Recursos de colección

Repositório Comum (24.491 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 423

  1. Promoção da consciência fonológica numa criança com uma perturbação fonológica no pré-escolar

    Soares, Clara Margarida Simões
    O objetivo principal deste estudo é constatar se um programa de promoção do desenvolvimento fonológico vai melhorar a fonologia de uma criança, de 4 anos, diagnosticada com Perturbação Fonológica. A criança foi avaliada no pré e pós-teste com o Teste Fonético-Fonológico – ALPE (TFF-ALPE, Mendes, Afonso, Lousada e Andrade, 2013), que tem como principais objetivos avaliar a capacidade de articulação verbal, o tipo e percentagem de ocorrência de processos fonológicos, bem como a inconsistência na produção repetida da mesma palavra. Apresenta dados normativos para crianças com idades compreendidas entre os 3 anos e 0 meses e os 6 anos e 12 meses. Também foram recolhidas amostras de discurso verbal...

  2. O papel do assistente operacional na construção da escola inclusiva - um contributo para o esboço do seu perfil

    Neves, Dina Alexandra Saraiva das
    A valorização da diversidade, o respeito pela diferença, os combates à desigualdade e à exclusão são os pilares do paradigma educacional do século XXI, que preconiza uma “escola para todos”. Nesta perspetiva, a inclusão de crianças com Necessidades Educativas Especiais (NEE) no ensino regular assume-se como uma mudança complexa uma vez que, tendo como objetivo melhorar a vida das crianças, fez com que os estilos de vida e comportamentos dos indivíduos se alterassem. O trabalho desenvolvido procurou apresentar uma reflexão sobre as mudanças operadas na escola, incidindo na ação dos assistentes operacionais enquanto agentes educativos. Optou-se pela metodologia de Estudo de...

  3. Crianças surdas e a intervenção pelas línguas (língua portuguesa e língua gestual portuguesa)

    Ornelas, Susete de Góis
    Vamos dar a conhecer um projeto de mestrado intitulado “Crianças surdas e a intervenção pelas línguas (língua portuguesa e a língua gestual portuguesa)”. “Perceber para intervir”. O trabalho foi realizado com 11 crianças surdas, na escola básica de São Bartolomeu, em Coimbra, com o objetivo de tentar perceber quais as metodologias usadas para o ensino da leitura e da escrita com compreensão crianças surdas. Embora, a surdez não impede que o indivíduo surdo leia e escreva com compreensão, e que cabe, não só, mas principalmente à educação na escola. A sua finalidade é a de compreender e descrever essas mesmas conceções, os aspetos facilitadores e os obstáculos que...

  4. Promoçõa da comunicação através do sistema aumentativo e alternativo de comunicação SPC

    Lote, Ana Carolina Almeida
    A comunicação é fundamental para os seres humanos e o meio mais comum de comunicação é a linguagem verbal. Quando esta se encontra comprometida, devem-se arranjar soluções. No caso do autismo, os indivíduos têm dificuldades na comunicação verbal sendo por vezes necessário a ajuda de um sistema de comunicação para desenvolver a comunicação ou até servir de meio de comunicação. Este trabalho tem como objetivo a promoção da comunicação através do sistema aumentativo e alternativo de comunicação SPC. A intervenção concretizou-se numa criança de 3 anos com perturbação de espetro de autismo com diagnóstico de atraso na linguagem, integrada numa equipa de...

  5. Relatório de prática pedagógica: a formação atual do professor de educação musical do ensino básico: a questão do conceito de coadjuvação na área da música no 1º ciclo do EB

    Ferreira, Vitor Hugo Bernardino
    Com este trabalho pretendemos levar o leitor a questionar o conceito de coadjuvação, ainda em vigor na legislação que orienta a disciplina de Educação Musical no Ensino Básico. Levantamos questões pertinentes sobre a atual formação inicial de professores de Educação Musical relacionando-as com o conceito supra referido. A intenção é fazer um enquadramento legal e académico do lugar do professor de Educação Musical no sistema educativo nacional, evidenciando-se aspetos de especial relevo para a formação pedagógica, didática e científica do docente, confrontando o seu atual papel como educador musical com a definição de coadjuvação apresentada pelo legislador. Neste seguimento, a segunda parte...

  6. Experiências de conciliação entre a vida profissional e familiar no setor privado e setor público: análise comparativa

    Faria, Jéssica de Jesus
    As dificuldades de conciliação entre esferas decorrem em grande parte da persistência dos estereótipos de género na sociedade, reproduzidas pelas instituições e pelos próprios indivíduos, através de comportamentos e atitudes que obedecem à divisão dos indivíduos de acordo com a associação de caraterísticas típicas em função do género. No nosso estudo, pretendemos analisar políticas e práticas no âmbito da conciliação levadas a cabo por uma organização privada e uma organização pública, no sentido de analisar semelhanças e divergências na gestão dos múltiplos papéis entre os dois setores. Procuramos, então, entender até que ponto nos encontramos perante organizações que investem em políticas...

  7. O potencial da classificação da Universidade, Alta e Sofia, como Património Mundial da Unesco para divulgação do destino Coimbra

    Pereira, Joana Filipa Rodrigues
    A grandeza, notoriedade e potencial da Universidade de Coimbra e sua imagem, permitiu não só dar o título ao presente trabalho, como também ser o objeto central de estudo. A classificação atribuída pela UNESCO, que a coloca junto de outro património mundial da Humanidade veio reforçar a sua importância ao nível nacional bem como ao nível internacional. Com o recurso à literatura consultada, foi possível perceber como se desenvolveu todo o processo de candidatura e que, mais tarde, levou à classificação. Após a classificação também a imagem do destino turístico onde o património se insere mudou, naturalmente. É a imagem que...

  8. Conto contigo: a afetividade na aprendizagem da leitura e da escrita

    Moita, Ana Paula Mendes
    Este estudo teve como finalidade identificar e compreender as possíveis relações e interferências da afetividade presentes nas interações verbais, na aprendizagem da leitura e escrita no primeiro ano de escolaridade. A presente dissertação está estruturada em três partes. A primeira apresenta o enquadramento teórico de referência ao desenvolvimento do estudo, debatendo-se três temas essenciais: a comunicação em sala de aula, a aprendizagem da leitura e da escrita, e a relação afetividade e aprendizagem. A segunda parte apresenta a metodologia de investigação adotada, tendo-se optado por uma abordagem etnográfica na constituição, recolha e análise do corpus estudado. A terceira parte apresenta a descrição, interpretação...

  9. O termalismo como fator de desenvolvimento local nos territórios de baixa densidade – estudo de caso: o complexo termal do Cró (concelho do Sabugal)

    Proença, Filipa Joana de Faria Pires Pinto
    Na atualidade, o turismo de saúde e bem-estar é considerado um produto estratégico que surge intimamente ligado às estâncias termais. Nos últimos anos, Portugal sofreu um reposicionamento das termas, de destinos exclusivamente terapêuticos, para destinos de saúde e bem-estar (tratamentos, prevenção de doença, promoção de saúde e estilos de vida saudáveis, bem-estar e ócio), contribuindo para a diminuição da sazonalidade e para o aumento da atratividade local. No sentido de compreender de que forma a revitalização das Termas do Cró tem contribuído para o desenvolvimento local do Concelho do Sabugal, foi aplicado um inquérito por questionário aos indivíduos relacionados com o...

  10. Subsídios para a compreensão do turismo no 1º quartel do séc. XXI: potencialidades e desenvolvimento sustentável

    Gonçalves, Maria de Fátima Rodrigues
    É inquestionável a importância do sector do turismo para a economia e concomitantemente para a divulgação do país. No âmbito da Pós-Graduação em Gestão Turística e Hoteleira, decorreu uma iniciativa intitulada “Conversas à mesa”, inserida no “Ciclo de Debates em Turismo”, que emergiu sob a missão de facilitar aos participantes a possibilidade de contacto com profissionais e projetos da área do turismo, através de uma conversa dinâmica e reflexiva. Mais do que uma “conversa”, cada ciclo provou ser um desafio, pois possibilitou a implementação de dinâmicas que se traduziram numa troca efetiva de experiências, por oposição à passividade tipificada deste...

  11. Utilização dos mapas conceptuais como recurso à compreensão da leitura

    Gregório, Ana Rubina Valério
    O presente Relatório final reflete sobre o trabalho desenvolvido nas unidades Curriculares de Prática Educativa no 1º e 2º Ciclos de Ensino Básico (CEB), do Curso de Mestrado em Ensino dos 1º e 2º Ciclos do Ensino Básico, ministrado na Escola Superior de Educação de Coimbra. Neste documento, manifestam-se as dimensões descritivas, reflexivas e investigativas inerentes ao estágio . Descreve-se, aqui, o meu percurso enquanto estagiária em ambos os ciclos de escolaridade e apresenta-se um breve estudo efetuado na área de Português, relativamente ao uso dos mapas conceptuais como estratégia de ensino para a compreensão da leitura. É feita referência à sua importância no ensino, assim como, a sua contribuição...

  12. "Um desafio com outros óculos!" no 2º ciclo do ensino básico: aplicação Color ADD: relatório final

    Rocha, Catarina Alexandra Pereira
    Ao longo do presente relatório final é apresentado o percurso realizado enquanto estagiária em duas perspetivas diferentes, isto é, a primeira foi realizada numa turma de 1.º ano, do 1.º Ciclo do Ensino Básico e a segunda em quatro turmas de 2.º Ciclo do Ensino Básico (duas de 5.º ano e duas de 6.º ano). Este relatório foi elaborado no âmbito das unidades curriculares de prática educativa I e II, do mestrado em ensino dos 1.º e 2.º Ciclos do Ensino Básico, da Escola Superior de Educação de Coimbra. Este relatório final é apresentado numa estrutura com três capítulos. No Capítulo...

  13. A inclusão de criança com trissomia 21 no 1º ciclo do ensino básico: relatório final

    Silva, Andreia Raquel Ferreira Leite da
    Este relatório pretende descrever o meu percurso enquanto estagiária em dois contextos diferentes: 1.º e 2.º CEB. Foi elaborado como parte integrante da Unidade Curricular (UC) de Prática Educativa, da ESEC. Para a construção deste relatório final foram consideradas três partes. Na primeira parte é apresentada uma investigação (estudo de caso) sobre a inclusão de um aluno com T21 numa escola do 1.º CEB. Os principais resultados apontam para a necessidade de melhorar o plano de formação dos profissionais envolvidos; o interesse de incluir de forma mais participante parceiros externos no plano de desenvolvimento do aluno; a vantagem de a...

  14. As "cem" aprendizagens da criança: a estória de uma experiência em EPE e 1º CEB: relatório final

    Rodrigues, Maria de Fátima Gomes
    O relatório que a seguir se apresenta evidencia as aprendizagens realizadas ao longo da prática pedagógica desenvolvida no âmbito do Mestrado em Educação Pré- Escolar e ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Nele é exposto o meu percurso formativo em ambas as valências acima mencionadas. Numa primeira parte do trabalho destaca-se a contextualização dos ambientes educativos onde se desenvolveram as práticas de estágio profissionalizante, apresentando-se uma breve reflexão acerca das aprendizagens por eles proporcionadas. Numa segunda parte são explanadas cinco experiências-chave que considerei cruciais para o desenvolvimento da minha prática. Assim, elegidas pelo impacto que tiveram ao longo deste processo, é dada primazia à arte enquanto linguagem que diferencia...

  15. A volta ao saber em 216 dias: relatório final

    Magalhães, Ana Sofia Frias Pereira Dias de
    Com este relatório pretende-se descrever como decorreu a prática de ensino supervisionado, no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Após a descrição da contextualização de cada instituição, Jardim de Infância e Escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico, e dos respetivos itinerários formativos, referem-se as experiências-chave consideradas relevantes em cada um dos percursos referidos, que abordam temáticas fundamentais para uma prática educativa atual, como as Tecnologias da Informação e Comunicação no ensino, as diferentes etnias no mesmo contexto de ensino (comunidade cigana e não cigana), a intervenção/participação dos pais na vida escolar e...

  16. Um currículo emergente na educação: relatório final

    Rogério, Joana Filipa Lourenço
    Ultimamente, a conceção do currículo emerge dos campos de discussão e decisão política dos mais variados pontos do mundo. Para além da intencionalidade do currículo responder às necessidades e interesses que deveriam estar na coconstrução do mesmo, esta problemática tem sido refletida por inúmeros autores desde longa data, dos quais se destacou John Dewey. Mais do que dar a conhecer os contextos e as práticas de estágio desenvolvidas no âmbito do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo de Ensino Básico, o presente documento tem como intuito alargar a discussão em torno do currículo e provocar, além dos que estão diretamente envolvidos nestes processos educativos, a própria...

  17. Cultivando novas experiências. relatório final

    Dias, Márcia Ribeiro

  18. O desenvolvimento social e emocional: percecionar a criança por inteiro: relatório final

    Carvalho, Cátia Marisa Marques
    há muitos aspetos no desenvolvimento de uma criança que são de algum modo previsíveis. A criança é um ser ativo que deve crescer saudavelmente, quer ao nível físico como intelectual e cognitivo. Espera-se assim que o desenvolvimento social e emocional ocorra paralelamente a estes. A satisfação das necessidades afetivas e psicológicas condicionam o desenvolvimento social e emocional da criança. Entende-se que este seja um desenvolvimento transversal, com a possibilidade de se aprimorar ao longo da vida, procurando cumprir as exigências do quotidiano. O presente documento diz respeito às práticas pedagógicas realizadas ao longo do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino...

  19. Fortificar relações para multiplicar as aprendizagens: relatório final

    Sousa, Ana Carolina dos Santos
    A escola é um lugar de aprendizagem que, por excelência, deve ser um local onde se complementam os meios para criar relações, adquirir competências, estimular e desenvolver atitudes e valores. Por sua vez, desempenha um papel determinante no desenvolvimento da autonomia e na construção do pensamento crítico, onde são criadas oportunidades para partilhar e analisar, culminando numa efetiva troca de saberes e experiências. É nesta linha de pensamento que a escola deve ser pensada e construída: colocando a criança no centro do processo educativo. O presente relatório final carateriza-se por ser de caráter reflexivo e ergue-se a propósito das práticas educativas...

  20. A infância, as primeiras aprendizagens : relatório final

    Rocha, Marina Miguéis Santos
    O presente relatório apresenta o percurso formativo e as experiências de estágio da prática de ensino supervisionada, no âmbito do Mestrado em Educação Pré-escolar da Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Coimbra. Em termos estruturais, o presente trabalho encontra-se organizado em duas partes. A primeira corresponde à Contextualização e Itinerário Formativo da prática de ensino supervisionada em creche e educação pré-escolar. Na segunda são apresentadas as cinco Experiências-Chave, que consideramos mais relevantes neste percurso formativo,(…) Ao longo da elaboração deste documento, procurámos evidenciar o papel fundamental da prática pedagógica, no nosso processo de aprendizagem, pois este foi um processo...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.