Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (3.959 recursos)

The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

Medicina

Mostrando recursos 1 - 20 de 122

  1. Psoriasis-associated vascular disease: the role of HDL.

    Paiva-Lopes, MJ; Alves, J
    Psoriasis is a chronic inflammatory systemic disease with a prevalence of 2-3%. Overwhelming evidence show an epidemiological association between psoriasis, cardiovascular disease and atherosclerosis. Cardiovascular disease is the most frequent cause of death in patients with severe psoriasis. Several cardiovascular disease classical risk factors are also increased in psoriasis but the psoriasis-associated risk persists after adjusting for other risk factors.Investigation has focused on finding explanations for these epidemiological data. Several studies have demonstrated significant lipid metabolism and HDL composition and function alterations in psoriatic patients. Altered HDL function is clearly one of the mechanisms involved, as these particles are of...

  2. Diabetes mellitus novidades na terapêutica...

    Heitor, S
    N/A

  3. AVC isquémico: quando o risco cardiovascular é inocente!

    Lima, A; Rocha, M
    N/A

  4. Nova abordagem da terapêutica do estado de mal em doente de risco

    Melo, L; Aufico, A; Serra, I; Freitas, P; Tojal, R; Martins, A; Branco, R; Ferreira, A; Barroso, R
    N/A

  5. Caso clínico

    Gonçalves, A
    N/A

  6. Abordagem multidisciplinar de lesão esplénica: um desafio diagnóstico

    Gomes, F; Schmitt, W; Branco, J; Aparício, D; Ferreira, M; Dutschmann, R

  7. Ao tempo que já não se via...

    Vasconcelos, P; Bragança, N
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  8. Ao tempo que já não se via...

    Vasconcelos, P; Bragança, N
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  9. Sarcoma de Kaposi clássico, a propósito de um caso clínico

    Patrocínio, J; Espírito Santo, AR; Patrocínio, J; Pereira, R; Gomes, F; Louro, F
    O Sarcoma de Kaposi (SK) é um distúrbio angioproliferativo descrito como doença benigna de pessoas idosas. Divide- se em 4 tipos: O Clássico, epidémico, endêmico e iatrogénico. Os autores descrevem o caso de um homem caucasiano de 50 anos, português, que iniciou a sintomatologia 6 anos antes do internamento com lesões urticariformes na perna direita e perda ponderal de 10 kg em 6 meses. Por agravamento das lesões e aparecimento de púrpura nos membros inferiores recorreu ao hospital. O exame objetivo era normal à exceção de púrpuras dispersas com relevo, descamativas e violáceas na região plantar e restante membros inferiores, membros...

  10. Sarcoma de Kaposi clássico, a propósito de um caso clínico

    Patrocínio, J; Espírito Santo, AR; Patrocínio, J; Pereira, R; Gomes, F; Louro, F
    O Sarcoma de Kaposi (SK) é um distúrbio angioproliferativo descrito como doença benigna de pessoas idosas. Divide- se em 4 tipos: O Clássico, epidémico, endêmico e iatrogénico. Os autores descrevem o caso de um homem caucasiano de 50 anos, português, que iniciou a sintomatologia 6 anos antes do internamento com lesões urticariformes na perna direita e perda ponderal de 10 kg em 6 meses. Por agravamento das lesões e aparecimento de púrpura nos membros inferiores recorreu ao hospital. O exame objetivo era normal à exceção de púrpuras dispersas com relevo, descamativas e violáceas na região plantar e restante membros inferiores, membros...

  11. Hipertensão pulmonar na infecção VIH/SIDA: uma doença rara

    Cardoso, C; Trigo, D; Pacheco, P
    A Hipertensão pulmonar (HTP) é uma patologia rara mas que condiciona elevada morbilidade e mortalidade. É conhecida a sua associação com o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), mas muitos dos mecanismos implicados na sua patogénese bem como o impacto da terapêutica antiretroviral (TARV) no tratamento e prognóstico desta doença ainda se encontram por definir. Apresenta-se um caso clínico de uma doente de 62 anos com infecção VIH internada por um quadro interpretado inicial- mente como infecção respiratória. A má evolução e os exames adicionais permitiram o diagnóstico de Hipertensão pulmonar grave que viria a determinar o falecimento da doente em poucos dias. Atendendo...

  12. Hipertensão pulmonar na infecção VIH/SIDA: uma doença rara

    Cardoso, C; Trigo, D; Pacheco, P
    A Hipertensão pulmonar (HTP) é uma patologia rara mas que condiciona elevada morbilidade e mortalidade. É conhecida a sua associação com o Vírus da Imunodeficiência Humana (VIH), mas muitos dos mecanismos implicados na sua patogénese bem como o impacto da terapêutica antiretroviral (TARV) no tratamento e prognóstico desta doença ainda se encontram por definir. Apresenta-se um caso clínico de uma doente de 62 anos com infecção VIH internada por um quadro interpretado inicial- mente como infecção respiratória. A má evolução e os exames adicionais permitiram o diagnóstico de Hipertensão pulmonar grave que viria a determinar o falecimento da doente em poucos dias. Atendendo...

  13. Efeitos secundários cutâneos da terapêutica hipoglicemiante

    Gomes, F; Borges-Costa, J
    As lesões cutâneas são frequentes na diabetes mellitus, havendo um envolvimento da pele em cerca de 30 a 91% dos doentes durante o curso da doença. Estas podem ser não infeciosas ou autoimunes, infeciosas ou resultar de complicações do tratamento da diabetes, pelo uso de insulina ou outros antidiabéticos. O crescente aumento na prevalência da diabetes mellitus tipo 2 e o advento, na última década, de novos antidiabéticos orais e injetáveis com diferentes mecanismos celulares de atuação, justificam não só uma adequada orientação técnica sobre a sequência de introdução de cada classe terapêutica, como o reconhecimento dos seus efeitos laterais, nomeadamente...

  14. Efeitos secundários cutâneos da terapêutica hipoglicemiante

    Gomes, F; Borges-Costa, J
    As lesões cutâneas são frequentes na diabetes mellitus, havendo um envolvimento da pele em cerca de 30 a 91% dos doentes durante o curso da doença. Estas podem ser não infeciosas ou autoimunes, infeciosas ou resultar de complicações do tratamento da diabetes, pelo uso de insulina ou outros antidiabéticos. O crescente aumento na prevalência da diabetes mellitus tipo 2 e o advento, na última década, de novos antidiabéticos orais e injetáveis com diferentes mecanismos celulares de atuação, justificam não só uma adequada orientação técnica sobre a sequência de introdução de cada classe terapêutica, como o reconhecimento dos seus efeitos laterais, nomeadamente...

  15. Equipa Intrahospitalar Suporte em Cuidados Paliativos

    Correia, I
    N/A

  16. Equipa Intrahospitalar Suporte em Cuidados Paliativos

    Correia, I
    N/A

  17. POEMS e Castleman: Em relação com um caso clínico

    Atalaia, G; Vasconcelos, P
    N/A

  18. O papel da vitamina d na resistência à insulina em idosos

    Ferreira, M; Ribeiro, R; Moraes, R; Bargiela, I
    Introdução: A hipovitaminose D tem grande impacto a nível mundial estimando-se a sua prevalência em 52 a 77%. Vários estudos têm demonstrado haver correlação entre baixos níveis séricos de 25-hidroxivitamina D e o risco aumentado de diabetes mellitus tipo 2. Este estudo teve como objectivo investigar o efeito da correcção da hipovitaminose D na insulinorresistência. Métodos: Foi utilizada uma amostra de conveniência com 10 doentes (6 mulheres e 4 homens) suplementados com vitamina D durante 4 meses. Como critérios de inclusão foram consideradas: idade superior a 65 anos, insulinorresistência – homeostasis model assesment 1 (HOMA-1) superior a 2 e hipovitaminose D (25-hidroxivitamina D sérica inferior...

  19. O papel da vitamina d na resistência à insulina em idosos

    Ferreira, M; Ribeiro, R; Moraes, R; Bargiela, I
    Introdução: A hipovitaminose D tem grande impacto a nível mundial estimando-se a sua prevalência em 52 a 77%. Vários estudos têm demonstrado haver correlação entre baixos níveis séricos de 25-hidroxivitamina D e o risco aumentado de diabetes mellitus tipo 2. Este estudo teve como objectivo investigar o efeito da correcção da hipovitaminose D na insulinorresistência. Métodos: Foi utilizada uma amostra de conveniência com 10 doentes (6 mulheres e 4 homens) suplementados com vitamina D durante 4 meses. Como critérios de inclusão foram consideradas: idade superior a 65 anos, insulinorresistência – homeostasis model assesment 1 (HOMA-1) superior a 2 e hipovitaminose D (25-hidroxivitamina D sérica inferior...

  20. Quando o habitual se torna mortal

    Ferreira, M; Ribeiro, R; Bargiela, I; Duarte, C
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.