Recursos de colección

Repositório do ISPA Instituto Superior de Psicologia Aplicada (11.386 recursos)

No Repositório do ISPA pode encontrar diversos tipos de documentos, em formato digital, resultantes da produção científica do ISPA designadamente: teses de doutoramento, teses de mestrado, artigos em publicações periódicas nacionais e internacionais, relatórios técnicos, artigos em actas de conferências nacionais e internacionais e capítulos de livros.

Mostrando recursos 1 - 12 de 12

  1. Capacitação de pais com filhos com deficiência

    Dias, Sandra Cristina Camisão; Pimentel, Júlia van Zeller de Serpa
    O modelo de 3.ª geração de Dunst (2000) valoriza o papel dos pais no desenvolvimento social, cognitivo e emocional dos filhos, que se reflete no bem-estar da família (Cruz & Ducharne, 2006). Estando as famílias que têm filhos com deficiência sujeitas a elevado stresse, importa promover a sua competência a fim de conseguirem interpretar as suas necessidades e mobilizar os recursos formais e informais necessários para as satisfazer. Baumrind (1991) comprovou empiricamente a influência dos estilos e das competências parentais no desenvolvimento dos filhos e Dunst (2013) relacionou-os com a competência parental percebida. O projeto Oficinas de Pais, desenvolvido em Portugal pela Associação Pais em Rede (março 2011- outubro 2014),...

  2. Análise psicolinguística dos erros de leitura em crianças do 1º ao 4º ano de escolaridade

    Simões, Edlia Alves; Martins, Margarida Alves
    A investigação sobre leitura indica a importância de se avaliar a leitura oral de palavras. Esta avaliação permite caracterizar os erros de leitura no sentido de identificar as estratégias que lhes subjazem e assim compreender o processo de aquisição da leitura. O presente estudo teve como objetivo uma análise psicolinguística dos erros de leitura de crianças a frequentar do 1º ao 4º ano de escolaridade, no caso específico da ortografia portuguesa, que se caracteriza como uma ortografia semitransparente. Foi administrada uma prova de leitura oral de palavras, constituída por 17 itens em que são contempladas a maioria das correspondências grafema-fonema da ortografia portuguesa. Os erros foram categorizados em duas...

  3. Escritas inventadas: Comparação de dois programas de intervenção que agem na zona proximal de desenvolvimento

    Silva, Ana Cristina; Almeida, Tiago
    A aquisição do princípio alfabético tem sido relacionada com a evolução das escritas inventadas. Alves Martins et al. (2013, 2014), e Oulette et al. ( 2013) levaram a cabo estudos de intervenção com impacto nos progressos das escritas inventadas e no desenvolvimento de competências precoces de leitura. Os programas de intervenção destes autores seguem de perto princípios de instrução Vygostianos, pois ambos actuam na zona proximal de desenvolvimento, usando, contudo, diferentes metodologias quanto à forma de transmitir feedback à criança relativamente às versões iniciais de escrita infantil e no que concerne à existência de interacções sobre o escrito, que só acontece no paradigma de Alves Martins et al. (2014). Pretende-se...

  4. Análise da estrutura de participação colaborativa em tarefas de "escrita encadeada"

    Madeira, Maria Leocádia Ferreira Sales Ribeiro; Montanero, Manuel
    O principal objetivo deste estudo empírico é investigar algumas caraterísticas da interação entre pares, em tarefas de escrita encadeada, com alunos do 4º ano, do 1º ciclo do Ensino Básico. O método de investigação centrou-se na obtenção de informação qualitativa do discurso colaborativo registado nas transcrições verbais de das atividades de discussão entre pares em duas tarefas de escrita sequencializada, com e sem apoio de um sistema externo de representação (tabela narrativa). Nas transcrições registaram-se 273 mensagens no total, agrupados em configurações conversacionais IRA e IRF. Os resultados mais relevantes põem em evidência os processos de interação estao fortemente condicionados pelo tipo de recurso de apoio ministrado. Os pares que trabalharam com...

  5. Motivação académica: Suas relações com o autoconceito; género e desempenho académico

    Reboredo, Ana Rita; Monteiro, Vera
    Segundo a teoria da autodeterminação os alunos podem estar intrinsecamente ou extrinsecamente motivados para realizar as tarefas escolares. Referem os autores que, embora originalmente motivados extrinsecamente, os alunos podem evoluir e vir a experimentar sentimentos de autonomia e melhorar a sua persistência na realização das atividades. Este processo tem sido associado, entre outros, ao autoconceito e desempenho académicos. O presente estudo pretende analisar em que medida os diferentes níveis de regulação para a aprendizagem (intrínseca, identificada, introjetada e externa) estão relacionados com o autoconceito académico, a autoestima, o ano de escolaridade, o género e o desempenho académico. Para o efeito participaram 454 alunos do distrito de Lisboa, a frequentar o...

  6. Regulação das emoções e padrões de aprendizagem em adolescentes: Um estudo com o REQ-2

    Machado, Teresa Sousa; Pardal, Ana
    A investigação psicológica tem mostrado renovado interesse pelo estudo da regulação das emoções e suas implicações desenvolvimentais, referindo a necessidade de criar instrumentos de avaliação de estratégias de regulação das emoções, para diferentes idades. Em contexto escolar a regulação das emoções tem sido menos estudada, embora ela seja essencial para a adaptação ao meio académico (quer na vertente inter-relacional, como na adopção de estratégias para fazer face ao estudo e avaliações). Apresentamos um estudo das relações entre a percepção de estratégias de RE (avaliadas com a versão portuguesa do REQ-2) e dois padrões de aprendizagem (“auto-eficácia académica” e “autojustificação para o insucesso”, operacionalizados na PALS, com uma amostra de...

  7. O voluntariado e a satisfação com a vida: Um estudo exploratório com estudantes universitários

    Martins, Cátia; Silva, José Tomás; Jesus, Saul Neves de
    O voluntariado é definido, entre outros aspetos, enquanto comportamento não obrigatório, mantido ao longo do tempo, sem expetativa de recompensa monetária e que beneficia pessoas não próximas. Muitas vezes implica custos psicológicos e sociais aos voluntários, sublinhando-se assim as consequências advindas da sua participação neste tipo de atividades, quer a um nível instrumental quer na avaliação da satisfação com a vida. Neste sentido, o presente estudo analisou o contributo da participação em atividades de voluntariado na avaliação da satisfação com a vida em jovens estudantes universitários. Participaram 401 estudantes do ensino superior, com idades compreendidas entre os 18 e os 65 anos, essencialmente do sexo feminino (73,6%), dos quais...

  8. Crianças em situação de risco social – A perceção dos docentes

    Martins, Maria José D.; Figueira, Ana Cristina
    Esta investigação teve como principais objetivos: conhecer a frequência de alunos em situação de risco social, a frequentar o ensino Básico de um concelho situado no Alto Alentejo e identificar o tipo de risco que poderão estar viver, a partir das perceções dos seus docentes. A investigação pretendia ainda estabelecer a relação entre o risco percebido e variáveis como o género, ciclo de escolaridade; insucesso escolar; apoios sociais. Para o efeito adaptou-se o questionário para deteção de crianças em situação de risco social constituído por 4 subescalas: maltrato ativo, negligência, problemas emocionais, e condutas antissociais, e aplicou-se a todos os professores titulares do 1.º ciclo e a todos...

  9. Testemunhas de bullying no ensino fundamental numa escola do nordeste brasileiro

    Carita, Ana; Macedo, Ana Cristina
    Potenciar intervenção educativa sustentada foi uma das motivações da pesquisa, que tomou como foco o papel das testemunhas de bullying em contexto escolar: Podem elas ser consideradas aliados na prevenção do bullying? Definiramse como objetivos identificar os papéis por elas adotados em situação e a sua posição relativa, bem como verificar a relação entre o papel e variáveis de caracterização (idade, género, escolaridade, experiência prévia), clima escolar (tipo, frequência e gravidade do bullying) experiência da situação (tipo de bullying e emoções). Esperou-se que o clima escolar, se definido com elevada frequência de bullying, ao potenciar habituação, comprometesse a ajuda às vítimas (H1) e se reconhecido como danoso para estas...

  10. Disrupção escolar, desempenho académico, regulação para a aprendizagem e clima de sala de aula em matemática: Que relações?

    Jesus, Tatiana Raquel Augusto de; Monteiro, Vera
    Este estudo teve como objectivo analisar a relação entre comportamentos disruptivos, desempenho académico, regulação para a aprendizagem e percepção de clima de sala de aula em alunos do 3º Ciclo do Ensino Básico, tendo como interesse particular a disciplina de Matemática. Para tal, participaram 147 alunos com idades compreendidas entre os 11 e os 16 anos. Os instrumentos por nós utilizados foram três escalas com o intuito de analisar estas variáveis no contexto da sala de aula de Matemática, nomeadamente: “Escala de Disrupção Escolar Professada - EDEP”, “Na Sala de Aula de Matemática” e “Porque é que faço as coisas?” A partir dos resultados obtidos neste estudo constata-se...

  11. The big four skills: Teachers’ assumptions on measurement of non-native students cognition

    Figueiredo, Sandra; Martins, Margarida Alves; Silva, Carlos Fernandes da; Nunes, Odete
    The four-skills on tests for young native speakers commonly do not generate correlation incongruency concerning the cognitive strategies frequently reported. Considering the non-native speakers there are parse evidence to determine which tasks are important to assess properly the cognitive and academic language proficiency (Cummins, 1980; 2012). Research questions: It is of high probability that young students with origin in immigration significantly differ on their communication strategies and skills in a second language processing context (1); attached to this first assumption, it is supposed that teachers significantly differ depending on their scientific area and previous training (2). Purpose: This study intends to examine whether school teachers (K-12)...

  12. How teachers' perceptions affect the academic and language assessment of immigrant children

    Figueiredo, Sandra; Martins, Margarida Alves; Silva, Carlos Fernandes da; Simões, Cristina
    Recent research evidences inconsistencies in teachers' practice regarding skills assessment of L2 students. Scientific evidence supports that less experienced teachers have lower orientation toward multiple task-tests for non-native students. Research questions: Whether school teachers as having different teaching training and unequal teaching experience with non-native students perceive differently a four-skills scale. Purpose of the study: This study intends to analyse the importance degree between the four skills/tasks: reading, writing, speaking and listening, in the perspective of school teachers. Method: 77 teachers, aged 32-62, with (and without) experience in teaching and adapting materials for immigrant students, divided into six groups according to their scientific domain. Assessment tools included...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.