional dos elementos desta equipa e os nós da acção (o funcionamento e operacionalização; a intervenção; a territorialização; as parcerias e o...

  8. Da literacia emergente à emergência da escrita no jardim de infância

    Lourenço, Sandra Isabel Milhinhos
    O presente relatório enquadra-se no âmbito do mestrado em Educação Pré-Escolar e mais concretamente na unidade curricular da Prática e Intervenção Supervisionada, que se realizou numa instituição pública de educação pré-escolar, e que tem como tema Da Literacia emergente à emergência da escrita no jardim de infância. Ao longo da nossa prática pedagógica, tivemos sempre em conta as diferentes áreas de conteúdo e os vários domínios contemplados nas Orientações Curriculares para a Educação Pré-Escolar e a sua articulação. Contudo, a ação retratada no presente relatório incide mais especificamente sobre o domínio da Linguagem Oral e Abordagem à Escrita. Tendo como...

  9. Relações entre Crianças e Jovens em Instituições de Acolhimento

    Carmo, Raquel Azaruja Batista Neves do
    O presente estudo teve como principais objetivos: conhecer a frequência e os tipos de condutas de agressão e vitimação manifestados numa amostra de adolescentes acolhidos em lar; saber qual a relação entre a integração social no grupo de pares e vários padrões de comportamento social em contexto institucional de acolhimento permanente; e por fim, conhecer as representações das crianças e jovens acolhidas em lar sobre a instituição que os acolhe, a escola, e os adultos e pares mais significativos na sua vida. Participaram 56 crianças/jovens em risco, do sexo masculino e feminino, com idades compreendidas entre os 4 e os 21...

  10. Convivência escolar e clima relacional na escola. Condutas agressivas, ajustamento psicossocial e integração social em crianças do 1.º Ciclo do Ensino Básico

    Silva, Marli Isabel Guisadas da
    O bullying pode ocorrer em qualquer escola, independentemente da região do país. O presente estudo tem por base a investigação realizada durante o ano letivo 2012/2013, numa escola da rede pública situada numa localidade de caráter rural da região Alentejo, abrangendo um total de 87 participantes de 5 turmas do 3.º e 4.º ano de escolaridade. Trata-se de uma investigação de natureza quantitativa e qualitativa, visando contribuir para o conhecimento de padrões de comportamento social das crianças na escola, tendo sido também analisadas as dinâmicas relacionais de alguns grupos turma e de algumas crianças. Pretende-se caraterizar o fenómeno do bullying,...

  11. Atividades práticas em ciências na educação de infância : A escala de envolvimento da criança como ‘reguladora’ do processo

    Oliveira, Tânia Marisa Batista de
    A educação em ciências tem assumido um papel cada vez mais preponderante na educação pré-escolar. As orientações curriculares apontam para a importância da área do Conhecimento do Mundo para o desenvolvimento pleno da criança, através da sensibilização para a literacia científica consubstanciada na atitude e metodologia própria das ciências. Para que se possa percecionar o impacto das atividades práticas na aprendizagem de ciências optou-se por avaliar o envolvimento através da Escala de Envolvimento para Crianças (Laevers, 1994) integrada no referencial de qualidade de Pascal e Bertram (2009) e implementada em Portugal no Projeto Desenvolvendo a Qualidade em Parcerias (Bertram &...

  12. A Articulação entre o 1.º e o 2.º Ciclos do Ensino Básico: dificuldades, possíveis soluções

    Macedo, Sónia Cristina de Sena Carita
    A articulação entre ciclos, desde os últimos anos, ganhou destaque nas discussões e investigações, por exemplo, entre professores e sociólogos. Com este relatório pretendo investigar e refletir sobre as ações do Ministério da Educação e Ciência, das escolas, dos professores e do contexto familiar na articulação entre o 1.º Ciclo do Ensino Básico e o 2.º Ciclo do Ensino Básico. A articulação deve apresentar uma sequencialidade e uma continuidade curricular entre cada ciclo, ou seja, cada ciclo e cada ano tem a função de completar, aprofundar, integrar e dar continuidade ao ciclo e ao ano anterior. Para desenvolver este relatório recorri...

  13. Educação para a igualdade de género: um estudo de caso numa instituição de educação de infância

    Prates, Mónica Isabel
    Nesta dissertação apresenta-se um estudo de caso em que se discutem e refletem as conceções de género e o modo como as mesmas são encaradas, numa perspetiva de igualdade, num contexto de educação de infância. Assume-se que em idade pré-escolar as crianças já desempenham papéis de género e que constroem a sua identidade de género a partir das interações que estabelecem com o meio que as rodeia, destacando a família e os/as profissionais de educação de infância como fontes de influência da criança. Porém, os estereótipos sociais sobre o género, que de uma forma por vezes inconsciente, marcam as atitudes e...

  14. O contributo das rotinas diárias para o desenvolvimento da autonomia das crianças

    Pereira, Ana Margarida Ferreira
    O tema desenvolvido neste estudo mostra-nos a importância da implementação das rotinas diárias no apoio à aprendizagem ativa das crianças. A rotina diária é o enquadramento de tarefas ou acontecimentos diários contextualizados nas aprendizagens. É uma sucessão diária de acontecimentos flexíveis, usando espaço e tempo, por forma a proporcionar a interação adulto-criança. Ao permitir à criança antecipar o que irá acontecer no momento seguinte, auxiliamo-la a refletir sobre a ação praticada, proporcionando-lhe momentos que estimulam o desenvolvimento das capacidades para levar a cabo ações de independência e exploração que irão facilitar a aquisição da autonomia. A rotina diária promove uma troca de saberes,...

  15. A imprensa cor-de-rosa em Portugal - uma análise ao discurso jornalístico

    Anastácio, Marina
    O presente estudo tem como objeto a análise de conteúdo à capa das revistas Maria, Nova Gente e TV7 Dias, vendidas na segunda semana de setembro de 2011 a janeiro de 2012. Em Portugal, vendem-se, por ano, cerca de 35 milhões de revistas socais e de televisão. Devido a estes números tão expressivos decidimos que seria pertinente analisar o seu discurso jornalístico, mas também porque, em Portugal esta área tem sido pouco explorada, contrariamente ao que se passa em Espanha. Sendo assim, o nosso objeto de estudo debruçou-se sobre a capa e as características mais importantes que a envolvem: a manchete, os...

  16. Os media sociais como proporcionadores do debate público sobre as minorias étnicas

    Cruz, Ana Beatriz
    Os media sociais possibilitam um novo papel de utilizador. Esse papel veio tornar-nos participantes ativos na agenda mediática. As minorias étnicas são sub-representadas nos media, devido à hierarquia das fontes informativas e ao défice de discursos alternativos. Com esta dissertação objetivou-se perceber se os media sociais proporcionam o debate público acerca das minorias étnicas através de três níveis de estudo: o primeiro consistiu na análise das peças jornalísticas sobre as minorias étnicas em primeiro plano; o segundo constituiu-se pelo estudo dos comentários efetuados às mesmas no site e na página do Facebook do ‘Correio da Manhã’ e do ‘Público’; e o terceiro...

  17. Novos modelos de negócio para a imprensa online: o modelo Freemium no Público.pt, no Elpais.com e no Nytimes.com

    Mendes, Ângela da Conceição
    No momento de transformação e mudança que os média atravessam, muito por conta das evoluções tecnológicas e do aparecimento e expansão da Internet, torna-se essencial analisar os vários caminhos possíveis para a sobrevivência dos média neste novo ambiente digital. A Imprensa é um dos sectores mais afetados. É aquele que tem apresentado maior dificuldade na transição, principalmente em termos de sustentabilidade económica. Encontrar ou criar um modelo de negócio que torne possível a sobrevivência da Imprensa é agora uma prioridade, e muitas são as experiências levadas a cabo em todos os cantos do mundo. Pretendemos com esta dissertação conhecer as várias hipóteses que...

  18. Os média tradicionais nas novas plataformas - Análise comparativa das aplicações do Público, da TSF e da RTP para iPad

    Picado, João
    O mundo da comunicação, e do jornalismo em geral, está em permanente mudança. Mas hoje podemos dizer que vive um período de convulsão. Os desafios são grandes. A procura de novos modelos de negócio, saber como fazer jornalismo em novos meios, como a Internet, são preocupações transversais às empresas de média, sejam elas portuguesas, espanholas, norte-americanas ou indianas. A problemática é global. Com a evolução tecnológica, as plataformas móveis – smartphones e tablets – conquistaram o seu espaço e estão a crescer. Não só se assumem como agentes ativos como ameaçam meios estabelecidos, como são os casos da imprensa escrita, da televisão e da rádio. Os média que...

  19. A transmissão d' A Paródia para o Inimigo Público: se não aconteceu, podia ter acontecido

    Guimarães, João Paulo Duque Löbe
    Esta dissertação de mestrado tem como objetivos fazer uma análise mediológica da transmissão que terá ocorrido entre os jornais satíricos A Paródia (1900-03) e O Inimigo Público (2003-13). A mediologia permite analisar os fenómenos da transmissão, neste caso, dos valores do jornalismo satírico que atravessaram os séculos até chegarem até nós. Para o efeito, propomo-nos analisar alguns conceitos do riso, caracterizamos o humor e analisamos os conceitos de sátira. Numa terceira dimensão, analisamos os conceitos de caricatura e cartoon e a sua resenha histórica em Portugal. Numa quarta dimensão, abordamos os conceitos de jornalismo, de jornalismo satírico e infotainment, bem como a...

  20. A organização do espaço e a implementação de regras numa sala de jardim de infância

    Martins, Daniela Raquel Santos
    O presente relatório, resultado da Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Educação Pré-Escolar, apresenta o percurso vivido numa Instituição Particular de Solidariedade Social do concelho de Portalegre. “Organização do espaço e implementação de regras numa sala de Jardim de Infância”, título do relatório, reflete a importância que uma boa organização e gestão do espaço educativo têm no desenvolvimento da criança. Este projeto desenvolveu-se com um grupo de dezoito crianças em idade pré-escolar; um grupo homogéneo quanto ao nível etário, com crianças de 3 anos de idade. O relatório apresenta-se dividido em duas partes: uma primeira parte, na qual fundamentamos...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.