Recursos de colección

Repositório Comum (28.376 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 19 de 19

  1. O Estado Português na Índia de 1947 a 1962

    Domingos , Marco António Veterano
    O presente trabalho procura investigar os acontecimentos no Estado Português na Índia, no período compreendido entre 1947 e 1962. Para tal recorremos a entrevistas e análise documental. Foi aplicado o processo de análise qualitativa, tendo por base um raciocínio indutivo, para produzir várias questões derivadas, com o objetivo de consolidar o conhecimento e obter a resposta a uma questão central. A presente investigação tem como objetivo geral investigar os acontecimentos que levaram ao fim do Império Português na Índia e como objetivo específico, analisar se o Estado Português tinha capacidade para manter o território na Índia. A Questão Central do...

  2. O Estado Português na Índia de 1947 a 1962

    Domingos , Marco António Veterano
    O presente trabalho procura investigar os acontecimentos no Estado Português na Índia, no período compreendido entre 1947 e 1962. Para tal recorremos a entrevistas e análise documental. Foi aplicado o processo de análise qualitativa, tendo por base um raciocínio indutivo, para produzir várias questões derivadas, com o objetivo de consolidar o conhecimento e obter a resposta a uma questão central. A presente investigação tem como objetivo geral investigar os acontecimentos que levaram ao fim do Império Português na Índia e como objetivo específico, analisar se o Estado Português tinha capacidade para manter o território na Índia. A Questão Central do...

  3. Os militares e a mudança de regimes políticos em Portugal

    Fernandes , Luís Carlos Campos
    A presente investigação centra-se na problemática de conhecer, através dos pronunciamentos militares de 28 maio de 1926 e 25 de abril de 1974, qual a atuação, postura e as razões que levaram os oficiais do Exército em início de carreira a se decidirem pela revolta contra o regime instaurado. Existindo uma extensa bibliografia acerca da I República e do Estado Novo, este trabalho explora outras duas vertentes: por um lado, a caraterização sociológica dos participantes em cada um dos pronunciamentos militares, segundo quatro parâmetros (arma/serviço, posto, origem distrital e proveniência familiar); e, por outro lado, qual a influência da dinâmica...

  4. Os militares e a mudança de regimes políticos em Portugal

    Fernandes , Luís Carlos Campos
    A presente investigação centra-se na problemática de conhecer, através dos pronunciamentos militares de 28 maio de 1926 e 25 de abril de 1974, qual a atuação, postura e as razões que levaram os oficiais do Exército em início de carreira a se decidirem pela revolta contra o regime instaurado. Existindo uma extensa bibliografia acerca da I República e do Estado Novo, este trabalho explora outras duas vertentes: por um lado, a caraterização sociológica dos participantes em cada um dos pronunciamentos militares, segundo quatro parâmetros (arma/serviço, posto, origem distrital e proveniência familiar); e, por outro lado, qual a influência da dinâmica...

  5. A influência militar inglesa nas Batalhas da Crise de 1383-1385

    Branco , Carlos Filipe Ribeiro
    O presente trabalho pretende centrar-se nas inovações militares de origem inglesa, que surgiram no decorrer das campanhas anglo-escocesas (1296-1328), tendo sido aprimoradas na Guerra dos Cem Anos (1337-1453) e confirmadas na Guerra Civil de Castela (1366-1369), e ainda na sua aplicação em Portugal, mais concretamente na Batalha de Trancoso (1385). Esta batalha é pouco valorizada na História Militar de Portugal, tendo tido, no entanto, um papel de grande relevância no cenário político e militar, assim como na componente moral dos dois exércitos que se opuseram em Aljubarrota (1385). O objetivo desta investigação é identificar e caracterizar a influência inglesa no...

  6. A influência militar inglesa nas Batalhas da Crise de 1383-1385

    Branco , Carlos Filipe Ribeiro
    O presente trabalho pretende centrar-se nas inovações militares de origem inglesa, que surgiram no decorrer das campanhas anglo-escocesas (1296-1328), tendo sido aprimoradas na Guerra dos Cem Anos (1337-1453) e confirmadas na Guerra Civil de Castela (1366-1369), e ainda na sua aplicação em Portugal, mais concretamente na Batalha de Trancoso (1385). Esta batalha é pouco valorizada na História Militar de Portugal, tendo tido, no entanto, um papel de grande relevância no cenário político e militar, assim como na componente moral dos dois exércitos que se opuseram em Aljubarrota (1385). O objetivo desta investigação é identificar e caracterizar a influência inglesa no...

  7. Rentabilização de recursos humanos

    Lopes, Marco Aurélio Viana
    O presente trabalho aborda a temática relativa à implementação do Regime de Contrato de Longa Duração no Exército Português, focando o caso específico das guarnições de Carro de Combate Leopard 2 A6. O objetivo do presente estudo consiste, assim, em avaliar as repercussões associadas à implementação do Regime de Contrato de Longa Duração nos cargos das guarnições de Carro de Combate Leopard 2 A6, em concreto: municiador, apontador, condutor e chefe de Carro de Combate. Neste sentido, foi restabelecido o conceito de Potencial de Combate ao nível dos executantes, isto é, os próprios militares, resultando daí a identificação de quatro...

  8. Rentabilização de recursos humanos

    Lopes, Marco Aurélio Viana
    O presente trabalho aborda a temática relativa à implementação do Regime de Contrato de Longa Duração no Exército Português, focando o caso específico das guarnições de Carro de Combate Leopard 2 A6. O objetivo do presente estudo consiste, assim, em avaliar as repercussões associadas à implementação do Regime de Contrato de Longa Duração nos cargos das guarnições de Carro de Combate Leopard 2 A6, em concreto: municiador, apontador, condutor e chefe de Carro de Combate. Neste sentido, foi restabelecido o conceito de Potencial de Combate ao nível dos executantes, isto é, os próprios militares, resultando daí a identificação de quatro...

  9. O dispositivo do Exército Português no Império Ultramarino, durante o período Republicano (1910-1975)

    Marujo, Rui Luís Madureira de Carvalho
    Este trabalho aborda o tema da evolução do dispositivo militar Português do Exército do Império Ultramarino, no período de 1910 a 1975. Os principais objetivos desta investigação são o estudo da evolução das forças do Exército presentes na ex-colónias portuguesas, para interpretar as alterações do dispositivo militar face às realidades vividas durante o período estudado. A metodologia utilizada para a realização deste trabalho baseia-se no método de investigação histórica, analisando a evolução da presença militar do Exército nas antigas colónias. Sendo este também conjugado com uma abordagem sincrónica, que identificou as variáveis atuantes nos períodos em que ocorreram mudanças significativas...

  10. O dispositivo do Exército Português no Império Ultramarino, durante o período Republicano (1910-1975)

    Marujo, Rui Luís Madureira de Carvalho
    Este trabalho aborda o tema da evolução do dispositivo militar Português do Exército do Império Ultramarino, no período de 1910 a 1975. Os principais objetivos desta investigação são o estudo da evolução das forças do Exército presentes na ex-colónias portuguesas, para interpretar as alterações do dispositivo militar face às realidades vividas durante o período estudado. A metodologia utilizada para a realização deste trabalho baseia-se no método de investigação histórica, analisando a evolução da presença militar do Exército nas antigas colónias. Sendo este também conjugado com uma abordagem sincrónica, que identificou as variáveis atuantes nos períodos em que ocorreram mudanças significativas...

  11. O papel dos Grupos Especiais Paraquedistas em Moçambique de 1971 a 197

    Amorim, Bruno Manuel Magalhães
    A Guerra de África (1961-1974) encerrou um período da história recente portuguesa, na qual Portugal procurou conservar a posse das suas colónias ultramarinas. Esta contenda exigiu o envolvimento de uma parte significativa da população, em particular no esforço militar, levado a cabo pelas Forças Armadas portuguesas. O prolongamento imprevisível desta guerra provocou, contudo, níveis de insatisfação na população portuguesa demonstrados pela crise que o recrutamento da metrópole manifestava. A africanização das Forcas Armadas acelerou ao longo do decorrer da guerra. A percentagem das populações africanas atingidas por este processo teve particular expressão no território de Moçambique. Os Grupos Especiais Paraquedistas...

  12. D. Miguel Pereira Forjaz (1769-1827)

    Borges, João Vieira
    A Academia Militar é, em todas as Nações, reserva de Tradição, de História, de valores e duma Estética Militar cujo carisma emociona os cidadãos e marca profundamente os Cadetes. Portugal tem na sua AM o orgulho natural duma Nação secularmente sábia, na defesa da sua liberdade e independência e na formação intelectual das gerações portuguesas. O Exº General Alexandre Correia Leal, ilustre Comandante da Escola do Exército, propôs no ano de 1953, ao douto Conselho Escolar, que fosse adoptado para cada curso de entrada um patrono, figura simbólica e expressiva da nossa História, que servisse de guia e de rumo...

  13. A Reforma do Ensino Superior Militar em Portugal

    Borges, João Vieira
    Numa altura em que se debate, com especial acuidade, a reestruturação das Forças Armadas (FA), pensamos ser adequado e oportuno abordar a temática da reforma do Ensino Superior Militar (ESM) em Portugal. Adequado, porque a participação no referido debate sobre o ESM, que pensamos deveria ter sido alargada "interactivamente" a todos os atores do sistema educativo militar, tem sido, no entanto, limitada às entidades e instituições diretamente implicadas no processo. Assim, os poucos diagnósticos e artigos de opinião a que temos tido acesso, traduzem-se normalmente numa "reação" negativa às opções governamentais, quaisquer que elas sejam e simultaneamente numa grande dificuldade na...

  14. As novas e antigas ameaças para Portugal e Espanha

    Borges, João Vieira
    Num momento de mudança do sistema político internacional em que vivemos em simultâneo as crises financeiras, de recursos, de valores, de lideranças, demográfica e ambiental, abordar a questão das ameaças torna-se ainda mais complexo. Efetivamente, se é indiscutível que as ameaças constituem umas das variáveis mais importantes do planeamento estratégico, por outro lado, são hoje mais globais, mais desmilitarizadas, menos territoriais, e inclusivamente mais difíceis de identificar e caracterizar. No sentido de entendermos melhor a diferença entre as antigas e as novas ameaças, começaremos por caracterizar esta variável estratégica de todos os tempos, para depois analisarmos as percepções que hoje...

  15. A Reforma do Ensino Superior Militar em Portugal

    Borges, João Vieira
    O Ensino Superior Militar (ESM) tem sido alvo de uma crescente e harmoniosa integração no sistema de ensino superior português, mantendo a prioridade na formação de excelência dos oficiais dos quadros permanentes dos três ramos das Forças Armadas e da Guarda Nacional Republicana, assim como na valorização das ciências militares enquanto vetor de afirmação estratégica. Neste âmbito, os Estabelecimentos de Ensino Superior Público Universitário Militar (EESPUM) têm efetuado, ao longo dos últimos anos, uma reforma profunda, tanto ao nível das estruturas que os integram, como dos ciclos de estudo que proporcionam. Esta reforma tem tido como pressupostos, entre outros, a excelência...

  16. A nova estratégia de Segurança Nacional dos EUA 2015

    Borges, João Vieira
    No passado dia 6 de Fevereiro de 2015, foi publicada a nova Estratégia de Segurança Nacional (National Security Slrategy 2015 — NSS 2015) dos Estados Unidos da América (EUA), a segunda da era Obama, desde a sua tomada de posse como Presidente, a 20 de Janeiro de 2009. Aguardava-se, com alguma curiosidade, a publicação desta nova NSS (a última tinha sido publicada em Maio de 2010), atrasada sistematicamente por questões internas, mas sobretudo pelos acontecimentos recentes, designadamente, pelo conflito da Ucrânia e pelo peso crescente do Estado Islâmico (na NSS 2015 citado como "Islamic State oflraq and the Levant' — ISIL)...

  17. A Demografia e a Estratégia

    Borges, João Vieira
    Versão adaptada, da lição inaugural proferida na cerimónia de abertura solene do ano letivo 1998-99 da Academia Militar (21out98) e de uma conferência realizada na Sociedade de geografia de lisboa (04mar98), publicada na Revista militar 8nº 23/99 de Fevereiro/março de 1999.

  18. Patronos da Escola do Exército e da Academia Militar : Tradição e Coesão

    Borges, João Vieira
    A Escola do Exército (EE) e a Academia Militar (AM), como instituições militares de ensino superior do nosso País, foram e continuam a ser possuidoras das mais vastas e nobres tradições, que se enraízam na existência da própria instituição militar e nos fundamentos de Portugal como soberano. Formadoras de sucessivas gerações de líderes (homens e mulheres, civis e militares destinados aos três ramos das Forças Armadas e, mais recentemente, à GNR), que foram e são protagonistas da própria História de Portugal, contribuíram e continuarão a contribuir para a consolidação de uma verdadeira "armadura espiritual" do Estado. A presente obra representa uma...

  19. The use of the Portuguese Special Operations as instrument of Foreign Policy: The case study of Afghanistan (2015)

    Reis, João Carlos Gonçalves dos
    Relatório Detalhado de Atividade Profissional

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.