Recursos de colección

Repositório Comum (35.562 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 100

  1. As Campanhas Militares Portuguesas no Centro e Norte de Moçambique 1886-1916

    Mangoele, Márcio
    O presente Trabalho de Investigação Aplicada aborda uma investigação sobre “As campanhas Militares Portuguesas no centro e norte de Moçambique 1886-1916”. O trabalho enquadra-se na participação portuguesa no teatro de operações de Moçambique durante as campanhas militares de ocupação e pacificação do território. Analisa-se também neste trabalho os acontecimentos relativos à fase inicial da Grande Guerra naquela colónia. Com este trabalho pretende-se descrever a forma de atuação e organização das forças militares portuguesas de forma a contribuir para o conhecimento da história militar de Portugal e de Moçambique durante este período. Para a elaboração deste trabalho, utilizou-se uma metodologia baseada na pesquisa...

  2. Combates em Nhamacurra durante a 4ª expedição a Moçambique na 1ª Guerra Mundial

    Melo, João
    O presente Relatório Científico Final aborda uma investigação que se intitula de “Combates Em Nhamacurra durante a 4ª Expedição a Moçambique na 1ª Guerra Mundial”, a fim de analisar os Combates pormenorizadamente. O entendimento da história do seu país é imprescindível a qualquer comandante, procura-se então contribuir para o conhecimento da História de Portugal e do Exército Português, podendo cooperar na resolução de problemas atuais com as lições retiradas da mesma. Pretende-se analisar como é que o método de Lições Identificadas/Lições Aprendidas influenciou os Combates em Nhamacurra e o seu desfecho. O Trabalho de Investigação está estruturado em três partes....

  3. Armas Combinadas no Séc. XX: Uma Revisão Histórica

    Rocha, Daniel
    As Armas Combinadas são empregues desde a antiguidade, mas só de há alguns séculos para cá aparece a palavra, e se começa a abordar a temática. O Séc. XX está repleto de exemplos do emprego do conceito de Armas Combinadas. Já no Séc XVII, Antoine Jomini, começa a aborda-lo, e desde então, há muitos autores a debruçar-se sobre o tema, destacando-se desde já militares ilustres como John Fuller, Liddel Hart, Heinz Guderian, Mikhail Tukhachevsky, entre outros. Nesta investigação iremos definir o conceito de Armas de Combinadas e os fatores que influenciam o emprego destas no Séc. XX. Os fatores referidos...

  4. A Guerra Absoluta de Clausewitz nas Invasões Francesas

    Gonçalves, Flávio
    O presente trabalho, intitulado: “A Guerra Absoluta de Clausewitz nas Invasões Francesas”, tem como principal objetivo identificar os aspetos do conceito de Guerra Absoluta de Clausewitz que ocorreram durante o período das Invasões Francesas. Pretende-se esclarecer a importância do povo durante o período das Invasões Francesas, facto que deve ser de conhecimento público, de modo que exibam orgulho e tenham perfeita noção daquilo que se fez ao longo da História. Gostaria assim que este relatório científico servisse como mais contributo para a formação da Identidade Nacional. Este trabalho é estruturado em três partes: na primeira, encontra-se uma introdução que apresenta o relatório...

  5. Estudo estatístico sobre a mobilização de unidades da Arma de Infantaria durante a Guerra de África (1961-1974)

    Ferreira, José
    O presente trabalho de Investigação Aplicada está subordinado ao tema “Estudo estatístico sobre a mobilização de unidades da Arma de Infantaria durante a Guerra de África (1961 – 1974) ”. Através desta investigação pretende-se caracterizar a tipologia das unidades mobilizadas pela Arma de Infantaria, com base no recrutamento e mobilização feito em Portugal continental e nos arquipélagos dos Açores e Madeira, bem como compreender o esforço de mobilização realizado por esta arma, quer através do ritmo de mobilização ao longo do período da guerra, quer ao nível das unidades territoriais que mobilizaram forças durante a guerra para cada um dos Teatros...

  6. A evolução das Forças Pára-quedistas portuguesas desde a sua criação até aos dias de hoje

    Neves, Alexandre
    O presente Trabalho de Investigação Aplicada está subordinado ao tema: “A evolução das Forças Pára-quedistas Portuguesas desde a sua criação até aos dias de hoje”. Com esta investigação pretende-se estudar e analisar de que forma é que as tropas pára-quedistas evoluíram com o decorrer dos anos. Os pára-quedistas são uma tropa especial portuguesa, onde o envolvimento aéreo é a sua principal característica, o que faz com que sejam uma importante capacidade ao dispor de um comandante. O objetivo desta investigação é entender de que forma é que evoluíram os pára-quedistas desde a sua criação, analisando para tal o seu conceito de...

  7. As Unidades a Cavalo na Contra-subversão no Ultramar Português

    Pinto, Luís
    No início da década de 60 Portugal foi confrontado com acções de movimentos independentistas nas suas províncias ultramarinas. Inicialmente é Angola com os seus movimentos subversivos a primeira das três províncias a entrar em guerra. A resposta portuguesa é rápida e surge pouco depois do inicio do conflito com a doutrina portuguesa de contra-subversão em que é apresentada como base do exército as forças de caçadores. Estas forças bastante semelhantes com as de Infantaria mas mais aligeiradas começam a apresentar algumas lacunas, principalmente para cumprir missões como forças de intervenção. São então criadas várias forças com o intuito de suprimir essas...

  8. Mouzinho de Albuquerque e António de Spínola:Uma visão comparada da sua acção Política e Militar em África.

    Fernandes, Luís
    O presente trabalho tem como objectivo principal a divulgação e partilha de conhecimento ao nível da história militar e da arma de Cavalaria. Com este tema pretende-se focar duas épocas nas quais existiu, em redor, quer da metrópole Lisboa quer das colónias Moçambique e Guiné-Bissau muita controvérsia, em que ambas as personagens foram nomeadas governadores militares das respectivas províncias, numa altura da história Portuguesa em que Mouzinho de Albuquerque foi importante nas Campanhas de África, bem como António de Spínola foi no auge da Guerra colonial. Caracterizando a acção Politica e Militar das personagens, pretende-se que o leitor fique a compreender...

  9. A Evolução da Organização e do Quadro de Oficiais da Arma de Artilharia – Da República à actualidade

    Ramos, Renato
    Este trabalho pretende identificar e analisar a evolução da organização e do quadro de oficiais da arma de Artilharia - da República até a actualidade. Entendemos ser um tema de rande importância, porque o estudo das reorganizações leva-nos a compreender as organizações actuais e, ao mesmo tempo, capacita-nos para prever as tendências das futuras alterações. Definimos como objectivo deste trabalho proporcionar um estudo sobre a influência das diversas reorganizações do Exército ao longo do século XX, na organização das unidades de Artilharia e na sua relação com o efectivo de oficiais do Quadro Permanente (QP) da arma, nas importantes fases...

  10. Qual a influência da criação do Destacamento Feminino, nas Lutas de Libertação Nacional, para a Emancipação da Mulher em Moçambique?

    Penicela, Isidro
    O presente trabalho pretende responder à seguinte questão: “Que influência teve o Destacamento Feminino para a emancipação da mulher em Moçambique?”. Como objetivos foram apontados não só assinalar o protagonismo das mulheres na atual sociedade moçambicana, procurando compreender a relação que existe com a sua participação na luta armada, mas também sistematizar o papel assumid o pelo Destacamento Feminino, sem perder de vista as condições que motivaram essa participação e ao mesmo tempo inteirar - se dos estádios de emancipação. A metodologia utilizada foi qualitativa e baseou - se na pesquisa bibliográfica, apoiando - se também nas novas tecnologias para aceder aos...

  11. As Forças de Quadrícula: Pontos de contacto entre as Guerras em África e os conflitos actuais

    Leite, Pedro
    Portugal materializou a sua primeira participação em Operações de Apoio à Paz em 1958. A partir de 1961 e até 1974, na sequência de uma Guerra-subversiva dos povos das suas colónias africanas, Portugal vê-se envolvido num conflito de natureza diferente, que forçou as autoridades políticas a importantes reformas e as Forças Armadas a adoptar novas doutrinas e tácticas, adequadas às características da contra-subversão. Actualmente e após a descolonização, Portugal tem conduzido a sua política externa no cumprimento dos acordos internacionais que mantém com organizações e países diversos, destacando com frequência forças militares para participarem em Operações de apoio à Paz...

  12. A Formação dos Oficiais da Arma de Artilharia: História do ensino da Artilharia da Escola do Exército (1837) à Academia Militar

    Marmelo, Fábio
    O presente Trabalho de Investigação Aplicada tem como principal objectivo estudar e analisar a evolução da formação dos Oficiais de Artilharia desde a Escola do Exército (1837) até à Academia Militar (1974). Com este tema pretendem-se identificar e decompor as alterações ao nível das condições de admissão, cadeiras vigentes e condições de aproveitamento e analisar as diferenças entre o número de alunos admitidos no primeiro ano das escolas e aqueles que conseguiram terminar os seus cursos. Analisando estas evoluções chegaremos à base da formação de muitas gerações de Oficiais de Artilharia o que permitirá perceber o porquê destas evoluções e, se...

  13. O Projeto Alcora e a Guerra de África (1961 - 1974)

    Ferreira, Tiago
    O Trabalho de Investigação Aplicada que se apresenta tem como tema: “O Projecto Alcora e a Guerra de África (1961 – 1974) ” e tem como objectivo identificar os objectivos iniciais estabelecidos pela aliança assinada entre Portugal, República da África do Sul e Rodésia. Durante a Guerra Colonial em que Portugal se envolveu entre 1961 e 1974, o nosso país nem sempre teve, por parte dos tradicionais aliados ocidentais, o apoio que desejou. Para contornar este problema, ao longo daquele período, foi estabelecendo um sistema de alianças que culminaram numa aproximação à República da África do Sul e à Rodésia: os...

  14. As Unidades de cavalaria durante o século XX. As razões da mudança

    Silva, Marco
    No decurso do século XX, por razões de ordem social, politica, económica ou puramente militar, o Exército português sofreu diversas reorganizações. As mudanças decorrentes destas reorganizações militares fizeram-se, naturalmente, sentir nas unidades de Cavalaria. Essas mudanças passaram quer pela alteração da missão da unidade, a sua organização, localização ou mesmo extinção. Pretende-se assim com este trabalho, em cada época e para cada unidade, perceber as razões mais profundas que levar am às alterações no “tecido” da Cavalaria portuguesa. A metodologia utilizada neste trabalho baseou-se essencialmente numa análise bibliográfica recorrendo a documentos, revistas, decretos-lei, regulamentações e ordens do exército. Com base nesta...

  15. A acção do General Costa Gomes como Comandante - Chefe em Angola (70-72)

    Gonçalves, André
    O presente trabalho debruça-se sobre um fenómeno político que é a subversão. Actualmente assistimos a conflitos que estão directamente relacionados com a subversão. Portugal deparou-se pela primeira vez com o fenómeno da subversão durante a guerra colonial, que durou de 1961 até 1975. Durante este período, o Exército Português desenvolveu doutrinas próprias para combater este fenómeno onde se procurava proteger as populações e estreitar contactos realizando diversas acções com o objectivo de melhorar as suas condições de vida. Neste trabalho é feita referência à importância da necessidade de uma boa liderança para a condução das operações militares nos vários países...

  16. A Pacificação de Moçambique no Final do Século XIX, à Luz da Velha Aliança

    Almeida, Miguel
    Portugal tem com a Inglaterra a mais velha aliança do mundo. Assinada em 1386 por D. João I, para garantir protecção contra Castela e para assegurar a independência nacional, foi evoluindo através das sucessivas ratificações. No século XIX dá-se a “corrida a África” e em 1884-5, a Conferência de Berlim obriga a que as potências europeias tomem medidas activas de ocupação do território. O projecto português do Mapa Cor-de-Rosa e o Inglês de ligar o Cabo ao Cairo são incompatíveis e o choque de interesses leva ao azedar das relações. A 11 de Janeiro de 1890 dá-se o Ultimatum Britânico e com ele...

  17. O Emprego da Artilharia Portuguesa no Teatro Europeu da 1ª Guerra Mundial

    Lamas, João
    O presente trabalho tem como objetivo caraterizar os Grupos de Baterias de Artilharia que marcaram presença no Teatro de Operações Europeu na região de Flandres, entre 21 de março e 14 de junho de 1918, procurando descrever o seu emprego e doutrina tática vigente e o seu desempenho nas principais operações em que participaram, identificando a tipologia de missões por eles realizadas. Decorridos dois anos após o início do primeiro conflito armado de nível mundial, a cooperação existente entre Portugal e Inglaterra precipita a entrada do nosso país na guerra declarada pelo Império Alemão. As revoluções industriais que antecederam este conflito possibilitaram...

  18. O emprego das Forças Aerotransportadas dos EUA: Origem e evolução durante a 2ª Guerra Mundial

    Batista, Márcio
    Das inúmeras inovações bélicas empregues no decorrer da 2ª Guerra Mundial surgiu a possibilidade de envolver o inimigo através do vetor aéreo com o recurso a forças aerotransportadas, as quais foram desenvolvidas por várias nações durante este conflito , tendo os Estados Unidos da América (EUA) abraçado a atividade aeroterrestre com especial interesse, contribuindo para o desenvolvimento desta capacidade, com a criação do seu próprio “conceito” de forças aerotransportadas no seio do seu exército. Este Trabalho de Investigação Aplicada trata-se de um estudo de caso das forças aerotransportadas dos EUA durante a 2ª Guerra mundial, com enfoque no teatro de operações...

  19. As Operações Especiais nos 45 dias do Afeganistão em 2001

    Correia, João
    Entre outubro e dezembro de 2001, as Forças de Operações Especiais, em conjunto com forças do movimento anti talibã, eliminaram grande parte dos talibãs e da Al-Qaeda, localizada no Afeganistão, em apenas “45 dias”. No dia 11 de setembro de 2001, os Estados Unidos da América sofreram um atentado terrorista que matou cerca de 3.000 pessoas. Este ato terrorista de extrema violência teve imediatas implicações a nível internacional, e consequente preocupação e empenho na erradicação de possíveis atos semelhantes. Os Estados Unidos da América atribuíram a responsabilidade pelo atentado à Al-Qaeda, que se encontrava instalada em solo afegão à guarida...

  20. A importância da experiência internacional, para o levantamento da doutrina denominada de “O Exército na Guerra Subversiva”

    Ferreira, Victor
    O presente estudo intitulado de “A importância da experiência internacional, para o levantamento da doutrina denominada de “O Exército na Guerra Subversiva”, tem como principal objetivo, verificar como a doutrina militar de contra subversão portuguesa foi influenciada, principalmente, pelas doutrinas britânica e francesa. Com o final da segunda guerra mundial, o mundo bipolarizou-se, sendo um polo o Comunismo e o outro o Capitalismo. O polo Comunista percebeu no final da Segunda Guerra Mundial que a conquista do mundo não poderia ser feita através de um confronto direto, sob pena de a destruição mútua ser assegurada. Para que isso não acontecesse, as...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.