Recursos de colección

Repositório Comum (25.504 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 43

  1. A "casinha das bonecas" e a matemática

    Marchão, Amélia; Garcia, Ana Maria
    Falar de Matemática no jardim de infância é falar de toda uma ligação profunda que existe e que se cria entre o espaço, materiais utilizados, criatividade da criança e do educador, que parece difícil segmentar e compartimentar numa abordagem com momentos e espaços específicos.

  2. O lugar dos livros no jardim de infância

    Marchão, Amélia
    O livro é um DIREITO da criança. Qual é o lugar do livro nos modelos curriculares para a Educação de infância? Vamos considerar os modelos curriculares para a infância, destacando dois deles e, no âmbito da sua apresentação, ainda que sistematizada e em símile, realçar aspetos da organização do espaço e da gestão das atividades e do papel do profi ssional, considerando o lugar do livro na aprendizagem e desenvolvimento da criança à luz dos quadros curriculares destacados.

  3. A Democracia e o Ensino Superior Politécnico Português. O caso do Instituto Politécnico de Portalegre (década de 80 do séc. XX)

    Marchão, Amélia; Henriques, Hélder; Mourato, Joaquim
    No presente artigo pretende-se demonstrar a importância da criação e funcionamento das Instituições de Ensino Superior Politécnico como via de acesso à democratização no acesso e no sucesso ao sistema de ensino superior português nas décadas de 70 e de 80 do século XX. Tomando como exemplo o Instituto Politécnico de Portalegre, em particular a sua Escola Superior de Educação, e tendo como método uma análise documental articulada com a análise de conteúdo de entrevistas a estudantes da década de 80 que nos serviram de amostra, objetivamos demonstrar a importância desta Instituição de Ensino Superior na democratização no acesso e sucesso de um grande número...

  4. Avaliação das práticas educativas nas primeiras idades: uma construção partilhada do saber

    Marchão, Amélia
    Apresenta-se neste texto uma reflexão sobre processos de investigação que têm como objetivo a produção do conhecimento e a avaliação das práticas educativas (pedagógicas) desenvolvidas pelos/as educadores/as de infância e pelos/as professores/as do 1.º ciclo do ensino básico. Partindo do primado das relações entre a teoria e a prática e de que os/as profissionais, no seu contexto de intervenção, são produtores/as de conhecimento prático e que é aí que radicam os contornos e a essência da verdade da ação educativa instituída na relação entre ensinar e aprender, os alicerces teóricos da investigação que serve de mote a este artigo recaem no estudo do currículo e da sua gestão...

  5. FUNDAMENTOS E PRÁTICAS DA AVALIAÇÃO NA EDUCAÇÃO INFANTIL

    Marchão, Amélia
    O livro ‘Fundamentos e Práticas da Avaliação na Educação Infantil’ organizado por Célia Maria Guimarães, Maria João Cardona e Daniele Ramos de Oliveira, editado em 2014 pela Editora Mediação, reúne um conjunto de contributos de extrema qualidade e pertinência sobre a educação infantil (EI) e, em particular, sobre uma das questões que mais preocupa profissionais, investigadores e formadores de educadores/professores. Neste particular, a obra apresenta e discute, sob a voz de um conjunto alargado de autores/autoras, a necessidade de promover a avaliação no [e do] contexto da educação de infância (EI) e salienta as dificuldades e ambiguidades que tal processo avaliativo encerra.

  6. Aprendendo o Cuidado ao Idoso: Dinâmicas das Redes de Cooperação para a Formação em Enfermagem

    Arco, Helena; Pedro, Adriano
    O envelhecimento populacional é uma realidade crescente, bem como a necessidade de cuidados. Também a formação em enfermagem não poderá ser alheia a este facto, pelo que procurando responder às solicitações da sociedade os estudantes, cada vez mais, têm no seu currículo unidades curriculares onde aprendem a cuidar o idoso. Objetivo: Sendo a formação efetuada numa estreita articulação entre a escola e as organizações de saúde, torna-se necessário analisar a estrutura da rede social estabelecida e as dinâmicas de cooperação que sustentaram as relações entre os atores no âmbito da formação dos estudantes de enfermagem em contexto de cuidados continuados...

  7. Gestão do currículo no jardim de infância e na escola do 1.º ciclo: estilos de empenhamento das educadoras e das professoras que ajudam as crianças a construir o pensamento crítico

    Marchão, Amélia
    Apresentam-se neste artigo os resultados de um estudo que se desenvolveu no distrito de Portalegre, Portugal. O estudo incluiu seis estudos de caso – três salas de educação pré-escolar e três salas do 1.º ciclo do ensino básico – e foi o seu objetivo principal desocultar as práticas pedagógicas das educadoras de infância e das professoras do 1.º ciclo. Assim, através de um quadro essencialmente narrativo, interpretativo e reflexivo, a autora identificou e discutiu processos de construção e gestão curricular e os estilos de empenhamento das educadoras e das professoras na promoção de oportunidades para a construção do pensamento crítico das...

  8. A avaliação da aprendizagem na educação pré-escolar. O portefólio da criança

    Marchão, Amélia; Fitas, Ana Cristina Presumido
    Este estudo leva-nos a reconhecer a importância da avaliação no contexto da educação pré-escolar e a encará-la num sentido contextual e sistémico. Quando se considera a criança como um ‘ser competente’ torna-se necessário aceitar a sua participação e capacidade de decidir, nomeadamente quando se trata de avaliar o seu percurso e as suas aprendizagens. Nesse sentido, o/ educador/a de infância deve promover práticas alternativas de avaliação das aprendizagens das crianças, surgindo o portefólio como um instrumento que promove a comunicação, a curiosidade, a partilha e a utilização do pensamento para atribuir significados. O portefólio apresenta-se como um instrumento de avaliação...

  9. How is social competence related to aggression and/or victimization in school?

    Martins, Maria José D.; Castro, Florencio Vicente

  10. Promoção de competências sócio-emocionais em crianças do ensino básico

    Cacheiro, Cristina Maria; Martins, Maria José D.

  11. Violência interpessoal e maus-tratos entre pares, em contexto escolar

    Martins, Maria José D.
    Neste artigo efectua-se uma revisão de literatura e uma reflexão teórica sobre o problema da violência interpessoal e, em particular, sobre a questão dos maus-tratos entre pares, em contexto escolar. Sistematizam-se e discutem-se alguns dos principais conceitos, dados empíricos e abordagens teóricas sobre o fenómeno e finaliza-se com um conjunto de sugestões relativamente às estratégias que têm sido utilizadas ou podem vir a ser utilizados pelas escolas e pelos profissionais que nela trabalham, com vista à prevenção e/ou intervenção eficazes perante a ocorrência deste tipo de fenómeno.

  12. Concepções sobre qualidade de ensino em estabelecimentos de ensino superior público em Portugal

    Martins, Maria José D.; Oliveira, Teresa; Barros, João Paulo; Espírito Santo, José; Trindade, Vítor; Bonito, Jorge
    Este estudo tem como objectivos conhecer e comparar as concepções sobre a qualidade de ensino de docentes e estudantes de três estabelecimentos públicos de ensino superior da região do Alentejo (Portugal) e, no caso dos docentes, conhecer também o que eles sugerem para melhorar a qualidade de ensino nos cursos e nas instituições em que leccionam. Trata-se de um estudo qualitativo, que inclui uma análise de conteúdo de três questões abertas relativas ao modo como 427 estudantes e 103 docentes definem qualidade de ensino e como os docentes sugerem que seja melhorada no curso e na instituição. A análise de conteúdo baseia-se nos modelos teóricos disponíveis, nas actividades previstas para...

  13. A educação para a cidadania no século XXI

    Martins, Maria José D.; Mogarro, Maria João
    A educação para a cidadania tem sido uma preocupação dos pedagogos, das sociedades e dos sistemas educativos através dos tempos, embora a designação assumida nem sempre tenha sido esta (expressões como educação cívica; formação pessoal e social foram utilizadas para designar uma área próxima da educação para a cidadania, em Portugal). Este artigo enfatiza a pertinência e a necessidade de reflectir e promover a educação para a cidadania na actualidade, em vários contextos, particularmente na escola, e de várias formas (disciplinar, transdisciplinar e interdisciplinar). Destaca-se e debate-se ainda um conjunto de oito temáticas, que deverão estar associadas à promoção da cidadania, bem como uma metodologia de natureza construtivista que inclua...

  14. Agressão, vitimação e emoções na adolescência, em contexto escolar e de lazer

    Martins, Maria José D.
    Este estudo teve como objectivos: comparar as experiências de agressão e/ou de vitimação que ocorrem na escola com aquelas que ocorrem no contexto de tempos livres e actividades de lazer, fora do contexto escolar, em duas regiões de Portugal; comparar as frequências dessas experiências no ano de 00/01 com as do ano 07/08 numa mesma escola; compreender o papel que as emoções desempenham associadas às condições de vítima e de agressor. Utilizámos um questionário de comportamentos referidos pelo próprio (auto-relato) para avaliar a agressão e a vitimação e um questionário de competência emocional para avaliar as emoções, em particular: a competência: para perceber e compreender emoções nos outros,...

  15. Desenvolvimento local: o binómio turismo/áreas ruarais nas estratégias de desenvolvimento local

    Reis, Paula
    O presente artigo centra-se em fornecer um momento de reflexão, em torno, do declínio das áreas rurais de baixa densidade que, resulta da perda da capacidade estratégica em termos de competitividade e de políticas de desenvolvimento local. O turismo surge como um instrumento ao relançar a dinâmica destes espaços rurais, através da criação de políticas de desenvolvimento que promovem os recursos locais e a diversificação das actividades rurais, capazes de inverter esta tendência negativa. Contudo, apesar da interligação e sinergia que existe entre a problemática do Desenvolvimento Local e o Turismo, é fundamental que o crescimento do sector turístico seja...

  16. Análise dos artigos de revisão bibliográfica no tema de logística inversa

    Varadinov, Maria José
    A logística inversa é uma linha de investigação que tem recebido atenção especial por parte do mundo académico no estudo da cadeia de abastecimento. Desta forma, nos últimos anos publicaram-se diferentes trabalhos de recompilação bibliográfica sobre esta matéria, de diferentes perspectivas, nos quais se revê a evolução do conceito de logística inversa e se apontam os desafios mais importantes que se enfrentam. Este trabalho pretende realizar uma revisão das características principais das ditas recompilações bibliográficas, realçando os seus pontos em comum, as suas principais diferenças e identificando linhas de trabalho que devem ser abordadas para consolidar esta linha de investigação...

  17. Desenvolvimento profissional dos educadores e dos professores - É possível conciliar a supervisão e a avaliação de desempenho?

    Marchão, Amélia
    Este artigo explora algumas questões da profissionalidade docente e discute os contributos da supervisão no âmbito da avaliação de desempenho dos docentes. Equacionam-se conceções e práticas de supervisão e de avaliação de desempenho, partindo de uma questão inicial: É possível conciliar a supervisão e a avaliação de desempenho?

  18. Sobre o "património rural": contributos para a clarificação de um conceito

    Alves, João Emílio
    É objectivo central deste texto discutir, num plano essencialmente teórico, o conceito de «património rural». Para tal, parte-se de uma abordagem genérica sobre o património num sentido mais amplo, para depois, gradualmente, identificar e analisar as dimensões e indicadores, com tradução empírica, subjacentes àquele conceito. Termina-se esta reflexão tentando perceber e discutir o lugar que o património rural – de acordo com a amplitude conceptual que tentamos aqui demonstrar – ocupa no âmbito de processos de desenvolvimento local, em particular naqueles que tendem a operacionaliza-lo enquanto recurso turístico, favorável às economias rurais

  19. Aparência física e amizade íntima na adolescência: estudo num contexto pré-universitário

    Cordeiro, Raul
    Alguns dos aspectos mais importantes, e que hoje ganham maior realce nos estudos sobre a adolescência, são o desenvolvimento da capacidade para o estabelecimento de relações de intimidade e a percepção sobre o auto-conceito. Este estudo procura dar um contributo para a reflexão e compreensão destes aspectos, tão importantes para o desenvolvimento, na adolescência.

  20. Ensaio de um modelo preventivo de educação para a saúde na área da depressão e ansiedade em adolescentes e jovens adultos

    Cordeiro, Raul
    A população jovem é especialmente vulnerável a fenómenos como a exclusão social, em especial, na fase de transição da vida escolar para a vida laboral, com todas as implicações que daí podem advir para a capacidade de desenvolver um sentido de futuro. Em comparação com a população adulta, os jovens são um grupo de risco de doença mental pela vulnerabilidade a que estão sujeitos na sociedade actual, tais como preocupações de natureza financeira, emprego, oportunidades de formação ou desorganização familiar. Note-se que o modelo de família tem sofrido rápidas transformações revelando novas representações sociais e um campo fértil para as perturbações...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.