Mostrando recursos 1 - 20 de 85

  1. “Caregiver reaction assessment” estudo das propriedades psicométricas da versão portuguesa

    Santos, Vânia Marisa Vieira dos
    Associado ao aumento da esperança média de vida, surge também o aumento de pessoas que necessitam de cuidados. A família, como fonte de suporte, reorganiza-se face às necessidades da pessoa cuidada, surgindo assim, o conceito de cuidador informal. A este papel, encontram-se associadas implicações, conhecidas como reação/sobrecarga em cuidadores informais, temática, esta que sustentou a elaboração deste estudo. Com a realização deste trabalho, pretendemos: caracterizar o perfil dos cuidadores informais; caracterizar o perfil das pessoas cuidadas e estudar as propriedades psicométricas da versão portuguesa do “Caregiver Reaction Assessment”. Trata-se de um estudo não experimental, de natureza descritiva e correlacional, com uma...

  2. Importância de um programa de estimulação cognitiva na doença de alzheimer e dificuldades sentidas pelos cuidadores de idosos

    Lopes, Soraia Batista
    O envelhecimento é marcado por um conjunto de alterações biológicas, psicológicas e sociais específicas, verificando-se uma tendência para salientar aspetos negativos, negligenciando oportunidades de bem-estar, desenvolvimento e felicidade. Inúmeras evidências científicas (e.g., Lousa, 2016) fundamentam que a intervenção através de programas de estimulação cognitiva é eficaz e traz vários benefícios no caso de indivíduos portadores de patologia, independentemente da sua idade. Cuidar de idosos, quer formal, quer informalmente, é uma atividade complexa que acarreta múltiplas dificuldades. Este estudo pretende elaborar e aplicar um programa de estimulação cognitiva (Estimula a Mente) a um idoso com Alzheimer; avaliar o grau de sobrecarga...

  3. Geração seniores em rede: o facebook como promotor de um envelhecimento ativo

    Reis, Margarida Ferreira
    O envelhecimento demográfico é uma realidade incontornável da sociedade contemporânea. Uma vida longa não significa necessariamente uma vida boa. Para que o aumento da longevidade adquira sentido, importa criar condições para que as pessoas idosas tenham qualidade de vida, considerando o seu bem-estar, funcionalidade e integração numa sociedade que se apresenta em constante mudança. O Facebook é uma rede social que rapidamente se tornou, não só um canal de comunicação, mas também um destino de inúmeros utilizadores para procura de socialização, informação, partilha ou aprendizagem. Face à ubiquidade de que se reveste o Facebook e face à problemática do envelhecimento...

  4. Avaliação e controlo da dor na pessoa com alterações da comunicação: atitudes, práticas, barreiras e conhecimentos dos enfermeiros

    Pinto, Ana Catarina Simões
    Objetivos: Nos vários serviços de internamento dos hospitais, e nos serviços de medicina em particular, a dor faz parte do quotidiano dos doentes e dos profissionais que os cuidam. Nas vivências dos processos complexos de doença, a dor é um dos sintomas quase sempre presente. Do ponto de vista da enfermagem, a avaliação e controlo da dor é objeto de preocupação, contudo nem sempre é fácil avaliar e controlar a dor nos doentes com a comunicação comprometida. Métodos: Este estudo descritivo-correlacional transversal que explorou e descreveu o fenómeno da avaliação da dor no doente com alteração da comunicação, com os objetivos:...

  5. Relatório da Prática Especializada em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria

    Balau, João Paulo Branco Gaspar Dias
    Com este relatório pretende-se evidenciar a integração de saberes e competências desenvolvidas no âmbito da prática especializada em enfermagem de saúde mental e psiquiatria, inserido nos diversos contextos onde realizei ensinos clínicos e posteriormente como enfermeiro especialista. Estes apresentaram-se como uma essencial oportunidade de crescimento pessoal e profissional, tendo como pressuposto o cuidar do cliente na sua globalidade, inserido na família, no grupo e na comunidade. Tendo como objetivo a análise reflexiva das competências adquiridas (comuns e especificas) do enfermeiro especialista em saúde mental, este trabalho traduz-se no culminar de todo o processo formativo no âmbito do Curso de Mestrado em...

  6. Dificuldades na assistência à PCR intra-hospitalar: a perceção dos profissionais de saúde

    Catalão, Maria José Martins
    A Assistência Intra-Hospitalar dos eventos de Paragem Cardiorrespiratória, constitui um momento de alto stresse emocional, bem como exige por parte dos profissionais envolvidos rapidez, eficiência, conhecimento técnico-científico, habilidade e perícia técnica. A perceção dos profissionais envolvidos na assistência à Paragem Cardiorrespiratória Intra-hospitalar indicia as principais dificuldades/necessidades sentidas ou vividas, que devem ser normalizadas e ajustadas, por forma a minimizar o seu impacto no resultado da sua intervenção em todos os doentes assistidos. Este estudo analisa as dificuldades percecionadas pelos profissionais de saúde (médicos e enfermeiros) na Assistência à Paragem Cardiorrespiratória, e quais os fatores condicionantes, como interferências desfavoráveis na Reanimação Cardiorrespiratória. Com base numa amostra de 109 profissionais de saúde,...

  7. Competência em suporte básico da vida nas comunidades escolares: uma perspectiva de cidadania

    Caseiro, Christine Branquinho
    A paragem cardíaca súbita é uma importante causa de morte no mundo. Na Europa afeta cerca de 700.000 indivíduos por ano e a probabilidade de recuperar uma vítima em paragem cardio-respiratória (PCR) com sucesso diminui 7 a 10% por cada minuto que passa. Qualquer pessoa pode e deve aprender as manobras de SBV o que facilita o início vital precoce das mesmas, pois os serviços de emergência raramente conseguem aceder à vítima nos primeiros minutos após o colapso, pois grande parte das PCR ocorrem num ambiente pré-hospitalar. A escola é um bom local para a introdução do ensino em SBV pois a maioria da população passa pelo...

  8. Validação cultural do "Disaster Preparedness Evaluation Tool (DPET©)" : preparação dos enfermeiros perante uma situação de catástrofe

    Santos, Cátia Ramos dos
    Portugal tem uma experiência limitada na resposta a uma catástrofe (Proteção Civil, 2013), pelo que é pertinente que haja uma preocupação acerca da preparação que os enfermeiros têm perante a mesma, uma vez que o impacto para a saúde e o impacto económico das catástrofes no mundo está a aumentar (Hammad, Arbon, Gebbie e Hutton, 2012). O objetivo desta investigação foi validar para a população portuguesa o Disaster Preparedness Evaluation Tool (DPET®), um instrumento de medida válido e fiável (Khalaileh, Bond, Beckstrand, & Al-Talafha, 2010), através da tradução e adaptação cultural segundo as guidelines internacionais de Beaton, Bombardier, Guillemin e Ferraz...

  9. Relatório da prática especializada em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria

    Tomás, Catarina Cardoso
    A prática especializada em Enfermagem de Saúde Mental, sobre a qual versa esta Relatório, foi realizada em dois contextos da prática clínica, permitindo aprofundar conhecimentos e desenvolver atividades e intervenções em contexto comunitário e em contexto de internamento. Em contexto comunitária as atividades foram desenvolvidas na Escola Básica 2+3 D. Dinis e em contexto de internamento no Serviço de Psiquiatria do Centro Hospitalar do Médio Tejo, tendo sido possível, em ambos os contextos, desenvolver as competências de Enfermeiro Especialista e Enfermeiro especialista de Saúde Mental. As competências desenvolvidas, quer de Enfermeiro Especialista, quer de Enfermeiro Especialista de Saúde Mental foram possíveis de desenvolver ao longo da prática clínica realizada, através...

  10. Relações intergeracionais: a arte de envelhecer aprendendo com os jovens

    Vieira, Marisa de Oliveira
    O aumento da longevidade da população mundial, o vertiginoso avanço dos índices de indivíduos com mais de 65 anos e o decréscimo da natalidade têm trazido novos desafios às sociedades. A passagem para a reforma impõe, portanto, a participação ativa dos seniores e a constante aquisição de conhecimentos, de forma a criar uma sociedade para todas as idades. O envolvimento das pessoas mais velhas em todos os domínios da vida potencia interações e constitui-se como uma mais-valia extremamente importante. Contudo, este potencial nem sempre é aproveitado. Com base na revisão teórica efetuada, pretendeu-se estudar as relações intergeracionais, no IPL 60+, com...

  11. Promoção da autonomia e independência em idosos: influência da prática da atividade física nas atividades de vida diárias e na capacidade funcional

    Lopes, Suse Cláudia Carreira
    O presente estudo pretendeu verificar se os idosos com mais de 65 anos de idade, independentes e praticantes de atividade física formal apresentam melhores resultados ao nível da capacidade funcional e na realização das Atividades de Vida Diárias (AVD’s), quando comparados com idosos não praticantes. A amostra foi composta por 49 indivíduos com mais de 65 anos, divididos em dois grupos, o Grupo Experimental, constituído por 27 idosos (75,1 ± 5,5 anos) praticantes de atividade física formal 2 vezes por semana e o Grupo de Controlo, que englobou 22 idosos (72,0 ± 5,3 anos) não praticantes de atividade física formal. Aplicou-se o...

  12. Atividade física na pessoa idosa

    Monteiro, Rute Marina Fernandes
    A atividade física encerra vários objetivos aos níveis físico, social e psicológico que se resumem num propósito principal – a melhoria do bem-estar e o aumento da longevidade, através da manutenção da capacidade funcional dos idosos. A imobilização e o sedentarismo são as principais causas do envelhecimento acelerado, cujos efeitos podem ser parcialmente anulados pela prática regular de atividade física. Diante disto, os objetivos deste estudo resumem-se a avaliar os níveis de atividade física dos idosos da Santa Casa da Misericórdia e da Universidade Sénior concelho de Porto de Mós e analisar quais os fatores que lhe poderão estar associados....

  13. Hospital Termal Rainha D. Leonor : que futuro?

    Almeida, Rute Isabel Pedro
    O Hospital Termal Rainha D. Leonor nas Caldas da Rainha é uma instituição de raiz benemérita com mais de cinco séculos de história e de importância fulcral para a cidade. Numa altura em que se debate publicamente o seu futuro, em virtude das várias alterações introduzidas pelo Ministério da Saúde na reorganização da rede hospitalar, nas quais consecutivamente se ignorou o futuro desta vetusta instituição, considerámos importante colaborar com propostas pertinentes para a decisão política, em torno desta questão de: que futuro para o Hospital Termal Rainha D. Leonor? Para tal, recorremos à técnica Delphi, tendo envolvido um painel de 25 peritos...

  14. Ser ativo no programa IPL60+: um olhar sobre as motivações e os contributos na vida quotidiana dos estudantes seniores

    Paulos, Rita Catarina Mendes
    As oportunidades de aprendizagem ao longo da vida e a oferta de formação para seniores são cada vez mais frequentes, surgindo, em alguns casos, integradas em estruturas do ensino superior. O Programa IPL60+ é um exemplo da crescente abertura das universidades aos seniores. Este estudo teve como objetivo averiguar os motivos que conduziram os estudantes seniores ao Programa IPL60+ e os contributos da frequência, no seu quotidiano. Trata-se de um estudo de natureza qualitativa, cujo instrumento utilizado foi a entrevista a 11 seniores inscritos no Programa IPL60+, no 1.º semestre do ano letivo 2012/2013. Os motivos indicados pelos seniores foram: procura de conhecimento e atualização cultural, motivos orientados para o self, procura de...

  15. Atividades de desenvolvimento pessoal em idosos institucionalizados: um processo chave no envelhecimento

    Verdingola, Mariana da Silva Ferreira Barbosa Fortunato
    No presente estudo é feito um enquadramento teórico sobre algumas questões que envolvem o envelhecimento humano nas suas vertentes biopsicossociais, numa fase da vida em que a dependência se associou ao percurso normal do mesmo, numa visão holística do desenvolvimento. A população idosa, principalmente, a mais idosa, constitui um grupo vulnerável a estados de dependência e de falta de autonomia que interferem no seu bem-estar psicológico e naturalmente na sua qualidade de vida. A falta de apoios e condições para os idosos com doenças incapacitantes, continuarem a viver em suas casas, coloca uma maior responsabilidade nas Instituições, para que exista...

  16. A importância da memória e da animação no envelhecimento ativo

    Luís, Inês Nazaré
    Segundo Óscar Ribeiro, o envelhecimento enfatiza a importância de as pessoas perceberem o seu potencial para promover o seu bem-estar e, sobretudo, a sua qualidade de vida (Ribeiro & Paúl, 2011, p. 2). A qualidade de vida é um processo complexo e abstrato que contém vários critérios biológicos, sociais e psicológicos que devem estar em equilíbrio entre si e com o meio ambiente (Serafim, 2007) e se devem ligar a um projeto de vida (Vieira, 2012a). É importante que a pessoa idosa seja ativa nesta etapa e tenha uma participação constante, contribuindo, assim, para o seu desenvolvimento pessoal e comunitário....

  17. Retratos da velhice na freguesia de Basto: Cabeceiras de Basto

    Silva, Elsa Patrícia Teixeira da
    Nesta investigação pretendeu-se estudar a existência ou não de preconceitos ou estereótipos associados à velhice, num meio rural e envelhecido, como o Concelho de Cabeceiras de Basto. Desta forma foi-se ao encontro da teoria das Representações Sociais apresentadas por Serge Moscovici, tendo em conta que a representação social é uma forma de conhecimento da atividade mental desenvolvida pelos indivíduos e pelos grupos, para fixar as suas posições relativamente a várias situações, eventos, objetos e comunicações. A investigação enquadra-se no estudo de caso, tendo-se optado por uma metodologia que cruzou dados quantitativos com dados qualitativos. Foram utilizados como elementos integrantes da...

  18. O namoro na terceira idade: transformação de si e dos outros e envelhecimento ativo

    Mendes, Daniela Filipa Ferreira
    Grosso modo, pretendemos desenvolver uma pesquisa com cinco idosos da instituição Santa Casa da Misericórdia de Soure (SCMS), todos eles viúvos, que experienciam o namoro nesta fase da vida. Tenta-se compreender a importância do namorar enquanto conversar, murmurar, ou seja, comunicar com afeto, na qualidade de vida e envelhecimento ativo dos sujeitos. Trata-se de um trabalho de natureza etnográfica, sobre o que se passa dentro de instituições de terceira idade e entre relações de enamoramento com pessoas com mais de 80 anos. Com esta investigação, pretende-se conhecer a transformação que ocorre entre os novos casais constituídos pelas relações de namoro e...

  19. “Antes de morrer, eu quero…” : o envelhecimento como um processo ativo, onde os sujeitos escolhem e participam nas políticas que afetam o seu bem-estar

    Neves, Alexandra Maria Ferreira Batista
    Nas sociedades atuais, a institucionalização dos adultos idosos é a opção mais recorrente, quando os filhos deste grupo etário não têm condições de cuidar a tempo inteiro dos seus pais. Esta institucionalização nem sempre é feita por forma a envolver a vontade e o desejo do idoso, revestindo-se esta mudança de uma perda de identidade e de pertença que lança o idoso num processo doloroso. O presente estudo propõe identificar e compreender os desejos que um grupo de 11 idosos, utilizadores do Centro Social e Paroquial dos Pousos, pretendem realizar antes de morrerem. Trata-se de um estudo qualitativo, realizado a partir das...

  20. “Rumo a um cuidar especializado”

    Peres, Cátia Sofia Pereira Vicente
    Este relatório descreve o processo de desenvolvimento de competências especializadas em Enfermagem à Pessoa em Situação Crítica. Para a prestação de cuidados à Pessoa em Situação Crítica, o enfermeiro especialista detém competências científicas, éticas, relacionais e técnicas, que operacionaliza nas áreas de prestação de cuidados, de gestão, de formação e de investigação. Deste modo, é feita uma análise detalhada das atividades realizadas, bem como, das competências especializadas desenvolvidas na prática clínica em contextos distintos de cuidados de enfermagem, nomeadamente, no Serviço de Urgência Geral, numa Unidade de Cuidados Intensivos e num Bloco Operatório. Esta análise crítico-reflexiva acerca das competências comuns e...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.