Recursos de colección

Repositório do Instituto Politénico de Castelo Branco (13.947 recursos)

O Repositório Científico do Instituto Politécnico de Castelo Branco tem como objectivos fundamentais a divulgação, a preservação em formato digital e a partilha do conhecimento científico gerado na instituição, constituindo-se numa ferramenta de valor acrescentado porque permite aumentar a visibilidade e o impacto da investigação desenvolvida.

ESACB - Artigos em revistas sem arbitragem científica

Mostrando recursos 1 - 20 de 43

  1. A gestão de uma exploração leiteira em Portugal face ao mercado internacional de lácteos

    Rodrigues, A.M.
    A gestão de uma exploração leiteira em Portugal face ao mercado internacional de lácteos

  2. Índice VL e Índice VL-ERVA : futuro da produção de leite no continente português continua em risco

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    Índice VL e Índice VL-ERVA : futuro da produção de leite no continente português continua em risco.

  3. Índice VL e Índice VL-ERVA : futuro da produção de leite em risco

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    Índice VL e Índice VL-ERVA : futuro da produção de leite em risco.

  4. Índice VL e Índice VL-ERVA : continua o ciclo menos favorável para a produção de leite

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    Índice VL e Índice VL-ERVA : continua o ciclo menos favorável para a produção de leite

  5. Índice VL e Índice VL-ERVA : início de um ciclo menos favorável para a produção de leite?

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    Índice VL e Índice VL-ERVA : início de um ciclo menos favorável para a produção de leite.

  6. Índice VL e Índice VL-ERVA

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    Índice VL e Índice VL-ERVA.

  7. Utilização da figueira-da-índia como alimento para ovelhas em lactação

    Rodrigues, A.M.; Pitacas, F.I.; Reis, C.M.G.
    Utilização da figueira-da-índia como alimento para ovelhas em lactação.

  8. Os bosques de azereiro (Prunus lusitanica L. subsp. lusitanica) no concelho de Oleiros

    Ribeiro, S.; Delgado, F.M.G.; Azevedo, L.
    Os bosques de azereiro (Prunus lusitanica L. subsp. lusitanica) no concelho de Oleiros.

  9. ÍNDICE VL ERVA - uma ferramenta útil para a bovinicultura leiteira

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    A revista Ruminantes, juntamente com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco e com a Universidade dos Açores, passará a publicar, a partir deste número, o ÍNDICE VL ERVA, indicador que pretende refletir a relação entre o preço do leite pago ao produtor e o preço (custo) da alimentação das vacas leiteiras baseado na utilização de erva (pastagem e/ou silagem).

  10. ÍNDICE VL - adivinham-se dificuldades para os produtores de leite

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, Nuno
    Neste número apresentam-se os índices VL para o período de maio a julho de 2014. Verifica-se que o preço do leite pago ao produtor baixou acentuadamente até julho e que a evolução dos preços dos alimentos até julho foi favorável ao produtor. Esta evolução refletiu-se no Índice VL que em julho de 2014 (1,767) foi bastante inferior ao que se tinha verificado em abril (1,912).

  11. O cultivo do arroz e a resposta do agrossistema às alterações ambientais de temperatura e dióxido de carbono

    Figueiredo, N.; Merino, R.; Prazeres, A.; Fareleira, P.; Vargues, A.; Carranca, C.; Marques, P.; Pereira, J.; Goufo, P.; Trindade, H.; Carneiro, J.P.; Couto, N.; Mateus, E.; Ribeiro, A.; Coutinho, J.
    A cultivar de arroz Ariete apresentou uma eficiência máxima de uso do N de 64% e uma produção de 8,5 t ha-1, após aplicação de 120 kg N ha-1, metade em fundo e metade ao afilhamento. Os fatores de emissão de GEEs medidos no campo foram de 136 kg CH4 ha-1 e 1,5% para o N2O. As emissões de COVs (especialmente na forma de terpenos) e NH3 foram reduzidas, mas atingiram 8 kg N-NH3 ha-1 dia-1 após a adubação de cobertura.

  12. Fim das quotas leiteiras - receitas adicionais à produção de leite.

    Rodrigues, A.M.
    Portugal tem vindo a assistir à redução muito acentuada do número de explorações leiteiras. Na campanha 1995/1996 eram 48.387 explorações. Na campanha 2012/2013 atingiu-se o número mínimo record de 6.918 explorações. Em 17 anos o número de explorações leiteiras diminuiu 7 vezes enquanto que o número de vacas leiteiras apenas diminuiu 1,6 vezes. Isto significou o aumento acentuado do número de cabeças por exploração. A produção média anual de leite por vaca tem vindo a crescer. Dados recentes mostram que em 2008 a produção média de leite/vaca/ano em Portugal foi de 6.051 kg, enquanto que em 2010 aquela produção atingiu...

  13. Índice VL – Momento favorável para os produtores

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    Neste número apresenta-se o Índice VL para o período de fevereiro a abril de 2014. Verifica-se que a evolução dos preços do leite e dos alimentos até abril foi favorável ao produtor. O preço do leite subiu e os custos alimentares desceram ligeiramente. Isso refletiu-se no Índice VL que em abril de 2014 estava em 1,912 quando há um ano estava em 1,700. Se considerarmos que o valor 1,5 é um valor moderado representando um negócio saudável e 2 é um valor elevado muito favorável para o sucesso económico da exploração, vemos que os produtores vivem um bom momento.

  14. Como estimar o ganho de peso diário de um bovino em crescimento

    Rodrigues, A.M.
    Com a abolição do sistema de quotas leiteiras, as explorações de leite terão que encontrar soluções para se tornarem mais competitivas. Em diversos países da União Europeia as medidas adotadas passam pelo aumento dos efetivos e da eficiência produtiva. No entanto, para aumentarem a competitividade, as explorações portuguesas poderão ter necessidade de diversificar a sua atividade. Desde que existam condições adequadas, a recria e a engorda dos vitelos nascidos na própria exploração poderá ser uma opção interessante. Com este trabalho pretendemos apresentar uma técnica que permite estimar o ganho de peso diário que novilhos castrados, novilhas ou novilhos inteiros. O...

  15. ÍNDICE VL - Continua o bom momento para a produção de leite

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, Carlos; Marques, Nuno
    Neste número apresenta-se o Índice VL para o período de novembro de 2013 a janeiro de 2014. Verifica-se que a evolução dos preços do leite e dos alimentos foi favorável ao produtor uma vez que o preço do leite subiu e os custos alimentares desceram. Isso refletiu-se no Índice VL que em janeiro de 2014 estava em 1,923 quando há um ano estava em 1,605. Se considerarmos que o valor 1,5 é um valor moderado representando um negócio saudável e 2 é um valor elevado muito favorável para o sucesso económico da exploração, vemos que os produtores vivem um bom...

  16. ÍNDICE VL - Bom momento para a produção de leite

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, Carlos; Marques, Nuno
    Neste número apresenta-se o Índice VL para o período de agosto a outubro de 2013. Verifica-se que a evolução dos preços do leite e dos alimentos foi favorável ao produtor uma vez que o preço do leite subiu e os custos alimentares desceram. Isso refletiu-se no Índice VL que em outubro de 2013 estava em 1,833 quando há um ano estava em 1,428. Se considerarmos que o valor 1,5 é um valor moderado representando um negócio saudável e 2 é um valor elevado muito favorável para o sucesso económico da exploração, vemos que os produtores vivem um bom momento.

  17. Custos de produção de leite - IFCN Dairy Report 2013

    Rodrigues, A.M.
    O IFCN (International Farm Comparison Network) é um consórcio internacional que publica, anualmente, um relatório em que caracteriza o setor leiteiro a nível mundial. O último IFCN Dairy Report, publicado em outubro de 2013, caracteriza a fileira do leite em 95 países, representando mais de 97% da produção mundial de leite de vaca e búfala. Segundo estimativas do IFCN existem 122 milhões de explorações leiteiras, 363 milhões de vacas e búfalas, uma média de 3 animais/exploração com produção média de 2.100 kg de leite/animal/ano. De realçar que existem grandes diferenças entre países relativamente ao tipo de animal utilizado (vaca ou...

  18. Cartografia de apoio à tomada de decisão em apicultura

    Fernandez, P.; Marques, J.; Anjos, O.
    O planeamento metódico do território permite, extrair o potencial de cada região e preservar os recursos naturais. Os municípios do Crato e de Portalegre, apresentam boas condições edafo-climáticas para a de um mel de prática agrícola, apresentando uma floração sucessiva e diversificada, o que conduz à produção de excelente qualidade. A área de estudo encontra-se na Zona Controlada sob gestão da Apilegre. Este estudo enquadra-se no seguimento de outros trabalhos anteriormente desenvolvidos pela mesma equipa e pretende integrar vários parâmetros biofísicos, através de uma metodologia de análise espacial, para apoio à tomada de decisão na instalação de apiários. As cartas...

  19. Influencia de la reproducción y calidad de la leche en la rentabilidad de las explotaciones lecheras

    Rodrigues, A.M.
    Este trabajo pretende presentar algunas ideas que pueden ayudar a mejorar la rentabilidad de las explotaciones lecheras. Entre los factores que determinan la rentabilidad de las explotaciones lecheras se destacan parámetros reproductivos ideales como el intervalo entre partos (365 días), el número de inseminaciones por inseminación artificial fecundante (1,5 a 1,7), la edad de las novillas al primero parto (22 a 24 meses) y la calidad de la leche producida. La existencia de vacas con mastitis en la granja afectará a las primas concedidas a los precios de la leche con bajo recuento de células somáticas que, asociado con la...

  20. Índice VL, uma ferramenta útil para a bovinicultura leiteira

    Rodrigues, A.M.; Vouzela, C.; Marques, N.
    A revista Ruminantes, juntamente com a Escola Superior Agrária do Instituto Politécnico de Castelo Branco e com a Universidade dos Açores, vai passar publicar, a partir deste número, o Índice VL, indicador que pretende refletir a relação entre o preço do leite pago ao produtor e o preço (custo) da alimentação das vacas leiteiras.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.