Recursos de colección

Repositório Comum (38.772 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 43

  1. Effective early learning

    Lemos, Ângela
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  2. Um olhar sobre as OCEPE

    Lemos, Ângela
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  3. Divulgar no quotidiano dos contextos educativos

    Lemos, Ângela
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  4. Insucesso e abandono escolar precoce

    Silva, Cristina Gomes da; Pinto, Jorge
    Numa sociedade em que a “forma escolar” se impõe em quase todas as dimensões da vida dos indivíduos, quem não estiver à altura de se apropriar dela e de bem manuseá-la acaba por viver um sentimento de exclusão que dificilmente será apagado. Aeste sentimento acresce um outro de frustração relativamente ao facto de ser claro para os estudantes e para as respetivas famílias que tal facto terá como efeito, a prazo, o desenvolvimento de situações de difícil integração social. O prolongamento da escolaridade obrigatória, bem como a obrigatoriedade de frequentar a escola foram/são medidas imprescindíveis para garantir a democratização do acesso mas a realidade impede-nos de assumir tranquilamente que por...

  5. O portefólio na área do estudo do meio no 1º ciclo do ensino básico

    Vieira, Marta; Pinto, Jorge
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  6. A aprendizagem da escrita e avaliação regulada

    Roseta, Maria Rita; Sequeira, Ana Pires; Pinto, Jorge
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  7. O portefólio e a gestão curricular na educação pré-escolar

    Bondoso, Teresa; Pinto, Jorge
    No âmbito do projecto AREA (Avaliação Reguladora no Ensino e Aprendizagem)xvii um conjunto de professores tem vindo a realizar investigação acerca da avaliação enquanto dispositivo regulador da aprendizagem. A presente comunicação ocorre no âmbito desse trabalho e diz respeito ao percurso feito numa sala de educação pré-escolar, durante três anos lectivos, onde a organização e utilização de Portfolios foi sofrendo mudanças e reajustamentos acabando por se assumir como um instrumento que simultaneamente passou a ser de avaliação e de planificação curricular. A intervenção centra-se no modo como a utilização deste instrumento, inicialmente de avaliação partilhada, se foi constituindo ele próprio como o centro da acção das crianças, num...

  8. O feedback oral

    Bastos, Mónica; Pinto, Jorge
    Este trabalho teve como principal objetivo conhecer, de forma aprofundada, as características e o papel do feedback oral fornecidos durante da exploração de tarefas matemáticas em grande grupo, no quadro em termos da aprendizagem dos alunos. Os feedback definem-se como sendo o tipo de informação dispensada aos diferentes alunos de modo a permitir-lhes confrontarem-se com as suas dificuldades, pensarem sobre elas para as conseguirem superar, diminuindo assim a distância entre aquilo que sabem e aquilo que era suposto saberem. Todavia para que isto aconteça é necessário que o professor tenha esta intencionalidade e que seja capaz de colocar ou fornecer as informações adequadas. Como vários autores...

  9. Individualização e diferenciação

    Pinto, Jorge
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  10. The formative assessment in primary education

    Santos, Leonor; Pinto, Jorge
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  11. Comentário à conferência Acerca da qualidade das investigações qualitativas

    Pinto, Jorge
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  12. Para uma prática promotora do sucesso educativo

    Pinto, Jorge
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  13. Dinâmicas de educação / formação ao longo da vida

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  14. Reinventing spaces between art and education

    Pires, Ana Luísa de Oliveira; Gomes, Elisabete Xavier; Gonçalves, Teresa N. R.
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  15. Higher education and adult motivations towards lifelong learning

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  16. Assessing, recognising and certifying non-formal and informal learning

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  17. O reconhecimento da experiência no ensino superior

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    Nesta comunicação pretendemos apresentar e discutir resultados, ainda que provisórios, do trabalho de investigação realizado no âmbito do pós-doutoramento em curso “Ensino Superior e Aprendizagem ao Longo da Vida: Reconhecimento de Adquiridos e Mudança Educativa”. Centrando-nos na problemática do reconhecimento da experiência dos adultos no ensino superior, procuramos desenvolver uma reflexão crítica sobre as tendências de organização dos processos de reconhecimento e validação da experiência dos adultos. Desenvolvemos, numa primeira etapa de trabalho empírico, um estudo exploratório baseado num questionário lançado às universidades públicas portuguesas e, posteriormente, realizámos uma análise documental cujo corpus foi constituído por documentos de carácter político-legislativo –...

  18. Aprendizagem ao longo da vida, ensino superior e novos públicos

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    info:eu-repo/semantics/publishedVersion

  19. Experiencialidade e complexidade

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    Neste artigo apresenta-se uma reflexão de natureza teórica e epistemológica, tendo como finalidade a análise do conceito de experiencialidade. Pensamos que não é possível compreender a complexidade dos processos de formação de adultos sem ter em consideração a dimensão central assumida pela experiencialidade, pelo que nos propomos contribuir para a discussão deste conceito, procurando situá-lo tanto do ponto de vista teórico como epistemológico. Os contributos da abordagem da complexidade e do pensamento complexo (Morin, 1977, 1980, 1985, 1991, 1999; Nicolescu, 2003), constituem, do ponto de vista epistemológico, as bases e os pressupostos para esta proposta. Por considerar que o conceito...

  20. Experience, experientiality and complexity

    Pires, Ana Luísa de Oliveira
    In this paper we present a systematization of ideas that have emerged from a theoretical and epistemological reflection, relating the concepts of experience (Honoré, 1992, Larossa, 2002, 2011), knowledge from experience (Larossa, 2002, 2011, Freire, 1992, 2007, Sá-Chaves, 2004) developed within the conceptual field of adult education. Our purpose is to contribute to the discussion of the notion of experientiality, that we consider central to understand experiential learning processess and thus to contribute to adult education reflection, situating it in the epistemological framework of the complexity approach of Edgar Morin, where we find the basis and the presuppositions of this proposal. In this presentation, the concepts of...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.