Recursos de colección

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada (11.029 recursos)

No Repositório do ISPA pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes da produção científica do ISPA designadamente: teses de doutoramento, teses de mestrado, artigos em publicações periódicas nacionais e internacionais, relatórios técnicos, artigos em actas de conferências nacionais e internacionais e capítulos de livros.

UIPCDE - Actas de reuniões cientificas

Mostrando recursos 1 - 13 de 13

  1. A relação entre o nível conceptual de escrita, o conhecimento das letras e a consciência silábica e fonémica em crianças de Idade pré-escolar.

    Andreia Cristina da Silva, Reis; Proença, Margarida Vieira Martins Cid; Martins, Margarida Alves
    A entrada das crianças no mundo da linguagem escrita tem sido alvo de variadíssimos estudos nos últimos anos. Analisar como a criança compreende o princípio alfabético, bem como a interação entre as variáveis que parecem influenciar os níveis de escrita, como é o caso da consciência fonológica e do conhecimento do nome e som das letras, é de extrema importância para os investigadores da área. Investigações mais recentes apontam que o desenvolvimento da escrita infantil não acontece de forma linear, sendo que nem todas as crianças passam por todas as fases de escrita. Na presente investigação procura-se compreender se existem diferenças no número de letras conhecidas, no...

  2. Leitura na voz dos alunos: um estudo no 2.º ano de escolaridade.

    Leonardo, Rita Magda Teixeira; Carvalho, Carolina Fernandes de
    A leitura é um dos componentes da linguagem onde as crianças apresentam dificuldades mais acentuadas, sendo a base de muitos estudos centrados na estruturação de medidas que potenciem mais competências leitoras. O objetivo deste estudo consistiu em avaliar os efeitos de um programa de estimulação leitora a nível de motivação e desempenho leitor de alunos do 2.º ano. Os participantes foram 33 alunos do 2.º ano de escolaridade de uma escola de 1.º Ciclo do concelho de Cascais com uma média de idades de 7 anos. Os dados foram recolhidos em três momentos. O primeiro consistiu na aplicação do questionário “Eu e a Leitura” (Monteiro & Mata,...

  3. Transição para a vida pós escolar de alunos com nee: Respostas educativas e recursos implementados pelas escolas.

    Terroso, Célia; Peixoto, Daniela; Martins, Fernanda; Lopes, Celeste Sousa
    Esta investigação tem o seu enfoque na problemática da Transição para a Vida Pós- Escolar de Alunos com NEE, nomeadamente as respostas educativas e os recursos implementados pelas escolas. Com base na revisão da literatura, procurou-se perceber a forma como os agrupamentos de escolas se organizam, quais as respostas educativas e que recursos são implementados, de modo a dar cumprimento ao definido pelo Decreto- Lei 3/2008 de 7 de Janeiro, nomeadamente no que respeita aos Planos Individuais de Transição e à Transição para a Vida Ativa. No estudo empírico contou-se com uma amostra participante de trinta profissionais, envolvidos no processo educativo de alunos a usufruir de Currículo...

  4. Suporte social, autoconceito e comportamentos de risco em adolescentes com deficiência mental ligeira a moderada.

    Sardica, Helena; Faria, Maria Cristina
    Na atualidade, o adolescente quando chega a esta etapa da sua vida, depara-se com problemas de ordem diversa, que podem fazer sobressair situações comportamentais, ameaçadoras e perigosas para os próprios. Assim, os adolescentes necessitam por parte dos adultos, em particular da família e da escola, de toda a compreensão e ajuda de forma a ultrapassar essa fase e suas fragilidades.É fundamental dinamizar estratégias de intervenção que permitam trabalhar algumas competências de resiliência, pessoais e sociais, tendo em vista uma efetiva contribuição para uma diminuição do risco nos comportamento dos adolescentes. Mas, se o adolescente em causa é portador de uma deficiência mental ligeira ou moderada ? O...

  5. Crianças com paralisia cerebral: Efeito da intervenção grupal na redução dos sintomas depressivos.

    Barata, Nuno E.
    O presente estudo procura avaliar a importância da reunião semanal do «Grupo de Crianças» com Paralisia Cerebral - intervenção grupal - e o seu impacto em termos de depressão. A reunião semanal do «Grupo de Crianças» tem como finalidade fornecer estratégias de coping no sentido de promover a autonomia e a interacção social. O estudo realizou-se com 24 participantes com Paralisia Cerebral, avaliados em dois momentos temporais distintos – t1 e t2 - espaçados por dois meses e meio quanto aos sintomas depressivos. Metade dos participantes foram submetidos a intervenção grupal durante 10 sessões semanais com a duração aproximada de 1 hora e 30 minutos (Grupo Experimental...

  6. Sendo educadora-professora – aprendizagens de qualidade (re)construindo saberes

    Couveiro, Cristel; Folque, Assunção; Costa, Conceição Leal da
    Nesta Comunicação destaca-se a forma como a dimensão investigativa se revela fundamental para o desenvolvimento profissional e, consequentemente, para promover aprendizagens de qualidade. Estruturada em três partes, partilha-se uma reflexão cujo enfoque é colocado na construção da profissionalidade do perfil de educador/professor tendo como princípios base os que se enunciam nos Perfis Específicos e Geral de Desempenho Profissional do Educador de Infância e do Professor do 1ºCEB. Perseguem-se entendimentos onde o mesmo possa assumir-se enquanto profissional consciente, em constante aprendizagem e consequente desenvolvimento, evolução esta capaz de contribuir para o seu papel fundamental numa educação escolar de qualidade. Emergente da análise do meu próprio processo de aprendizagem, em contínuo,...

  7. O dia-a-dia do educador de infância em contexto hospitalar.

    Serrão, Maria; Carvalho, Carolina Fernandez de
    As investigações focalizadas na criança e na família durante um internamento hospitalar esquecem o educador de infância enquanto elemento crucial da equipa multidisciplinar no contexto hospitalar. Esta realidade acontece em Portugal como em outros países. Assim, com esta comunicação, que faz parte de um estudo mais amplo, pretende-se dar a conhecer as práticas pedagógicas dos educadores de infância na promoção do bem-estar e no desenvolvimento da criança internada num Serviço de Pediatria de um hospital na Região Autónoma da Madeira. Participam neste estudo as três educadoras que trabalham na equipa multidisciplinar, recorrendo-se à observação das suas rotinas no Hospital de Dia, nas Enfermarias e na Sala de...

  8. Promoção da literacia emergente através do programa ouvir as letras

    Santos, Céu; Alves, Rui A.
    Neste estudo de intervenção o objetivo fundamental foi avaliar as atividades que facilitam o processo de aprendizagem da leitura e escrita numa perspetiva preventiva. Pretendeu-se também dar resposta a necessidade de recursos e materiais, sistemáticos, estruturados e eficazes assegurem a promoção das competências de literacia emergente. Assim, desenvolvemos um programa de literacia emergente que promoveu competências de consciência fonológica, conhecimento de letras, conceitos sobre a escrita e escrita inventada. O programa consta de 24 sessões, de 45 minutos cada e foi implementado duas vezes por semana. Testámos a eficácia deste programa usando um desenho quase-experimental com pré-teste e pós-teste. Participaram 124 crianças de cinco e seis anos que...

  9. A perspectiva do adolescente sobre o (in)sucesso escolar: Atribuições causais, eficácia académica e estratégias de auto-justificação para o insucesso

    Fernandes, Diana; Paixão, Maria Paula
    Tendo em consideração a perspectiva sócio-cognitiva que efectua a explicação do comportamento a partir das cognições do sujeito, especificamente as atribuições e crenças relativamente ao mesmo, as atribuições causais remetem, no contexto académico, para um processo de procura causal, através do qual os estudantes pretendem atribuir significado às suas vivências escolares com o intuito de, não somente explicitar, como compreender os seus resultados. Similarmente, os padrões adaptativos de aprendizagem tornam-se relevantes, sendo fundamentalmente estabelecidos pela orientação de objectivos dos alunos e pelas crenças, percepções escolares e estratégias, onde se inserem, quer as crenças de auto-eficácia, quer as estratégias de auto-justificação para o insucesso. Assim, com o objectivo de...

  10. O impacto de programas de escrita na evolução das escritas inventadas em crianças de idade pré-escolar

    Martins, Margarida Alves; Silva, Ana Cristina
    Hoje em dia é relativamente consensual a importância desempenhada pelas escritas inventadas para a compreensão do princípio alfabético. Em estudos anteriores (Alves Martins & Silva, 2006 a, b) mostrámos que crianças em idade pré-escolar que participaram em programas em que lhes era pedido que confrontassem as suas escritas inventadas com escritas de um nível mais avançado mas muito próximo do seu, evoluíam nas suas escritas. O objectivo deste estudo é o de verificar se a evolução das escritas inventadas das crianças varia consoante as escritas de confronto. Os participantes foram 39 crianças de 5 anos, cujas escritas eram grafo-perceptivas (Ferreiro, 1988). As crianças foram aleatoriamente divididas em...

  11. "Só apanhei o F que é da última" - Descobrir ou mostrar? Uma abordagem à promoção do conflito cognitivo em crianças de idade pré-escolar

    Almeida, Tiago Alexandre Fernandes; Silva, Ana Cristina
    Este estudo procura analisar qual o impacto de diferentes metodologias de interação (didática diretiva e didática construtivista) na evolução das conceptualizações infantis sobre a linguagem escrita. Foram definidos três grupos (2 experimentais e um de controlo) com participantes de idade pré-escolar que foram convidados a participar em 6 sessões de intervenção com diferentes formas de interação em função do grupo. Os resultados indicam que os participantes cuja interação adulto-criança se baseou em princípios construtivista evoluíram significativamente mais do que todos os outros participantes. ------ ABSTRACT ------ The aim of this was analyse the impact of different methodologies for interaction (directive didactics and constructivist didactics) in the...

  12. O impacto de programas de intervenção em escrita com crianças de idade pré-escolar

    Almeida, Tiago Alexandre Fernandes; Silva, Ana Cristina
    O presente trabalho tem como objectivo analisar o impacto de programas de intervenção sobre a escrita na evolução das conceptualizações que crianças em idade pré-escolar têm sobre a escrita. Participaram 40 crianças com idades compreendidas entre os 5 e os 6 anos divididas em 4 grupos experimentais (n = 8) e um grupo de controlo (n = 8). Os grupos experimentais diferiam quanto ao tipo de palavras facilitadoras e quanto à instrução dada para as crianças reflectirem sobre a escrita. Verificou-se que todos os grupos experimentais evoluíram mais do que o grupo de controlo, dando suporte às evidências que este tipo de metodologia promove competências...

  13. Análise qualitativa dos efeitos de um programa de intervenção de escrita inventada na evolução da escrita de crianças em idade pré-escolar

    Salvador, Liliana Ferreira dos Santos; Albuquerque, Ana; Martins, Margarida Alves
    Este trabalho foi financiado pela FCT - PTDC/PSI-EDD/110262/2009

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.