Recursos de colección

Repositório Comum (29.088 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 217

  1. Wedding tourism in Portugal

    Khodzhaeva, Valentina
    This report is part of the Master's degree in tourism, specialization in Tourism and Communications, following the rules of the course, leading to the achievement of the degree of Master's by Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. One of the main purposes of this internship report is to do a research about wedding tourism for Russian – Speaking clients in Portugal. This internship report aims to analyse a wedding organization system used for symbolic and official weddings and to show the growth and importance of wedding tourism as a new niche of tourism for countries who embrace it and...

  2. Wedding tourism in Portugal

    Khodzhaeva, Valentina
    This report is part of the Master's degree in tourism, specialization in Tourism and Communications, following the rules of the course, leading to the achievement of the degree of Master's by Escola Superior de Hotelaria e Turismo do Estoril. One of the main purposes of this internship report is to do a research about wedding tourism for Russian – Speaking clients in Portugal. This internship report aims to analyse a wedding organization system used for symbolic and official weddings and to show the growth and importance of wedding tourism as a new niche of tourism for countries who embrace it and...

  3. Rentabilidade expectável de um boutique hotel em Lisboa

    Freire, Luís Pedro Maymone Martins
    O mercado hoteleiro de Lisboa evoluiu rapidamente nos últimos anos, registando um forte crescimento tanto ao nível da procura como ao nível da oferta. Um dos resultados desta evolução foi o significativo crescimento do segmento boutique da cidade, numa demonstração clara da apetência de turistas e investidores por este tipo de produto hoteleiro. Após uma caracterização da hotelaria boutique, procurou-se neste trabalho de dissertação estimar a rentabilidade deste tipo de hotéis à luz dos indicadores de rentabilidade mais relevantes para a indústria hoteleira, respondendo assim à pergunta "Nas atuais condições de mercado, qual a rentabilidade expectável de um boutique hotel em Lisboa?". Por forma a adequar este estudo ao...

  4. Rentabilidade expectável de um boutique hotel em Lisboa

    Freire, Luís Pedro Maymone Martins
    O mercado hoteleiro de Lisboa evoluiu rapidamente nos últimos anos, registando um forte crescimento tanto ao nível da procura como ao nível da oferta. Um dos resultados desta evolução foi o significativo crescimento do segmento boutique da cidade, numa demonstração clara da apetência de turistas e investidores por este tipo de produto hoteleiro. Após uma caracterização da hotelaria boutique, procurou-se neste trabalho de dissertação estimar a rentabilidade deste tipo de hotéis à luz dos indicadores de rentabilidade mais relevantes para a indústria hoteleira, respondendo assim à pergunta "Nas atuais condições de mercado, qual a rentabilidade expectável de um boutique hotel em Lisboa?". Por forma a adequar este estudo ao...

  5. Planeamento de circuitos temáticos : quando o Deus Endovélico se cruza com São Tiago

    Simas, Henrique Manuel Borges Soares e
    Considerado um dos dez produtos turísticos estratégicos inseridos no Plano Estratégico Nacional do Turismo, os circuitos turísticos se bem planeados, dimensionados e projetados, podem-se tornar um foco de atração em regiões, que pela sua interioridade, não fazem parte da dinâmica do setor, habitualmente assente no litoral e no produto “sun, sea and sand”. Não só possibilitam organizar o território quanto às suas características históricas, culturais, naturais e paisagísticas, perfazendo uma coerência lógica e orientada para um determinado objetivo, como também permitem uma divulgação do património num registo dinâmico e complementar. Dentro desta linha de raciocínio, este trabalho propõe conjugar um...

  6. Planeamento de circuitos temáticos : quando o Deus Endovélico se cruza com São Tiago

    Simas, Henrique Manuel Borges Soares e
    Considerado um dos dez produtos turísticos estratégicos inseridos no Plano Estratégico Nacional do Turismo, os circuitos turísticos se bem planeados, dimensionados e projetados, podem-se tornar um foco de atração em regiões, que pela sua interioridade, não fazem parte da dinâmica do setor, habitualmente assente no litoral e no produto “sun, sea and sand”. Não só possibilitam organizar o território quanto às suas características históricas, culturais, naturais e paisagísticas, perfazendo uma coerência lógica e orientada para um determinado objetivo, como também permitem uma divulgação do património num registo dinâmico e complementar. Dentro desta linha de raciocínio, este trabalho propõe conjugar um...

  7. As variações da procura turística e as incidências sobre a gestão hoteleira – o caso dos hotéis em Lisboa

    Correia, João Paulo de Lima
    A presente dissertação centra-se na evolução da procura turística para o destino turístico de Lisboa, suas repercussões na oferta do alojamento e nas práticas de gestão hoteleira, apresentando como questão central de investigação o desenvolvimento sustentado do alojamento nos hotéis em Lisboa. A hotelaria como elemento essencial de um destino turístico, no contexto atual de evolução do mercado, debate-se com um conjunto de desafios que interessa analisar, nomeadamente em relação às práticas de gestão hoteleira. A metodologia utilizada na pesquisa inclui uma sistematização da literatura de referência sobre o turismo, a gestão hoteleira e a gestão do alojamento, bem como, a análise...

  8. As variações da procura turística e as incidências sobre a gestão hoteleira – o caso dos hotéis em Lisboa

    Correia, João Paulo de Lima
    A presente dissertação centra-se na evolução da procura turística para o destino turístico de Lisboa, suas repercussões na oferta do alojamento e nas práticas de gestão hoteleira, apresentando como questão central de investigação o desenvolvimento sustentado do alojamento nos hotéis em Lisboa. A hotelaria como elemento essencial de um destino turístico, no contexto atual de evolução do mercado, debate-se com um conjunto de desafios que interessa analisar, nomeadamente em relação às práticas de gestão hoteleira. A metodologia utilizada na pesquisa inclui uma sistematização da literatura de referência sobre o turismo, a gestão hoteleira e a gestão do alojamento, bem como, a análise...

  9. Centro Cultural de Belém: O valor estratégico para o Turismo Interno no âmbito dos eventos Culturais

    Tojeira, Ana Filipa Pinela
    Este Relatório de estágio tem como objetivo aprofundar o impacto e a potencialidade dinamizadora que o Centro Cultural de Belém tem perante o Turismo Interno com a sua programação anual de eventos culturais. Assim sendo, foi enriquecedor observar como vários temas se tocam e como a sua interação com o turismo cultural e os eventos culturais pode potenciar o turismo interno. Posto isto, senti a necessidade de recolher informação junto dos equipamentos culturais de Belém, das operadoras turísticas e de realizar uma análise ao público do CCB. Estes são alguns dos estudos e análises que serão demonstrados ao longo do...

  10. Centro Cultural de Belém: O valor estratégico para o Turismo Interno no âmbito dos eventos Culturais

    Tojeira, Ana Filipa Pinela
    Este Relatório de estágio tem como objetivo aprofundar o impacto e a potencialidade dinamizadora que o Centro Cultural de Belém tem perante o Turismo Interno com a sua programação anual de eventos culturais. Assim sendo, foi enriquecedor observar como vários temas se tocam e como a sua interação com o turismo cultural e os eventos culturais pode potenciar o turismo interno. Posto isto, senti a necessidade de recolher informação junto dos equipamentos culturais de Belém, das operadoras turísticas e de realizar uma análise ao público do CCB. Estes são alguns dos estudos e análises que serão demonstrados ao longo do...

  11. Análise dos Fatores de Risco Associados à Distribuição de Produtos de IV Gama

    Morgado, Cátia Raquel Esteves
    As ocorrências registadas de doenças de origem alimentar (DOA) e estudos microbiológicos realizados apontam os produtos vegetais de IV Gama como problemáticos ao nível da higiene e segurança alimentar. Neste trabalho avaliou-se a qualidade inicial dos produtos e também findo o tempo de vida útil definido. Por outro lado, avaliou-se a aplicabilidade da microbiologia preditiva na projeção da evolução da qualidade microbiológica neste tipo de produtos. A amostragem foi composta por salada Iceberg, tomate laminado e manga laminada, perfazendo um total de 40 amostras. Destas, 11 correspondiam a amostras iniciais (AI) colhidas e analisadas após a produção. As restantes, correspondentes a amostras finais (AF), foram retiradas do mesmo lote...

  12. Análise dos Fatores de Risco Associados à Distribuição de Produtos de IV Gama

    Morgado, Cátia Raquel Esteves
    As ocorrências registadas de doenças de origem alimentar (DOA) e estudos microbiológicos realizados apontam os produtos vegetais de IV Gama como problemáticos ao nível da higiene e segurança alimentar. Neste trabalho avaliou-se a qualidade inicial dos produtos e também findo o tempo de vida útil definido. Por outro lado, avaliou-se a aplicabilidade da microbiologia preditiva na projeção da evolução da qualidade microbiológica neste tipo de produtos. A amostragem foi composta por salada Iceberg, tomate laminado e manga laminada, perfazendo um total de 40 amostras. Destas, 11 correspondiam a amostras iniciais (AI) colhidas e analisadas após a produção. As restantes, correspondentes a amostras finais (AF), foram retiradas do mesmo lote...

  13. Potencialidades da aposta no turismo criativo para a dinamização social e económica da margem Cacilhas-Arialva

    Figueiredo, Sara Vieira
    O turismo tem vindo a afirmar-se cada vez mais como um setor estratégico para o desenvolvimento de muitos destinos. Simultaneamente, formas alternativas ao turismo de massas ganham um peso crescente, apostando em produtos e serviços de menor escala, mais personalizados e com especial atenção às exigências dos consumidores, como é o caso do turismo criativo. Esta dissertação apresenta como principal objetivo o estudo das potencialidades da aposta no turismo criativo para a dinamização social e económica da margem da região de Cacilhas-Arialva (RCA). Neste contexto, são analisadas e enquadradas as principais temáticas referentes à economia criativa e a sua ligação...

  14. Potencialidades da aposta no turismo criativo para a dinamização social e económica da margem Cacilhas-Arialva

    Figueiredo, Sara Vieira
    O turismo tem vindo a afirmar-se cada vez mais como um setor estratégico para o desenvolvimento de muitos destinos. Simultaneamente, formas alternativas ao turismo de massas ganham um peso crescente, apostando em produtos e serviços de menor escala, mais personalizados e com especial atenção às exigências dos consumidores, como é o caso do turismo criativo. Esta dissertação apresenta como principal objetivo o estudo das potencialidades da aposta no turismo criativo para a dinamização social e económica da margem da região de Cacilhas-Arialva (RCA). Neste contexto, são analisadas e enquadradas as principais temáticas referentes à economia criativa e a sua ligação...

  15. Implicações do processamento na qualidade nutricional e organolética de 3 variedades tradicionais de feijão comum

    Castanho, Ana Lídia Vargas
    O feijão comum (Phaseous vulgaris) é uma das leguminosas mais consumidas mundialmente, sendo que em Portugal existe uma grande variedade de variedades, embora desconhecidas do consumidor comum. A estimativa do consumo diário de leguminosas no período 2008-2012 em Portugal foi 0.6% do total ingerido, muito abaixo dos 4% recomendados. Perante este baixo valor, é urgente reforçar a utilização deste grupo de alimentos, nomeadamente através da promoção de formas inovadoras de consumo e da valorização das suas qualidades nutricionais e organoléticas. Para além da conveniência, a qualidade organolética e a nutricional são os fatores que mais influenciam a escolha do consumidor. As...

  16. Implicações do processamento na qualidade nutricional e organolética de 3 variedades tradicionais de feijão comum

    Castanho, Ana Lídia Vargas
    O feijão comum (Phaseous vulgaris) é uma das leguminosas mais consumidas mundialmente, sendo que em Portugal existe uma grande variedade de variedades, embora desconhecidas do consumidor comum. A estimativa do consumo diário de leguminosas no período 2008-2012 em Portugal foi 0.6% do total ingerido, muito abaixo dos 4% recomendados. Perante este baixo valor, é urgente reforçar a utilização deste grupo de alimentos, nomeadamente através da promoção de formas inovadoras de consumo e da valorização das suas qualidades nutricionais e organoléticas. Para além da conveniência, a qualidade organolética e a nutricional são os fatores que mais influenciam a escolha do consumidor. As...

  17. Os Eventos enquanto Estratégia de Comunicação das Marcas de Telecomunicações Portuguesas: Vodafone Portugal, MEO (Portugal Telecom) e NOS (Sonaecom)

    Sousa, Ana Filipa Barnabé de
    Os Eventos e a Comunicação de uma marca, estão interligados e não faz sentido dissociá-los. Como tal, tentamos perceber com esta dissertação, o que leva uma marca, mais em concreto as telecomunicações nacionais, a escolher os Eventos como parte da sua estratégia de Comunicação, junto do seu público-alvo. Inicialmente elaboramos uma revisão bibliográfica, que nos desse a conhecer um pouco mais sobre Eventos, mais concretamente sobre os eventos musicais, os festivais, e sobre o funcionamento da Comunicação da marca. Relacionamos os dois, para tentar perceber o papel dos Eventos no seio de uma Comunicação da marca. Estavam assim adquiridos os conceitos necessários...

  18. Os Eventos enquanto Estratégia de Comunicação das Marcas de Telecomunicações Portuguesas: Vodafone Portugal, MEO (Portugal Telecom) e NOS (Sonaecom)

    Sousa, Ana Filipa Barnabé de
    Os Eventos e a Comunicação de uma marca, estão interligados e não faz sentido dissociá-los. Como tal, tentamos perceber com esta dissertação, o que leva uma marca, mais em concreto as telecomunicações nacionais, a escolher os Eventos como parte da sua estratégia de Comunicação, junto do seu público-alvo. Inicialmente elaboramos uma revisão bibliográfica, que nos desse a conhecer um pouco mais sobre Eventos, mais concretamente sobre os eventos musicais, os festivais, e sobre o funcionamento da Comunicação da marca. Relacionamos os dois, para tentar perceber o papel dos Eventos no seio de uma Comunicação da marca. Estavam assim adquiridos os conceitos necessários...

  19. Risco na Gestão do Público em Eventos de Acesso Livre: Gestão de Multidões

    Cunha, Ana Teresa Bôcas Montalvão
    O número de eventos realizados ao ar livre em Portugal tem vindo a aumentar de uma forma exponencial. As autarquias apostam neste tipo de atividades por diversas razões, desde a angariação de receitas, a captação de jovens, à reabilitação dos centros históricos ou à promoção da cultura da sua região. Antigamente estes eventos tinham 10 mil ou 15 mil pessoas, agora chegam aos 50 mil e mesmo 100 mil espetadores. Verifica-se porém que ao aumento significativo de participantes, não corresponde o aumento da segurança. Por outro lado, continua em Portugal a haver pouca bibliografia sobre o tema da segurança de eventos. Com este estudo, pretende-se alertar os organizadores para o...

  20. Risco na Gestão do Público em Eventos de Acesso Livre: Gestão de Multidões

    Cunha, Ana Teresa Bôcas Montalvão
    O número de eventos realizados ao ar livre em Portugal tem vindo a aumentar de uma forma exponencial. As autarquias apostam neste tipo de atividades por diversas razões, desde a angariação de receitas, a captação de jovens, à reabilitação dos centros históricos ou à promoção da cultura da sua região. Antigamente estes eventos tinham 10 mil ou 15 mil pessoas, agora chegam aos 50 mil e mesmo 100 mil espetadores. Verifica-se porém que ao aumento significativo de participantes, não corresponde o aumento da segurança. Por outro lado, continua em Portugal a haver pouca bibliografia sobre o tema da segurança de eventos. Com este estudo, pretende-se alertar os organizadores para o...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.