Recursos de colección

Repositório Comum (25.071 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

ESEJD - Dissertações de Mestrado em Ciências da Educação

Mostrando recursos 1 - 20 de 91

  1. A Educação Visual e Tecnológica na Inclusão Educativa dos Alunos com NEE

    Nunes, Hélder Cristiano Pinto
    A educação de crianças com Necessidades Educativas Especiais (NEE) tem sofrido várias modificações ao longo dos tempos. Foi na década de 70 que se iniciaram as alterações no sentido de integrar as crianças com NEE no ensino regular. Mas a mudança mais significativa, foi introduzida após a Declaração de Salamanca, em 1994, na qual o conceito de Escola Inclusiva foi defendido por todos os intervenientes. Neste sentido, a inclusão assenta no conceito de que as crianças com NEE devem ser atendidas no seu ambiente natural, na comunidade e na escola. Assim sendo, a escola deve organizar-se para a diferença, capaz de dar uma resposta global e contextualizada,...

  2. A importância das tecnologias de apoio na inclusão de alunos com necessidades educativas especiais

    Paixão, Isabel Maria Canhoto
    O Decreto-lei 3/2008, de 7 de janeiro, regulamenta a inclusão de crianças com necessidades educativas especiais no ensino regular, prevendo a criação de condições para a adequação do processo educativo das crianças com limitações a nível da atividade. Para que estas tenham igualdade de acesso e sucesso educativos, estão previstas a aplicação de diversas medidas, entre as quais o recurso a tecnologias de apoio. Através de um estudo transversal pretende saber-se qual a opinião dos professores acerca da importância das tecnologias de apoio na inclusão dos alunos com necessidades educativas especiais. Foi elaborado um inquérito por questionário, ao qual responderem 222...

  3. Intervenção precoce na perturbação autística: perspetiva dos educadores de infância

    Covas, Rafaela Filipa Dias
    Esta investigação tem como tema a Intervenção Precoce na Perturbação Autística, tendo em conta a opinião dos Educadores de Infância. Investigações recentes referem a importância da Intervenção Precoce no desenvolvimento global da criança com Perturbação Autística, uma vez que o seu objetivo é tornar o indivíduo o mais independente possível. Realizou-se um questionário para perceber a opinião dos Educadores de infância acerca da problemática. Tendo-se concluído que a formação de base é muito limitada e por isso existe pouca informação para se poder diagnosticar precocemente. Concluiu-se também que a Intervenção Precoce contribui para o desenvolvimento global da criança com Perturbação Autística.

  4. A ação supervisiva do Coordenador de Departamento/Gestor Intermédio de uma escola – perceções dos Coordenadores de Departamento e dos seus pares

    Grifo, Rita Moreira
    O presente estudo tem como objetivo principal conhecer a ação supervisiva do Coordenador de Departamento/Gestor Intermédio de uma escola. Pretendemos conhecer as perceções de quatro Coordenadoras de Departamento e quatro docentes, uma por cada departamento, de uma escola do segundo e terceiro ciclos, que pertence a um Agrupamento Vertical de Escolas da região da Grande Lisboa. O procedimento metodológico insere-se no paradigma qualitativo de índole descritiva e interpretativa. Selecionámos a análise documental, que visa a identificação das funções do Coordenador de Departamento nos documentos de referência da escola, e, a entrevista semiestruturada com a consequente análise de conteúdo, por forma a conhecermos...

  5. Explorar o grafismo e a matéria expressiva da criança através de processos criados por artistas modernistas e contemporâneos

    Gaspar, Ana Filipa Silva
    O tema escolhido para este estudo, intitulado “Exploração do grafismo e da matéria expressiva da criança através de processos criados por artistas modernistas e contemporâneos”, pretende desenvolver alguns conceitos e investigar as várias metodologias artísticas relacionadas com a evolução gráfica, a matéria expressiva da criança e o experimentalismo nas expressões plásticas, explorando a matéria e a técnica. Para tal, enquadrou-se nesta proposta as teorias e métodos da Educação pela Arte e Educação Artística, no âmbito das nas Artes Plásticas, em particular na Educação Pré-Escolar. Teve-se a intenção de traçar um projeto de investigação prático direcionado a três grupos de jardim-de-infância, dos...

  6. A inclusão social pela arte de pessoas com necessidades educativas especiais de caráter permanente

    Brito, Marta Alexandra Taborda de
    É enriquecedor no mundo atual, a Inclusão Social das pessoas com Necessidades Educativas Especiais de Carácter Permanente (NEECP). Neste sentido o Atelier de Arte “Com`TEMPO”, do Centro de Reabilitação Psicopedagógica da Sagrada Família (CRPSF) impulsiona, desde 2006, o desenvolvimento de competências artísticas dos cinquenta e dois participantes. Procurou-se saber se o Atelier de Arte “Com`TEMPO” constitui, de fato, um veículo promotor de participação ativa e valorizada da pessoa com NEECP na sociedade a que pertence. As metodologias adotadas resultam da combinação dos Métodos Qualitativo e Quantitativo. Na seleção da amostra valoriza-se a amostragem não-casual, por conveniência. Aferiu-se que o projeto Atelier...

  7. Perceção dos professores do ensino regular face à inclusão e ao processo de ensino-aprendizagem dos alunos com dificuldades intelectuais e desenvolvimentais (DID)

    Cabo, Antónia de Jesus Ramalho do
    Atualmente movimentamo-nos no paradigma da inclusão escolar, um novo modelo de educação que se constituiu a partir do abandono de princípios e práticas educativas que apontavam para a exclusão e segregação. Essa mudança de paradigma traduziu-se na defesa duma escola regular inclusiva que se pretende responda, de forma eficaz e com qualidade, a todas as necessidades dos nossos alunos, incluindo os que têm Dificuldades Intelectuais e Desenvolvimentais (DID). A questão que se coloca é a de saber se, efetivamente, estamos a trilhar o caminho com a bússola da inclusão ou se andamos perdidos e desorientados sem encontrar a saída que nos...

  8. Verificar a importância da expressão plástica na socialização de uma criança com perturbação do espectro do autismo

    Gonçalves, Ana Cristina Loureiro de Melo e
    Ao longo das minhas vivências pessoais e percurso académico fui-me deparando com injustiças para com aqueles que num “golpe de azar “ nasceram com algum problema que os fazia necessitar de estratégias pedagógicas especiais. A igualdade não é sinónima de justiça. E tratar com justiça é tratar cada um segundo as suas circunstâncias. Esta perspectiva fez-me ter vontade de me especializar em Educação Especial para estar melhor preparada, de forma a contribuir para atenuar as necessidades educativas de cada criança. Escolhi o tema Perturbação do Espectro do Autismo por ser um desafio. Neste sentido optei por verificar a importância da Expressão Plástica na socialização de crianças com Perturbações...

  9. Sobredotação

    Alves, Carlos Jorge
    O presente estudo tem como meta esclarecer e desmistificar alguns preconceitos relativamente aos sujeitos ditos sobredotados. Como se sabe, o sujeito sobredotado é possuidor de qualidades intelectuais superiores e por isso compreensivelmente detentor de uma certa autonomia no processo ensino-aprendizagem. Ainda assim, os referidos sujeitos são vistos frequentemente como excecionais por se situarem num padrão cognitivo acima da média, e que necessitam de orientações educacionais específicas quanto à sua adaptação escolar e, bem como de programas pedagógicos específicos para potenciar um desempenho integral do indivíduo na escola. O presente trabalho incide num estudo de caso, cujo adstrito se afigura num indivíduo...

  10. Quais as perceções das competências dos professores do ensino regular no atendimento de crianças com síndrome de down

    Marinho, Cidália Maria Sousa
    A presença de crianças portadoras de deficiência ou incapacidade permanente é uma realidade manifestamente presente no nosso quotidiano escolar. Mas será que os professores percecionam a sua (in) competência para lidar com esta problemática? No presente estudo, procuramos refletir um pouco sobre toda a problemática da Trissomia 21, centrando a nossa atenção na atuação dos professores. Desde logo, procuramos perceber a importância da inclusão em todo o processo de inovação educacional que se deseja construir. Não basta dizer que é importante incluir as crianças portadoras de Síndrome de Down na escola regular. É preciso criar as condições para que estas crianças...

  11. Contributos da avaliação organizacional para a melhoria da escola

    Magalhães, Mariana Francisca Baptista
    A escola é uma organização complexa e a avaliação é uma construção social e cultural. Nesse sentido, considerámos o tema da avaliação da organização escolar um desafio pessoal, neste trabalho de investigação. Por um lado, faz parte da agenda política da escola, por outro, ao desenvolvermos trabalho nesta área, enquadrado na nossa prática profissional, quisemos aprofundar esta temática, investigando as práticas de avaliação organizacional de um Agrupamento de Escolas na Região de Lisboa. As organizações escolares, ao longo de décadas, pareciam imunes aos esforços de mudança instituídos pelo poder central. A obrigatoriedade de avaliar uma organização escolar contribui para mobilizar a...

  12. A importância da musicoterapia em crianças com autismo no pré-escolar

    Clemente, Ana Paula Gomes da Cunha
    Este projeto de investigação aborda a temática da importância da Musicoterapia em crianças do pré-escolar com autismo. Pretende-se possibilitar um conhecimento mais abrangente, acerca das especificidades do autismo, tal como os benefícios da implementação da musicoterapia enquanto estratégia promotora de desenvolvimento global e inclusão das crianças com esta perturbação. Deste modo, foi possível conhecer melhor a musicoterapia enquanto recurso complementar para desenvolver as capacidades e potencialidades das crianças com autismo. Com a realização deste trabalho, verifica-se que a musicoterapia pode ser, igualmente, um importante veículo para a inclusão destas crianças, tendo em conta que promove as suas competências sociais e comunicativas.

  13. O ensino diferenciado e o sucesso educativo dos alunos com necessidades educativas especiais

    Vieira, Irene Lemos Carvalho da Silva
    A necessidade de construir uma escola inclusiva é uma grande luta do nosso sistema educativo, uma escola que responda à heterogeneidade de alunos, incluindo aqueles que têm necessidades educativas especiais, através de um percurso curricular diferenciado e adaptado. Este desafio exige mudanças quer nas atitudes e práticas dos agentes educativos, quer nas estruturas do sistema de ensino ao nível organizacional e da gestão curricular. É neste âmbito que o ensino diferenciado surge como uma prática adequada a alunos com necessidades educativas especiais, cujo objetivo é favorecer o seu sucesso educativo, a sua integração social e escolar e a sua formação enquanto...

  14. A importância do jogo no processo educativo de crianças com Perturbação Hiperativa com Défice de Atenção

    Reis, Maria de Fátima de Almeida
    O jogo pode ser utilizado como uma metodologia de trabalho extremamente rica permitindo à criança que, ao mesmo tempo que se diverte e descontrai, beneficie ainda de momentos de aprendizagem criativa. Com este trabalho pretendemos apresentar de forma resumida a Perturbação da Hiperatividade com Défice de Atenção (PHDA), as suas causas, diagnóstico e tratamento, com o objetivo de verificar a importância do jogo no desenvolvimento de crianças com esta perturbação. Pretendemos mostrar que os jogos podem ser ferramentas muito úteis no desenvolvimento destas crianças, ajudando para que aprendam a viver em sociedade, e uma ajuda para que o processo de ensino e...

  15. A inclusão de alunos com Trissomia 21 em Turmas/Escolas do Ensino Regular

    Duarte, António Furtado
    Incluir alunos com necessidades educativas especiais em turmas e escolas de ensino regular é um assunto pertinente e de uma atualidade relevante. O presente estudo teve como consequência uma preocupação pessoal e profissional relativa à inclusão de alunos com necessidades educativas especiais no ensino regular, considerando a seguinte questão: o ensino regular está preparado para aceitar a inclusão dos alunos com T21? Esta problemática da inclusão de alunos com necessidades educativas, nas escolas regulares, é um teste às escolas, aos seus recursos humanos e materiais. A exigência de incluir alunos “diferentes” nas turmas e escolas, leva-nos a refletir se as mesmas, neste...

  16. A perceção dos profissionais de educação especial face à ludoterapia em contexto educativo

    Ramos, Rosa Maria Saraiva Pires
    A presente dissertação visa contribuir para a melhoria das práticas pedagógicas em Educação Especial. Pretendemos conhecer a perceção dos profissionais/professores de educação especial face à Ludoterapia e demonstrar que este procedimento é capaz de operar a diferenciação pedagógica, complementada com outras metodologias e terapias. Este estudo integrou duas amostras pertencentes ao concelho da Figueira da Foz. A Amostra A foi composta por profissionais de educação especial que responderam a 5 entrevistas e a Amostra B foi constituída por 26 professores de educação especial que responderam a um inquérito por questionário. Encontrámos suporte empírico para as 4 hipóteses enunciadas: Hipótese 1, A Ludoterapia...

  17. PHDA ( Perturbação de hiperatividade e défice de atenção) e autoestima

    Monteiro, Carla Susana Tavares Santiago
    Perturbação de Hiperatividade com Défice de Atenção (PHDA) é um dos distúrbios comportamentais mais frequentes em crianças em idade escolar, tendo apresentado um aumento significativo da sua taxa de prevalência na última década. Afeta de forma significativa o rendimento da criança em vários domínios da sua vida quotidiana, sendo frequentemente acompanhada por uma série de pensamentos negativos sobre si própria e sobre o que a rodeia. Os défices de auto-estima encontrados em grande parte destas crianças, estão associados, em muitos casos, a dificuldades de aprendizagem que se revelam de forma marcante no meio escolar. Digamos que no olhar pedagógico, a hiperatividade...

  18. Uma escola para todos

    Silveira, Maria da Conceição Marques da
    O presente trabalho de investigação teve um desenvolvimento em torno da temática da Dislexia e da Escola Inclusiva, com o objetivo de perceber as políticas de escola inclusiva, a etiologia e mitigação das dificuldades de aprendizagem dos alunos com dislexia. Na sua componente empírica, pretendeu-se avaliar os sentimentos dos alunos com dislexia, relativamente às suas dificuldades de aprendizagem, nomeadamente no que diz respeito à autoestima e à inclusão na escola. Pretendeu-se ainda avaliar o envolvimento dos encarregados de educação na escola e no processo educativo dos alunos com esta necessidade educativa especial. Para a realização do presente estudo foram elaborados questionários a alunos e respetivos encarregados de educação, em...

  19. A problemática do reconhecimento da sobredotação como necessidade educativa especial e a intervenção pedagógica na área da sobredotação (3º ciclo do ensino básico e ensino secundário vs outros níveis de ensino não superior)

    Correia, Carla Sofia de Ornelas Resende
    A existência de crianças e jovens sobredotados nas nossas escolas é uma realidade que não podemos nem devemos ignorar. Cabe à escola garantir uma efetiva igualdade de oportunidades em contexto escolar e, aos docentes, a promoção de práticas pedagógicas e o recurso a estratégias adequadas às caraterísticas de todos e de cada um dos alunos. Pela aplicação destes preceitos, os sobredotados verão criadas oportunidades de aprendizagem favoráveis ao desenvolvimento das suas competências, justificando-se, por parte dos agentes educativos, um percurso tendente à identificação das verdadeiras necessidades educativas daqueles alunos e ao atendimento daí decorrente. Tomando-se como ponto de partida o reconhecimento...

  20. Contributo da pedagogia de waldorf no desenvolvimento do ser humano com necessidades educativas especiais

    Ferreira, Maria Gracieta Gomes
    A presente investigação traduz-se num estudo de caso e o desenvolvimento do tema deste estudo situa-se essencialmente no contributo da Pedagogia de Waldorf (PW) no desenvolvimento do ser humano com Necessidades Educativas Especiais (NEE). Nesta ordem de ideias, são objetivos do estudo: a) Identificar as principais dificuldades da aluna antes do início da aplicação da PW; b) Analisar os documentos relativos ao progresso da aluna ao longo de anos; c) Pesquisar as metodologias utilizadas, bem como a relação entre todos os intervenientes, se foram benéficas para a aluna, no seio do grupo em particular e na escola em geral; d)...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.