Recursos de colección

Repositório Comum (25.071 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 26

  1. Elaboração de uma linguagem documental em Ciências Policiais

    Soares, Michele Ana Tomé
    A presente dissertação visa promover a eficiência e a qualidade na recuperação da informação das e nas forças e serviços de segurança compreendidas no Ministério da Administração Interna. A indexação é a operação técnica e específica da área das Ciências da Informação, que permite a uniformização da linguagem na pesquisa usada pelo utilizador e adotada pelo sistema de recuperação de informação. A qualidade da recuperação da informação depende de políticas de gestão e normalização da indexação e do controlo da terminologia. As Ciências Policiais (Segurança Interna) possuem uma terminologia própria na identificação dos assuntos, pelo que esta investigação pretende lançar as directrizes...

  2. A dimensão transnacional do Terrorismo [:estratégias de prevenção e de resposta por parte do Canadá]

    Henriques, Tânia Sofia Branco
    Os acontecimentos registados a 11 de Setembro de 2001 abalaram o mundo. A segurança foi colocada em causa e o medo instalou-se de forma imediata nos quatro cantos do mundo. O despoletar do Terrorismo tornou-se uma ameaça extremamente séria à dignidade da vida humana. O Canadá, país fronteiriço dos Estado-Unidos da América não ficou indiferente com a presença das ações terroristas. Perante a dimensão transnacional do Terrorismo, não só procedeu à implementação de um vasto conjunto de medidas, incluindo estratégias de prevenção e de resposta, como adotou uma nova consciencialização perante esta espiral de violência que ostenta não ter fim.

  3. A coação policial [:Da norma aos critérios situacionais na aplicação de meios coercivos]

    Barbosa, Paulo Jorge Benoliel Spencer
    O monopólio legal do uso da força física pela polícia releva uma constante preocupação e pressão social no sentido da compreensão e legitimação das circunstâncias da sua aplicação. A existência de procedimentos operacionais não regulamentares, ou regras táticas, na aplicação de meios coercivos materializou uma investigação focada na compreensão das circunstâncias e fatores inerentes a esse fenómeno. O nosso processo de investigação qualitativa, baseou-se na replicação de um estudo prévio, e recorreu à observação participante de operações policiais e entrevistas semiestruturadas a elementos pertencentes à Polícia de Segurança Pública. Constatámos a existência e o caráter situacional das regras táticas na...

  4. Cibercrime em Portugal [:Trajetórias e Perspetivas de Futuro]

    Amador, Nelson José Roque
    O cibercrime, como tema principal deste estudo tem-se revelado, devido à sua particularidade virtual, uma das maiores problemáticas criminais do século XXI. A importância de aferir as trajetórias deste fenómeno em Portugal e de traçar perspetivas de futuro para este problema revelou-se, desta forma, de máxima importância. Todo o funcionamento da sociedade tornou-se dependente das novas tecnologias, nomeadamente da informática e, em particular, da Internet. Por um lado, a investigação criminal deste fenómeno carece da existência de uma legislação à altura das constantes evoluções tecnológicas. Por outro lado, verifica-se que a prevenção criminal do cibercrime só será possível se conjugarmos...

  5. A inteligência na prevenção criminal [:caso de estudo dos furtos em innterior de residência na área do posto territorial da GNR da Ericeira]

    Galante, Luís Miguel Trole Baião
    Portugal é um Estado de Direito Democrático, cujo um dos pilares fundamentais enquanto Estado soberano, é garantir a liberdade e segurança dos seus cidadãos, o legal funcionamento das suas instituições e por sua vez manter a ordem e tranquilidade pública. Na conjuntura actual, o fenómeno de globalização nutre efeitos na sociedade, em que por vezes o aumento do conhecimento por parte dos transgressores conduz a aumento de fenómenos criminais, constituindo uma ameaça à segurança dos cidadãos. As Forças de Segurança têm um papel preponderante na manutenção da ordem e tranquilidade pública, na prevenção de eventos criminais, bem como na descoberta de...

  6. A prisão preventiva [:A sua relação com a insvestigação criminal

    Fernandes, José Luís Alves
    A prisão preventiva constitui um tema que recorrentemente agita a opinião pública, pelo que o seu estudo constitui elemento importante, tanto para a comunidade académica em particular, quanto para a sociedade em geral. No âmbito da investigação criminal desenvolvida no decurso do processo penal, podem, como adiante se sublinhará, ocorrer situações em que a privação da liberdade dos arguidos é legalmente admitida antes da decisão final. Assim, com esta dissertação, procurou-se estudar as relações que existem entre a prisão preventiva e a investigação criminal. Desde o início do presente trabalho deixaremos antever a importância de procurar compatibilizar a proteção dos direitos, liberdades...

  7. A Investigação Criminal na Polícia de Segurança Pública e na Brigada Militar

    Gonçalves, João Marcelo dos Santos
    A dissertação consiste em um estudo acerca das polícias de Portugal e no Brasil. Teve como escopo mergulhar, verticalmente, no estudo da segurança interna, e, mais precisamente, adentrar na segurança pública e nos sistemas e modelos policiais, ou seja, nas polícias, em ambos os países. A pesquisa teve como objetivo principal investigar, especialmente, duas polícias de ordem pública, a Polícia de Segurança Pública e a Polícia Militar (mais especificadamente, a Brigada Militar). O estudo apresenta, notadamente, a competência legal da Polícia de Segurança Pública e da Brigada Militar, quanto a investigação criminal conduzida por estas polícias, face as Constituições e legislações vigentes. O trabalho utiliza-se da análise das leis,...

  8. A investigação como ciência na lógica do direito

    Pereira, Eliomar da Silva
    A investigação criminal é forma de saber prático que possui uma racionalidade específica, em virtude do contexto jurídico em que se desenvolve. Pode-se falar em uma investigação como ciência, mas apenas segundo a lógica do direito, que exige a ponderação entre valores epistêmicos e valores éticos juridicamente garantidos pela lei. A incidência de normas de garantia de direitos confere à investigação certas particularidades que nos permitem falar de uma metodologia da investigação criminal. Nessa metodologia específica, podemos observar uma lógica e uma pragmática fundada em princípios jurídicos, que condicionam os contextos de justificação e de descoberta da investigação criminal. Dessa...

  9. Mediação de Comportamentos Desviantes em Meio Escolar [: um Estudo de Caso]

    Dias, Dulce Alexandra de Jesus
    A presente investigação surge como requisito parcial para a obtenção do grau de Mestre em Ciências Polícias na área de especialização em Criminologia e Investigação Criminal pelo Instituto Superior de Ciências Policiais e Segurança Interna, tendo como fio condutor a resposta à pergunta: Estão os professores preparados para a mediação de conflitos que lhes são colocados pelos comportamentos desviantes dos alunos? Para responder à questão de partida estruturou-se a dissertação em três capítulos, nomeadamente o enquadramento teórico, a metodologia, a apresentação e discussão dos dados e a conclusão. O comportamento desviante é um fenómeno com múltiplas causas e distintas manifestações, abrangendo uma...

  10. A cultura prisional e a reincidência criminal [: o caso do estabelecimento prisional de Viana em Angola]

    Santos, André Carlos Maquinguir dos
    O presente trabalho debruça-se sobre a relação existente entre o fenómeno da reincidência criminal e a cultura prisional. Constata-se que todo o recluso ao entrar para a prisão acaba estando exposto a uma nova cultura munida de valores formais – valores que dizem respeito a própria instituição – e valores informais – aqueles que são intrínsecos aos reclusos e que surgem como resposta a um leque de privações impostas pela reclusão – que assumem formas de código de conduta, contrastando fortemente com os padrões de convivência no exterior da prisão. De uma forma ou de outra, a cultura prisional acaba...

  11. A Investigação criminal em Moçambique [: O recurso às escutas telefónicas na investigação de crimes graves e complexos (Caso específico dos sequestros na Cidade de Maputo - período 2011/2013)]

    Jofrice, Alzira da Conceição
    A investigação criminal apresenta-se como uma fonte de formação e informação do Direito, pois é através dos resultados nela obtidos que se determina a política criminal para a garantia da segurança dos cidadãos num Estado e as condutas a serem adoptadas pelos agentes que desenvolvem esta actividade em casos futuros. Para que essa garantia seja efectiva, é necessário que as normas que regulam a investigação criminal estejam em concordância e que se adeqúem à realidade actual do país. Em Moçambique, a investigação criminal é um tema que carece de muita discussão, tendo em conta as lacunas existentes na legislação que regula...

  12. A influência das políticas públicas de segurança do Reino Unido na realidade portuguesa

    Carvalho, Ricardo Manuel Alves de
    O conceito de segurança distingue-se por ser um objetivo indispensável e teleológico da atividade política. Quando a sociedade sente a sua integridade securitária ameaçada constata que devem ser tomadas medidas que alterem esse paradigma. Neste sentido, emergem as políticas públicas de segurança como um processo de mediação social ou de resposta aos problemas dos cidadãos. Durante muitos anos, as políticas públicas foram aplicadas na generalidade e não eram desenvolvidas tendo em consideração as especificidades e os problemas locais. Todavia, no Reino Unido esse padrão evoluiu, dando origem a políticas públicas vocacionadas especificamente para a área da segurança. Nesta investigação procuramos compreender a...

  13. Nemo tenetur se ipsum accusare e a obrigação de sujeição a exames

    Martins, Paulo Alexandre Ferreira Marques de Amaral
    O princípio nemo tenetur se ipsum accusare assume importância cabal no processo penal português, enquanto garantia do direito de defesa atribuída ao arguido. Trata-se de um princípio que assevera o direito à não obrigação de auto-incriminação, que não se encontra contemplado na Constituição da República Portuguesa, assim como na maioria das Leis fundamentais estrangeiras, mas cujo espírito se retira da conjugação de algumas disposições legais do Código de Processo Penal, motivo pelo qual é considerado um princípio constitucional não positivado. No âmbito da investigação criminal, deverão ser recolhidas provas, legais, com vista a serem valoradas, de modo a poder acusar...

  14. Gestão de conflito organizacional

    Santos, Percile Cley Pires dos
    O estudo da gestão de conflito organizacional tem vindo a ser um tema de investigação em diversas áreas do saber, embora não se tem verificado o seu desenvolvimento na área a que propomos aplicar. Sabe-se que os gestores constituem a chave para o bom desempenho de qualquer organização, assim sendo, tem sobre a sua responsabilidade uma panóplia de situações que carecem de ser gerido para se atingir o sucesso organizacional uma das quais o conflito. Havendo a predominância de demasiados conflitos sem haver uma resolução eficaz e eficiente, tal sucesso que se pretende seria inacessível. O presente estudo, baseado em...

  15. Criminalidade rodoviária

    Ferreira, Manuel Jesus
    O veículo automóvel é vital para a sociedade moderna, mas ao mesmo tempo constitui um fator de risco para a vida das pessoas. A forte sinistralidade rodoviária em Portugal é uma preocupação transversal a toda a comunidade. A principal causa dos acidentes de viação deve-se ao fator humano, isto é, os acidentes acontecem devido ao comportamento dos condutores. Neste sentido, e com o intuito de salvaguardar bens jurídicos importantes, o legislador criminalizou determinadas condutas, para evitar uma condução potencialmente perigosa. Na presente Dissertação, é nosso objetivo analisar as condutas gravosas dos condutores que constituem ilícitos penais, mais concretamente os crimes...

  16. A PSP e a gestão de adeptos

    Vasques, Luís Miguel Fonseca
    O futebol assume, indiscutivelmente, um lugar de destaque no panorama internacional. A sua crescente importância social, económica e cultural aliada a uma extraordinária capacidade mobilizadora, tornam-no no espetáculo desportivo de eleição das sociedades ocidentais contemporâneas. Intimamente ligados a esta modalidade estão os seus consumidores diretos, os adeptos, que encontram no futebol uma fonte de identificação social e um refúgio viável para a explosão de tensões e emoções acumuladas no seu quotidiano. O facto de, por vezes, ocorrerem atos de violência, obriga a que a Polícia assuma um papel decisivo na função crítica que é a gestão de massas adeptas, sobretudo...

  17. Três anos de notícias sobre a atuação policial em grandes eventos de cariz político

    Ribeiro, Luís Manuel Fernandes
    A informação veiculada pelos órgãos de comunicação social (OCS) é, para muitas pessoas, a única forma de contacto com diversos acontecimentos. Apesar disto, o discurso dos OCS cria esquemas interpretativos que influenciam a perceção que as pessoas têm dos acontecimentos, mesmo sem se aperceberem. Quando os OCS relatam eventos nos quais atuam certas instituições que desempenham um papel nuclear, esse relato será a face visível da instituição para o público, que muitas vezes não conhece a sua vivência diária. Este é o caso da Polícia, que, dada a sua atribuição de manutenção da ordem, está continuamente sob o escrutínio dos...

  18. Mediated crowds

    Freire, João António Dias
    Numa sociedade globalizada e em rede, onde as barreiras entre espaço e tempo se difundem, novos fenómenos sociais surgem associados à própria evolução do mundo. O surgimento da internet e as novas ferramentas de interação, tais como as redes sociais possibilitam a partilha de mensagens, interesses, ideais e até sentimentos, como nunca antes vimos, permitindo a difusão global dos mesmos e a agregação de pessoas pelos seus próprios interesses. Ultimamente, e relacionados com os atuais problemas sociais, os eventos que envolvem multidões tornam-se, cada vez mais presentes na nossa sociedade. Associado a estas novas agregações de pessoas, um novo fenómeno...

  19. A liderança como fator de motivação

    Cravid, João Pedro Lombá Gomes
    Com a evolução da sociedade, as organizações têm sentido cada vez mais a necessidade de potenciar os recursos humanos com o intuito de criar um ambiente mais saudável e propício à produção e ao sucesso. Com isto, é indubitável o papel do líder no que concerne ao desenvolvimento do espírito de equipa e de compromisso com os seus colaboradores, levando ao desenvolvimento e fortalecimento da motivação dos mesmos e da organização. Numa organização como a Polícia Nacional de São Tomé e Príncipe, onde o país enfrenta inúmeras fragilidades políticas, sociais e económicas, o papel do líder torna-se ainda mais importante,...

  20. Olhar a Polícia por outros olhos

    Antunes, João Paulo Franco
    A influência dos órgãos de comunicação social é inquestionável nas sociedades atuais, assumindo-se perante o público como o reflexo dos acontecimentos. Contudo estes condicionam a perceção das pessoas acerca de determinados acontecimentos, uma vez que elaboram as notícias com base em enquadramentos, oferecendo uma visão que pode não ser representativa da realidade. As fotografias apresentadas diariamente pela imprensa não se constituem apenas como uma ilustração ou complemento do texto. Elas assumem, grande parte das vezes, uma preponderância maior, constituindo importantes referências na construção da realidade, podendo, no entanto, promover um processamento enviesado dos acontecimentos. Através de uma abordagem qualitativa procurámos...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.