Recursos de colección

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada (12.289 recursos)

No Repositório do ISPA pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes da produção científica do ISPA designadamente: teses de doutoramento, teses de mestrado, artigos em publicações periódicas nacionais e internacionais, relatórios técnicos, artigos em actas de conferências nacionais e internacionais e capítulos de livros.

Psicologia Cognitiva

Mostrando recursos 1 - 20 de 38

  1. The memory of what we do not recall: Dissociations and theoretical debates in the study of implicit memory

    Ramos, Tânia; Marques, João Amaral; Garcia-Marques, Leonel
    Implicit memory reflects itself on situations in which previously acquired information is expressed, without awareness or intention. The study of implicit memory has had a profound impact on how researchers have investigated the human memory. In this paper, we review the main studies which have revealed dissociations between direct and indirect tests of memory, and address the two main theoretical approaches used to explain these dissociations: the processing view and the multiple systems view. We then describe recent neuroscience studies and discuss its contributions to help clarify the debate about the mechanisms involved in explicit and implicit memory. Finally, we critically analyze some questions and controversies surrounding this literature, such...

  2. Aproximaciones cognitivas a la investigación sobre el delirio persecutorio

    Vázquez, Carmelo; Sánchez, Alvaro; Provencio, María
    El delirio persecutorio es un síntoma que se encuentra presente en diferentes condiciones clínicas. En los últimos años, son numerosas las investigaciones que se han centrado en el estudio del delirio persecutorio, desde una aproximación al síntoma, analizando los procesos psicológicos (cognitivos, emocionales, etc) asociados a este tipo de creencia delirante. En el presente trabajo se realiza una revisión de las investigaciones dirigidas a analizar los mecanismos cognitivos subyacentes al delirio persecutorio: Se presentan resultados acerca de la presencia de sesgos en procesos de atención selectiva y memoria, así como en procesos de razonamiento probabilístico e inferencial (i.e. atribuciones causales), y de los tipos de estructuras de conocimiento presentes en sujetos con creencias persecutorias. Se discuten...

  3. A abordagem cognitivo-comportamental no tratamento das perturbações do comportamento alimentar

    Vaz, Ana Rita; Conceição, Eva M.; Machado, Paulo Manuel Pinto Pereira Almeida
    As Perturbações do Comportamento Alimentar (PCA) são doenças raras, mas que implicam grande comorbilidade psíquica e têm, por vezes, complicações médicas sérias. Apesar do tratamento ser complexo e difícil, os estudos tem demonstrado que o tratamento Cognitivo-Comportamental se apresenta como o mais eficaz e o de primeira escolha para estas perturbações. A investigação tem vindo a focar-se no estudo dos processos psicopatológicos que mantém o problema, e nas componentes terapêuticas que permitem melhorar a eficácia do tratamento. Este comentário propõe-se a fazer uma análise das particularidades e evolução do tratamento Cognitivo- Comportamental para as Perturbações Alimentares, enquadrando-o na teoria Cognitivo-Comportamental e na perspectiva transdiagnóstica das PCAs. O comentário reflecte ainda sobre a importância de uma abordagem de...

  4. Dissociações entre tarefas de memória: Evidência para uma distinção entre as memórias implícita e explícita

    Vasconcelos, Marco; Albuquerque, Pedro B.
    As investigações sobre memória humana têm revelado dissociações entre diferentes tarefas de memória, quer em sujeitos normais, quer em pacientes com défices de memória. O presente estudo procurou avaliar a aplicabilidade das abordagens teóricas dominantes nesta área em participantes normais. A abordagem dos múltiplos sistemas de memória prevê dissociações entre um sistema de memória implícita e um sistema de memória explícita. Alternativamente, a abordagem da transferência apropriada de processamento prevê dissociações baseadas no grau de sobreposição das operações cognitivas requeridas na codificação e recuperação da informação, prevendo dissociações entre tarefas conceptuais e perceptivas. Os resultados obtidos revelaram que o desempenho nas tarefas de memória explícita de evocação livre e evocação guiada por pistas grafémicas se...

  5. Dissociações entre tarefas de memória: Evidência para uma distinção entre as memórias implícita e explícita

    Vasconcelos, Marco; Albuquerque, Pedro B.
    As investigações sobre memória humana têm revelado dissociações entre diferentes tarefas de memória, quer em sujeitos normais, quer em pacientes com défices de memória. O presente estudo procurou avaliar a aplicabilidade das abordagens teóricas dominantes nesta área em participantes normais. A abordagem dos múltiplos sistemas de memória prevê dissociações entre um sistema de memória implícita e um sistema de memória explícita. Alternativamente, a abordagem da transferência apropriada de processamento prevê dissociações baseadas no grau de sobreposição das operações cognitivas requeridas na codificação e recuperação da informação, prevendo dissociações entre tarefas conceptuais e perceptivas. Os resultados obtidos revelaram que o desempenho nas tarefas de memória explícita de evocação livre e evocação guiada por pistas grafémicas se...

  6. Feelings as direct information of our action capabilities

    Rosa, Cristina Fonseca
    Tese de Doutoramento em Psicologia na área de especialidade Psicologia Cognitiva apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  7. Feelings as direct information of our action capabilities

    Rosa, Cristina Fonseca
    Tese de Doutoramento em Psicologia na área de especialidade Psicologia Cognitiva apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  8. Desenvolvimento do raciocínio condicional e modelos mentais

    Quelhas, Ana Cristina; Juhos, Csongor; Senos, Jorge; Rocha, Teresa Almeida
    De acordo com a teoria dos modelos mentais (Johnson-Laird, 1983; Johnson-Laird & Byrne, 1991) a interpretação de uma frase condicional, do tipo Se p, então q, gera os modelos iniciais: p q ... em que os três pontos representam um modelo sem conteúdo explícito. A representação completa da condicional compreende os seguintes modelos explícitos: p q ¬p ¬q ¬p q em que “¬” serve aqui para indicar a negação. A partir deste quadro teórico, e da suposição de que uma inferência é tanto mais difícil quanto maior o número de modelos explícitos que requer, é possível colocar hipóteses sobre diferenças no nível de dificuldade nas inferências com os quatro silogismos condicionais. Na experiência que iremos descrever pretende-se testar essas...

  9. Desenvolvimento do raciocínio condicional e modelos mentais

    Quelhas, Ana Cristina; Juhos, Csongor; Senos, Jorge; Rocha, Teresa Almeida
    De acordo com a teoria dos modelos mentais (Johnson-Laird, 1983; Johnson-Laird & Byrne, 1991) a interpretação de uma frase condicional, do tipo Se p, então q, gera os modelos iniciais: p q ... em que os três pontos representam um modelo sem conteúdo explícito. A representação completa da condicional compreende os seguintes modelos explícitos: p q ¬p ¬q ¬p q em que “¬” serve aqui para indicar a negação. A partir deste quadro teórico, e da suposição de que uma inferência é tanto mais difícil quanto maior o número de modelos explícitos que requer, é possível colocar hipóteses sobre diferenças no nível de dificuldade nas inferências com os quatro silogismos condicionais. Na experiência que iremos descrever pretende-se testar essas...

  10. Formação de sintomas: Freud e teorias cognitivistas, proximidades e afastamentos

    Cláudio, Victor
    Analisamos a formação de sintomas, comparando a perspectiva de Freud com as teorias cognitivas. Para isto percorremos questões como, funções neuronais e processamento de informação, os afectos, processo primário e processo afectivo, recordações e evocação da informação, recalcamento e inibição do acesso à informação, mecanismos de transformação dos afectos e atribuição de afectos. Concluímos que uma abordagem conjunta, psicanalítica e cognitiva, permite um melhor entendimento sobre a formação de sintomas.

  11. Formação de sintomas: Freud e teorias cognitivistas, proximidades e afastamentos

    Cláudio, Victor
    Analisamos a formação de sintomas, comparando a perspectiva de Freud com as teorias cognitivas. Para isto percorremos questões como, funções neuronais e processamento de informação, os afectos, processo primário e processo afectivo, recordações e evocação da informação, recalcamento e inibição do acesso à informação, mecanismos de transformação dos afectos e atribuição de afectos. Concluímos que uma abordagem conjunta, psicanalítica e cognitiva, permite um melhor entendimento sobre a formação de sintomas.

  12. O processo de esquecimento dirigido e as alterações do estado de humor.

    Cláudio, Victor
    Neste trabalho estudámos o processo de esquecimento dirigido, em dois grupos de estudantes universitários, não deprimidos e deprimidos, atendendo aos valores obtidos no BDI. Obsrevamos uma perda do «bias» positivo no segundo estudo, no grupo de deprimidos, que se prende com o facto de neste estudo os adjectivos serem processados em relação ao self. Enquanto que no primeiro estudo isto não acontecia. Observámos nos dois estudos, que os sujeitos deprimidos apresentam uma desinibição do acesso a informação negativa. Interpretamos estes resultados com base nos modelos mentais negativos que os deprimidos geram.

  13. O processo de esquecimento dirigido e as alterações do estado de humor.

    Cláudio, Victor
    Neste trabalho estudámos o processo de esquecimento dirigido, em dois grupos de estudantes universitários, não deprimidos e deprimidos, atendendo aos valores obtidos no BDI. Obsrevamos uma perda do «bias» positivo no segundo estudo, no grupo de deprimidos, que se prende com o facto de neste estudo os adjectivos serem processados em relação ao self. Enquanto que no primeiro estudo isto não acontecia. Observámos nos dois estudos, que os sujeitos deprimidos apresentam uma desinibição do acesso a informação negativa. Interpretamos estes resultados com base nos modelos mentais negativos que os deprimidos geram.

  14. Cognitive status as a risk factor for maladjustment in children with a physical disability

    Wallander, Jan L.; Becker, Lise M.
    Investigated the association between cognitive status and adjustment in children who have a physical disability, in three independent studies. In Study 1, 119 mothers reported on the cognitive status and behavioral adjustment of their children, ages 2-18, who had varying physical or sensory impairments. In Study 2, the intellectual level of 50 children, ages 6-1 1, with either spina bifida or cerebral palsy, was estimated from cognitive test information while mothers reported on the children’s behavioral adjustment. In Study 3,66 adolescents, ages 11-18, with a physical disability completed an IQ test and reported on their behavioral adjustment, as did their mothers. Severity of physical disability was also assessed in each study. No relationships could...

  15. Os modelos log-lineares em investigação psicológica

    Garcia-Marques, Teresa; Quelhas, Ana Cristina; Gomes, Jorge, F.
    O recurso aos modelos log-lineares em psicologia começa a ganhar relevo por permitir uma compreensão mais estruturada dos dados de planos experimentais associados a variáveis de natureza nominal. Nomeadamente, planos experimentais factoriais com uma ou mais variáveis dependentes discretas (frequências) e planos correlacionais, onde todas as variáveis de medida têm uma natureza nominal e se pretende estudar as associações entre elas. Neste artigo pretendemos apresentar a abordagem log-linear, referindo-nos igualmente ao modelo logit. Ilustraremos o uso da técnica no âmbito de um estudo de raciocínio dedutivo, comparando-a com uma abordagem fragmentada em tabelas de contingência bivariadas (recurso a testes de homogeneidade e independência).

  16. A Priori true and false conditionals

    Quelhas, Ana Cristina; Rasga, Célia Maria Batalha Silva; Johnson-Laird, Philip N.
    The theory of mental models postulates that meaning and knowledge can modulate the interpretation of conditionals. The theory's computer implementation implied that certain conditionals should be true or false without the need for evidence. Three experiments corroborated this prediction. In Experiment 1, nearly 500 participants evaluated 24 conditionals as true or false, and they justified their judgments by completing sentences of the form, It is impossible that A and ___ appropriately. In Experiment 2, participants evaluated 16 conditionals and provided their own justifications, which tended to be explanations rather than logical justifications. In Experiment 3, the participants also evaluated as possible...

  17. Efeitos da familiaridade em julgamentos de duração

    Fernandes, Alexandre Constâncio
    Tese de Doutoramento em Psicologia na área de especialidade Psicologia Cognitiva apresentada ao ISPA - Instituto Universitário

  18. Advice conditionals about tips and warnings: Interpretations and inferences

    Couto, Marta Barley de La Cueva; Quelhas, Ana Cristina; Byrne, Ruth M. J.
    Two experiments examine how people interpret and reason about advice conditionals, such as tips, for example, “if you study more your grades will improve”, and warnings, for example, “if you stop exercising you will gain weight”. Experiment 1 showed that when participants reason about whether a tip or warning could be true in different situations, their judgments correspond to a biconditional or conditional interpretation on about half of all trials, but to an enabling or tautology interpretation on many others. Experiment 2 showed that participants make few modus ponens and tollens inferences from tips and warnings, and more modus ponens inferences from tips than warnings. The implications for...

  19. How children with autism reason about other's intentions: False-belief and counterfactual inferences

    Rasga, Célia Maria Batalha Silva; Quelhas, Ana Cristina; Byrne, Ruth M. J.
    We examine false belief and counterfactual reasoning in children with autism with a new change-of-intentions task. Children listened to stories, for example, Anne is picking up toys and John hears her say she wants to find her ball. John goes away and the reason for Anne's action changes-Anne's mother tells her to tidy her bedroom. We asked, 'What will John believe is the reason that Anne is picking up toys?' which requires a false-belief inference, and 'If Anne's mother hadn't asked Anne to tidy her room, what would have been the reason she was picking up toys?' which requires a...

  20. Raciocínio contrafactual e modelos mentais

    Byrne, Ruth M. J.; Quelhas, Ana Cristina
    A ideia central deste estudo é de que «... raciocinar sobre factos e raciocinar sobre possibilidades e impossibilidades, baseia-se nos mesmos tipos de representações mentais e processos cognitivos» (Byrne, 1997, p. 107). Quer dizer que as pessoas raciocinam através da construção e revisão de modelos mentais (e.g., Johnson-Laird, Byrne, 1991). As condicionais contrafactuais requerem que os raciocinadores tenham em mente não apenas o que é suposto ser verdadeiro, mas também o que é supostamente verdadeiro mas factualmente falso (Byrne, 1997, p. 117; cf. Johnson-Laird, Byrne, 1991, pp. 72- -73). E a hipótese de que a representação inicial de uma condicional contrafactual é mais explícita do que a de uma condicional factual, permite prever que as...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.