Recursos de colección

Repositório Comum (40.060 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 125

  1. A Contenção da Ameaça UAS

    Garcia, Luís
    Cem anos após o início da Primeira Guerra Mundial e enquadrados por um ambiente de “guerra moderna”, o uso militar dos UnmannedAircraft Systems tende a assumir-se cada vez mais como uma peça central da escolha do futuro da maquinaria militar. Reconhecidos como um facilitador operacional valioso e multiplicador de força, tendo em conta a sua flexibilidade única, versatilidade e capacidades operacionais de grande alcance em termos de vigilância, intelligence, reconhecimento, aquisição de objetivos, guerra eletrónica e ataque ao solo. O presente relatório científico intitulado “A Contenção da Ameaça UAS” trata-se de uma investigação cujo objetivo implica identificar as limitações nos Sistemas...

  2. Carro de Combate Leopard 2 A6 - Formação Inicial e Manutenção das qualificações. O caso do Exército Português

    Duarte, Sérgio
    O tema deste trabalho, prende-se com a formação inicial e manutenção das qualificações da guarnição do Carro de Combate Leopard 2 A6. O Carro de Combate Leopard 2 A6 é um sistema de armas com elevada complexidade tecnológica. O presente estudo visa verificar se a formação inicial e a manutenção das qualificações, sem o recurso à simulação, se encontram apropriadas para manter a eficácia da guarnição do Carro de Combate. Para tal, os métodos de investigação científica utilizados, basearam-se num inquérito por questionário e em entrevistas. Os resultados mais relevantes do estudo, possibilitam verificar as dificuldades/problemas existentes na formação inicial e...

  3. O material de 155mm Lightweight. Quais as futuras implicações ao nível do apoio de fogos em Portugal

    Silva, Diogo
    Actualmente, cada vez mais os Teatros de Operações demonstram alguma complexidade a nível de emprego de tropas e emprego de material bélico, o que origina a necessidade de haver uma especial atenção quanto aos materiais utilizados no campo de batalha, uma vez que estes são altamente mutáveis em termos de tecnologia, ao contrário das tropas, que dependem do material para evoluírem os seus exércitos. Como é sabido, uma das maiores organizações mundiais intervenientes nestes conflitos é a Organização do Tratado Atlântico Norte, (OTAN). Por sua vez, para que esta organização consiga trabalhar com os seus países membros em cenários de...

  4. Requisitos Operacionais para os Veículos Aéreos Não Tripulados (UAV) na Guarda Nacional Republicana

    Chiote, Diogo
    O desenvolvimento tecnológico na área da aviação autónoma, nomeadamente nos Veículos Aéreos Não Tripulados, revela características que poderão ser utilizadas pela Guarda Nacional Republicana no cumprimento sua missão. Pretendendo maximizar as vantagens do uso desta plataforma, é necessário definir os seus requisitos operacionais. O presente trabalho tem como objetivo primordial definir quais os requisitos operacionais para os Veículos Aéreos Não Tripulados na Guarda Nacional Republicana. Para cumprir este objetivo foram definidas etapas, nas quais são elencadas as áreas de aplicação para este meio na Guarda e identificados os requisitos operacionais específicos para cada uma dessas áreas. A metodologia utilizada para atingir estes...

  5. O Emprego de Carros de Combate em Pequenas Unidades de Reconhecimento

    Amaro, Sandra
    O presente trabalho de investigação, subordinada ao tema “O Emprego de Carros de Combate em Pequenas Unidades de Reconhecimento” visa perceber se o uso deste sistema de armas é justificável para missões de reconhecimento perante o atual ambiente operacional. Este assunto ganha relevância quando se estudam as missões de reconhecimento no atual ambiente operacional. O local de eleição para o desenvolvimento das operações são zonas urbanas criando limitações ao tráfego de veículos de grande porte. De referir que o objetivo do reconhecimento não é combater mas sim recolher informações. Ao longo dos tempos, há uma adaptação dos meios e das missões à tipologia...

  6. Novos Sistemas de Armas na Cavalaria Conceito de emprego do GAM

    Covas, Mauro
    Este Trabalho de Investigação Aplicada na área dos Novos Sistemas de Armas da Cavalaria Conceito de Emprego do Grupo de Autometralhadoras tem como objetivo encontrar a doutrina mais adequada para o Grupo de Autometralhadoras analisando a organização onde o Grupo de Autometralhadoras está inserido. Para esta investigação estudamos adoutrina da Stryker Brigade Combat Team do Exército dos Estados Unidos da América existente relativa ao emprego das viaturas da Mobile Gun System 1. Analisámos ainda a Brigada de Intervenção e a Brigada Mecanizada, de modo a comparar as suas missões e sistemas de armas. Efetuamos também entrevistas a Oficiais portugueses que desempenham funções na...

  7. A Simulação. Contributos para a formação e treino.

    Santos, João
    Este trabalho de investigação relaciona-se com os contributos que a Simulação pode dar nos campos da Formação e do treino militares. A complexidade que reveste o Carro de Combate Leopard 2 A6 leva a que seja necessária a utilização de meios alternativos para a Formação e Treino dos militares das guarnições desse mesmo sistema de armas. Por este motivo, através de entrevistas e de análise documental, pretende-se com este trabalho descobrir de que forma a Simulação pode contribuir para o aumento das capacidades técnicas e táticas dessas guarnições. Os resultados desta investigação revelam a existência de lacunas nos campos da Simulação, Formação...

  8. Os veículos terrestres não tripulados nas unidades de reconhecimento

    Cruz, Fábio
    Este trabalho de investigação aplicada tem como título "Os veículos terrestres não tripulados nas Unidades de Reconhecimento". Com este trabalho pretende-se demonstrar se a presença destes meios, nos Esquadrões de Reconhecimento do Exército Português, será benéfica ou não, tendo em conta alguns factores de análise. Numa primeira fase foi feita a análise conceptual, tentando-se discriminar as tarefas a desempenhar pelos Esquadrões de Reconhecimento, caracterizou-se o que é um veículo terrestre não tripulado, quais as suas capacidades e quais as tendências de emprego em exércitos com historial nesta área. Na parte prática, considerando a experiência de quem já comandou estes Esquadrões, ou outras...

  9. O Sistema ISTAR e os Esquadrões de Reconhecimento do Sistema de Forças Nacionais

    Salavessa, João
    O presente trabalho de Investigação, com o título “O Sistema ISTAR e as Unidades de Reconhecimento do Sistema de Forças Nacional”, tem como enfoque principal a Unidade de Reconhecimento existente no Sistema Intelligence, Surveillance, Target Acquisition and Reconnaissance (ISTAR) e as Unidades de Reconhecimento do Sistema de Forças Nacional (SFN), com o intuito de entendermos quais as alterações que a criação desta Unidade de Reconhecimento poderá provocar nas já existentes ou vice-versa. Na primeira metade do Trabalho aborda-se o Sistema de uma forma genérica, fazendo a descrição dos seus elementos, componentes, princípios e estrutura. Aborda-se ainda as Unidades de Reconhecimento existentes...

  10. A importância dos meios aéreos no Exército

    Magalhães, Davide
    O Exército, como força terrestre ao serviço de um País, deve usufruir de todos os meios indispensáveis ao seu desenvolvimento e evolução. Se o Exército for evoluído, também o país estará seguro. Ou seja, se o Exército for reestruturado, terá condições para cumprir as suas missões. O presente trabalho de investigação, tem como principal objectivo, constatar se os meios aéreos são realmente importantes e necessários para o Exército. Convém referir que, quando se fala em Exército, pretende-se abordar o mesmo em termos mundiais e só depois no caso português. Falando-se também, especificamente dos meios aéreos no Exército alemão, que como...

  11. Necessidade e importância da simulação na Cavalaria Portuguesa

    Caetano, Hélio
    Esta tese desenvolve um trabalho de investigação ligado à necessidade e importância dos meios de simulação na instrução e treino dos militares da Cavalaria Portuguesa. O processo metodológico do assunto consistiu na elaboração de uma pergunta de partida capaz de revelar clareza, exequibilidade e pertinência para o tema, servindo-se de uma análise quantitativa e qualitativa das variáveis custo/proficiência, recolhidas em território nacional e na investigação de campo realizada em Espanha, nas quais foram utilizadas técnicas de recolha bibliográfica e a realização de entrevistas. Os resultados mais significativos remetem à ocorrência escassa do treino de tiro em condições reais dos vários...

  12. Emprego do Targeting a nível Nacional: Implicações para a Artilharia de Campanha

    Barbosa, Pedro
    O presente tema situa-se no contexto da Defesa, mais concretamente no âmbito do emprego do Targetinga nível Nacional e das implicações que advêm para a Artilharia de Campanha. Orienta-se para a concepção de um conjunto de propostas, que visam aumentar o produto operacional do Exército, adaptando-se ao actual ambiente operacional. Neste sentido, procura-se obter determinado Efeito, em detrimento da destruição, alcançando-se o Estado Final pretendido com o mínimo de Danos Colaterais possível, através de uma correcta Sincronizaçãode todos os meios disponíveis. Com o intuito de familiarizar o leitor com o vasto leque de conceitos associados ao tema em questão,...

  13. Emprego e implementação do Sistema Automático de Comando e Controlo no grupo de Artilharia de Campanha da Brigada de Intervenção

    Ferreira, Paulo
    O Sistema Automático de Comando e Controlo visa auxiliar o Comandante na aplicação e integração de todo o Apoio de Fogos no Campo de Batalha, através do emprego de quatro subsistemas: o Advanced Field Artillery Tactical Data System, o Battery Computer System, o Forward Observer System e o Gun Display Unit – Replacement. Estes quatro subsistemas equipam os vários elementos e órgãos de planeamento, coordenação e execução do Apoio de Fogos. Para a execução deste trabalho foi proposto determinar, relativamente ao Grupo de Artilharia de Campanha da Brigada de Intervenção, as implicações da implementação do Battery Computer System no Posto Central...

  14. O emprego táctico dos UAVS, em proveito da aquisição de objectivos, na Artilharia de Campanha

    Imperial, Nuno
    O presente Trabalho de Investigação Aplicada versa sobre o emprego táctico dos Unmanned Aerial Vehicles (UAVs), nas operações militares e a sua actuação em proveito da Aquisição de Objectivos (AqObj), na Artilharia de Campanha (AC). Os objectivos principais da investigação são: explicar a forma mais vantajosa do emprego táctico dos UAVs, para esse fim, e demonstrar que a AC pode ser a Entidade Primariamente Responsável pela futura Unidade de UAVs no Exército. Na metodologia adoptou-se uma abordagem qualitativa, através da construção de um Modelo de Análise que contém a pesquisa documental à doutrina de referência, e as entrevistas efectuadas por um guião,...

  15. A organização topográfica do GAC face aos novos equipamentos topográficos da Artilharia de Campanha Portuguesa

    Godinho, Carlos
    No âmbito do Estágio de Natureza Profissional do Tirocínio para Oficial Aluno da Arma de Artilharia (TPO), nomeadamente na componente do Trabalho de Investigação Aplicada, escolheu-se como tema de investigação a rganização topográfica do Grupo de Artilharia de Campanha (GAC) face aos novos equipamentos topográficos da Artilharia de Campanha (AC). Tendo em conta a permanente evolução tecnológica e o reequipamento do Exército Português como uma etapa de um ciclo contínuo que visa o acompanhamento dessas transformações e a adaptação às necessidades de um moderno campo de batalha, surge o interesse em saber como está a sua vertente topográfica. È desta...

  16. A Evolução dos materiais de Artilharia Antiaérea em Portugal - Da Genese à actualidade. Perspectivas futuras

    Dias, João
    O presente trabalho engloba duas áreas primordiais para o desenvolvimento do saber e em especial da cultura militar. Com a finalidade de familiarizar o leitor com o extenso conjunto de conceitos associados ao tema em questão, procurou-se dividir o trabalho em 4 capítulos. Desta forma, numa primeira fase (Capitulo I, Capitulo II e Capitulo III) conta com um carácter histórico sobre os materiais que equiparam a Artilharia Antiaérea em Portugal e que marcam toda uma evolução. Posteriormente numa segunda fase (Capitulo IV), esses conhecimentos possibilitarão uma reflexão sobre questões actuais que se revestem de extrema importância para o desenvolvimento da...

  17. Os Desafios da Artilharia Antiaérea Face ao Novo Quadro de Ameaças

    Fonseca, Henrique
    A Artilharia Antiaérea Portuguesa tem vindo ao longo do tempo a perder capacidades de combater os diferentes espectros da ameaça. Essa perda de capacidades é derivada basicamente da desactualização dos nossos sistemas e equipamentos. A Artilharia Antiaérea integra na actualidade um papel de extrema importância, tendo por missão garantir a liberdade de acção às Forças Terrestres e defesa de pontos e áreas sensíveis, tanto em território nacional como fora dele,através de uma Defesa Antiaérea ajustada e eficaz. Esta defesa contempla para além da ameaça convencional uma capacidade de defender contra as ameaças emergentes que fazem parte do actual quadro de...

  18. A Evolução da Direcção Técnica do Tiro de Artilharia de Campanha, em Portugal

    Nunes, Luís
    O presente trabalho tem como objectivo principal estudar e analisar a evolução da Direcção Técnica do Tiro de Artilharia de Campanha, em Portugal. Com este tema pretende-se identificar e decompor toda a evolução dos processos de cálculo do tiro utilizados em Portugal. Desta forma, o leitor pode ficar a conhecer métodos de cálculo distintos no âmbito da Direcção Técnica do Tiro de Artilharia de Campanha. Estes métodos têm sido a formação base das diferentes gerações de oficiais da Arma de Artilharia. Para concretizar este objectivo, procedeu-se ao estudo dos métodos e processos de cálculo de tiro utilizados pela Artilharia de Campanha, desde...

  19. Observação Aérea em Portugal. Realidade actual e perspectivas futuras

    Santos, Gabriel
    Face às alterações do actual campo de batalha, existe a necessidade de um maior desenvolvimento das técnicas e dos novos equipamentos a utilizar pelo observador aéreo para a maximização das suas capacidades. O presente trabalho tem como objectivos estudar e analisar a Observação Aérea em Portugal, a nível actual e a nível futuro. Numa primeira parte é feito um enquadramento histórico da observação aérea em Portugal, posteriormente as técnicas que foram aplicadas e os procedimentos inerentes a cada tipo de missão bem como um levantamento das suas vantagens e inconvenientes e a influência que tem no Processo de tomada de...

  20. C-RAM um contributo para a protecção da força e defesa de infra-estruturas críticas. Ameaça Aérea - Nova área de emprego da AAA

    Leite, Marco
    A evolução da tradicional ameaça é um factor preponderante para os vários países que destacam forças para os diversos Teatros de Operações. Existe assim a necessidade de as combater, de minimizar os seus efeitos ou de as neutralizar. Por isso o presente trabalho tem como objectivo explorar como poderá a Artilharia Antiaérea Portuguesa contribuir para a Protecção da Força, aquando destacada num Teatro de Operações e na protecção de infra-estruturas no Território Nacional. A finalidade deste trabalho é mostrar de que forma poderá a Artilharia Antiaérea fazer face às novas ameaças aéreas. Neste sentido surge a questão central: Quais as possibilidades...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.