Mostrando recursos 1 - 13 de 13

  1. Análise dos perfis de consumo de cannabis pelos adolescentes de Ponta Delgada

    Sousa, Áurea; Pereira, Hélder Rocha; Raposo, Sara; Silva, Osvaldo; Bacelar-Nicolau, Helena
    A cannabis é a droga ilícita mais produzida e consumida na Europa e, embora seja uma “droga leve”, é reconhecido o seu impacto nas alterações de memória, nas sensações e nos comportamentos. Apresentam-se as principais conclusões obtidas, com base num questionário e em métodos de Análise de Dados (do univariado ao multivariado), com o objetivo de estimar a prevalência e determinar os perfis de consumo de cannabis por parte dos estudantes do Ensino Secundário do concelho de Ponta Delgada (Açores).

  2. A resolução de problemas no 2.º ano de escolaridade : uma sequência de aprendizagem do modelo de barras

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Lima, Ana Maria; Santos, Carlos Pereira; Vaz, Conceição Lima
    Neste artigo, apresenta-se uma proposta para uma primeira sequência de trabalho com o modelo de barras, no contexto da resolução de problemas no 2.º ano de escolaridade. Esta sequência de aprendizagem foi implementada pela Equipa de Coordenação do Guia de Apoio à Ação do Docente de Matemática numa turma do 2.º ano de escolaridade pertencente à EBI da Praia da Vitória, Ilha Terceira - Açores. O trabalho desenvolvido ao longo do ano letivo de 2016/17 inseriu-se no âmbito da oficina Matemática Passo a Passo: Estratégias de Superação de Dificuldades para o 1.º Ciclo do Ensino Básico, da Universidade dos Açores,...

  3. Matemática & arte : a expressão plástica na descoberta de padrões matemáticos

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Fialho, Adolfo Fernando da Fonte; Medeiros, Carla; Jarimba, Ivo
    A Matemática é a ciência dos padrões. Atualmente, esta é a definição mais consensual para esta área do saber. Destaca-se uma consequência prática desta definição no contexto do ensino-aprendizagem da Matemática: as explorações matemáticas devem ser encaradas, cada vez mais, como uma oportunidade para os alunos serem capazes de explicar e justificar as regularidades encontradas, bem como os conceitos e procedimentos empregues, contrariando a ideia de que a Matemática é uma disciplina árida, regida exclusivamente por automatismos e pela aplicação cega de algoritmos. Neste artigo, apresenta-se uma reflexão sobre quatro explorações matemáticas realizadas por uma turma do 3.º ano de escolaridade,...

  4. O lúdico na superação de dificuldades : a matemática e a expressão plástica em conexão na educação pré-escolar

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Fialho, Adolfo Fernando da Fonte; Moura, Sandra Couto
    Neste artigo, apresentam-se algumas sugestões de jogos/atividades lúdicas a implementar na superação de dificuldades relativas ao despertar do sentido de número na Educação Pré-Escolar. Os jogos e atividades lúdicas em causa foram desenvolvidos em contexto de estágio, neste nível de ensino, explorando um cenário de múltiplas conexões entre a Expressão Plástica e a Matemática e considerando uma das principais teorias edificadoras do Método de Singapura: a abordagem concreto-pictórico-abstrato. O presente texto foi adaptado de um dos capítulos do Relatório de Estágio do Mestrado em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, da Universidade dos Açores, intitulado "O jogo...

  5. Um sistema de apoio à decisão para a gestão autárquica

    Rego, Hugo; Mendes, Armando B.; Guerra, Hélia
    Neste trabalho, descreve-se um Sistema de Apoio à Decisão para fornecer indicadores de suporte a decisões de gestão numa organização de poder local, a autarquia de Lagoa - S. Miguel, Açores. É contemplada a modelação, recorrendo à notação UML, a criação de base de dados relacional MySQL, algoritmos de recolha de dados implementados em PHP e modelos de previsão na linguagem R. O sistema disponibiliza aos utilizadores previsões efetuadas por diferentes modelos, para os vários indicadores, aconselhando aqueles com erros mais próximos de zero. Usam-se funções R para alisamento exponencial, decomposição clássica com tendência linear e modelos ARIMA. Da aplicação...

  6. Jogos matemáticos na educação pré-escolar : uma categorização e os princípios matemáticos do Raaapidoo e do Dobble

    Carvalho, Alda; Santos, Carlos Pereira; Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    Neste artigo apresenta-se uma categorização para jogos matemáticos suscetíveis de serem utilizados na educação pré-escolar. Além disso, analisam-se exaustivamente dois jogos de observação e inspeção visual - o Raaapidoo e o Dobble. Estes jogos são baseados em interessantes conceitos matemáticos.

  7. Materiais estruturados para a educação matemática pré-escolar

    Carvalho, Alda; Santos, Carlos Pereira; Silva, Jorge Nuno; Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    Neste artigo, apresentam-se alguns métodos de utilização de materiais estruturados na educação matemática pré-escolar. A análise apresentada incide sobre os dons de Fröebel, as barras cuisenaire, o tangram e os blocos lógicos. Estes materiais, podendo também ser utilizados noutros níveis de ensino, revelam-se muito adequados para a faixa etária dos 3-5 anos.

  8. Os Reitores do Liceu de Ponta Delgada, de 1852 a 1974, e as suas ligações com a Matemática

    Melo, Helena Sousa; Martins, Maria do Carmo
    […]. Ao fazer-se a pesquisa da lecionação das disciplinas ligadas à área de Matemática no programa liceal da Região, e em particular no Liceu Nacional de Ponta Delgada, observou-se que, de uma maneira, ou de outra, alguns dos Reitores tinham um vínculo com a Matemática, ou por formação, ou por lecionação. Parte dessas ligações, entre os Reitores e a Matemática, foram encontradas nos arquivos, nomeadamente, nos livros de termos de posse, nos registos biográficos, nas atas do Conselho do Liceu, designado nos dias de hoje por Escola Secundária Antero de Quental, […].

  9. A frequência e o aproveitamento nas disciplinas da área de matemática no Liceu Central de Ponta Delgada : São Miguel : Açores, entre os anos de 1873 e 1890

    Melo, Helena Sousa; Martins, Maria do Carmo
    Prosseguindo a investigação sobre o Liceu Central de Ponta Delgada, apresentamos algumas informações relevantes sobre a frequência e o desempenho dos seus alunos nas disciplinas da matemática relativas ao período compreendido entre os anos de 1873 e 1890. Através da documentação consultada no arquivo do Liceu, pudemos também constatar o plano de estudos do curso do Liceu em cada ano letivo. […].

  10. O papel de Eugénio do Canto e de Eugénio Pacheco no Liceu de Ponta Delgada, ilha de São Miguel, Arquipélago dos Açores

    Martins, Maria do Carmo; Melo, Helena Sousa
    Neste artigo apresentamos, de forma sucinta, duas personalidades da sociedade Micaelenese: Eugénio do Canto (1836-1915) e do seu sobrinho Eugénio Vaz Pacheco do Canto e Castro (1863-1911), mais conhecido simplesmente por Eugénio Pacheco, ambos licenciados pela Universidade de Coimbra, como professores e reitores do Liceu de Ponta Delgada, um local de formação e preparação por excelência das individualidades que decidiam e delineavam o progresso de S. Miguel e, consequentemente, do Arquipélago dos Açores. Para além dos seus cargos, Eugénio Canto e Eugénio Pacheco fizeram parte do Conselho de Escolo, tendo por vezes secretariado as suas reuniões. Membros de uma família ligada...

  11. Do Univariado ao Multivariado : A Escala de Elementos Tangíveis, suas Relações com Outras Escalas e Mais Além

    Bacelar-Nicolau, Helena; Sousa, Áurea; Bacelar-Nicolau, Leonor; Marques, M. Silvério
    Análise da qualidade e da satisfação dos doentes com apoio domiciliário, no âmbito do Projecto de Humanização dos Cuidados Paliativos em Contexto Domiciliário (Projecto SDH.MD/P.I.01.13; subsidiado pela Fundação Calouste Gulbenkian). Utilizou-se o Questionário SERVQUAL Modificado. O Questionário SERVQUAL Modificado é constituído por três blocos: Bloco 1 - Escala de Percepções, Bloco 2 - Escala de Preferências e por um conjunto de questões relativas a Dados do Doente e a Dados do Cuidador- Bloco 3. Referir-nos-emos nesta Parte 5.3 essencialmente à análise e a resultados respeitantes ao Bloco 1 da Escala de Percepções e respectivos itens, bem como suas relações com alguns itens...

  12. Matemática na educação Pré-Escolar : esquemas todo-partes

    Santos, Carlos Pereira; Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    O Singapore Math, método utilizado para o ensino da Matemática em Singapura é, segundo as mais prestigiadas avaliações internacionais, um exemplo bem-sucedido da abordagem «concreto-pictórico-abstrato». Um dos inúmeros procedimentos didáticos são os number bonds (esquemas todo-partes), utilizados no ensino de factos fundamentais relativos à primeira dezena: decomposições, adições e subtrações. Neste artigo, analisaremos o que são, quais as vantagens e a forma de utilização destes esquemas desde a educação pré-escolar.

  13. Cálculo mental na aula de matemática: explorações no 1.º ciclo do Ensino Básico

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha; Cascalho, José Manuel; Ferreira, Rui Filipe Meireles
    Neste artigo, destacamos o papel do cálculo mental na aprendizagem da Matemática, apresentando tarefas desenvolvidas nas aulas de Matemática do 1.º Ciclo do Ensino Básico, numa turma do 3.º ano, que procuraram estimular o cálculo mental através da resposta a desafios no contexto de vários jogos propostos. As tarefas apresentadas assumem, como princípio orientador da prática docente da disciplina, o incentivo à resolução de problemas e à explicitação dos processos de raciocínio, encarando o aluno como um sujeito ativo, implicado na sua aprendizagem, a quem terá de ser dada a possibilidade de explicar e justificar as suas ideias e raciocínios...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.