Recursos de colección

Repositório do Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca (3.510 recursos)

The Hospital Prof. Dr. Fernando Fonseca E.P.E. (HFF) institutional repository collects, preserves and disseminates the intellectual output of its professionals in digital format. Its aims are to increase the HFF’s investigation visibility and citation impact, to foster scientific communication and to preserve the HFF’s intellectual memory.

Imunohemoterapia

Mostrando recursos 1 - 20 de 34

  1. Reversão do dabigatrano com anticorpo monoclonal

    Oliveira, V
    Revisão de ensaios clínicos, disponíveis na internet, com o agente reversor de dabigatrano. Aplicações clínicas descritas. Efeitos adversos descritos na literatura.

  2. Segurança transfusional: o papel da enfermagem

    Barra, A

  3. Teste à cabeceira no HFF: a última oportunidade para evitar transfusões ABO incompatíveis

    Costa, C; Cardoso, E; Barradas, A; Barra, A; Nunes, C; Plácido, C; Moura, H; Silva, I; Santos, L; Ferreira, MB; Pereira, MF; Ferreira, MR
    Introdução: O teste à cabeceira é utilizado desde há cerca de 12 anos no Hospital Fernando Fonseca (HFF). Este teste é um teste realizado imediatamente antes da transfusão para a determinação do grupo ABO do doente à cabeceira do doente a transfundir. Este teste (cartão Medtro NK4®Medtro GmbH) permite, de uma maneira rápida e fácil (aproximadamente 2 minutos) confrontar o resultado obtido com o resultado do grupo obtido na amostra estudada pelo Serviço de Sangue e Medicina Transfusional. Este resultado deverá ser o mesmo. O resultado do teste é ainda comparado com o grupo da unidade de concentrado eritrocitário (CE)...

  4. Pesquisa de anticorpos irregulares: estudo retrospectivo entre 2007 e 2012

    Barradas, A; Barra, A; Cardoso, E; Costa, C; Ferreira, R; Pereira, F
    Introdução: A aloimunização depende não só da exposição do receptor a um antigénio estranho, mas também da imunogenicidade deste. A exposição a substâncias reconhecidas como não-próprias do organismo, como os antigénios eritrocitários, pode desencadear ativação do sistema imune com formação de anticorpos, destruindo os eritrócitos transfundidos e determinando assim o seu significado clínico. São designados por anticorpos irregulares ou aloanticorpos. Ocorrem em aproximadamente 0,3 a 2% da população em geral, sendo o risco de aloimunização de cerca de 1% por unidade transfundida, aumentando nos doentes politransfundidos para 9%. Aloanticorpos clinicamente significativos são encontrados nos sistemas Rh, Kell, Kidd, Duffy, Diego,...

  5. Teste à cabeceira e confirmação positiva da transfusão: procedimentos do sistema de hemovigilância utilizados no Serviço de Sangue do HFF

    Barradas, A; Barra, A; Cardoso, E; Costa, C; Ferreira, R; Pereira, F
    Introdução: A hemovigilância define-se “como o conjunto de procedimentos de vigilância relacionados com eventos ou reações adversas graves ou inesperadas em dadores ou recetores”, e tem como objetivo final a prevenção da recorrência destes eventos ou reações. A confirmação positiva da transfusão e o teste à cabeceira são dois dos procedimentos inseridos no sistema de hemovigilância utilizados no HFF. O teste à cabeceira, é um teste de baixo custo e de fácil execução que é utilizado no HFF desde há mais de 10 anos. É um teste rápido, cujo resultado permite, em dois minutos confirmar o grupo ABO do doente,...

  6. Hospital Prof. Doutor Fernando Fonseca, EPE (HFF): 20 anos de existência

    Costa, C

  7. Efeito imunomodulador da transfusão: um risco sempre presente

    Cardoso, E

  8. Transfusão permuta parcial no tratamento de complicações agudas na drepanocitose

    Escobar, C; Moniz, M; Mascarenhas, I; Silvestre, C; Nunes, P; Abadesso, C; Ferreira, T; Loureiro, H; Barra, A; Dias, A; Almeida, H
    Introdução: A doença das células falciformes ou drepanocitose pode ter consequências graves e as transfusões têm um papel fundamental no prognóstico da doença. Existem poucos estudos sobre a utilização da técnica manual de transfusão permuta ou exsanguíneo-transfusão parcial de glóbulos vermelhos no tratamento de complicações agudas da drepanocitose na população pediátrica. A técnica pretende diminuir os níveis de hemoglobina S, mantendo estáveis a concentração de hemoglobina e o hematrócrito, evitando a sobrecarga hídrica e de ferro. Neste trabalho é descrita a experiência dos autores de utilização de transfusão permuta parcial. Métodos: Estudo observacional e descritivo de crianças com células falciformes...

  9. Transfusão permuta parcial no tratamento de complicações agudas na drepanocitose

    Escobar, C; Moniz, M; Mascarenhas, I; Silvestre, C; Nunes, P; Abadesso, C; Ferreira, T; Loureiro, H; Barra, A; Dias, A; Almeida, HI
    Introdução: A doença das células falciformes ou drepanocitose pode ter consequências graves e as transfusões têm um papel fundamental no prognóstico da doença. Existem poucos estudos sobre a utilização da técnica manual de transfusão permuta ou exsanguíneo-transfusão parcial de glóbulos vermelhos no tratamento de complicações agudas da drepanocitose na população pediátrica. A técnica pretende diminuir os níveis de hemoglobina S, mantendo estáveis a concentração de hemoglobina e o hematrócrito, evitando a sobrecarga hídrica e de ferro. Neste trabalho é descrita a experiência dos autores de utilização de transfusão permuta parcial. Métodos: Estudo observacional e descritivo de crianças com células falciformes...

  10. Transfusão de componentes sanguíneos e derivados: pocketbook

    Barra, A; Costa, C; Cardoso, E
    Este manual não tem como objetivo substituir a leitura dos livros de texto. Deve ser utilizado apenas como ajuda em situações urgentes.

  11. Imunomodulação: novas estratégias transfusionais

    Cardoso, E

  12. Novos anticoagulantes orais controlo da hemorragia iatrogénica

    Cardoso, E; Barra, A; Barradas, A

  13. Segurança transfusional, a importância dos enfermeiros na cadeia transfusional: o modelo do HFF: (1) do pedido de transfusão, ao envio da amostra de sangue.

    Barra, A; Barradas, A; Ferreira, MR
    A transfusão de componentes sanguíneos não é uma prática isenta de riscos para o doente. Erros humanos cometidos durante o processo transfusional podem ser evitados, reforçando a implementação de proce- dimentos padronizados em todo o processo transfusional. Neste artigo, será analisado o processo transfusional desde que o enfermeiro(a) recebe o pedido de transfusão até ao momento em que envia a amostra de sangue periférico para o serviço de sangue/medicina transfusional, e descrito como pa- dronizar procedimentos de enfermagem, tendo como base o modelo utilizado no HFF, para que se evitem erros que podem revelar-se fatais para o doente. Foram registadas, no serviço de sangue,...

  14. Transfusão maciça: actualização: protocolo do hospital

    Placido, C; Reis, E; Barra, A; Ferreira, M; Carvalho, R

  15. Teste à cabeceira e confirmação positiva da transfusão: dois procedimentos do sistema de hemovigilância utilizados no Serviço de Sangue do HFF, EPE

    Barradas, A; Barra, A; Cardoso, E; Costa, C; Gil, A; Pereira, F
    A hemovigilância é definida “como o conjunto de procedimentos de vigilância relacionados com eventos ou reações adversas graves ou inesperadas em dadores ou recetores” e o acompanhamento epidemiológico dos dadores. Tem como objetivo final a prevenção da recorrência destes eventos ou reacções [1]. A confirmação positiva da transfusão e o teste à cabeceira são dois dos procedimentos do sistema de hemovigilância, utilizados no nosso serviço, com o objectivo de aumentar a segurança transfusional. O artigo foca-se na prática transfusional de vários serviços do Hospital Professor Doutor Fernando Fonseca (HFF, EPE), verificando se os doentes foram efetivamente transfundidos e se o teste à cabeceira foi realizado. Foram analisados...

  16. Urgência e transfusão

    Gil, A; Cardoso, E; Barra, A; Costa, C; Barradas, A
    1º prémio do Concurso de Posters

  17. A retrospective study of B19 positive antigen blood donations

    Mercês, A; Estevens, A; Barradas, A; Barra, A; Baptista, F; Soares, F
    Between August and December 2000 using ID-Parvovirus B19 – DiaMed, we studied 708 blood donations to detect b19 Ag on the plasma kept in our serum colletion, we found a prevalence of 0,424% positive donations. Globoside, a P blood group antigen, is the major red blood cell receptor used by b19 for attachment and entry into the cell. This is why we have included it in our study. We performed the retrospective study in this blood components: Obtained results in blood donors (see poster). Obtained results of transfused patients with blood components from those donors (see poster). Conclusions: As it is possible to see...

  18. Association of anti-HBc seropositivity with undetectable or low level anti-HBs (<100) in anti-HCV positive blood donor population.

    Barradas, A; Barra, A; Baptista, F; Soares, F; Gaspar, R; Venâncio, B; Pereira, T
    In this data we observed the association between confirmed. Anti-HCV positive and Anti-HBc positive with low level (<100) or undetectable Anti-HBs. b) ./. c) Between May 1995 to December 2001 we collected and analysed 24989 samples from volunteer blood donors. In this samples we performed the following tests Anti?HCV (Ortho), confirmed for PCR (Roche) or RIBA (Innogenetics), Anti-HBc (Dade-Behreing/Abbott, Anti-HBs (Abbott) and HCV genotype (Innogenetics). d) We found between Anti-HCV neg. population 6,94% positives Anti-HBc and 25,65% of them was Anti-HBs low level or undetectable. In the population we found 0,148% of confirmed Anti-HCV reactive donors, among them we found 51,35% of Anti-HBc positivity...

  19. Detecção de Ag B19 numa população de dadores de sangue

    Barradas, A; Mercês, A; Barra, A; Baptista, F; Pereira, F; Santos, F; Soares, F; Pereira, T
    Objecto do estudo: Prevalência do Ag B19 numa população de dadores de sangue. Métodos utilizados: Entre Agosto e Dezembro de 2000 foram analisados no Serviço de Imuno-hemoterapia do Hospital Fernando da Fonseca 708 dadores para a detecção do Ag B19. O teste utilizado foi um teste de hemaglutinação em gel, utilizando células sensibilizadas, que na presença de partículas do B19 (contidas no soro/plasma do dador) aglutinam (ID-Parvovírus B19-DiaMed). Os dadores estudados tinham idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, sendo maioritariamente do sexo masculino, todos foram submetidos a consulta pré-dádiva e aprovados pelo médico. As amostras colhidas foram submetidas a controlo analítico...

  20. Terapia transfusional e drepanocitose: a nossa experiência

    Costa, C; Barradas, A; Barra, A; Pereira, F; Soares, L; Simões, A; Venâncio, B
    3º prémio do Concurso de Posters

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.