Recursos de colección

Repositório Comum (33.660 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 14 de 14

  1. Post scriptum

    Vaamonde, Gael; Costa, Ana Luísa; Marquilhas, Rita; Pinto, Clara; Pratas, Fernanda
    El proyecto de investigación Post Scriptum: Archivo Digital de Escritura Cotidiana (P.S.) tiene por objeto la recuperación y publicación de cartas privadas escritas en España y Portugal durante la Época Moderna. Estas epístolas, en su mayoría inéditas, fueron producidas por autores muy diversos y de diferente condición social. Así, podemos encontrar hombres o mujeres, adultos o niños, amos o criados, ladrones, soldados, artesanos, curas, políticos, y otro tipo de categorías sociales. Sus misivas sobrevivieron excepcionalmente, al cruzarse sus vidas con los medios de persecución tanto de la Inquisición como de distintos tribunales civiles y eclesiásticos, instituciones que solían hacer uso...

  2. Recensão crítica de CRUZ, Hugo (coord.) (2015). Arte e comunidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian

    Pessoa, Ana Maria
    Recensão crítica do livro "Arte e comunidade" coordenado por Hugo Cruz (2015) editado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

  3. Recensão crítica de CRUZ, Hugo (coord.) (2015). Arte e comunidade. Lisboa: Fundação Calouste Gulbenkian

    Pessoa, Ana Maria
    Recensão crítica do livro "Arte e comunidade" coordenado por Hugo Cruz (2015) editado pela Fundação Calouste Gulbenkian.

  4. Luís Souta - Bichos à Solta

    Pereira, Luciano
    Ao redigir este texto, não pretendo acrescentar qualquer novidade aos estudos realizados na área da fabulística, nem da epistolografia, nem tão pouco juntar mais uma peça ao conjunto de obras de arte existentes sobre os temas retratados. Bichos à solta é um conjunto de textos que se inscrevem na longa e prestigiada tradição epistolar. Não nos iludamos com as aparências e com os jogos ligeiros e graciosos que, em certa medida, para além da expressão de uma relação autêntica e apaixonada, também não deixam de se afirmar como estratégias discursivas e poéticas de um autor que sabe conciliar a sua...

  5. Luís Souta - Bichos à Solta

    Pereira, Luciano
    Ao redigir este texto, não pretendo acrescentar qualquer novidade aos estudos realizados na área da fabulística, nem da epistolografia, nem tão pouco juntar mais uma peça ao conjunto de obras de arte existentes sobre os temas retratados. Bichos à solta é um conjunto de textos que se inscrevem na longa e prestigiada tradição epistolar. Não nos iludamos com as aparências e com os jogos ligeiros e graciosos que, em certa medida, para além da expressão de uma relação autêntica e apaixonada, também não deixam de se afirmar como estratégias discursivas e poéticas de um autor que sabe conciliar a sua...

  6. Adaptação multimédia de um texto escrito

    Rodrigues, Maria do Rosário; Pinto, Paulo Feytor
    Neste texto apresenta-se uma reflexão crítica sobre práticas pedagógicas de dois professores responsáveis pela lecionação conjunta da unidade curricular de Língua Portuguesa e Tecnologias de Informação e Comunicação, da licenciatura em Educação Básica. A reflexão assenta em resultados recolhidos através da observação participante durante aulas com duas turmas, através das reflexões individuais finais escritas pela totalidade dos estudantes das duas turmas, através de três trabalhos produzidos a pares por alguns estudantes e, por fim, através de entrevista com estes estudantes. Com o conjunto de atividades em análise, pretendia-se desenvolver a competência de escrita narrativa e de produção de um texto multimédia. Constatou-se, porém, que as novas aprendizagens mais relevantes se...

  7. Adaptação multimédia de um texto escrito

    Rodrigues, Maria do Rosário; Pinto, Paulo Feytor
    Neste texto apresenta-se uma reflexão crítica sobre práticas pedagógicas de dois professores responsáveis pela lecionação conjunta da unidade curricular de Língua Portuguesa e Tecnologias de Informação e Comunicação, da licenciatura em Educação Básica. A reflexão assenta em resultados recolhidos através da observação participante durante aulas com duas turmas, através das reflexões individuais finais escritas pela totalidade dos estudantes das duas turmas, através de três trabalhos produzidos a pares por alguns estudantes e, por fim, através de entrevista com estes estudantes. Com o conjunto de atividades em análise, pretendia-se desenvolver a competência de escrita narrativa e de produção de um texto multimédia. Constatou-se, porém, que as novas aprendizagens mais relevantes se...

  8. Educação e diversidade linguística em Portugal

    Pinto, Paulo Feytor
    Desde os últimos anos do século XX, a diversidade de línguas vivas disponíveis no currículo dos ensinos básico e secundário tem vindo paulatinamente a aumen-tar. Nas décadas anteriores, além do português, as outras línguas aprendidas antes do ensino superior eram o inglês, o francês e o alemão, todas disponíveis como primeira língua estrangeira, a partir do 5º ano. O processo de abertura à diversidade linguística encetou-se com a introdução do espanhol, como segunda língua estrangeira, no 3º ciclo do ensino básico, em 1997. Nos anos seguintes, as novas línguas introduzidas no currículo foram duas línguas originárias de Portugal, a língua gestual...

  9. Educação e diversidade linguística em Portugal

    Pinto, Paulo Feytor
    Desde os últimos anos do século XX, a diversidade de línguas vivas disponíveis no currículo dos ensinos básico e secundário tem vindo paulatinamente a aumen-tar. Nas décadas anteriores, além do português, as outras línguas aprendidas antes do ensino superior eram o inglês, o francês e o alemão, todas disponíveis como primeira língua estrangeira, a partir do 5º ano. O processo de abertura à diversidade linguística encetou-se com a introdução do espanhol, como segunda língua estrangeira, no 3º ciclo do ensino básico, em 1997. Nos anos seguintes, as novas línguas introduzidas no currículo foram duas línguas originárias de Portugal, a língua gestual...

  10. Um contributo para "desocultar" o percurso da educação multi/intercultural na formação inicial de professores

    Sequeira, Ana Pires; Souta, Luís
    Perceber como a Educação Multi/Intercultural “surgiu” na vida do entrevistado e como este percecionou a importância da sua inclusão na formação inicial de professores foi o “mote” para uma entrevista a Luís Souta, docente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, e, um dos responsáveis, nesta instituição, por a temática ser objeto de estudo. O entrevistado acedeu a connosco partilhar um pouco da sua “história” pessoal e profissional que se prende com a criação das escolas superiores de educação e com a emergência da Educação Multi/Intercultural na formação inicial de professores.

  11. Um contributo para "desocultar" o percurso da educação multi/intercultural na formação inicial de professores

    Sequeira, Ana Pires; Souta, Luís
    Perceber como a Educação Multi/Intercultural “surgiu” na vida do entrevistado e como este percecionou a importância da sua inclusão na formação inicial de professores foi o “mote” para uma entrevista a Luís Souta, docente na Escola Superior de Educação do Instituto Politécnico de Setúbal, e, um dos responsáveis, nesta instituição, por a temática ser objeto de estudo. O entrevistado acedeu a connosco partilhar um pouco da sua “história” pessoal e profissional que se prende com a criação das escolas superiores de educação e com a emergência da Educação Multi/Intercultural na formação inicial de professores.

  12. Da idealização da prática à construção de balizas para o agir contextualizado

    Pinto, Jorge; Sequeira, Ana Pires
    Na formação inicial dos futuros professores do 1º ciclo do Ensino Básico o estágio aufere uma centralidade no projeto formativo. Contudo, o estágio é um local de encontro entre duas culturas institucionais, mais ou menos divergentes. Este estudo procura perceber como é que os estudantes vivem e lidam, em termos da sua aprendizagem, com esta complexidade. É um estudo de natureza qualitativa que envolveu 22 estudantes. Os dados revelaram que apesar dos sentimentos de ambiguidade se reconhece a ocorrência de aprendizagens importantes, a importância do supervisor da instituição de formação, e a necessidade de valorização do professor cooperante

  13. Da idealização da prática à construção de balizas para o agir contextualizado

    Pinto, Jorge; Sequeira, Ana Pires
    Na formação inicial dos futuros professores do 1º ciclo do Ensino Básico o estágio aufere uma centralidade no projeto formativo. Contudo, o estágio é um local de encontro entre duas culturas institucionais, mais ou menos divergentes. Este estudo procura perceber como é que os estudantes vivem e lidam, em termos da sua aprendizagem, com esta complexidade. É um estudo de natureza qualitativa que envolveu 22 estudantes. Os dados revelaram que apesar dos sentimentos de ambiguidade se reconhece a ocorrência de aprendizagens importantes, a importância do supervisor da instituição de formação, e a necessidade de valorização do professor cooperante

  14. Recensão crítica do livro Ensino do Português como Língua Não Materna: estratégias, materiais e formação

    Sequeira, Ana Pires

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.