Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (3.935 recursos)

The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

Pediatria

Mostrando recursos 1 - 20 de 123

  1. Variants in the non-coding region of the TLR2 gene associated with infectious subphenotypes in pediatric sickle cell anemia

    David, S; Aguiar, P; Antunes, L; Dias, A; Morais, A; Sakuntabhai, A; Lavinha, J
    Sickle cell anemia (SCA) is characterized by chronic hemolysis, severe vasoocclusive crises (VOCs), and recurrent often severe infections. A cohort of 95 SCA pediatric patients was the background for genotype-to-phenotype association of the patient's infectious disease phenotype and three non-coding polymorphic regions of the TLR2 gene, the -196 to -174 indel, SNP rs4696480, and a (GT)n short tandem repeat. The infectious subphenotypes included (A) recurrent respiratory infections and (B) severe bacterial infection at least once during the patient's follow-up. The absence of the haplotype [Del]-T-[n ≥ 17] (Hap7) in homozygocity protected against subphenotype (B), in a statistically significant association, resisting...

  2. Nova abordagem da terapêutica do estado de mal em doente de risco

    Melo, L; Aufico, A; Serra, I; Freitas, P; Tojal, R; Martins, A; Branco, R; Ferreira, A; Barroso, R
    N/A

  3. Drepanocitose em idade pediátrica: avaliação por imagem multimodal

    Mota, M; Silva, D; Teixeira, S; Pires, G; Silva, F; Ramalho, M; Coutinho, I; Almeida, A; Pires, G; Dias, A; Prieto, I
    N/A

  4. Sarcoma de Kaposi clássico, a propósito de um caso clínico

    Patrocínio, J; Espírito Santo, AR; Patrocínio, J; Pereira, R; Gomes, F; Louro, F
    O Sarcoma de Kaposi (SK) é um distúrbio angioproliferativo descrito como doença benigna de pessoas idosas. Divide- se em 4 tipos: O Clássico, epidémico, endêmico e iatrogénico. Os autores descrevem o caso de um homem caucasiano de 50 anos, português, que iniciou a sintomatologia 6 anos antes do internamento com lesões urticariformes na perna direita e perda ponderal de 10 kg em 6 meses. Por agravamento das lesões e aparecimento de púrpura nos membros inferiores recorreu ao hospital. O exame objetivo era normal à exceção de púrpuras dispersas com relevo, descamativas e violáceas na região plantar e restante membros inferiores, membros...

  5. Can differences in the management of children with respiratory problems be explained by disease severity alone?

    Borensztajn, D; Zachariasse, J; Greber-Platzer, S; Alves, C; Freitas, P; Smit, F; van der Lei, J; Steyerberg, E; Maconochie, I; Moll, H
    N/A

  6. Protocolo Triagem Manchester III

    Alves, C
    N/A

  7. A prematuridade em Portugal

    Trindade, C; Aguiar, T
    N/A

  8. A influência dos fatores socioeconómicos na doença crítica pediátrica

    Macedo, M; Escudeiro, M; Rodrigues, L; Martins, P; Sobral, A
    N/A

  9. A influência dos fatores socioeconómicos na doença crítica pediátrica

    Macedo, M; Escudeiro, M; Rodrigues, L; Martins, P; Sobral, A
    N/A

  10. Do hospital ao domicílio

    Barroso, R; Loureiro, H; Semião, S
    N/A

  11. Satisfação dos pais em relação aos cuidados de enfermagem numa unidade de cuidados intensivos e especiais neonatais e pediátricos - aplicação da escala de apoio dos enfermeiros aos pais – versão portuguesa da Nurse Parent Support Tool, na UCIENP do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca.

    Sousa, M
    A satisfação parental com os cuidados de enfermagem é um indicador de qualidade dos cuidados de enfermagem à criança e família, essencial à prestação de cuidados centrados na família. Compreendendo a importância da avaliação da satisfação parental e na ausência de um instrumento sensível ao contexto da unidade de cuidados intensivos neonatais e pediátricos, identificámos a necessidade de um instrumento específico que avaliasse a perspectiva dos pais. Com o objectivo de avaliar a satisfação dos pais com os cuidados de enfermagem, aplicou-se a Escala de Apoio dos Enfermeiros aos Pais, adaptada do intrumento Nurse Parent Support Tool (NPST) por Valadão em 2012, entregue aos pais de...

  12. Satisfação dos pais em relação aos cuidados de enfermagem numa unidade de cuidados intensivos e especiais neonatais e pediátricos - aplicação da escala de apoio dos enfermeiros aos pais – versão portuguesa da Nurse Parent Support Tool, na UCIENP do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca.

    Sousa, M
    A satisfação parental com os cuidados de enfermagem é um indicador de qualidade dos cuidados de enfermagem à criança e família, essencial à prestação de cuidados centrados na família. Compreendendo a importância da avaliação da satisfação parental e na ausência de um instrumento sensível ao contexto da unidade de cuidados intensivos neonatais e pediátricos, identificámos a necessidade de um instrumento específico que avaliasse a perspectiva dos pais. Com o objectivo de avaliar a satisfação dos pais com os cuidados de enfermagem, aplicou-se a Escala de Apoio dos Enfermeiros aos Pais, adaptada do intrumento Nurse Parent Support Tool (NPST) por Valadão em 2012, entregue aos pais de...

  13. Valproato e gravidez: riscos e consequências a propósito de três casos clínicos

    Marecos, C; Cunha, M
    Introdução: A exposição fetal a antiepilépticos atinge 1 em 250 gestações e associa-se a alterações neurocomportamentais, malformações e dismorfia. Alterações relacionadas com a proliferação celular, neurogénese, migração neuronal, morte celular programada e sinaptogénese são alguns dos mecanismos propostos para o efeito deletério do SNC felat. Casos clínicos: apresentamos três crianças com fetopatia a valproato, todas com dismorfia sugestiva. A primeira criança, de 5 anos, apresenta também perturbação do espectro do autismo, sem malformações identificadas. A segunda criança, de 9 anos, evidencia funcionamento cognitivo no estado-limite, desatenção e dificuldades globais de aprendizagem significativas, criptorquidia e dilatação pielocalicial bilateral. A terceira criança,...

  14. Urinary tract infections under 24 months old: Is it possible to predict the risk of renal scarring?

    Miranda, AM; Garcia, C; Bento, V; Pinto, S
    Background: Urinary tract infection is one of the most common bacterial infections in the first two years of life and it can lead to irreversible renal scarring. Renal scintigraphy is the gold standard method for detection of renal scars. The aim of our work was to revise the cases of pyelonephritis, detect the possible predictors for renal scarring and compare those results we would have obtained if we had followed current NICE guidelines. Methods: Retrospective analysis of all patients aged under 24 months evaluated in the paediatric department and diag- nosed with pyelonephritis during a three -year period. We excluded the...

  15. Hemorheological alterations in sickle cell anemia and their clinical consequences: the role of genetic modulators.

    Silva, M; Vargas, S; Coelho, A; Dias, A; Ferreira, T; Morais, A; Maia, R; Kjöllerström, P; Lavinha, J; Faustino, P
    Sickle cell anemia (SCA) is an autosomal recessive disease caused by the HBB:c.20A>T mutation that leads to hemoglobin S synthesis. The disease presents with high clinical heterogeneity characterized by chronic hemolysis, recurrent episodes of vaso-oclusion and infection. This work aimed to characterize by in silico studies some genetic modulators of severe hemolysis and stroke risk in children with SCA, and understand their consequences at the hemorheological level.Association studies were performed between hemolysis biomarkers as well as the degree of cerebral vasculopathy and the inheritance of several polymorphic regions in genes related with vascular cell adhesion and vascular tonus in pediatric...

  16. Celulite Orbitária Pré e Pós-Septal em Idade Pediátrica: 17 Anos de Experiência

    Domingues, M; Luís, C; Brito, MJ; Correia, P
    Introdução: A celulite orbitária, pré e pós-septal, é a principal infeção dos tecidos e anexos do olho, tendo diferentes abordagens e implicações clínicas. Métodos: Análise retrospectiva de crianças internadas num hospital de nível II da região metropolitana de Lisboa por celulite orbitária ao longo de 17 anos. Comparação entre celulite pré-septal e infeção pós-septal no que respeita à sua apresentação clínica, achados imagiológicos e tratamento. Os dados clínicos e abordagens diagnóstica e terapêutica foram ainda analisados antes e após a implementação de um protocolo de atuação, 1996-2002 e 2003-2013, respetivamente. Resultados: Foram incluídas 305 crianças, 241 com celulite pré-septal e 64 pós-septal, homogeneamente distribuídas pelas fases anterior...

  17. Neuromielite longitudinalmente extensa: dificuldades diagnósticas e terapêuticas

    Matos, E; Luís, C; Escobar, C; Moniz, M; Nunes, P; Abadesso, C; Loureiro, HC
    N/A

  18. Tirosinemia Tipo 1: O Passado e o Presente Numa Unidade de Doenças Metabólicas

    Oliveira, J; Rodrigues, M; Costa, C; Janeiro, P; Almeida, I; Vilarinho, L; Gaspar, A
    Introdução: A ti rosinemia ti po I é uma doença hereditária do metabolismo por défi ce de fumarilacetoacetase, com uma pre- valência ao nascimento de 1:100000 e potencialmente fatal. O plano alimentar individualizado, o transplante hepato-renal e a niti sinona são algumas das estratégias terapêuti cas. Métodos: Estudo retrospeti vo, observacional e descriti vo de oito doentes acompanhados numa unidade de doenças meta- bólicas, entre janeiro de 1981 e dezembro de 2012. Analisaram-se dados demográfi cos, manifestações clínicas, terapêuti ca, evolução clínica e laboratorial. Resultados: Na década de 80 do século passado foram diagnosti cados quatro doentes, dos quais dois faleceram em...

  19. Síndrome de Dor Regional Complexa: A Experiência de um Serviço de Pediatria

    Pacheco, S; Matos, E; Abadesso, C
    Introdução: A síndrome de dor regional complexa é uma síndrome de dor músculo-esquelética amplificada e caracteriza-se por dor intensa de um membro, desproporcional aos achados físicos e à história clinica. Acompanha-se de sinais de disfunção autonómica. O diagnóstico é clinico e distinguem-se dois tipos: o tipo I, sem lesão neurológica definida, mais frequente em pediatria, e o tipo II, com lesão neurológica. A fisiopatologia é desconhecida, mas vários mecanismos parecem estar envolvidos. Métodos: Revisão retrospetiva dos processos clínicos de crianças observadas no departamento de pediatria com o diagnóstico de síndrome de dor regional complexa nos anos 2010 a 2014. Resultados: Identificaram-se...

  20. Carta ao Editor. Urticária em Serviço de Urgência: Recomendações para Abordagem Diagnóstica e Terapêutica

    Costa, C; Gonçalo, M; GPEU – Grupo Português de Estudos de Urticária; Sokolova, A, et al.
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.