Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (3.955 recursos)

The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

Psiquiatria

Mostrando recursos 1 - 20 de 121

  1. Depressão, obesidade e cirurgia bariátrica

    Lopes, A; Telles-Correia, D
    Introdução: O excesso de peso é um problema cada vez mais significativo em todo o mundo. Em Portugal, em 2008, 60% da população adulta tinha excesso de peso e 25% era obesa. A relação entre as perturbações afetivas e a obesidade é sobejamente conhecida e cerca de 2/3 da população que procura a cirurgia bariátrica tem um diagnóstico psiquiátrico, sendo a depressão o mais comum. Objetivos: Esta revisão pretende estudar a relação da depressão e obesidade antes e após uma cirurgia bariátrica e analisar o impacto da cirurgia bariátrica na farmacocinética dos medicamentos antidepressivos e vitaminas e minerais com influência na...

  2. Síndrome serotoninérgico: um caso clínico

    Oliveira, P; Silva, S; Pissarra, C
    O Síndrome Serotoninérgico (SS) é uma condição clínica iatrogénica, potencialmente fatal, que ocorre em consequência de uma sobrestimulação dos recetores serotoninérgicos. A sua apresentação típica consiste na tríade alterações do estado mental, hiperatividade autonómica e alterações neuromusculares, embora o quadro clínico seja altamente variável. Apesar de potencialmente tratável, muitos casos são subdiagnosticados, atribuindo-se como principal causa o desconhecimento desta patologia por parte dos clínicos. O tratamento do SS assenta em quatro pilares: remoção do agente precipitante e terapêutica de suporte, antagonismo dos recetores 5-HT2A, e controlo da agitação, da instabilidade autonómica e da hipertermia. Prevê-se que a sua incidência acompanhe...

  3. Mania de Bell - conceptualização a propósito de um caso clínico

    Ferreira, T; Dehanov, S; Nascimento, M; Trancas, B; Ribeiro, R; Maia, T
    Introdução: A mania de Bell (ou “mania delirante”) constitui um quadro clínico grave, que consiste sucintamente na sobreposição de sintomas de delirium e de mania. Vários autores deram contributos para a definição desta entidade nosológica, não obstante este ser um quadro clínico ainda mal compreendido, não existindo guidelines diagnósticas e terapêuticas, nem se conhecendo muito da sua etiopatogénese. Objectivos: Apresentar um caso de clínico de um doente que foi admitido numa enfermaria de psiquiatria, apresentando sintomatologia compatível com mania de Bell, sendo ainda discutida a marcha diagnóstica e terapêutica do caso e feita uma revisão da literatura. Métodos: Revisão não sistemática de...

  4. De ‘bouffée délirante’ a perturbação psicótica aguda e transitória: revisitação do conceito a propósito de um caso clínico

    Ribeiro, J; Oliveira, P; Santos, A; Silva, T; Madeira, N
    Introdução: Desde o Séc. XIX que têm sido descritos quadros psicóticos de início súbito e duração limitada. Tendo sido a ‘Bouffée Délirante’ o primeiro quadro a ser descrito, ao longo da história da Psiquiatria várias foram as entidades nosológicas que, entretanto, surgiram nas diferentes escolas: Psicose Ciclóide, Psicose Psicogénica, Psicose Atípica, entre outros. Objetivos: Neste artigo, a propósito de um caso clínico, os autores propõem-se realizar uma revisão dos conceitos históricos das Perturbações Psicóticas Agudas e Transitórias. Métodos: Descrição de um caso clínico e revisão da literatura. Resultados: Caso clínico de um doente de 44 anos com quadro psicótico de início agudo e...

  5. Sobreposição clínica e comorbilidade psiquiátrica na perturbação do espectro do autismo no adulto: a propósito de um caso clínico

    Picoito, J; Santos, V; Rita, H
    Introdução: A Perturbação do Espectro do Autismo (PEA) é uma perturbação do neurodesenvolvimento precoce, que acompanha o indivíduo ao longo da vida. O diagnóstico de PEA no adulto sem incapacidade intelectual é um desafio, devido à sobreposição clínica e comorbilidade psiquiátrica, assim como à atipicidade da apresentação clínica e à dificuldade em obter uma boa e fidedigna história do neurodesenvolvimento. Objectivos: Ilustrar a complexidade do diagnóstico e abordagem da PEA no adulto. Métodos: Reporte de um caso clínico e revisão da literatura. Resultados e conclusões: É apresentado um caso clínico de um indivíduo adulto com PEA, com antecedentes de dificuldades interpessoais e sintomatologia...

  6. Revisitar processos, redefinir direitos: processos de levantamento de interdição-inabilitação (2010-2015)

    Conde, E; Trancas, B; Vieira, F
    Introdução: Os processos de interdição-inabilitação colidem necessariamente com a liberdade individual, condicionando restrição nos direitos fundamentais. Inexistindo qualquer intenção de pena ou castigo, visam antes a protecção do maior Incapaz, procurando-se a máxima preservação da capacidade e uma proporcionalidade entre as medidas e o grau de incapacidade. Nas perícias psiquiátricas das acções especiais de interdição-inabilitação, cujo número tem crescido nos últimos anos, a responsabilidade que recai no perito aumentou desde 2013, uma vez que o Juiz só intervém directamente (interrogatório judicial) quando a acção é contestada, o que não é frequente. Objectivos: Revisitar os conceitos de interdição/inabilitação e os mecanismos para...

  7. Editorial

    Maia, T
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  8. Baleia azul: uma nova forma de comportamentos autolesivos

    Duque, T; Pereira, C; Leal, D
    Link para o vídeo apresentado no programa "Sexta às 9", da RTP1, sobre o fenómeno Baleia Azul: https://www.rtp.pt/noticias/pais/sexta-a-9-entra-no-chamado-fenomeno-baleia-azul_v999705

  9. Obsessive Jealousy: A Case Report

    Perestrelo, JM; Mota, D; Teixeira, B
    Background: Jealousy is common between humans but can assume pathological characteristics. Aims: To report a case of obsessive jealousy and to review the concept and clinical features of the condition. Methods: A clinical cases of obsessive jealousy was obtained and a literature review of the theme was shortly surveyed. Results and Conclusions: The clinical case presents a man with morbid jealousy with obsessive features who was hospitalized after a suicide attempted. During his hospitalization he was medicated with fluvoxamine and clonazepam reporting a decrease of the ruminative thoughts and anxiety. A correct diagnosis of obsessive-compulsive disorder (OCD) and its differentiation from a delusion, obsessive or overvalued idea are essential for an adequate approach and treatment.

  10. Obsessive Jealousy: A Case Report

    Perestrelo, JM; Mota, D; Teixeira, B
    Background: Jealousy is common between humans but can assume pathological characteristics. Aims: To report a case of obsessive jealousy and to review the concept and clinical features of the condition. Methods: A clinical cases of obsessive jealousy was obtained and a literature review of the theme was shortly surveyed. Results and Conclusions: The clinical case presents a man with morbid jealousy with obsessive features who was hospitalized after a suicide attempted. During his hospitalization he was medicated with fluvoxamine and clonazepam reporting a decrease of the ruminative thoughts and anxiety. A correct diagnosis of obsessive-compulsive disorder (OCD) and its differentiation from a delusion, obsessive or overvalued idea are essential for an adequate approach and treatment.

  11. Catatonia como Apresentação de Doença de CreutzfeldtJakob: Um Caso Clínico

    Fernandes, I; Carneiro, S; Duarte, M; Rosa, A
    Introdução: A catatonia é uma síndrome neuropsiquiátrica, classicamente associada à esquizofrenia, mas mais frequentemente relacionada com outras causas psiquiátricas, neurológicas e/ou metabólicas. Caso Clínico: Um homem de 61 anos foi internado no Serviço de Psiquiatria por catatonia de etiologia a esclarecer. O electroencefalograma revelou actividade periódica trifásica e a ressonância magnética crânio-encefálica revelou atrofia cortico-subcortical de predomínio frontal e temporal interno. O doente foi transferido para o Serviço de Neurologia por provável encefalopatia espongiforme, com a detecção de um aumento da proteína 14.3.3 no líquor cefalorraquidiano. O quadro clínico agravou-se com mioclonias plurisegmentares, episódios de desvio ocular e distonia, culminando no óbito ao fim de 5 semanas. O estudo anatomopatológico confirmou o diagnóstico de Doença de Creutzfeldt-Jakob esporádica. Conclusões: Este caso...

  12. Catatonia como Apresentação de Doença de CreutzfeldtJakob: Um Caso Clínico

    Fernandes, I; Carneiro, S; Duarte, M; Rosa, A
    Introdução: A catatonia é uma síndrome neuropsiquiátrica, classicamente associada à esquizofrenia, mas mais frequentemente relacionada com outras causas psiquiátricas, neurológicas e/ou metabólicas. Caso Clínico: Um homem de 61 anos foi internado no Serviço de Psiquiatria por catatonia de etiologia a esclarecer. O electroencefalograma revelou actividade periódica trifásica e a ressonância magnética crânio-encefálica revelou atrofia cortico-subcortical de predomínio frontal e temporal interno. O doente foi transferido para o Serviço de Neurologia por provável encefalopatia espongiforme, com a detecção de um aumento da proteína 14.3.3 no líquor cefalorraquidiano. O quadro clínico agravou-se com mioclonias plurisegmentares, episódios de desvio ocular e distonia, culminando no óbito ao fim de 5 semanas. O estudo anatomopatológico confirmou o diagnóstico de Doença de Creutzfeldt-Jakob esporádica. Conclusões: Este caso...

  13. A Importância do Diagnóstico Diferencial de Encefalite Límbica Autoimune em Doentes com Sintomas Neuropsiquiátricos

    Gonçalves, AL; Venâncio, A; Sousa, G
    Introdução: A encefalite límbica autoimune revela-se muitas vezes uma síndrome paraneoplásica que pode afetar o sistema nervoso central. Manifesta-se com alterações das fun- ções psicológicas e pode surgir apenas com sintomas psiquiátricos isolados. Frequentemente, o contacto inicial com estes doentes é realizado pelo psiquiatra. Deste modo, é essencial a consideração desta patologia como diagnóstico diferencial, visto a sua deteção e tratamento precoces melhorarem consideravelmente o prognóstico de vários tipos de neoplasias. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi abordar a encefalite límbica autoimune como diagnóstico diferencial em doentes com sintomas neuropsiquiátricos. Métodos: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica na base de dados PubMed com as seguintes palavras: limbic encephalitis, psychiatric. Resultados e Conclusão: A associação entre os diversos tipos de anticorpos e os...

  14. A Importância do Diagnóstico Diferencial de Encefalite Límbica Autoimune em Doentes com Sintomas Neuropsiquiátricos

    Gonçalves, AL; Venâncio, A; Sousa, G
    Introdução: A encefalite límbica autoimune revela-se muitas vezes uma síndrome paraneoplásica que pode afetar o sistema nervoso central. Manifesta-se com alterações das fun- ções psicológicas e pode surgir apenas com sintomas psiquiátricos isolados. Frequentemente, o contacto inicial com estes doentes é realizado pelo psiquiatra. Deste modo, é essencial a consideração desta patologia como diagnóstico diferencial, visto a sua deteção e tratamento precoces melhorarem consideravelmente o prognóstico de vários tipos de neoplasias. Objetivo: O objetivo deste trabalho foi abordar a encefalite límbica autoimune como diagnóstico diferencial em doentes com sintomas neuropsiquiátricos. Métodos: Foi realizada uma pesquisa bibliográfica na base de dados PubMed com as seguintes palavras: limbic encephalitis, psychiatric. Resultados e Conclusão: A associação entre os diversos tipos de anticorpos e os...

  15. A Temporalidade na Esquizofrenia

    Martins, JM
    Introdução: A temporalidade é um elemento essencial e organizador da vivência do ser. É um elemento fundamental na coerência do self. Apesar da sua importância, é um tema relativamente pouco investigado, particularmente na esquizofrenia, onde tem sido sugerido que alterações da vivência do tempo podem ser fenómenos nucleares da psicopatologia na esquizofrenia. Objetivo: Com este trabalho pretende-se compreender de que forma as alterações na temporalidade podem estar relacionadas com a psicopatologia na esquizofrenia. Métodos: Foi efetuada uma revisão seletiva da literatura a partir da base de dados PubMed a partir do ano 2000, e posteriormente em textos clássicos de psicopatologia. Resultados e Conclusões: São distinguidos os constructos de tempo, tempo vivido e temporalidade. São descritas evidências e formuladas hipóteses da...

  16. A Temporalidade na Esquizofrenia

    Martins, JM
    Introdução: A temporalidade é um elemento essencial e organizador da vivência do ser. É um elemento fundamental na coerência do self. Apesar da sua importância, é um tema relativamente pouco investigado, particularmente na esquizofrenia, onde tem sido sugerido que alterações da vivência do tempo podem ser fenómenos nucleares da psicopatologia na esquizofrenia. Objetivo: Com este trabalho pretende-se compreender de que forma as alterações na temporalidade podem estar relacionadas com a psicopatologia na esquizofrenia. Métodos: Foi efetuada uma revisão seletiva da literatura a partir da base de dados PubMed a partir do ano 2000, e posteriormente em textos clássicos de psicopatologia. Resultados e Conclusões: São distinguidos os constructos de tempo, tempo vivido e temporalidade. São descritas evidências e formuladas hipóteses da...

  17. Suicídio no Idoso – O Antecipar da Morte

    Pedrosa, B; Duque, R; Martins, R
    Introdução: Os pensamentos de morte são fenómenos comuns nos idosos, verificando-se que em diversos países o maior grupo de risco para o suicídio corresponde a essa faixa etá- ria. Para além da maior letalidade das tentativas de suicídio nos idosos, estes passam mais provavelmente ao acto, concretizando assim o suicídio. Reconhecem-se que são vários os factores que contribuem para o desenvolvimento de ideação suicida. Objectivos: A presente revisão visa analisar as características, os factores de risco e os programas de prevenção relacionados com o suicídio no idoso, de modo a alertar os vários técnicos de saúde para esta situação. Métodos: Foi realizada uma revisão bibliográfica no PubMed, utilizando as expressões “elderly”, “aging” e “suicide”. Foram ainda consultados relatórios...

  18. Suicídio no Idoso – O Antecipar da Morte

    Pedrosa, B; Duque, R; Martins, R
    Introdução: Os pensamentos de morte são fenómenos comuns nos idosos, verificando-se que em diversos países o maior grupo de risco para o suicídio corresponde a essa faixa etá- ria. Para além da maior letalidade das tentativas de suicídio nos idosos, estes passam mais provavelmente ao acto, concretizando assim o suicídio. Reconhecem-se que são vários os factores que contribuem para o desenvolvimento de ideação suicida. Objectivos: A presente revisão visa analisar as características, os factores de risco e os programas de prevenção relacionados com o suicídio no idoso, de modo a alertar os vários técnicos de saúde para esta situação. Métodos: Foi realizada uma revisão bibliográfica no PubMed, utilizando as expressões “elderly”, “aging” e “suicide”. Foram ainda consultados relatórios...

  19. Avaliação da Capacidade de Decisão em Psiquiatria de Ligação

    Vicente, F; Nascimento, M; Oliveira, C; Tomé, C; Vieira, C; Luis, A
    Introdução: Entre as funções do psiquiatra de ligação, encontra-se a avaliação da capacidade de decidir. Esta envolve a capacidade de fazer escolhas de forma autónoma e surge de forma relevante na prática clínica diária como pré-condição ao consentimento informado. Objetivos: Os autores pretendem rever o processo subjacente à avaliação da capacidade de decisão, assim como outra informação relevante publicada a este respeito. Métodos: Revisão não sistemática da literatura através da pesquisa eletrónica nos motores de busca Medline/Pubmed. Resultados: A capacidade de decidir apenas pode ser avaliada relativamente a uma decisão em particular, sendo que o seu resultado não é necessariamente estável ao longo do tempo. Da mesma forma, não existe nenhum diagnóstico que permita concluir, por si só, pela...

  20. Avaliação da Capacidade de Decisão em Psiquiatria de Ligação

    Vicente, F; Nascimento, M; Oliveira, C; Tomé, C; Vieira, C; Luis, A
    Introdução: Entre as funções do psiquiatra de ligação, encontra-se a avaliação da capacidade de decidir. Esta envolve a capacidade de fazer escolhas de forma autónoma e surge de forma relevante na prática clínica diária como pré-condição ao consentimento informado. Objetivos: Os autores pretendem rever o processo subjacente à avaliação da capacidade de decisão, assim como outra informação relevante publicada a este respeito. Métodos: Revisão não sistemática da literatura através da pesquisa eletrónica nos motores de busca Medline/Pubmed. Resultados: A capacidade de decidir apenas pode ser avaliada relativamente a uma decisão em particular, sendo que o seu resultado não é necessariamente estável ao longo do tempo. Da mesma forma, não existe nenhum diagnóstico que permita concluir, por si só, pela...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.