Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (3.582 recursos)

The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

Psiquiatria

Mostrando recursos 1 - 20 de 103

  1. Obsessive Jealousy: A Case Report

    Perestrelo, JM; Mota, D; Teixeira, B
    Background: Jealousy is common between humans but can assume pathological characteristics. Aims: To report a case of obsessive jealousy and to review the concept and clinical features of the condition. Methods: A clinical cases of obsessive jealousy was obtained and a literature review of the theme was shortly surveyed. Results and Conclusions: The clinical case presents a man with morbid jealousy with obsessive features who was hospitalized after a suicide attempted. During his hospitalization he was medicated with fluvoxamine and clonazepam reporting a decrease of the ruminative thoughts and anxiety. A correct diagnosis of obsessive-compulsive disorder (OCD) and its differentiation from a delusion, obsessive or overvalued idea are essential for an adequate approach and treatment.

  2. Catatonia como Apresentação de Doença de CreutzfeldtJakob: Um Caso Clínico

    Fernandes, I; Carneiro, S; Duarte, M; Rosa, A
    Introdução: A catatonia é uma síndrome neuropsiquiátrica, classicamente associada à esquizofrenia, mas mais frequentemente relacionada com outras causas psiquiátricas, neurológicas e/ou metabólicas. Caso Clínico: Um homem de 61 anos foi internado no Serviço de Psiquiatria por catatonia de etiologia a esclarecer. O electroencefalograma revelou actividade periódica trifásica e a ressonância magnética crânio-encefálica revelou atrofia cortico-subcortical de predomínio frontal e temporal interno. O doente foi transferido para o Serviço de Neurologia por provável encefalopatia espongiforme, com a detecção de um aumento da proteína 14.3.3 no líquor cefalorraquidiano. O quadro clínico agravou-se com mioclonias plurisegmentares, episódios de desvio ocular e distonia, culminando no óbito ao fim de 5 semanas. O estudo anatomopatológico confirmou o diagnóstico de Doença de Creutzfeldt-Jakob esporádica. Conclusões: Este caso...

  3. A Importância do Diagnóstico Diferencial de Encefalite Límbica Autoimune em Doentes com Sintomas Neuropsiquiátricos

    Gonçalves, AL; Venâncio, A; Sousa, G
    Introdução: A encefalite límbica autoimune revela-se muitas vezes uma síndrome paraneoplásica que pode afetar o sistema nervoso central. Manifesta-se com alterações das fun- ções psicológicas e pode surgir apenas com sintomas psiquiátricos isolados. Frequentemente, o contacto inicial com estes doentes é realizado pelo psiquiatra. Deste modo, é essencial a consideração desta patologia como diagnóstico diferencial, visto a sua deteção e tratamento precoces melhorarem consideravelmente o prognóstico de vários tipos de neoplasias. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi abordar a encefalite límbica autoimune como diagnóstico diferencial em doentes com sintomas neuropsiquiátricos. Métodos: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica na base de dados PubMed com as seguintes palavras: limbic encephalitis, psychiatric. Resultados e Conclusão: A associação entre os diversos tipos de anticorpos e os...

  4. A Temporalidade na Esquizofrenia

    Martins, JM
    Introdução: A temporalidade é um elemento essencial e organizador da vivência do ser. É um elemento fundamental na coerência do self. Apesar da sua importância, é um tema relativamente pouco investigado, particularmente na esquizofrenia, onde tem sido sugerido que alterações da vivência do tempo podem ser fenómenos nucleares da psicopatologia na esquizofrenia. Objetivo: Com este trabalho pretende-se compreender de que forma as alterações na temporalidade podem estar relacionadas com a psicopatologia na esquizofrenia. Métodos: Foi efetuada uma revisão seletiva da literatura a partir da base de dados PubMed a partir do ano 2000, e posteriormente em textos clássicos de psicopatologia. Resultados e Conclusões: São distinguidos os constructos de tempo, tempo vivido e temporalidade. São descritas evidências e formuladas hipóteses da...

  5. Suicídio no Idoso – O Antecipar da Morte

    Pedrosa, B; Duque, R; Martins, R
    Introdução: Os pensamentos de morte são fenómenos comuns nos idosos, verificando-se que em diversos países o maior grupo de risco para o suicídio corresponde a essa faixa etá- ria. Para além da maior letalidade das tentativas de suicídio nos idosos, estes passam mais provavelmente ao acto, concretizando assim o suicídio. Reconhecem-se que são vários os factores que contribuem para o desenvolvimento de ideação suicida. Objectivos: A presente revisão visa analisar as características, os factores de risco e os programas de prevenção relacionados com o suicídio no idoso, de modo a alertar os vários técnicos de saúde para esta situação. Métodos: Foi realizada uma revisão bibliográfica no PubMed, utilizando as expressões “elderly”, “aging” e “suicide”. Foram ainda consultados relatórios...

  6. Avaliação da Capacidade de Decisão em Psiquiatria de Ligação

    Vicente, F; Nascimento, M; Oliveira, C; Tomé, C; Vieira, C; Luis, A
    Introdução: Entre as funções do psiquiatra de ligação, encontra-se a avaliação da capacidade de decidir. Esta envolve a capacidade de fazer escolhas de forma autónoma e surge de forma relevante na prática clínica diária como pré-condição ao consentimento informado. Objetivos: Os autores pretendem rever o processo subjacente à avaliação da capacidade de decisão, assim como outra informação relevante publicada a este respeito. Métodos: Revisão não sistemática da literatura através da pesquisa eletrónica nos motores de busca Medline/Pubmed. Resultados: A capacidade de decidir apenas pode ser avaliada relativamente a uma decisão em particular, sendo que o seu resultado não é necessariamente estável ao longo do tempo. Da mesma forma, não existe nenhum diagnóstico que permita concluir, por si só, pela...

  7. Consumo de Psicoestimulantes no Meio Universitário – Aspetos Clínicos e Bioéticos

    Pereira, S; Costa, A
    Introdução: O consumo não-médico de psicoestimulantes tem aumentado de forma significativa nos últimos anos, verificando-se tal fenómeno também no meio académico. Objetivos: Neste artigo pretende-se analisar o padrão de consumo de psicoestimulantes na população universitária, bem como discutir questões clínicas e éticas associadas a esta problemática. Métodos: Para tal foi feito recurso ao que tem sido descrito na literatura sobre o tema. Resultados: Verificou-se que existe uma prevalência significativa de consumo não-médico de psicoestimulantes pelos universitários, sendo a principal fonte de obtenção os colegas, e que este é justificado, na maioria dos casos, pelo desejo de potenciar capacidades cognitivas. Este consumo associa-se a outros consumos recreativos, bem como a maiores níveis de stresse. Apesar da globalização deste fenómeno, não existe...

  8. Consulta de Psicoimunologia – Um Estudo sobre Comorbilidade

    Marinho, M; Marques, J; Esteves, M; Roma-Torres, A; Bragança, M
    Introdução: Os doentes VIH-positivos notificados apresentam taxas de prevalência superiores à população geral para a maioria das perturbações mentais, com valores atingindo os 30 a 60%. Objetivos: Caracterizar a população que é referenciada à consulta de Psiquiatria-Psicoimunologia; explorar a possível relação entre o diagnóstico psiquiátrico e as restantes variá- veis em estudo; assim como a possível associa- ção do tratamento antirretrovírico e da coinfe- ção pelo VHC com variáveis sociodemográficas e clínicas. Métodos: Selecionámos os doentes VIH-positivos referenciados pela primeira vez à consulta de Psiquiatria-Psicoimunologia, entre janeiro de 2012 e julho de 2015. A informação necessária acerca dos mesmos foi recolhida através do processo clínico em suporte informático. A análise estatística foi efetuada utilizando o programa de análise estatística Statistical Package...

  9. Editorial

    Maia, T
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  10. Causes of Death in an Acute Psychiatric Inpatient Unit of a Portuguese General Hospital

    Barbosa, S; Sequeira, M; Castro, S; Manso, R; Klut, C; Trancas, B; Santos, NB; Maia, T
    INTRODUCTION: Psychiatric patients are at increased risk of death from a number of natural and unnatural causes. This study examines the mortality causes of all psychiatric inpatients of an acute psychiatric unit at a general hospital in Portugal for sixteen years (1998 to 2013). MATERIAL AND METHODS: Twenty-one inpatients died at the inpatient unit between 1998 and 2013 (average 1.3 per year). A retrospective study through case-file review was carried to collect demographic characteristics, medical and psychiatry diagnosis. Patients transferred to other wards during their admission were not included. RESULTS: Circulatory system diseases were the most prevalent causes of death, occurring in 2/3 of patients...

  11. Depression and anxiety symptoms following cancer diagnosis: a cross-sectional study.

    Cardoso, G; Graça, J; Klut, C; Trancas, B; Papoila, A
    INTRODUCTION: The aims of the present study were to assess demographic and clinical characteristics of patients after receiving a cancer diagnosis, and to determine possible risk factors for anxiety and depression. METHODS: All consecutive patients aged 18 or above, were assessed before starting intravenous chemotherapy for the first time with the Hospital Anxiety and Depression Scale (HADS), the Distress Thermometer, and a Visual Analog Scale for pain. Demographic and clinical data were also collected. RESULTS: The patients assessed (n = 270) had a mean age of 59.4 (SD = 11.8) years, and 50.7% were women. Tumours were more frequently colorectal (27.2%), lung (18.8%) and breast...

  12. Síndromes de falsa identificação delirante e esquizofrenia paranóide: a propósito de um caso clínico

    Sousa-Ferreira, T; Moreira, T; Mendes, M; Ferreira, S
    Introdução: As síndromes de falsa identificação delirante dividem-se em Síndrome de Capgras, Síndrome de Fregoli, Síndrome de Duplos Subjetivos e Síndrome de Intermetamorfose. A característica principal é um erro na identificação de si próprio e/ou de outras pessoas. Tratam-se de fenómenos relativamente raros e etiologicamente heterogéneos, que ocorrem principalmente no cenário da doença esquizofrénica, perturbações afetivas e doenças orgânicas . Objectivos: Descrever um caso clínico que cursou com três síndromes de falsa identificação delirante, bem como realizar um breve revisão sobre a etiologia e a psicopatologia das síndromes presentes. Métodos: Recolha da história clínica e revisão não sistemática em inglês, através da pesquisa na PubMed com as expressões: “delusional misidentification syndromes”, “Capgras syndrome”, “Fregoli syndrome”, “Subjective Double syndrome”. Realizou-se igualmente uma revisão...

  13. Doença bipolar de início tardio: caso clínico

    Araújo, F; Horta, A
    Introdução: A perturbação bipolar afecta aproximadamente 1% da população, com o diagnóstico geralmente estabelecido durante a adolescência/início da idade adulta e sendo apenas feito em 0.1% da população geriátrica. A perturbação bipolar de início tardio é heterogénea e a sua etiopatogenia é complexa. A idade de início tem um impacto significativo na natureza e curso desta doença. Objectivos: As autoras apresentam um caso de perturbação bipolar de início tardio, aos 76 anos, sem que esteja identificada uma causa orgânica subjacente. Conclusão: Este caso demonstra a importância de um amplo diagnóstico diferencial e manejo farmacológico, quando se abordam sintomas maniformes/depressivos de novo em doentes geriátricos.

  14. Revisitando a síndrome de Cotard: ilustração de dois casos clínicos psiquiátricos

    Sousa, L; Oliveira, S; Bastos, L
    Introdução: A Síndrome de Cotard (SC) é uma Síndrome neuropsiquiátrica rara e grave, cuja característica central é a existência de delírios niilistas. Tem surgido controvérsia relativamente ao quadro clínico que Jules Cotard descreveu e recentemente têm sido feitas tentativas, não só para clarificar a terminologia utilizada, mas também para definir dife - rentes subtipos desta síndrome e explorar as suas bases biológicas. Objetivos: Rever sumariamente a termino- logia, etiologia, epidemiologia e diagnósticos diferenciais desta síndrome, a propósito da descrição de dois casos clínicos. Métodos: Pesquisa bibliográfica através das bases de dados eletrónicas Medline e Gallica (Biblioteca Nacional de França), consulta de registos...

  15. Reevaluating the place of cycloid psychoses: case study

    Teixeira, B; Perestrelo, J; Venâncio, A
    Introdução: O conceito de psicose ciclóide foi descrito pela primeira vez por Karl Kleist. Mais tarde, Leonhard propôs a corrente conceptualização descrevendo três subtipos da doença e Perris desenvolveu os primeiros critérios diagnósticos operacionais. O diagnóstico de psicose ciclóide possui uma longa tradição na psiquiatria europeia, mas o conceito ciclóide não está explicitamente patente nos esquemas internacionais de diagnóstico (DSM 5 e ICD-10) suscitando um debate controverso quanto à sua utilidade e validade. Objetivos: O presente artigo pretende, a partir de um caso clínico, abordar o conceito de psicose ciclóide enfatizando a sua importância à luz da psiquiatria atual, discutindo o...

  16. Insulinoma e manifestações neuropsiquiátricas: a propósito de um caso clínico

    Bairrão, M; Saraiva, S; Viveiros, V
    Introdução: O insulinoma é um tumor neu- roendócrino do pâncreas, cuja prevalência es- timada é de 4 casos por 1 milhão de pessoas/ ano. Na maioria dos doentes, a apresentação cursa com sintomas neuropsiquiátricos, se- cundários à hipoglicemia. Objectivos: Pretendemos rever as manifesta- ções neuropsiquiátricas secundárias ao insuli- noma. Para enfatizar a complexidade do tema, apresentamos um caso clínico cujas alterações do comportamento foram a forma de apresen- tação de um insulinoma. Métodos: Efectuámos uma revisão da litera- tura publicada entre 1992 e 2013, através da PubMed. Para a elaboração do caso clínico consultámos o processo clínico da doente. Resultados: O caso clínico apresentado re- trata as dificuldades de diagnóstico dos qua...

  17. Epilepsia e comorbilidades psiquiátricas

    Araújo, A; Carvalho, M
    Introdução: A epilepsia é uma doença neu- rológica crónica prevalente. Devido a fatores biológicos, psicológicos e sociais, os afetados pela doença apresentam maior susceptibili- dade de desenvolvimento de morbilidades psi- quiátricas. Objetivos: Revisão crítica da associação entre epilepsia e patologia psiquiátrica, permitindo aos clínicos uma abordagem mais consciente e informada. Métodos: Os artigos incluídos foram selec- cionados através da base de dados Pubmed com a query “((“Epilepsy”[Mesh]) AND “Mental Disorders”[Mesh]) AND “Comor- bidity”[Mesh]”. Adicionalmente foram con- sultados relatórios oficiais da Internacional League Against Epilepsy e World Health Or- ganization. Resultados e Conclusões: Cerca de 15% a 70% dos doentes com epilepsia apresentam patologia psiquiátrica, que pode ser classifi- cada...

  18. Tiaprida no tratamento de doentes com dependência alcoólica: qual a evidência?

    Abreu, MJ; Ribeiro, H; Ferreira, MC; Namora, N; Martins, T; Ferraz, L
    Introdução: A dependência alcoólica repre- senta uma das mais prevalentes perturbações psiquiátricas, constituindo um importante problema de Saúde Pública. O tiaprida é um dos fármacos com indicação clínica nas per- turbações do comportamento na abstinência alcoólica. Objetivo: Esclarecer se a utilização do tiapri- da é fundamentada pela evidência científica no tratamento da dependência alcoólica (sín- drome de abstinência e manutenção da absti- nência). Métodos: Pesquisa bibliográfica em diferen - tes bases de dados utilizando os termos MeSH: alcoholism e tiapride. Limitou-se a pesquisa a artigos publicados nos últimos 20 anos, em inglês, português ou espanhol. Os níveis de evidência e forças de recomendação foram atribuídos segundo a...

  19. Recusa escolar em adolescentes: caracterização e situação 27 a 60 meses após a admissão em hospital de dia

    Leal, D; Marques, J; Vaz, P; Pereira, S; Matos, A
    Introdução: A recusa escolar, definida como ausência escolar por causas emocionais, é o motivo de encaminhamento mais frequente para o Hospital de Dia de Adolescentes da Clí- nica da Juventude. Objectivos: Este estudo pretendeu caracteri- zar os jovens admitidos por recusa escolar e avaliar a sua situação 27 a 60 meses após a sua admissão no Hospital de Dia da Clínica da Juventude. Métodos: Consulta dos processos clínicos de todos os doentes admitidos entre 01 de Janei- ro de 2010 e 31 de Julho de 2012, de modo a avaliar as variáveis: motivo de admissão, sexo, idade, retenções escolares prévias, diag- nóstico, presença de psicopatologia...

  20. Editorial

    Maia, T

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.