Mostrando recursos 1 - 20 de 110

  1. Plickers como ferramenta de avaliação de aprendizagem

    Sousa, Sónia Dias de
    As atuais orientações do Ministério da Educação apontam para uma escola que crie um ambiente propício à aprendizagem e ao desenvolvimento de competências. Esta escola terá de realizar uma reconfiguração, de modo a ir ao encontro das exigências destes tempos de imprevisibilidade e de mudanças aceleradas. Para que ocorra essa reconfiguração, existe um vasto corpo de autores que defende o uso das ferramentas da web 2.0 na sala de aula. O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação torna as aulas mais interessantes, motivantes e torna o aluno mais ativo na sua aprendizagem. No entanto, existe um longo percurso a...

  2. Health Club Corpo Livre

    Mendes, Daniela Simões Cabete
    O presente relatório de estágio enquadra-se no âmbito do mestrado em Desporto e Saúde para Crianças e Jovens do Instituto Politécnico de Leiria – Escola Superior de Educação e Ciências Sociais. Estágio que decorreu no Ginásio Health Club Corpo Livre. Com este relatório pretende-se essencialmente fazer uma ponte entre a componente académica e prática comum na área de desporto. Este estágio final de ano, teve como principal objetivo aplicar os conhecimentos e capacidades adquiridas ao longo de todo o percurso académico, assim como desenvolver competências pessoais e profissionais, para que o ponto de partida para um currículo profissional seja o mais...

  3. Gymboree – Programa de Desenvolvimento Infantil

    Lagoa, Carolina Pinto
    O atual relatório de estágio está inserido no âmbito do mestrado em Desporto e Saúde para Crianças e Jovens da Escola Superior de Educação e Ciências Sociais, pertencente ao Instituto Politécnico de Leiria. O Estágio decorreu no centro Gymboree que está ligado ao desenvolvimento saudável dos bebés e das crianças sendo uma organização que trabalha com famílias, e escolas, desenvolvendo aulas baseadas nos seus próprios programas, criados por especialistas de todas áreas tendo sempre por base o desenvolvimento infantil, com o principal objetivo do enriquecimento educativo para as crianças e para os seus pais. O objetivo primordial do estágio é conseguir...

  4. Vida Saudável na Pré-Escola

    Matos, Ana Carolina Ferreira
    O presente Relatório de estágio, pretende contribuir para o estudo do comportamento e das preferências alimentares de um grupo de crianças em idade pré-escolar (dos 3 aos 6 anos de idade). O estudo consistiu numa investigação experimental, com duração de 8/9 meses, via aplicação de questionário de preferências alimentares (QCA) e recolha de medidas antropométricas, antes e após aplicação de programa de intervenção mensal de promoção de saúde alimentar e atividade física. Os principais objetivos da intervenção consistiram em: I) Caraterizar e analisar as escolhas alimentares das crianças, antes e após a intervenção; II) Analisar parâmetros antropométricos das crianças, antes e após a intervenção; III) Promover, de forma...

  5. A construção colaborativa de mapas mentais digitais nas aulas de ciências naturais

    Caçador, Ana Carolina Ferreira
    Os mapas mentais são uma ferramenta pedagógica importante no ensino/aprendizagens das Ciências Naturais e são muitos os professores que os usam, enquanto recurso, nas suas aulas. Neste estudo procurou-se investigar se a elaboração de mapas mentais com uma ferramenta digital, o Popplet, e enquadrada num cenário de aprendizagem socioconstrutivista, promove a aprendizagem de competências específicas no âmbito da disciplina de Ciências Naturais e de competências transversais, sobretudo a colaboração. A hipótese desta ferramenta ser promissora para estas aprendizagens deve-se, por um lado, à literatura que tem vindo a apontar algumas vantagens dos mapas mentais digitais sobre os tradicionais, como, por outro, das...

  6. Refletindo sobre a utilização da estratégia Ler para Aprender como meio de redução de erros ortográficos de alunos de 3.º ano de escolaridade

    Pinheiro, Vanessa Alexandra Gualdino
    O relatório que se apresenta foi realizado no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico. Este encontra-se organizado em duas partes, sendo a primeira referente à Dimensão Reflexiva e a segunda parte à Dimensão Investigativa. A primeira parte, subdividida em dois tópicos, consiste na apresentação do percurso vivenciado nos contextos de Educação de Infância e de 1.º Ciclo do Ensino Básico, realizando uma análise crítica e reflexiva sobre as situações vividas geradoras de diversas aprendizagens a nível profissional, pessoal e social, recorrendo a fundamentação para as mesmas. A segunda parte diz respeito à apresentação de um estudo...

  7. Refletindo, investigando e (re)construindo a prática docente – Representações sociais das crianças na transição entre o Jardim de Infância e o 1.º Ciclo do Ensino Básico

    Cruz, Vera Lúcia Isidoro da
    O presente relatório foi elaborado no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, estando por sua vez organizado em duas partes. A primeira parte, a dimensão reflexiva, apresenta o percurso realizado ao longo das práticas pedagógicas em diferentes contextos, nomeadamente em creche, pré-escolar e 1.º Ciclo do ensino básico. A dimensão reflexiva foi essencial para o meu crescimento enquanto futura docente, pois permitiu ao longo de todo o processo (des)construir situações e identificar problemas e estratégias para superar as dificuldades. Tal permitiu-me alcançar inúmeras aprendizagens, relacionadas com a verdadeira intencionalidade educativa das propostas e...

  8. Perspetivas de Integração por parte de Refugiados numa comunidade do Litoral de Portugal

    Zarro, Susana Maria Delgado
    O presente trabalho tem como principal objetivo, compreender como as famílias de refugiados, acolhidas numa comunidade situada no litoral do país, percecionam o seu processo de integração junto da sociedade de acolhimento. Pretende dar a conhecer, não tanto as políticas de integração do país, mas o “olhar” de quem vive na “primeira pessoa” essas políticas e o contacto com autóctones - sociedade de acolhimento. Face ao exposto, foi realizado um estudo qualitativo, com recurso a entrevistas no qual se pretendeu: 1) identificar possíveis obstáculos que poderão dificultar a integração das famílias acolhidas (fatores sociais, económicos, laborais, linguísticos, culturais, etc.); 2) Aferir a...

  9. Convivência (des)ligada: Relações Interpessoais na Era Digital

    Reis, Sílvia Raquel Vieira
    As relações interpessoais entre crianças e entre jovens são fundamentais para um desenvolvimento saudável e hospitaleiro. A interação face-a-face requer o desenvolvimento de capacidades distintas das usadas quando estamos online, pois aqui as emoções são expressas por bonecos (emojis) ou outros símbolos. No contexto mundial atual, as distâncias já não têm o significado que tinham, pois as fronteiras são, hoje, muitas vezes, meras formas simbólicas e sociais. Assistimos, hoje, a grandes transformações quanto à forma como são vistas as relações de convivência, onde a sociedade de consumo, com todas as suas características do descartável, do desgaste e da substituição rápida de produtos,...

  10. Refletindo sobre as interações entre pares nos momentos de brincadeira livre em contexto Jardim de Infância

    Nunes, Micaela Filipa da Silva
    O presente relatório foi elaborado no âmbito do mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Este está organizado em duas dimensões, sendo estas a dimensão reflexiva e a dimensão investigativa. A primeira parte, a dimensão reflexiva, contempla a apresentação do meu percurso ao longo das unidades curriculares de prática pedagógica nos diversos contextos, sendo mencionadas as aprendizagens realizadas, as principais dificuldades, as estratégias adotadas e algumas das propostas educativas implementadas. A segunda parte, a dimensão reflexiva, aborda o estudo realizado, de caráter qualitativo sob a forma de estudo de caso, desenvolvido em contexto de Jardim de Infância....

  11. A Discriminação sexual com pessoas transgénero

    Guerra, Joana Rita Vieira
    Este trabalho, intitulado “A Discriminação Sexual com Pessoas Transgénero”, visa a compreensão da população trans1, nomeadamente do desenvolvimento das identidades de género não-normativas, do processo de descoberta e de afirmação dessas identidades e das dificuldades pessoais, familiares, laborais e sociais que as pessoas trans enfrentam no que diz respeito à falta de compreensão, ao preconceito e à discriminação associados a esta população. Assim, na primeira parte deste trabalho, através da exploração bibliográfica, é apresentada uma abordagem aos termos que dizem respeito ao tema em estudo, nomeadamente a clarificação de alguns conceitos como sexo, género, identidade e expressão de género e, também,...

  12. Comunicação acessível nas bibliotecas de ensino superior: o caso da Biblioteca do ISCTE-IUL

    Marçal, Bruno Guimarães
    As estruturas e pressupostos que caracterizam o Ensino Superior são extremamente dinâmicos implicando uma forte capacidade de adaptação, por parte de todos os intervenientes, para responder às exigências de um público cada vez mais diversificado, quer nas suas características como também nos seus objetivos, da indústria, da sociedade em geral, ou mesmo dos contextos de internacionalização e globalização que caracterizam os nossos tempos. É neste contexto que as Bibliotecas de Ensino Superior se destacam, assumindo um papel fundamental, não só através da gestão e disponibilização de grandes volumes de informação, mas produzindo elas próprias inúmeros recursos de apoio aos estudantes, auxiliando...

  13. Refletindo sobre a Prática Pedagógica: Que relações de colaboração se estabelecem num contexto do 1.º ano do 1.º Ciclo do Ensino Básico, quando se trabalha através de projetos.

    Nunes, Ana Filipa Oliveira
    No âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.ºCiclo do Ensino Básico, elaborei o presente Relatório de Prática Pedagógica Supervisionada, que retrata o meu percurso nestes diferentes contextos. Este está dividido em duas partes, a Parte I, referente à Dimensão Reflexiva em contexto de Educação de Infância e 1.º Ciclo do Ensino Básico e a Parte II, relativa à Dimensão Investigativa em contexto de 1.º Ciclo do Ensino Básico, 1.º ano de escolaridade. Nestes dois momentos exponho as minhas aprendizagens, dificuldades e experiências vivenciadas nestes contextos sobretudo no que diz respeito à implementação da metodologia de trabalho de projeto, no pré-escolar e no 1.ºCiclo do Ensino Básico. Na Parte II,...

  14. O ensino e o treino da natação num clube do Baixo Mondego

    Santos, Valdemar Andrade dos
    A concretização deste relatório de estágio expõe o caminho percorrido na modalidade da natação no Clube Infante de Montemor, na época desportiva de 2016/17. Nele podemos ver descritas considerações sobre a conceção, planeamento e operacionalização do ensino e do treino desta modalidade desportiva. A par disso, podemos ver descritas apreciações sobre questões relacionadas com o salvamento e segurança na água de crianças e jovens. Todo este processo foi elaborado por tomadas de decisões, reflexões e fundamentações sobre a teoria, prática e metodologias do ensino e treino da natação, baseadas na articulação de diversos conceitos e temas retratados na literatura (Intervenção...

  15. Promoção de competências de linguagem em crianças com 5-6 anos de idade, sem perturbação da linguagem

    Rodrigues, Tiago Alexandre Cardoso
    A Linguagem é uma faculdade humana que permite a comunicação com diversos interlocutores. Surge precocemente e desenvolve-se, de uma forma exponencial, nos primeiros anos de vida. Para tal, é importante que o meio envolvente seja estimulante e permita a troca de experiências com os demais interlocutores. A idade Pré-escolar é um marco no desenvolvimento, não só para a estimulação, mas também para a identificação de comportamentos desviantes. Com o intuito de evitar complicações futuras, cabe aos profissionais que lidam com estas crianças prevenir as perturbações da linguagem. O Terapeuta da Fala, enquanto profissional de saúde formado para lidar com as áreas...

  16. Influencia del salto de cuerda en la coordinación, velocidad, agilidad y resistencia cardiorrespiratoria

    Lagos, Santos Edgardo Canales
    Siendo el interés de este trabajo poder determinar si la práctica sistemática del salto de cuerda puede producir efectos positivos en cuatro elementos de la aptitud física en jóvenes estudiantes durante un periodo escolar, el principal objetivo de este trabajo de investigación fue analizar la influencia del salto de cuerda sobre la resistencia cardiorrespiratoria, la velocidad, la agilidad y la coordinación motora en jóvenes en edades entre los 12 y 14 años de edad. La muestra fue constituida por 30 estudiantes del sexo masculino. La media de edad fue de 12.8 ± 0.96 años, la masa corporal 49.5 ± 11.26...

  17. A Comunicação entre professores do 2º ciclo, 3º ciclo e Ensino secundário e jovens com Síndrome de Down

    Gouveia, Sandra Maria dos Santos Alves Duarte
    Os indivíduos com Síndrome de Down (SD) detêm um perfil característico de linguagem e comunicação, caracterizado por pontos fortes e dificuldades, resultando num conjunto particular de desafios em ambiente escolar. Sendo a comunicação o processo pelo qual o ser humano troca informação com os seus pares e, como tal, um fator crítico no processo de ensino e aprendizagem, acaba por ser menos acessível aos alunos com Síndrome de Down. É importante perceber se as escolas do ensino regular, bem como os professores que nelas lecionam, estão preparadas para receber alunos com SD de forma inclusiva. A presente dissertação teve como objetivo o...

  18. Refletindo sobre a Prática Pedagógica no 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico. Um estudo sobre as tarefas de partilha equitativa na aprendizagem dos números racionais num contexto de ensino exploratório no 5.º ano

    Abrantes, Filipa Ascenso
    O presente relatório surge no âmbito do Mestrado de Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º Ciclo do Ensino Básico e apresenta-se dividido em duas partes fundamentais: a dimensão reflexiva e a dimensão investigativa. Na primeira parte, - a dimensão reflexiva -, apresenta-se uma reflexão crítica e fundamentada do percurso realizado ao longo das práticas pedagógicas desenvolvidas no 1.º e no 2.º Ciclo do Ensino Básico. Esta reflexão recai sobre aspetos marcantes da prática pedagógica, nomeadamente: expetativas e receios, processos de observação, planificação, intervenção, avaliação, reflexão e investigação. Na segunda parte, - a dimensão...

  19. Projeto de Intervenção Cuidar-te Com Arte:Para que nunca me esqueças!

    Lopes, Eliana Ruela
    Cuidar-te com Arte: Para que nunca me esqueças! - um estudo de caso com uma perspetiva orientada para a prática, executado na Unidade Bento XVI em Fátima, apresentou-se como um projeto socioeducativo e artístico, implementado junto de indivíduos institucionalizados com perturbações neurocognitivas (PNC major ou ligeira) e os seus cuidadores informais. O objetivo foi o de compreender qual o papel das práticas artísticas enquanto instrumento de intervenção no restabelecimento de vínculos e laços afetivos entre estas famílias. Ao longo de seis sessões de expressão artística, ocorridas quinzenalmente, identificaram-se as potencialidades das linguagens artísticas enquanto linguagens alternativas no desenvolvimento de uma compreensão empática, procurando compreender o contributo das práticas...

  20. Refletindo acerca da prática pedagógica:Investigando a criatividade na formulação de problemas e as conceções de problema matemático de alunos do 4.º ano de escolaridade.

    Piedade, Beatriz de Freitas Castelão Lopes da
    O presente relatório foi realizado no contexto do Mestrado em Ensino do 1.º CEB e de Matemática e Ciências Naturais no 2.º CEB e encontra-se organizado em duas partes: a dimensão reflexiva e a dimensão investigativa. Na dimensão reflexiva apresenta-se uma reflexão crítica e fundamentada acerca do trabalho que a autora realizou com crianças do 1.º e 2.º CEB. Focando a participação ativa das crianças no processo ensino-aprendizagem, a realização de atividades práticas e a avaliação, reflete-se acerca das situações que se consideraram determinantes para a construção da identidade profissional da futura professora. Na dimensão investigativa surge uma investigação de índole qualitativa...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.