Recursos de colección

Repositório Comum (24.607 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 17 de 17

  1. Vasco Cunha, cinquenta anos de obra arquitectónica em Coimbra – 1962 a 2012

    Lopes, Nuno Miguel Godinho Correia
    Esta dissertação estuda a obra arquitectónica de Vasco Cunha, cuja actividade durou cerca de cinquenta anos, desde o início da década de 1960 até Junho de 2013, localizando-se, principalmente, na cidade de Coimbra. Mantendo-se aquele autor a laborar até praticamente ao presente, para o desenvolvimento do conhecimento aqui produzido, usufruiu-se do seu testemunho pessoal, bem como da detalhada consulta do arquivo que mantém. Em complemento, examinaram-se os Processos de Licenciamento, relativos aos seus projectos existentes no Arquivo da Câmara de Coimbra e de Arganil. Para completar o estudo, foi realizada uma análise in situ de algumas das edificações da sua autoria. O percurso académico e as primeiras experiências profissionais...

  2. O espaço como resultado da percepção

    de Lima, Paulo André Coelho Beça Baltazar
    Porque temos sensações e experiências diferentes dependendo do espaço em que estamos? É o espaço que nos transmite sensações diferentes, ou somos nós que o carregamos de tal, preenchendo com a nossa própria experiência as lacunas que a percepção instintiva nos deixa? E se assim é, de que formas podemos utilizar a arquitectura para alterar percepções, e por outro lado, utilizar conceitos subjectivos para alterar a própria natureza conceptual do espaço, conferindo-lhe algo muito mais único e pessoal do que apenas um espaço inanimado, inerte, sem intenção nem consequência. O mundo que nos rodeia é imensuravelmente mais complexo do que aquilo que as nossas ferramentas naturais nos permitem...

  3. Centros comerciais enquanto parques temáticos: um preconceito da arquitectura sobre realidades forjadas para o consumo

    dos Reis, Cláudia Filipa Lopes Gomes Jorge Campos
    Os centros comerciais têm vindo a disseminar-se pelos territórios, reflexo de uma crescente procura pelos consumidores. Para alguns autores, a atração a estes está ligada à replicação da oferta comercial dos centros das cidades, mas com um controlo das variáveis atmosféricas, e um aumento do conforto para quem faz compras. A evolução da arquitetura destes, e da sua composição interior, conduz a questões sobre a autenticidade versus artificialidade que, em último caso, levam à semântica sobre o que é autêntico (socialmente visto como bom), e o que é falso (socialmente mal visto). (Gottdiener, 1995; Dovey, 1999) Este olhar sobre o que é bom, e o que é...

  4. O não-lugar e o ócio. Alterações do perfil do turista

    Macedo, Hugo de Jesus
    O comportamento humano, na sua forma física e psicológica, revela uma consciência inata para a vivência do espaço, apropriando-se deste de diversas maneiras. No presente trabalho pretende-se compreender e aprofundar o conhecimento acerca desta vivência de espaços, quer ao nível público, quer ao nível privado, consoante algumas alterações na actividade que um indivíduo esteja a operar e, em particular, nos períodos a que este dedica desfrute e ao ócio. Neste âmbito, o estudo parte da articulação entre os conceitos de tempo livre, lazer e ócio, que surgem com a inclusão do trabalho como actividade central da sociedade moderna, e confronta-os com...

  5. Dinâmicas editoriais na cultura arquitectónica: leitura crítica do posicionamento e das estratégias de comunicação da revista NU entre 2002 e 2012

    Amado, Pedro Patrão Pires
    Para a presente dissertação de mestrado foi traçado como objectivo compreender a importância da dinâmica editorial na cultura arquitectónica portuguesa. Para isso, a estrutura do trabalho comporta, num primeiro momento, um enquadramento do desenvolvimento dos meios editoriais no âmbito da arquitectura em Portugal no final do século XX e no início do século XXI. Propõe igualmente identificar as principais publicações especializadas na disciplina durante o mesmo período, no panorama nacional. Como objectivo específico, a presente investigação pretende estabelecer uma leitura crítica do posicionamento e das estratégias de comunicação da revista NU, através da análise das obras publicadas entre 2002 e 2012, período marcado por 38 números, que permitiram...

  6. Coimbra de Raul Lino – A Arquitetura doméstica de Raul Lino em Coimbra

    Sequeira, Ana Sofia Pinto
    Em Arquitetura a forma como se vivência os espaços, a relação entre o individuo e a habitação influencia o seu modo de vida e a organização da própria sociedade. Esta dissertação tem como objetivo fazer uma interpretação da Teoria da Arquitetura em Portugal, nomeadamente na obra de Raul Lino, mostrando de que forma este contribuiu para a Casa Portuguesa. O estudo recolhe uma amostra de exemplos de habitação unifamiliar desenhados por Raul Lino e publicados nos meios editoriais. Pretende-se realizar um levantamento das Casas de Raul Lino em Coimbra e de seguida analisar os dados recolhidos. Estes casos de estudo deverão ser tratados para possibilitar um verdadeiro conhecimento...

  7. O Centro cívico: o caso Condeixa

    de Almeida, Pedro Barata Dias
    A presente dissertação tem como tema o Centro Cívico de Condeixa, principalmente na caracterização do centro cívico hoje, e na sua evolução ao longo dos últimos dois séculos. Pretende-se ainda compreender o próprio conceito de centro cívico e a forma como este evolui ao longo da história da cidade, de forma a permitir identificar premissas, funcionalidades e requisitos identitários desses mesmos centros. O Centro Cívico de Condeixa, tal como é hoje, só existe desde 2011, mas a sua génese dáse no ano de 1811 aquando do ataque a Condeixa pelas tropas Napoleónicas na 3º Invasão francesa. O pequeno Terreiro do século XIX, localizado em frente ao Palácio...

  8. A influência das viagens de Raul Lino na exposição do mundo português de 1940

    Miranda, Sofia Margarida Ferreira
    Nos anos 40, Portugal vive um regime político com tendência autoritária, e com pouco espaço para a expressão livre da criatividade artística e arquitetónica. A Exposição do Mundo Português é considerada por muitos a oportunidade para os modernistas se expressarem. Esta, intitulada “Exposição do Mundo Português” de 1940, é considerada como o mais importante evento a realizar dentro das Comemorações dos Centenários da fundação do país, e como tal, momento onde se congregam os esforços construtivos e realizadores de um regime em consolidação, e também o empenho criativo das principais personalidades artísticas, ao dispor do Estado Novo. O desejo de glorificar a nacionalidade, pela evocação de oito...

  9. De Macau a Vicente

    Guerra, André Quaresma Carrasco
    Depois de consolidado o seu território continental, Portugal desde o século XIV procurou expandir o seu território além-fronteiras. Foram inúmeros e de várias áreas os portugueses que divulgaram o nome de Portugal lá fora, por muitos cabos e tormentas que tivessem de dobrar. Esta dissertação versará sobre um deles, não com o objetivo de ser um estudo monográfico, mas sim uma forma diferente de dar a conhecer a pessoa e a sua obra. Com obras construídas em Lisboa, Funchal, Goa e Macau, o arquiteto Manuel Vicente é um “aluno do oriente”, que desde cedo desenvolveu uma intensa atividade em Macau, principalmente...

  10. Intervenções no território do xisto. Análise da implementação de dois planos de aldeias do xisto: casos de estudo – Benfeita e Janeiro de Cima

    Alves, Nuno Miguel Martins Gonçalves
    Em Portugal continental, a zona do Pinhal Interior Norte é quase toda montanhosa e é composta por inúmeras aldeias onde abunda a pedra xisto. Muitas dessas aldeias, devido ao êxodo rural e às dificuldades reais do forte isolamento que sempre estiveram sujeitas, sofrem a passos largos uma tendência que parece incontornável – A desertificação humana e consequentemente: o abandono do património edificado, das práticas culturais e a degradação crescente da qualidade da paisagem. Através do programa “Rede das Aldeias do Xisto”, inverteu-se a tendência do abandono e constata-se atualmente uma viragem positiva com a recuperação de muitas aldeias de xisto nomeadamente,...

  11. Pequeno mundo na paisagem – Al-Garb

    Ribeiro, Renato Pedro dos Santos
    Esta dissertação estuda a evolução dos empreendimentos turísticos na Região do Algarve. A partir dos anos 60, com Boom Turístico, o território Algarvio inicia um processo de transformação que lhe vem atribuir uma nova identidade. A actividade turística torna-se a maior riqueza de um lugar, que se altera profundamente para poder oferecer diferentes tipos de espaços, a quem lá passar. A arquitectura vinculada ao turismo de sol e praia, marca uma época, que é atravessada por um período de mudanças da na era modernista e que acaba por trazer grandes influências para o território. Foi uma altura em que o...

  12. Arquitecto Francisco Conceição Silva – O projecto do Hotel do Mar

    Pimentel, Hugo Rafael Simões
    A presente dissertação centra-se no Arquitecto Francisco Conceição Silva, na sua obra, e mais especificamente, no Hotel do Mar, em Sesimbra. O objectivo do trabalho centra-se assim, na análise aprofundada sobre o arquitecto: as suas motivações, a sua formação enquanto artista e os seus edifícios construídos, dentro de um espectro arquitectónico. Numa primeira fase, procede-se ao estabelecimento de uma cronologia, na tentativa de situar o arquitecto no espaço e no tempo, tendo em atenção vários parâmetros, como a situação da Humanidade, a situação da Arquitectura numa classe mais global primeiro, mudando depois de escala para o território nacional, que é...

  13. Mobilidade e crescimento urbano em economias emergentes: alternativa – Curitiba

    Nogueira, Ricardo Filipe Fernandes
    Os brasileiros são respeitados no mundo inteiro como detentores de “Know-How” privilegiado sobre planeamento, implantação e operação de sistemas de transporte público coletivo por autocarros. Nas áreas de consultoria, construção civil, gestão pública, indústria de autocarros e equipamentos e operação de transporte, conseguiram desenvolver através dos tempos conhecimento e competências para encontrar soluções de mobilidade urbana não só para o Brasil, mas para diversas cidades em redor do mundo. A cidade de Curitiba é pioneira na implantação de uma rede de transportes públicos em canaletas exclusivas com atributos especiais, como embarque em nível, cobrança e controle fora dos veículos, linhas...

  14. A crise de identidade do Algarve: a relação entre o perfil do turista e a arquitetura entre 1940 e 1980

    Batista, Rui Pedro Faria
    Serve a presente dissertação, “A crise de identidade do Algarve”, como método de reflexão sobre o impacte do turismo na área do Algarve. É uma hipótese de estudo motivada pela experiência do projeto1 de investigação de comparação da costa do Algarve com a costa da Dalmácia onde os alunos de projeto tiveram a oportunidade de analisar e refletir mais alargadamente, o fenómeno do turismo, quer na vertente arquitetónica, quer na identidade do local a que esse se destina. O estudo segue uma linha de investigação arquitetónica e análise do tipo de turismo, de turista e de ocupação territorial desenvolvida a...

  15. As cidades verticais, um mito ou uma realidade – Caso de estudo – Burj Al Khalifa

    Fernandes, João Filipe Correia
    O tema geral desta dissertação são os arranha-céus. Pretende-se, com este tema, compreender os processos construtivos e técnicos para a construção de arranha-céus ao longo dos últimos séculos. E a aplicabilidade dessas técnicas, por comparação de alguns arranha-céus chave com maior arranhacéus da atualidade o Burj Al-Khalifa. Assim este trabalho pretende não só explicar como é que os arquitetos e engenheiros dos arranhacéus ao longo do tempo têm contornado as adversidades da construção em altura, mas também tentar compreender se a construção do Burj Al-Khalifa é realmente inovadora, tentando responder as seguintes questões: A construção deste edifício já era exequível...

  16. Palheiros da tocha: a vida no limite do mar. Palheiros da Praia da Tocha – a relação entre a arquitectura e a paisagem

    Rodrigues, Marisa Alexandra de Jesus
    As populações Pré-Históricas vindas da Europa e do Mediterrâneo, há cerca de cinco milénios, espalharam-se pelo Litoral Centro do que é actualmente o território português. Utilizaram o sílex, habitaram em cabanas e foram-se fixando nas margens de ribeiros e lagos, vivendo da caça, pesca e da agricultura. Mais tarde surge o período de romanização. Nesta altura, as populações latinas fixaram-se na Península Ibérica, principalmente nas margens de pequenos ribeiros, tal como em fases anteriores. Esta fixação está ligada a questões de acesso a água para consumo, agricultura e higiene. Os árabes, na sua chegada, já aqui encontraram muitos povoados, restos...

  17. Mobilidade e acessibilidades no espaço público. Caso de estudo a cidade do Sabugal

    Portas, Sandrine da Costa
    O principal objectivo da presente dissertação é avaliar a qualidade do espaço público no que respeita à acessibilidade pedonal, percebendo o modo de o tornar agradável, seguro e confortável para a prática das actividades urbanas que acontecem no dia-a-dia dos seus utilizadores e a sua interacção com este. Assim, a dissertação desenvolve-se em três partes, sem contar com o primeiro capítulo, onde estão descritos os objectivos e a metodologia adoptada. A primeira parte aborda uma definição sobre o espaço público e o seu enquadramento legal, abordando e mostrando assim questões sobre as actividades urbanas e as qualidades para tornar um espaço com segurança e conforto. Abrange também a...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.