Recursos de colección

Repositório Institucional da Fundação João Pinheiro (3.033 recursos)

This institutional repository provides open access to scientific to the research out put of the João Pinheiro Foundation. The RI-FJP aims to collect, store, organize, preserve and disseminate scientific information produced by researchers at the institution published in book chapters, journal articles, presentations at events, theses and dissertations, technical report and others.The interface can be read in English, Portuguese and Spanish.

CEPP – Dissertações de mestrado

Mostrando recursos 1 - 8 de 8

  1. Tempo dos femininos e a educa????o da mulher

    Amorim, Marina Alves
    Investigou-se alguns aspectos dos processos educativos dos femininos, pensados a partir de cinco momentos da vida de mulheres: a menarca, o primeiro namoro, a perda da virgindade, o casamento e a maternidade. Analisou-se as experi??ncias de mulheres brancas, de tr??s gera????es, de uma fam??lia belo-horizontina da classe m??dia, com o objetivo de observar as rupturas e as perman??ncias dos femininos e dos seus aprendizados. Realizou-se entrevistas com as tr??s mulheres envolvidas na pesquisa, que constituem as principais fontes hist??ricas utilizadas, no desenvolvimento do trabalho, sendo analisado ?? luz da micro-hist??ria.

  2. O arranjo federativo e o processo de descentraliza????o

    Biondini, Isabella Virg??nia Freire
    A Constitui????o Federal de 1988 inova o modelo tradicional de Federalismo, ao conceder aos munic??pios status de ente aut??nomo, e que, portanto, possuem legitimidade politico-institucional e independ??ncia administrativa. As implica????es desse reconhecimento resultam em uma disputa vertical com os demais n??veis de governo, tanto por recursos como pelas responsabilidades de atendimento ??s demandas sociais, e em uma disputa horizontal que remete ao problema da equidade entre os governos subnacionais. Portanto, a cria????o de mecanismos e instrumentos que visem a redu????o das desigualdades ?? condi????o fundamental para a manuten????o do pacto federativo. Este trabalho busca discutir as estrat??gias adotadas pela Federa????o para enfrentar as...

  3. Redesenhando o estado no ??mbito municipal: principais contribui????es do or??amento participativo de Belo Horizonte

    Caixeta, Giovanni Jos??
    A sociedade, frente a um mundo em constante transforma????o, marcado por novidades tecnol??gicas e por fatos que produzem impactos importantes nos processos econ??micos, pol??ticos e sociais, exige um Estado redesenhado, com novo perfil, apto a enfrentar desafios e a lidar com situa????es in??ditas, com r??pidas e profundas mudan??as estruturais, descentralizado e mais perme??vel ?? sua participa????o e controle. Nesse sentido, in??meras experi??ncias t??m sido propostas e implementadas. O Or??amento Participativo ?? uma dessas propostas inovadoras de gest??o p??blica experimentada no Brasil e fundada num modelo de Estado que caminha nessa dire????o. A partir de estudos realizados sobre este tema, levantamentos,...

  4. Estado, burocracia e privil??gios em Minas Gerais

    Fortes, F??tima Beatriz Carneiro Teixeira P.
    O presente trabalho prop??e-se a explicitar a estrutura complexa e heterog??nea do sistema previdenci??rio dos servidores p??blicos de Minas Gerais e a associar a sua constitui????o ao processo de diferencia????o da burocracia p??blica do estado. Procurou-se demonstrar que o arranjo institucional da previd??ncia dos servidores estaduais reflete a diversificada rede de interesses e grupos de press??o e suas capacidades de imporem ao Estado exig??ncias e privil??gios para minorias, como parte do arranjo mais geral que condiciona o jogo de poder das elites mineiras desde o per??odo imperial. Concluiu-se que o sistema de previd??ncia dos servidores p??blicos de Minas Gerais ?? fragmentado...

  5. A parceria entre a Pol??cia Militar de Minas Gerais e a Funda????o Jo??o Pinheiro: uma busca de legitimidade em ambientes altamente institucionalizados?

    Silva, S??rgio Luiz F??lix da Silva
    Esta disserta????o teve por objetivo principal analisar a rela????o de "parceria" entre uma organiza????o policial militar e uma institui????o de ensino e pesquisa. O objeto de estudo foi o conv??nio estabelecido, em 1985, numa iniciativa considerada "pioneira", entre a Pol??cia Militar de Minas Gerais e a Funda????o Jo??o Pinheiro. ?? luz da teoria das organiza????es trabalhou-se com o pressuposto de que em ambientes altamente institucionalizados, as organiza????es s??o premidas mais por demandas de efici??ncia institucional que por efici??ncia t??cnica. Assim, a iniciativa da Pol??cia Militar de Minas Gerais, considerado inserir-se num ambiente altamente institucionalizado da seguran??a p??blica, teria se orientado mais...

  6. Impactos sociais dos processos de abertura comercial: o caso do setor leiteiro em Minas Gerais

    Gomes, Maria de F??tima Almeida Barbosa
    O setor leiteiro nacional, bem como toda a cadeia agroindustrial do leite, passou, durante a d??cada de 90, por uma s??rie de modifica????es. A abertura do pa??s ao com??rcio internacional, a desregulamenta????o do mercado e o aumento interno da demanda por produtos l??cteos, dentro de um contexto de economia global, preservando os princ??pios do neoliberalismo, trouxeram in??meras conseq????ncias para o setor leiteiro. A abertura do pa??s ao com??rcio internacional, de forma indiscriminada e unilateral, sem a institui????o de mecanismos de sustenta????o para os setores mais fr??geis, inclusive o leite, propiciou a entrada maci??a de produto estrangeiro, subsidiado na origem. As importa????es deprimiram os pre??os, em que...

  7. A competitividade das exporta????es argentinas: 1980-92

    Chiari, Juliana Rodrigues de Paula
    A disserta????o aborda a an??lise da competitividade das exporta????es da Argentina, refletida pela evolu????o da paridade da moeda a partir do programa de dolariza????o da economia. Tradicionalmente, a competitividade de um pa??s ?? mensurada comparando se as taxas de infla????o dom??stica e internacional, dentro da abordagem da paridade do poder de compra da moeda. Todavia, h?? um consenso na literatura te??rica quanto ?? inadequa????o deste indicador. As mais contundentes cr??ticas vinculam-se ?? inclus??o dos bens n??o comerci??veis no c??lculo dos ??ndices tradicionais de infla????o, ferindo a racionalidade do estudo da competitividade internacional entre os pa??ses. O per??odo analisado ?? razoavelmente...

  8. A participa????o social na elabora????o de planos diretores em munic??pios de Minas Gerais

    Valle, Maria Izabel Marques do
    Este trabalho analisa o desenho institucional proposto pelo Minist??rio das Cidades para a elabora????o dos planos diretores municipais, na trilha aberta pelos novos marcos jur??dico-urban??sticos institu??dos pelo Estatuto da Cidade, aprovado em 2001, que definem a participa????o social como constituinte dos planos diretores. Esta an??lise ?? elaborada a partir do conceito de governan??a, associando a participa????o social ?? amplia????o da democracia, e se fundamenta nos modelos anal??ticos propostos por Fung (2004) e Lubambo e Coelho (2005), sendo que o primeiro autor caracteriza as dimens??es componentes de uma inst??ncia participativa visando seus efeitos com rela????o ao aperfei??oamento democr??tico e os outros dois autores estabelecem...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.