Recursos de colección

Repository ESEPF Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti (2.249 recursos)

The Escola Superior de Educação de Paula Frassinetti Institutional Repository is an on-line platform for collecting, preserving, and disseminating the intellectual output of this institution in digital form.

ESEPF- Docentes

Mostrando recursos 1 - 20 de 131

  1. Aprendizajes situados y desarrollo de cultura democratizadora en el marco de las culturas institucionales

    Vitón de Antonio, María Jesús; Gonçalves, Daniela
    Tomando en cuenta un contexto educativo de complejidad creciente, consideramos nuclear fortalecer una postura de reflexibilidad pedagogía crítica, a fin de generar una línea de acción transformadora en el proceso formativo. Proceso, que sujetado a los marcos organizacionales tiene en sus propios objetivos la manera de incidir en hacer coherente una relación entre la construcción de conocimiento democratizador y su efecto dialógico transformador de naturaleza socioeducativa. Este efecto pasa irremediablemente por una transformación personal y que en vínculo con la realidad profesional y socio-laboral, da sentido a una reflexión para dotar de sentido una acción comprometida con los esfuerzos de...

  2. Componentes e indicadores de idoneidade didática para processos de estudo sobre grandezas e sua medida e sua aplicação no Ensino Básico

    Nogueira, Isabel Cláudia; Fernández Blanco, Teresa
    Estabelecemos como objetivo principal para este trabalho a identificação de componentes e indicadores de idoneidade didática de processos de instrução sobre a exploração das grandezas e sua medida, em sintonia com o enfoque Ontossemiótico da Didática da Matemática. A partir da sistematização do conhecimento matemático e didático relativo a cada uma das facetas associada a qualquer processo de ensino/aprendizagem, apresenta-se um guia geral de indicadores que permitem valorar a idoneidade didática de processos instrucionais sobre este tema curricular assim como uma exemplificação da sua utilização, visível na aplicação a um episódio de aula implementado numa instituição de ensino portuguesa sobre a exploração da massa no 1º Ciclo do...

  3. Desenvolvimento : uma noção entre o imaginário e a realidade

    Samagaio, Florbela

  4. A pobreza e a exclusão social : teorias conceitos e políticas sociais em Portugal

    Samagaio, Florbela; Rodrigues, Eduardo Vítor; Ferreira, Helder; Mendes, Maria Manuela; Januário, Susana

  5. Formação inicial de educadores de infância, realidade e identidade profissional em análise

    Craveiro, Clara
    O objetivo deste artigo é mostrar e refletir sobre a realidade da formação inicial dos educadores de infância, em Portugal, após a adesão ao Processo de Bolonha. A partir da apresentação dos normativos, que definem o perfil de desempenho do educador de infância e da análise dos dispositivos legais, que regulam a estrutura curricular dos cursos, que conferem habilitação profissional para a docência em educação pré-escolar, é possível constatar algumas fragilidades no que diz respeito à formação dos estudantes. As novas perspetivas e configurações da formação, decorrentes do processo de Bolonha, podem também dar origem a uma nova construção de...

  6. Inducing Supervision Practices among peers in a Community of Practice

    Nogueira, Isabel Cláudia; Gonçalves, Daniela; Silva, Cristina Vieira
    O processo de Bolonha e a criação do Espaço Europeu de Educação Superior e de Investigação têm-se revelado verdadeiramente desafiantes, quer na dimensão conceptual quer na dimensão da intervenção, sobre novos modelos de aprendizagem e, consequentemente, novas práticas de ensino consonantes. Enquanto docentes de uma Instituição de Ensino Superior responsável pela formação de professores, os modelos de formação destes profissionais merecem-nos, pois, particular reflexão. Consideramos que a formação de professores é um importante período na socialização dos sujeitos, no qual a criticidade inerente ao processo de construção do conhecimento profissional (no sentido de Shulman (1986) – nos domínios do conhecimento...

  7. Formação inicial de professores do 1.º ceb, supervisão pedagógica e inovação curricular: perceções e reflexões de supervisores e estagiários

    Ferreira, Pedro Miguel Bastos
    Tese apresentada à Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto, para obtenção do grau de Doutor em Ciências da Educação

  8. (Re)Pensar estratégias pedagógicas a partir de sinergias entre a neuroeducação e a supervisão pedagógica

    Gonçalves, Daniela; Pinto, Marina Torres
    A neuroeducação pode ser entendida como uma nova área do conhecimento que abrange a integração entre a neurociência e a educação, possibilitando ao ser humano a modificação de estruturas funcionais da aprendizagem e aperfeiçoar as operações das matrizes de inteligência, através do seu mapeamento cerebral, o que torna possível a expressão máxima da sua potencialidade. As investigações recentes nesta área têm evidenciado resultados positivos e benéficos relativamente ao processo de aprendizagem, nomeadamente no que diz respeito aos alunos com dificuldades e/ou com baixo rendimento escolar. Não obstante, a área da neuroeducação apesar de não apresentar uma nova pedagogia, ajuda a fundamentar a prática pedagógica, para além de se...

  9. Perfil do supervisor do 1.º ciclo do ensino básico: um alicerce para o desenvolvimento organizacional numa instituição de ensino particular

    Gonçalves, Daniela; Almeida, Bianca
    Hodiernamente, cabe ao professor a procura de respostas pedagógicas perante o contexto institucional com o qual se depara. A implementação de um clima de confiança e de desenvolvimento de espaços de encontro nos quais se promova uma aprendizagem efetiva e em equipa torna-se, assim, um forte pilar para o desenvolvimento profissional e pessoal, bem como para o aperfei- çoamento contínuo. Na instituição de ensino estudada, a equipa docente do 1.º Ciclo do Ensino Básico (CEB) tem vindo a exercer a docência, ao longo dos últimos anos, desenvolvendo trabalhos de parceria pedagógica (entre professores do mesmo ano de escolaridade), articulando saberes e competências com os projetos implementados cuja...

  10. A supervisão pedagógica na liderança de estruturas intermédias

    Gonçalves, Daniela; Pereira, Fernanda
    A partir da dimensão interativa, dialógica, interpessoal e desenvolvimentista presente no processo de supervisão pedagógica, e na sua articulação com o trabalho colaborativo, é nossa pretensão descrever neste artigo a forma como compreendemos a realidade de uma escola para agirmos sobre ela, com a inevitável intencionalidade de a transformar. Foi no âmbito desta intencionalidade investigativa e formativa que formulámos a seguinte questão norteadora: de que forma as lideranças intermédias podem contribuir para a concretização do Projeto Educativo? Nesta sequência, definimos os seguintes propósitos que nortearam um conjunto de objetivos que explicitamos no enquadramento metodológico: a) envolver os docentes no Projeto Educativo do Agrupamento e consequentemente na melhoria do...

  11. Análise da aprendizagem, interação e satisfação na formação de professores sobre LMS

    Ramalho, Rui; Pessoa, Teresa; Pinto, Joana
    Atualmente, a integração dos sujeitos nas comunidades de aprendizagem virtuais é um aspeto a considerar quando se trata de formação a distância. A componente social, como a participação, interação dos sujeitos dentro da comunidade virtual e a sua satisfação com todo o processo ensino-aprendizagem é crucial para aquisição de aprendizagens significativas. O objetivo deste artigo é apresentar uma análise de vários indicadores que influenciam a formação de professores sobre LMS e ferramentas WEB 2.0,utilizando uma metodologia de b-learning. Os resultados e conclusões obtidas podem ser úteis para o aumento de conhecimentos no âmbito da interatividade das comunidades virtuais, participação e satisfação dos professores na formação a distância.

  12. Desafios da cultura digital: Efeitos das ações pedagógicas concertadas no desenvolvimento profissional de professores

    Gonçalves, Daniela; Rodrigues, Elvira
    A integração pedagógica e social das TIC continua a ser motivo para debate(s) e a formação dos professores ainda constitui, em muitos dos casos, um entrave à implementação dessas tecnologias nos processos educativos. Aquilo que em alguns estabelecimentos de ensino já faz parte das rotinas diárias, noutros ainda se afigura como novidade(s) com todos os receios e virtualidades inerentes a um processo iniciático. Neste artigo apresentar-se-á os resultados da aplicação de dez inquéritos por entrevista - ao diretor de um agrupamento de escola; quatro coordenadores dos departamentos curriculares (línguas e literaturas; ciências sociais e humanas; ciências exatas e experimentais e técnicas e expressões), coordenadores PTE, pedagógico e técnico, diretor...

  13. As representações matemáticas nos manuais escolares para o Ensino Básico

    Nogueira, Isabel Cláudia; Machado, Emília; Azevedo, Luísa
    Em contextos de Educação Básica, a compreensão de conceitos, relações, operações e mesmo procedimentos matemáticos é indissociável das suas representações. Dado o carácter eminentemente abstrato das ideias e dos objetos matemáticos, só é possível raciocinar sobre eles e realizar inferências fundamentadas usando representações, que são por isso instrumentos indispensáveis à organização, ao registo e à comunicação do conhecimento matemático. Reconhecido o protagonismo dos manuais escolares nos processos de aprendizagem dos alunos, desde os primeiros anos de escolaridade e tanto dentro como fora da sala de aula, as representações matemáticas disponibilizadas por estes materiais curriculares merecem-nos especial atenção. Com esta apresentação, propomo-nos partilhar resultados obtidos em um estudo empírico...

  14. Análise de práticas matemáticas do 1º ciclo do ensino básico

    Nogueira, Isabel Cláudia; Blanco, Teresa; Rodríguez Vívero, Dolores
    Em contextos de Educação Básica, a compreensão de conceitos, relações, operações e mesmo procedimentos matemáticos é indissociável das suas representações. Dado o carácter eminentemente abstrato das ideias e dos objetos matemáticos, só é possível raciocinar sobre eles e realizar inferências fundamentadas usando representações, que são por isso instrumentos indispensáveis à organização, ao registo e à comunicação do conhecimento matemático. Reconhecido o protagonismo dos manuais escolares nos processos de aprendizagem dos alunos, desde os primeiros anos de escolaridade e tanto dentro como fora da sala de aula, as representações matemáticas disponibilizadas por estes materiais curriculares merecem-nos especial atenção. Com esta apresentação, propomo-nos partilhar resultados obtidos em um estudo empírico...

  15. O pensamento pedagógico de Paulo Freire à luz da filosofia da educação

    Gonçalves, José Luís
    Propomo-nos analisar neste artigo o pensamento pedagógico de Paulo Freire na ótica da filosofia da educação. Entendendo-se esta área de saber, simultaneamente, como reflexão tanto das problemáticas educacionais (no plano epistemológico e hermenêutico) como das problemáticas educativas (dimensão ética e antropológica) presentes no discurso pedagógico de Paulo Freire, a nossa análise assentará numa circularidade epistemo-antropológica deste pensamento. Dito de outra forma, é nossa intenção caracterizar a relação estreita que estabelecem entre si uma epistemologia da práxis e uma antropologia dialógica no pensamento pedagógico deste grande educador.

  16. Aproximación ontosemiótica de prácticas de aula sobre la medida en educación primaria

    Nogueira, Isabel Cláudia; Blanco, T. F.; Rodríguez-Vivero, D.; Diego-Mantécon, J. M.
    En este trabajo se presenta un estudio exploratorio sobre prácticas de aula, relacionadas con las magnitudes longitud, tiempo y masa, llevadas a cabo en Educación Primaria en Portugal. El estudio fijó como objetivos determinar qué objetos y procesos matemáticos están implicados en esas prácticas y qué funciones ejecutan profesor y alumnos durante la realización de las mismas. Los resultados han evidenciado el predominio del conocimiento procedimental y algorítmico y el uso de situaciones extramatemáticas o de la vida cotidiana. El profesor es el gestor sistemático del trabajo de los alumnos así como de los tiempos, espacios y materiales disponibles en el aula.

  17. Para uma didáctica da gramática : a aula de língua portuguesa como um laboratório de língua

    Silva, Cristina Vieira

  18. Um olhar sobre a escola e a ação docente na sociedade contemporânea: dilemas e desafios

    Neves, Ivone
    O presente artigo tem como finalidade tecer algumas reflexões focalizadas no discurso crítico das teorias sociológicas, em torno da relação da sociedade com a escola e as consequentes determinações e implicações das políticas educativas do sistema educativo português que tem legado à escola e à ação do professor, com particular enfoque no séc. XX e XXI. O contexto da pós-modernidade, com a sua forte vivência de pluralismos de todas as naturezas, afigura-se pois, como um campo fértil para esta reflexão que tem como vetores centrais de análise, a emergência dum novo paradigma de escola que responda a diferentes públicos, de...

  19. The creation of a new tourist destination in low density areas: the Boticas case

    Ribeiro, Vítor; Lopes, Hélder; Remoaldo, Paula; Ribeiro, José Cadima; Silva, Sara
    CIEO-Research Centre for Spatial and Organizational Dynamics, University of Algarve

  20. Plurilingual

    Medeiros, Paula; Cruz, Mário; Ribeiro, Gorete; Marcelo, Marisa; Barreira, Carla

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.