Recursos de colección

Repositório Comum (24.607 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 19 de 19

  1. O submarino Fontes

    Neves, Vladimiro Maio
    A realização desta dissertação de mestrado recai na área temática da História da Marinha Portuguesa, mais concretamente no aparecimento dos submarinos no Mundo e posteriormente em Portugal, dando principal destaque ao primeiro projeto de um submarino português da autoria do Primeiro-tenente, João Augusto de Fontes Pereira de Melo, o submarino Fontes. A linha condutora do tema consiste em explicar todos os desenvolvimentos que este projeto conheceu desde a sua criação até à desistência do seu autor da ideia. A problemática do aparecimento dos submarinos foi algo que no fim do século XIX e início do século XX, mereceu grande estudo por parte de todas as Marinhas...

  2. História do Clube Militar Naval desde a fundação até 1974

    Cunha, Carlos Miguel Machado Andrade da
    O Clube Militar Naval foi fundado em 1866, num século repleto de mudanças, fruto do ajuntamento espontâneo dos oficiais de marinha como forma de manifestarem a sua discordância contra a proposta de alteração do regime de promoções e do estado em que a marinha se encontrava. O primeiro objetivo havia sido alcançado, através da não alteração da forma como eram realizadas as promoções, no entanto o estado em que a marinha se encontrava motivou os seus sócios a continuarem com o debate em torno dos assuntos navais. Os Anais do Clube Militar Naval são criados em dezembro de 1870, no entanto só a partir de 1871 é...

  3. Rentabilização de Capital Humano

    Gomes , Alcindo Delgado
    A Escola Naval apresenta uma taxa de insucesso na ordem dos 64%, acabando por perder, durante o decorrer do curso, mais de metade dos indivíduos admitidos. Este projeto surge com o intuito de perceber as causas associadas ao baixo rendimento, através da análise dos dados dos indivíduos desde a candidatura ao término do curso, para identificar as caraterísticas (designadas de variáveis) dos indivíduos com maior e com menor probabilidade de sucesso na Escola Naval. Os dados são inicialmente analisados graficamente, onde os candidatos são analisados de forma independente, e os admitidos e os finalistas são analisados em conjunto para se avaliar o comportamento das variáveis no início...

  4. A abordagem da OTAN aos problemas de segurança no século XXI

    Correia , Diogo Francisco Freire
    A presente dissertação propõe-se a abordar a agenda securitária da OTAN no século XXI. É através da teoria da securitização que são analisados os atos discursivos desta organização, que são práticas centrais na elaboração da agenda securitária desta aliança militar. São ainda analisados os conceitos estratégicos de 1991, 1999 e 2010, à luz da teoria da securitização, como forma de clarificação das preocupações securitárias da OTAN, permitindo assim contextualizar as medidas extraordinárias adoptadas para combater o risco associado a cada ameaça identificada.

  5. Cruzeiros Científicos Estrangeiros em águas de soberania Portuguesa: O caso da Alemanha

    Oliveira , Frederico Araújo Abreu Fidalgo de
    Desde cedo que a ligação de Portugal ao mar é reconhecida como sendo de extrema importância. Olhando para a geografia do país e ao percurso histórico observa-se uma ligação natural ao mar e tal facto pode-se comprovar através de dados de fácil acesso e conhecimento geral: 100% do petróleo chega ao nosso país através do mar, 70% das importações usam a via marítima, 90% do turismo procura o litoral, 95% da internet circula por cabos submarinos. Não distante destes números, encontra-se a abundante riqueza geológica e biológica presente nas águas de soberania ou jurisdição portuguesa – ou seja, na 3ª maior Zona...

  6. Deteção de náufragos com sistemas sonar em UUV’s

    Vale, Adriano Moreira do
    Na Marinha Portuguesa, o emprego de Unmanned Underwater Vehicles (UUV) tem uma utilização muito limitada, restringe-se unicamente à deteção de minas. Contudo, com a evolução tecnológica e científica, o seu uso poderá estar a um passo de ser usado em outras vertentes cuja aplicabilidade ainda não foi explorada. Nesta linha de pensamento, surgiu o projeto ICARUS (Integrated Components for Assisted Rescue and Unmanned Search operations), que visa o desenvolvimento de veículos não tripulados para a busca e salvamento. O objetivo do mesmo, resume-se ao salvamento de náufragos com o recurso a UUV, promovendo assim uma eficiente gestão dos recursos, objetivo contemplado na diretiva de planeamento de...

  7. Enquadramento legal da Cibersegurança em Portugal e no Mundo

    Gonçalves, João André Pinto
    O cibercrime deixou há muito de ser uma palavra desconhecida para a generalidade da população mundial, sendo cada vez mais comum a execução dos mesmos por parte de indivíduos ou mesmo nações. Como tal, reveste-se de elevada importância a existência de uma resposta jurídica adequada às novas ameaças potenciadas pelo ciberespaço, a nível nacional e internacional. A evolução tecnológica levou à criação de novos elementos estratégicos, como os conceitos estratégicos de cibersegurança, e legislativos, com o objetivo de fazer face à especificidade da temática, tendo a União Europeia elaborado a Convenção de Budapeste sobre o Cibercrime de 23 de Novembro de 2001, e Portugal promulgado a Lei...

  8. Desenvolvimento do Conhecimento Situacional do Ciberespaço na Marinha/AMN e a sua contribuição no processo de tomada de decisão

    Cosme , Cláudio Alexandre Colaço
    Com a crescente dependência do ciberespaço, considerado o quinto domínio, é necessário que, para garantir a segurança dos sistemas de informação, as organizações civis como o Centro Nacional de Cibersegurança ou o Gabinete Nacional de Segurança e as organizações militares como o Estado-Maior General das Forças Armadas ou o Centro de Ciberdefesa, detenham um sólido conhecimento situacional do mesmo. Para alcançar este objetivo é fundamental que estas mesmas organizações colaborem de modo a desenvolver uma capacidade de prevenir e recuperar de ataques que possam ocorrer nesse domínio através de uma observação contínua do mesmo contribuindo, assim, para a sua proteção, prevenção, mitigação, resposta e para a sua recuperação. Deste...

  9. Análise do Risco de Fadiga no Mar Aplicação da ferramenta Martha a bordo de uma unidade naval

    Rubina , João Nuno Rodrigues
    A segurança da navegação e a diminuição dos acidentes marítimos assumem nos dias de hoje um papel de extrema importância a nível internacional, principalmente por parte da indústria marítima, e é na base desta preocupação que surgem organizações como a International Maritime Organization (IMO). Nesta organização, o estudo do fator humano no domínio marítimo tem tido grandes desenvolvimentos, não só através da regulamentação com também da sensibilização dos vários intervenientes. A fadiga no mar, embora seja um tema usual entre os navegantes, nunca houve uma grande sensibilização neste setor. Um tema que envolve a segurança do pessoal e que apenas recentemente foram elaborados estudos relativamente às...

  10. Estudo do conflito trabalho-família entre os militares da Marinha Portuguesa

    Silva , Adriano Nuno Pereira da
    O modo como as mulheres e os homens conseguem encontrar um equilíbrio entre a esfera da família e do trabalho, tem sido considerado um dos maiores desafios da nossa sociedade. Neste sentido, o presente estudo incide sobre o conflito trabalho família nos militares da Esquadrilha de Submarinos da Marinha Portuguesa, avaliando os efeitos que o ambiente de trabalho de suporte à família e o suporte do líder podem ter na redução da perceção do conflito trabalho-família. Foi efetuado um estudo quantitativo com uma amostra de 105 militares, considerando o local onde prestam serviço, a sua categoria, posto, idade e género. Os resultados obtidos revelam que a interferência...

  11. Implementação de um modelo de erosão para a simulação de carreiras dos Oficiais da Marinha Portuguesa

    Dias, Ana Rita Bonito Cotrim
    Em outubro de 2012, a Direção de Análise e Gestão da Informação (DAGI), em colaboração com a Superintendência do Pessoal (SP) e Direção do Pessoal (DP), iniciou o desenvolvimento de um protótipo de simulador, que designou por “Protótipo Fluxo de Carreiras”. Este simulador permite parametrizar diversos fatores que condicionam o desenvolvimento de carreira dos militares e que estão associados a mecanismos reguladores de carreira que se encontram vertidos no Estatuto dos Militares das Forças Armadas (EMFAR). Para cada ano do período de simulação, a situação de cada militar de uma determinada classe é atualizada e são verificadas as condições para a ocorrência de promoções e passagens à reserva....

  12. Avaliação do Impacto das Condições Ambientais nas Operações Navais

    Santana , Pedro Miguel Parreirinha
    Os diagramas de impacto de missão, baseados nos limites de segurança para a realização de operações militares, tornaram-se uma ferramenta essencial no apoio às tomadas de decisão “go / no go” no âmbito militar. Estas ferramentas são vulgarmente utilizadas pelas forças armadas, tanto no planeamento estratégico como no emprego tático de meios, sistemas e armas. Para tal, estes critérios são confrontados com observações e previsões ambientais (meteo-oceanográficas) para produzir diagramas de impacto de missão, que antecipam em horas e dias, a existência de condições favoráveis ou desfavoráveis para a realização de uma determinada missão e para a execução de operações com o emprego de armas. Para uma utilização...

  13. Modelo de avaliação de competências para Oficiais de Quarto à Ponte

    Basso , João Pedro da Cruz

  14. Operações Anfíbias em ambiente A2/AD

    Piteira , João Diogo Santos
    Com o fim da Guerra Fria e a dissolução do Pacto Militar de Varsóvia, a Rússia deixou de ser uma ameaça à hegemonia militar norte-americana e da NATO. Assim, desde esse momento para cá que se tem assistido a um quase total acesso, livre de verdadeira oposição, a qualquer teatro de operações. Durante a Guerra do Golfo, em 1990-91, e posteriormente no Afeganistão e Iraque a partir de 2001, no que constituem os dois grandes conflitos armados pós-Guerra Fria, os EUA em conjunto com a NATO, conseguiram alcançar a vitória através de um total acesso operacional aos teatros de operações, e com um grau de ameaça...

  15. Vigilância e monitorização dos espaços marítimos sob soberania ou jurisdição portuguesa

    Carolas , Pedro Miguel da Encarnação
    Portugal tem uma das maiores Zonas Económicas Exclusivas a nível mundial, encerrando este espaço marítimo uma riqueza que ainda não se encontra devidamente aferida, mas que se julga ser enorme. Por ela passam anualmente milhares de navios, com os mais diversos destinos e transportando as mais variadas cargas. A posição geostratégica do país coloca-o no centro de algumas das mais movimentadas rotas marítimas, sendo por isso de extrema importância vigiar e monitorizar as águas portuguesas, por forma a garantir que as leis e regulamentos de direito internacional marítimo são cumpridos e que o interesse nacional é devidamente salvaguardado. Deste modo, a presente dissertação tem como objeto de estudo...

  16. Processamento de Dados GNSS em Modo Cinemático

    Cunha, José Pedro Murta
    O princípio do posicionamento por GNSS baseia-se, resumidamente, na resolução de um problema matemático que envolve a observação das distâncias do utilizador a um conjunto de satélites com coordenadas conhecidas. A posição resultante pode ser calculada em modo absoluto ou relativo. O posicionamento absoluto necessita apenas de um recetor para a determinação da posição. Por sua vez, o posicionamento relativo implica a utilização de estações de referência e envolve a utilização de mais recetores para além do pertencente ao próprio utilizador. Assim, os métodos mais utilizados na determinação da posição de uma plataforma móvel, com exatidão na ordem dos centímetros, baseiam-se neste último tipo de posicionamento. Contudo, têm a...

  17. Plataformas de Projeção de Mergulhadores de Combate a Partir de um Submarino da Classe Tridente

    Arvelos, Tiago André Gorgulho

  18. Modelo de otimização para o Planeamento Operacional Naval (PLANOPNAV)

    Metelo , Filipe José Martins

  19. Modelo dinâmico de avaliação dos padrões de prontidão

    Bravo, Hugo Miguel D’Assunção Mascarenhas de Almeirim

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.