Mostrando recursos 1 - 20 de 61

  1. A codificação binária da informação: códigos alfanuméricos

    Nunes, Jerónimo
    [...] Um das primeiras propostas para a codificação de carateres alfabéticos deve-se a Samuel Morse, efetuada com o objetivo de transmitir mensagens através da rede de telégrafo, por ele inventado. O código a que Morse deu o nome traduzia as 26 letras do alfabeto latino e os algarismos árabes em sequências de impulsos elétricos de curta e longa duração, anotados em papel, respetivamente, como ponto "." (dot) e traço "-" (dash). [...]

  2. Cibersegurança : a proteção da identidade online

    Nunes, Jerónimo
    [...] À semelhança do mundo real, também no mundo das redes e dos sistemas informáticos, o ciberespaço, é necessária uma identidade para que as pessoas sejam reconhecidas e distinguidas umas das outras pelos sistemas e sítios web. A "ciberidentidade", identidade virtual ou identidade online é indispensável para as pessoas acederem aos serviços públicos ou privados que são disponibilizados por sistemas informáticos através da Internet e das redes de comunicação móveis. [...]

  3. A codificação binária da informação: formatos para os números fracionários

    Nunes, Jerónimo
    [...] Os números fracionários, ou seja, os que possuem uma parte inteira e uma parte inferior à unidade, são escritos seguindo as mesmas regras usadas para os números inteiros, definidas no sistema de numeração: recorre-se ao mesmo conjunto de algarismos e à mesma uma notação posicional. Os pesos associados a cada algarismo da parte fracionária são potências da base do sistema de numeração, mas com expoente negativo, isto é, frações inversas de potências da base. [...]

  4. A codificação binária da informação: códigos numéricos bipolares

    Nunes, Jerónimo
    Os computadores são constituídos por circuitos digitais que armazenam e processam informação binária, escrita ou representada usando dois símbolos, os bits, "0" e "1", resultando em sequências de comprimento variável, de acordo com o volume da informação a representar. A informação com que lidamos no dia-a-dia não se encontra escrita em linguagem binária: para escrevemos os números usamos o sistema de numeração decimal e para as palavras usamos os caracteres alfabéticos, os sinais de pontuação e outros símbolos. Para traduzir a informação não binária para informação binária é necessário fazer corresponder aos números decimais e aos caracteres da linguagem escrita...

  5. Os limites físicos da computação, a computabilidade e a complexidade

    Nunes, Jerónimo
    [...] Na tentativa de quantificar os limites que a ciência define para o desempenho dos computadores em termos de rapidez de processamento e de capacidade de armazenamento, Seth Lloyd, professor do MIT, num artigo publicado na revista Nature em 2000, calculou o valor máximo que aqueles parâmetros poderão atingir com base no conhecimento científico presente. Para definir o puder computacional deste computador - o "derradeiro laptop" (ultimate laptop) - Lloyd recorreu a conceitos da termodinâmica, da relatividade e da mecânica quântica e a expressões envolvendo constantes físicas como a velocidade da luz, a constante de Planck e a constante de...

  6. Computadores quânticos, informação e computação quânticas

    Nunes, Jerónimo
    [...] Em 1981, o físico teórico Richard Feynman, galardoado com o prémio Nobel de 1965 pelo seu trabalho sobre eletrodinâmica quântica, lançou aos cientistas da computação o desafio da construção de uma nova geração de computadores para fins genéricos, baseados na física quântica. Charles Bennett, um dos fundadores da teoria da informação quântica, foi um dos cientistas que aceitou o repto de Feynman e se tem dedicado ao desenvolvimento da computação quântica na IBM.[...]

  7. Os desafios da Informática e as exigências da formação dos seus profissionais

    Nunes, Jerónimo
    [...] É grande a responsabilidade que recai sobre os profissionais da Informática mas também sobre os dirigentes das empresas e das instituições e sobre os decisores políticos na criação das condições para que as expetativas suscitadas possam ser concretizadas. Será necessária uma formação que consiga dotar os profissionais das competências adequadas para vencer os desafios da profissão, permita uma fácil integração no mercado de trabalho e satisfaça as necessidades das empresas e instituições. [...]

  8. Da Internet para as Pessoas à Internet das Coisas

    Nunes, Jerónimo
    [...] É grande a diversidade de dispositivos "inteligentes" quanto às dimensões físicas e funcionalidades próprias: desde os televisores e outros eletrodomésticos, como fornos e robots de cozinha, até aos veículos. São estes equipamentos que comunicando entre si e com os computadores conectados à Internet a transformaram na Internet das Coisas, conceito formulado pelo britânico Kevin Ashton em 1999, para caraterizar uma rede global de objetos conectados através de um sistema de identificação por radiofrequência. [...]

  9. Tendências das tecnologias de informação e comunicação: a computação móvel

    Nunes, Jerónimo
    [...] Para este modelo de computação, como para a computação em nuvem, contribuiu em muito o avanço registado nas comunicações, neste caso sem o recurso a fios (ou cabos) como meio de transmissão, mas através de ondas eletromagnéticas que se propagam no meio atmosférico. Os dispositivos que não comunicam através de fios, nem deles necessitam para fornecimento de energia, facilitam a mobilidade física dos seus utilizadores ao garantir que não ocorrem interrupções nas comunicações e uma autonomia energética de algumas horas. Se a estes dispositivos forem adicionadas capacidades de processamento e de armazenamento de informação, obtemos os equipamentos adequados para...

  10. Tendências das tecnologias de informação e comunicação: a computação em nuvem

    Nunes, Jerónimo
    [...] Por computação em nuvem entende-se a utilização de recursos computacionais de armazenamento e de processamento de informação que se encontram disponíveis na Internet e não de sistemas computacionais que se encontrem nas instalações das instituições e empresas ou nas nossas residências. Deixarão de ser necessários investimentos em equipamentos com as capacidades de armazenamento e de processamento adequados às necessidades das instituições e empresas e desaparecerão os custos de operação e de manutenção. [...]

  11. A linguagem informática: origem de alguns dos termos mais usados

    Nunes, Jerónimo
    [...] O conhecimento da origem das palavras e da sua evolução ajudará a melhor compreender o conceito ou a realidade a que se referem. Muitos dos termos usados nas tecnologias da informação e comunicação são estrangeirismos adaptados da língua inglesa, por ser difícil encontrar uma tradução adequada, enquanto outros são neologismos na própria língua de origem, resultantes da composição de palavras usadas na linguagem corrente. [...]

  12. A estrutura, a organização e o funcionamento da Internet : uma introdução

    Nunes, Jerónimo
    [...] A rede informática global, a Internet, provocou grandes alterações no modo como as pessoas socializam, exercem a sua atividade profissional, aprendem e se mantêm informadas, que originaram uma sociedade em rede, assim caraterizada por Manuel Castells. A sociedade em rede vai além da sociedade da informação e do conhecimento, em que o foco era colocado na interação com bases de dados e repositórios de informação, dando preferência à comunicação interpessoal e o estabelecimento de relações sociais que vieram alterar a estrutura e a organização social vigentes. [...]

  13. Os sistemas informáticos de apoio ao trabalho em grupo

    Nunes, Jerónimo
    É reconhecida a importância das comunicações que se estabelecem entre os elementos de um grupo de trabalho - elas são essenciais para o bom desempenho das tarefas atribuídas ao grupo. Naturalmente, a generalização dos sistemas informáticos de suporte às comunicações interpessoais conduziram ao aparecimento de sistemas de apoio ao trabalho em grupo desenvolvidos em torno do conceito de trabalho colaborativo com suporte por computador (computer-supported collaborative work). [...]

  14. As comunicações interpessoais e as redes informáticas : os newsgroups da Usenet

    Nunes, Jerónimo
    [...] Com a expansão da Internet e o surgimento da World Wide Web, em meados da década de 90, a utilização dos BBS entrou em declínio acentuado, tendo presentemente uma expressão residual. As conferências dos BBS foram pioneiras ao proporcionarem aos utilizadores de computadores espaços online de discussão e inspiraram o aparecimento dos "newsgroups" da Usenet e, mais tarde, dos fóruns Web. [...]

  15. O Departamento de Matemática na Universidade e na Região dos Açores

    Nunes, Jerónimo
    [...] No início deste milénio, com o preenchimento dos quadros de professores de Matemática na Região Autónoma dos Açores foi cumprido o objetivo inicial do Departamento de Matemática, cujos esforços se concentraram por mais alguns anos na formação de professores para a docência no ensino básico e secundário, agora na área de Informática, com o início de funcionamento, no ano letivo 2000-2001, da licenciatura Informática (Ensino de). [...]

  16. As redes de comunicação de dados : das redes de telégrafo às atuais redes informáticas

    Nunes, Jerónimo
    Nas tecnologias da informação e comunicação assumem importância vital as redes de comunicação de dados que viabilizam, por meios eletromagnéticos, a rápida transmissão entre computadores, por vezes separados por longas distâncias, de grandes quantidades de carateres alfabéticos ou numéricos, ou outros símbolos, genericamente designados dados. A transmissão de dados por meios eletromagnéticos não implica o transporte ou deslocação de objetos como acontece nas redes de comunicação que usam outros meios físicos de suporte de dados, por exemplo, como as redes tradicionais de distribuição de correio postal. [...]

  17. Os sistemas informáticos das instituições : a segurança da informação e a privacidade dos cidadãos

    Nunes, Jerónimo
    [...] A centralização das informações dos cidadãos, referentes ao seu relacionamento com a administração pública ou com instituições financeiras, em sistemas informáticos de grande dimensão e elevada complexidade, acessíveis a partir de qualquer localização geográfica, apresenta benefícios, custos e riscos. As instituições públicas ou privadas podem fornecer serviços com mais qualidade e maior celeridade e dispor de mais e melhor informação para decidirem e agirem correta e atempadamente. Os sistemas informáticos têm elevados custos de construção, manutenção e operação, exigem recursos tecnológicos e materiais avultados e pessoal técnico qualificado. Existem riscos associados à perda acidental de informação, ao acesso indevido...

  18. A importância da programação informática : benefícios da aprendizagem e mais-valias competitivas

    Nunes, Jerónimo
    [...] São diversas as origens das falhas que conduzem à indisponibilidade dos programas informáticos: o deficiente funcionamento ou avaria do hardware (os componentes físicos do computador), a interrupção na operação das redes de comunicação ou a incorreta execução das funções que lhes estavam incumbidas. A não execução correta de uma ou mais das tarefas para as quais um programa informático foi construído pode dever-se à incapacidade de processar uma elevada quantidade de dados ou à incorreta execução das operações que leva à obtenção de resultados errados. [...]

  19. O computador : uma máquina eficaz e eficiente no tratamento da informação

    Nunes, Jerónimo
    [...] Como é constituído o computador, quais as funções dos seus componentes e como estes cooperam para execução das tarefas incumbidas ao computador? Numa primeira abordagem a estas questões, consideramos dois elementos distintos constituintes do computador: o “hardware”, o suporte físico, e o “software”, o suporte lógico. Do ponto de vista físico, o computador é uma máquina eletrónica e digital; do ponto de vista lógico, o computador é uma máquina automática e programável. [...]

  20. Matemática Recreativa : dados para todos os gostos

    Teixeira, Ricardo Emanuel Cunha
    (...) Os dados tradicionais de 6 faces, numeradas de 1 a 6, são os mais comuns. Têm a forma de um cubo e os números de 1 a 6 são representados por pintas com uma disposição específica para cada número. A disposição das pintas é comum, por exemplo, às peças do dominó tradicional e às cartas do baralho de cartas tradicional. Uma configuração fixa para cada conjunto de pintas permite o rápido reconhecimento de uma quantidade, sem ser necessário contar as pintas. De facto, quando lançamos um dado tradicional, rapidamente reconhecemos o número que saiu nesse lançamento sem necessidade de...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.