Recursos de colección

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada (10.410 recursos)

No Repositório do ISPA pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes da produção científica do ISPA designadamente: teses de doutoramento, teses de mestrado, artigos em publicações periódicas nacionais e internacionais, relatórios técnicos, artigos em actas de conferências nacionais e internacionais e capítulos de livros.

PCLI - Artigos em revistas nacionais

Mostrando recursos 1 - 20 de 72

  1. A psicopatologia geral na formação do psicólogo.

    Teixeira, Carlos J. C.
    No presente artigo, o autor procura reflectir sobre a importância e a natureza do estudo de psicopatologia geral no curso de Psicologia. Após uma introdução breve, refere-se ao estado actual da Psicopatologia para, finalmente, reflectir sobre o que pode ser uma cadeira de Psicopatologia Geral aqui- -e-agora.

  2. À vitória pela derrota

    Martinho, José Carlos
    Trata-se de esclarecer a fórmula de Théedore Reik sobre a (essência) e o «objectivo» do masoquismo - («A vitória pela derrota a partir de um erro de memória cometido por Reik na narração de um caso clínico do seu livro Masochism in modern man. A interpretação do lapso abre-nos então, inespesadamente, ao duplo impasse de Reik: impasse de uma prácítica clínica que o leva a escrever ensaios de auto-análise; e o impasse teórico que submete as suas excelentes análises fenomendógicas a um genétismo do ego do «ego fortificado» mestre da angústia e da escolha do objecto.

  3. Saudade ou depressão no «fado» português

    Norton, Margarida
    inexistente

  4. O impacto dos acontecimentos significativos no processo terapêutico: Um estudo de caso de sucesso

    Corrêa, Andriza; Ribeiro, Eugénia; Costa, Sara
    Este estudo teve como objetivo descrever os impactos associados aos acontecimentos significativos, identificados pelo cliente e terapeuta, ao longo de um caso de sucesso clínico. Utilizámos a metodologia de estudo de caso, com um cliente adulto, diagnosticado com perturbação de pânico e acompanhado em terapia comportamental e cognitiva. A versão portuguesa do questionário Helpful Aspects of Therapy foi administrada em todas as sessões para a recolha dos acontecimentos significativos e respetivos impactos. Categorizámos o tipo de impacto percebido a partir de uma grelha de análise temática construída com base na literatura. Os resultados mostram diferenças nos impactos percebidos pela terapeuta e pelo cliente. Enquanto para a terapeuta...

  5. João dos Santos

    Matos, António Coimbra de
    Inexistente

  6. Técnicas projectivas : nota de abertura

    Moita, Victor Manuel Henriques
    Inexistente

  7. Comunicação e cuidados de saúde : Desafios para a Psicologia da Saúde

    Teixeira, José A. Carvalho
    Existe actualmente um consenso generalizado sobre a inadequação do sistema de saúde para dar resposta as necessidades psicológicas dos sujeitos que a eles recorrem, quer nos cuidados primários quer os diferenciados. Sendo plausível que parte dessa insatisfação se relacione com problemas de comunicação pretende- se identificar as principais disfunções comunicacionais que podem ocorrer nos serviços de saúde, fazer revisão breve das suas consequências e introduzir de - safios que colocam A Psicologia da Saúde.

  8. Os imortais

    Leal, Isabel Pereira
    Inexistente

  9. O psicólogo na escola : Factores condicionantes e sentido geral da intervenção

    Carita, Ana
    Analisam-se alguns dos factores condicionantes da intervenção do psicólogo educacional na Escola, com especial destaque para a evolução da situação social, a história da psicologia, as características da instituição escolar e as de cada escola em particular. Refere-se ainda a interferência da história pessoal do psicólogo e a dinâmica da equipa de trabalho, no estilo da intervenção. Articula-se o reconhecimento da complexidade do contexto e das referências da intervenção com a necessidade de o psicólogo proceder a escolhas. Dá-se conta de um modo de operacionalizar essas escolhas e respectivos conteúdos

  10. Atribuição causal, auto-estima e resultados escolares

    Senos, Jorge
    Partindo do quadro de referência proposto por Weiner sobre atribuição causal para o sucesso e insucesso, o autor procura estabelecer o efeito de seZfserving bias que permite a protecção da auto-estima perante situações de insucesso. Utilizando uma versão adaptada da Causal Dimension Scale bem como do Self-Perception Profile for Children com uma amostra de 49 alunos do 5.” ano de escolaridade, foi possível estabelecer que os alunos com piores resultados escolares produzem preferencialmente atribuições externas para o insucesso, protegendo deste modo a autoestima que se mantém em valores idênticos aos dos bons alunos. No entanto, estes alunos mostram um auto- conceito académico mais baixo do que os alunos com elevados resultados escolares. Os resultados são...

  11. O poder municipal no Concelho de Cascais: Representação social e identidades sociais : Um estudo exploratório

    Amaral, Virgílio Ribeiro; Franco, Ana
    O objectivo do estudo está ligado à hipótese teórica de Vala (1988,1990) que considera que a representação do Poder é reconstruída em função de dois conjuntos de variáveis: as Identidades Sociais e as variáveis relativas à inserção objectiva na estrutura social. Subjacentes aos dois conjuntos de variáveis encontram- se os posicionamentos ou pertenças - objectivas e subjectivas - a diferentes categorias sociais que são tomadas como indicadores de vertentes/domínios da esfera social com relevância para a representação do Poder. Assim, este estudo exploratório pretende averiguar se as posições sociais objectivas e as posições sociais subjectivas (Identidades Sociais) se relacionam diferentemente com as dimensões do Poder. Neste estudo foram considerados 270 sujeitos residentes no Concelho de Cascais...

  12. Enviesamentos na percepção dos grupos sociais : O papel da posição social e do contexto

    Cabecinhas, Rosa
    Neste artigo apresentamos dois estudos experi-- mentais realizados com o objectivo de verificar se o estatuto relativo dos grupos constitui um factor moderador na percepção do grupo de pertença e do grupo dos outros. Estes estudos consistiram em versões adaptadas do paradigma experimental de Taylor, Fiske, Etcoff e Ruderman (1978) em situações de saliência dos critérios de categorização racial (Estudo 1) e sexual (Estudo 2). Os resultados evidenciam uma manifestação assimétrica do efeito de homogeneidade do outgroup: globalmente, os sujeitos-estímulo dos grupos «dominados)) (negros no Estudo 1 e mulheres no Estudo 2) são mais homogeneizados do que os sujeitos- -estímulo dos grupos «dominantes» (brancos no Estudo 1 e homens no Estudo 2). Na discussão dos...

  13. O véu que cobre o rosto

    Ceitil, Maria João
    Neste trabalho intitulado O Véu que Cobre o Rosto pretendemos compreender a lógica interna ao discurso Islâmico que legisla o uso de véu nas mulheres. Deverá ser dito que nos interessa apenas a dimensão te6 - rica do Islamismo: aquilo que nos interessa são as Ideias. Deste modo, percebemos que o Islamismo é uma Lei, um discurso que legisla em nome do Desejo e do Imaginário. Se a necessidade de as mulheres usarem o véu nos parece «irracional» é somente devido a Ideia de Razão que temos: uma Ideia de Razão que identifica a função racional com a instância da censura: a censura do Desejo e do Imaginário. Na linha do trabalho...

  14. Sentir, pensar e aprender : Homenagem a Serge Lebovici no seu 80.' aniversário

    Salgueiro, Emílio Eduardo Guerra
    O autor procura aprofundar o conceito de aprender, colocando-lhe a origem no corpo activo e emocionado do bebé, descobrindo o mundo através do corpo activo e emocionado da mãe. Sobre estes aprenderes ou distinções fundadoras, podem construir-se os aprenderes eruditos, menos emocionados, se forem criadas pelo educador as condições de acolhimento, suporte, contenção, organização e estimulação ajustados às necessidades do aprendiz. O autor procura definir, por fim, o que caracterizará um bom educador e uma boa caminhada educativa. Palavras-chave: Serge Lebovici, aprenderes fundadores, aprenderes eruditos, aprenderes emocionados, dificuldades no aprender.

  15. Feminino, fecundo e finito : Expressões nos Rorschach de adolescentes

    Marques, Maria Emília
    O feminino é discutido na polissemia do seu sentido e constituído como modelo heurístico, a ser testado na interpretação do Rorschach de adolescentes. Depurada a noção de feminino das concepções limitativas que contém, ela revela-se como o elemento que funda a identidade, o ser, mas também, depois, o elemento que permite a realização, o crescimento e a expansão. A interpretação dos Rorschach de adolescentes evidencia este percurso, balanceamento e oscilação entre o ser, o existir e o crescer.

  16. Comunicação, interpretação e simbolização no/para o Rorschach

    Marques, Maria Emília
    Com o recurso às concepções sobre simbolização e ao estabelecer-se uma assimilação entre processos mentais e processo-resposta Rorschach é possível aceder 2 compreensão e expressão desses processos. Ao discutir, por um lado, teóricamente as concepções que se prendem com a simbolização, e, por outro lado, ao discutir as concepções que se prendem com a técnica Rorschach, apresenta-se uma conceptualização sobre o processo-resposta Rorschach, que permite, pela coerência e convergência entre teo - ria e metodologia, aceder aos processos mentais cons - titutivos e construtivos do sujeito psicológico.

  17. Desenho e avaliação de programas de desenvolvimento de competências parentais para pais negligentes : Uma revisão e reflexão

    Camilo, Cláudia; Garrido, Margarida Vaz
    A negligência parental tem surgido associada à falta de competência dos pais para educar, supervisionar e responder às necessidades dos filhos menores, colocando em risco o seu bem-estar. O presente artigo apresenta um breve enquadramento do fenómeno da negligência parental, sua prevalência e relevância social no contexto nacional. São ainda apresentadas algumas definições de negligência, referidos alguns dos seus modelos teóricos de enquadramento e os principais fatores de proteção e de risco associados. Em seguida descrevemos brevemente um conjunto de programas de intervenção com famílias negligentes desenvolvidos e aplicados em contexto nacional. Esta análise indica que são ainda escassos os programas que apresentam um quadro teórico de...

  18. Felicidade hedónica e eudaimónica : Um estudo com adolescentes portugueses

    Freire, Teresa; Zenhas, Filipa; Tavares, Dionízia; Iglésias, Catarina
    O presente estudo pretendeu explorar as conceções de felicidade de adolescentes portugueses, os aspetos mais significativos das suas vidas e os fatores que os justificam; perceber os níveis de significado em vários domínios de vida e o impacto destes na felicidade e significado em geral. Foi utilizado o Eudaimonic and Hedonic Happiness Investigation (EHHI; Delle Fave, Brdar, Freire, Vella-Brodrick, & Wissing, 2011) que permite aceder, qualitativa e quantitativamente, aos compo - nentes hedónicos e eudaimónicos da Felicidade. Participaram no estudo 216 adolescentes, com média de idade de 16.6 anos (DP=1.2), sendo 68,5% do sexo feminino e 31,5% do sexo masculino. Os resultados qualitativos mostraram que as definições...

  19. Quando o cliente pensa que não sente e sente o que não pensa : Alexitimia e psicoterapia

    Silva, Ana Nunes; Vasco, António Branco; Watson, Jeanne C.
    É repetidamente referido na literatura que pacientes alexitímicos têm piores resultados em psicoterapia. Tendo como referência que as características associadas ao conceito de alexitimia reflectem défices ao nível do processamento emocional, não só ao nível da regulação emocional, mas também dos processos subjacentes, como a consciência e a experienciação emocionais e a expressão e a diferenciação emocional, sugere-se que com pacientes com funcionamento alexitímico seja necessário um maior enfoque terapêutico ao nível das tarefas emocionais. Neste trabalho salientamos as dificuldades que podem ocorrer ao nível da aliança terapêutica e discutem-se as implicações para as tomadas de decisão clínica. Através de...

  20. O tempo subjectivo como instrumento (des)adaptativo no processo desenvolvimental

    Ortuño, Vícitor E. C.; Paixão, Maria Paula; Janeiro, Isabel Nunes
    A Perspectiva Temporal – PT (Zimbardo & Boyd, 1999) é o processo através do qual as experiências pessoais e sociais dos sujeitos são categorizadas, arquivadas e recuperadas mediante categorias temporais que têm por base as noções subjectivas do passado, o presente e o futuro. Assim, através de uma análise da PT é possível compreender mudanças em diversas variáveis, tenham estas um carácter funcional (auto-estima, investimento escolar, comportamentos pró-activos e de empreendedorismo) ou disfuncional (consumo de drogas, comportamentos de risco, depressão) no processo desenvolvimental dos sujeitos. São apresentados dois estudos, de forma a validar esta tese. No primeiro é explorada a...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.