Recursos de colección

Repositório Comum (25.334 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 45

  1. Subject indexing in the Portuguese polytechnic libraries: proposing a simplified model to make it possible

    Martins, Mª Catarina Barradas
    Academic libraries are still working based on the traditional documentation techniques of cataloguing and indexing. The research about subject access in OPACs has demonstrated that inadequate indexing policies have negative influence on the way users search the catalogs: subject indexing and retrieval have a direct correspondence. Searching by subject in bibliographic catalogs must be, as much as possible, a successful experience for the users, and consistent subject indexes contribute to a more efficient information retrieval. The main objective of this research was to evidence the existing difficulties in subject indexing with alphabetic languages, once the normative instruments and tools supporting the...

  2. Perception of health status among the elderly population living in the historic center of Portalegre

    Calha, António; Cordeiro, Raul; Arriaga, Miguel
    In this communication we present the results of an research that aimed to assess the state of health, the feeling of loneliness and quality of life of Portalegre (Portugal) senior population. Our aim is to caracterize the perception of health status among the elderly population based on three indicators: self-assessment of health status; self-assessment of the existence of changes in health status and autonomy in performing everyday tasks.

  3. Subjective wellbeing among older people in Southwestern Europe

    Calha, António
    In this communication we analyze the level of happiness of the elderly population as an important dimension of the concept of quality of life, correlating it with the subjective assessment of health status. We focus on the characterization of the Portuguese and Spanish realities

  4. Determinants of active aging among the elderly Portuguese population

    Calha, António
    Our aim in this communication is to contribute to the characterization of motor skills of the Portuguese elderly population, determining their relationship with age and with the subjective health status. We characterized the capabilities of gross motor skills (GMS) and fine motor skills (FMS) based on two indices that aggregate various indicators.

  5. Practices and attitudes towards medicine consumption amongst the Portuguese population

    Calha, António
    The way different social groups interpret disease status constitutes a determinant factor of differentiation in the demand and consumption of drugs. In this communication we defi ne a typology of attitudes towards symptoms of disease as well as different practices in the consumption of drugs in each of the profiles.

  6. Attitudes towards disease symptoms - process of healing and doctor-patient relationship

    Calha, António
    In this communication we present the results of an investigation which aimed to build a typology of attitudes towards disease symptoms and the identification of symbolic references involved in the process of healing and doctor/patient relationship.

  7. Learning Organizations: the IPP case

    Pulido Valente, Rui
    O objectivo principal do estudo é demonstrar a vantagem da implementação de um Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ) em contraponto com um Sistema de Garantia da Qualidade evidenciando a importância enquanto instrumento de integração da estrutura organizacional, ligação à comunidade, incremento da inovação e diferenciação do ensino Politécnico. A metodologia utilizada passou por uma análise circunstanciada da evolução do SGQ do Instituto Politécnico de Portalegre (IPP) com atenção ao resultado das auditorias internas e externas. Foram realizadas entrevistas a elementos intervenientes na implementação do sistema para posterior desenvolvimento de um inquérito em todo o IPP. A implementação de um SGQ com...

  8. Fatores determinantes do envelhecimento ativo: relação da idade e da avaliação subjetiva do estado de saúde com a capacidade de motricidade da população idosa

    Calha, António
    As limitações na realização de atividades de vida diária constituem um dos principais constrangimentos que dificultam a efetivação de políticas de promoção do envelhecimento ativo. Várias investigações têm revelado a existência de relação entre o processo de envelhecimento e as alterações físicas associadas a perda de capacidade funcional (Whitbourne, 2002; Holstein et al., 2007). Os transtornos causados pela progressiva perda de capacidades de motricidade repercutem-se nos mais variados domínios da vida dos idosos, afetando a sua qualidade de vida. Pretendemos, com esta comunicação, contribuir para a caracterização das capacidades de motricidade da população idosa portuguesa, procurando determinar a sua relação com...

  9. Apreciação subjetiva do estado de saúde e do nível de felicidade entre os idosos portugueses e espanhóis

    Calha, António
    As sociedades europeias deparam-se hoje com desafios sociais que decorrem do rápido processo de envelhecimento demográfico. O surgimento de uma “sociedade grisalha” tem suscitado o debate em torno dos processos de promoção das condições de vida dos idosos. A satisfação com a vida e a felicidade têm-se afirmado como uma componente essencial a preservar e promover no processo de envelhecimento. Neste artigo procuramos analisar o nível de felicidade da população idosa, enquanto dimensão importante do conceito de qualidade de vida, correlacionando-o com a apreciação subjetiva do estado de saúde. Centramo-nos na caracterização das realidades portuguesa e espanhola. A condição sénior é,...

  10. O discurso em torno das novas conceções de educação de adultos: fundamentos dos processos de reconhecimento de adquiridos experienciais

    Calha, António
    O reconhecimento de competências e conhecimentos adquiridos em contextos não formais e informais tem-se vindo a afirmar como uma nova oferta dos sistemas educativos. A necessidade de desenvolver sistemas de reconhecimento no campo educativo são referenciadas no relatório Educação um tesouro a descobrir (1996) da Comissão Internacional sobre a Educação para o Século XXI apresentado à Unesco, e coordenado por Jacques Delors, bem como no Memorando sobre Aprendizagem ao Longo da Vida (2000), da responsabilidade da Comissão das Comunidades Europeias, onde se sugere a modernização dos sistemas e das práticas de certificação dos Estados-membro face às novas condições económicas e...

  11. O desenvolvimento de competências de literacia em saúde em contextos informais: potencialidades da utilização da narrativa autobiográfica para a educação em saúde

    Calha, António
    As competências de literacia em saúde constituem um importante recurso dos indivíduos para a determinação do seu bem-estar físico, psíquico e social. Os processos de aprendizagem destas competências não dependem apenas de contextos formais de educação para saúde, mas também de contextos não formais e informais. Neste artigo procuramos analisar os modos e processos de aprendizagem de competências de literacia em saúde em contextos informais. Pretendemos ampliar a compreensão dos processos de aprendizagem para além dos contextos formais, contribuindo para a elucidação dos profissionais de saúde sobre a forma como os indivíduos adquirem e gerem o conhecimento em saúde. Para...

  12. Happiness and subjective health status among older adults in Southern Europe and Scandinavia

    Calha, António
    European societies are facing social challenges arising from rapid demographic aging process. The emergence of a “graying society” has sparked the debate around the promotion of the living conditions of the elderly. In this paper we analyze the level of happiness of the elderly as an important dimension of quality of life, correlating with the subjective assessment of health status in southern Europe (Portugal, Spain and Greece) and in Scandinavia (Denmark, Finland, Norway, Sweden). We seek to understand if there are different ways of experiencing old age in these societies, with a setting of distinct models of social protection.

  13. Characterization of the functional capacity of the elderly effects of age and health status

    Calha, António
    Limitations in performing activities of daily living is one of the main constraints that hinder the effectiveness of policies to promote active aging. Several researches have revealed the existence of a relationship between aging with physical changes and loss of functional capacity. In this paper we seek to characterize the functional capacity of the Portuguese elderly using two indexes. On one hand, IDLA, index of daily living activities, (ranging from 0, minimum level of functional disability, to 5, maximum level) on the performance of five tasks: dressing, bathing, eating; walking across a room, getting out of bed. On the other hand, IDLIA (index...

  14. Relatos Autobiográficos da Experiência Escolar – Marcas das Influências Contextuais no Envolvimento dos Alunos na Escola

    Calha, António
    Procuramos retratar as transformações institucionais ocorridas na escola ao longo das últimas décadas e a sua implicação no envolvimento dos alunos. Para tal, apresentamos os resultados da análise de relatos das experiências escolares presentes num conjunto de cem autobiografias elaboradas por adultos que passaram pelo sistema de Reconhecimento Validação e Certificação de Competências (RVCC), entre 2006 e 2011. O nosso objetivo é a caracterização da forma como na narrativa dos candidatos é gerida toda uma economia de justificações da experiência e do abandono escolares. Dada a abrangência intergeracional do programa, são múltiplas as variáveis contextuais (formas escolares e os modos de...

  15. Tipologia de comportamentos face à doença - um recurso para o planeamento da educação para a saúde

    Calha, António
    Procura-se no trabalho salientar a importância da identificação de perfis diferenciados de comportamento face à doença como forma de promover estratégias de educação para a saúde. A forma como os diferentes grupos sociais interpretam a doença poderá constituir um fator determinante na diferenciação do acesso aos cuidados de saúde. Esta comunicação procura contribuir para este debate, através da definição de uma tipologia de atitudes relativas a sintomas de doença com base nos resultados do European Social Survey.

  16. Educar para a igualdade de género no contexto da educação básica

    Marchão, Amélia
    No âmbito das práticas curriculares e pedagógicas que afirmam a escola para todos, cabe a educação para a igualdade de género, sobretudo porque na formação de uma criança cidadã importa educar para a igualdade de direitos apesar de, em simultâneo, se educar para a aceitação e rentabilização das diferenças entre uns e outros. Nesta comunicação apresentam-se alguns resultados (ainda que em síntese) de estudos de investigação cujos objetivos têm privilegiado o conhecimento sobre as conceções de género na infância; sobre as conceções de género que influenciam as conceções das crianças, nomeadamente as conceções de género das profissionais e as conceções...

  17. Contributos da psicologia do desenvolvimento moral para a educação para a cidadania

    Martins, Maria José D.
    Nesta comunicação sugere-se que os vários modelos de desenvolvimento moral, propostos no âmbito da psicologia, podem contribuir para clarificar práticas de educação para a cidadania que promovam a autonomia e o sentido crítico ao mesmo tempo que defendem valores e princípios éticos de carácter universal, contribuindo assim para escolhas pessoais responsáveis. Debatem-se os contributos de modelos que enfatizam, por um lado, a necessidade de conciliar aspectos cognitivos e emocionais da moralidade e, que por outro lado, sugerem debates relativos a dilemas de vida real por oposição a dilemas hipotéticos no âmbito de actividades de formação cívica.

  18. Entre a vitimização e o heroísmo: relatos autobiográficos da experiência escolar produzidos no âmbito do processo RVCC

    Calha, António
    A educação de adultos tem vindo a ser reordenada com base em políticas e práticas que consolidam o discurso em torno da aprendizagem ao longo da vida. Entre as novas ofertas educativas destinadas ao público adulto sobressai, pela sua originalidade, o Sistema de Reconhecimento, Validação e Certificação de Competências (RVCC), assente na valorização das aprendizagens não-formais e rompendo com os tradicionais modelos de educação escolar. As práticas de reconhecimento, validação e certificação de competências, ainda que orientadas pelos Referenciais de Competências-Chave, são bastante diversificadas e contextualizadas. Apesar da diversidade de instrumentos utilizados pelos Centros Novas Oportunidades, o processo RVCC baseia-se num conjunto de pressupostos metodológicos: o Balanço de Competências e...

  19. Contributo para a definição de uma tipologia de comportamentos e atitudes face aos sintomas de doença

    Calha, António
    Apresentamos nesta comunicação os resultados de uma investigação que teve por objetivo a construção de uma tipologia de atitudes face a sintomas de doença com base nos dados disponibilizados pelo European Social Survey. Procura-se, desta forma, contribuir para a caracterização de padrões diferenciados de comportamento perante a doença através da definição de perfis de comportamento e da identificação dos referenciais simbólicos envolvidos no processo de cura e na relação médico/paciente. A metodologia seguida baseou-se no recurso a diferentes técnicas estatísticas: numa primeira fase, recorreu-se à Análise de Clusters, de modo a identificar diferentes perfis de comportamento em relação a um conjunto de sintomas de doença; posteriormente, utilizouse a Análise...

  20. O lugar do livro nos modelos curriculares para a infância

    Marchão, Amélia
    O livro é um DIREITO da criança. Qual é o lugar do livro nos modelos curriculares para a Educação de infância? Vamos considerar os modelos curriculares para a infância, destacando dois deles e, no âmbito da sua apresentação, ainda que sistematizada e em símile, realçar aspetos da organização do espaço e da gestão das atividades e do papel do profissional, considerando o lugar do livro na aprendizagem e desenvolvimento da criança à luz dos quadros curriculares destacados.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.