Recursos de colección

Repositório Comum (38.772 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 379

  1. Relatório final de estágio da prática de ensino supervisionada:

    Peixoto, Catarina do Carmo Carvalho Leite
    O presente relatório de estágio da Prática de Ensino Supervisionada foi realizado no âmbito do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico e tem por base os estágios curriculares realizados nas valências de Pré-Escolar e de 1.º Ciclo do Ensino Básico. O estágio em EPE decorreu no Colégio Planalto, em Lisboa, com um grupo de vinte e duas crianças na faixa etária dos cinco anos, ao longo de duas manhãs por semana durante os dois semestres do ano lectivo 2011/2012. No que se refere a este estágio é apresentada uma caracterização...

  2. Relatório de estágio da prática pedagógica supervisionada

    Ferreira, Maria de Fátima Rodrigues
    No âmbito do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, na Unidade Curricular da Prática de Ensino Supervisionada I, II, III, foram desenvolvidos dois estágios de observação e de intervenção ao longo de três semestres. No primeiro e segundo semestre realizou-se um estágio na valência do Ensino Pré-Escolar, na Associação de Pessoal do Instituto Superior Técnico, na sala dos três anos. No terceiro semestre, o estágio desenrolou-se na Escola n.º 31 do Lumiar, numa turma do 3.º ano do 1. º ciclo. O presente relatório tem como objectivo relatar e examinar na íntegra...

  3. As representações sociais dos professores de 1º Ciclo face às crianças portadoras de perturbação de espectro do autismo

    Rocha, Emília Bernardete Alves Preto
    A Educação Inclusiva é um processo em constante evolução e tem sido objecto de diversos estudos e discussões ao longo dos últimos anos. Assistimos actualmente ao abrir de portas das escolas, de forma indiscriminada, a todas as crianças segundo a premissa de que o direito a uma aprendizagem plena de igualdade de oportunidades é um direito a que todas as crianças assiste sem excepção. Tendo como referência o conceito de escola inclusiva, o nosso estudo foi desenvolvido perspectivando a educação como um campo de contradições e diferenciações. Contradições porque nos deparamos uma grande disparidade entre o que é legislado e aquilo que se verifica no quotidiano das nossas...

  4. Práticas dos educadores de infância do concelho de Mafra para promover o desenvolvimento da linguagem oral e escrita: um estudo de caso

    Faria, Sandra Catarina Miranda

  5. Como melhorar o envolvimento de crianças com e sem necessidades educativas especiais, nas rotinas, em creche

    Aguiar, Ana Rita Carvalho
    Numa sociedade em que se verifica o espírito da mudança, é colocado à escola o desafio de promover uma cultura de escola e de sala de aula, que lide com a diversidade e aceite a diferença, visando um ensino de qualidade e respeitando a individualidade de cada um. Este trabalho de projecto insere-se no âmbito do estudo sobre a questão de como melhorar o envolvimento de crianças com e sem Necessidades Educativas Especiais (NEE), nas rotinas. Procurará contribuir para a melhoria do envolvimento de crianças aparentemente sem problemas, assim como de crianças com necessidades educativas especiais, em três salas de uma creche em Lisboa. A nossa pergunta de...

  6. Construção de boas práticas em intervenção precoce

    Mendes, Ana Lara Bastos
    Este projecto pretende analisar as percepções dos elementos de uma equipa local de intervenção precoce (ELI) acerca das suas práticas típicas enquanto técnicos e as práticas que estes consideram ideais. Tendo como base a Escala de Avaliação de Serviços: Famílias em Ambientes Naturais (Families in Natural Environments Scale of Services Evaluation [FINESSE]; McWilliam, 2000), propusemo-nos a analisar e comparar as práticas típicas de profissionais de uma ELI com as práticas que estes consideram ideais. Os resultados obtidos revelam que os profissionais relatam diferenças entre as práticas actuais e as práticas ideais num conjunto relevante de dimensões, implementando práticas orientadas essencialmente...

  7. A produção de diferentes tipos de texto escrito no 1.º Ciclo do ensino básico: um estudo de caso no quarto ano de escolaridade

    Monteiro, Maria Manuela Palhas de Oliveira Feijão
    O presente estudo descreve a forma como a produção textual é trabalhada nos manuais escolares de Língua Portuguesa mais adoptados no quarto ano de escolaridade e as metodologias/estratégias e materiais utilizados em sala de aula para o desenvolvimento de competências por parte dos alunos na produção de diversas tipologias de texto. Para o efeito, realizámos um estudo de caso com seis turmas de quarto ano de escolaridade distribuídas por cinco escolas do distrito de Santarém. Recolhemos dados através de um inquérito por questionário aos professores em estudo e a uma amostra mais alargada de professores e através de observações em...

  8. Práticas de inclusão em salas de jardim-de-infância: um estudo qualitativo com educadores de infância

    Santos, Ana Paula Vieira de Almeida
    O presente estudo de natureza interpretativa, pretende identificar e analisar as práticas de inclusão de crianças com Necessidades Educativas Especiais em salas de Jardim-de-infância, tendo em conta, por um lado, as concepções sobre NEE e Escola Inclusiva e, por outro as práticas dos Educadores de Infância. Esta investigação procura dar um contributo para uma reflexão mais aprofundada sobre o processo da inclusão de crianças com Necessidades Educativas Especiais em salas de jardim-de-infância. Procedemos a uma revisão bibliográfica, envolvendo as temáticas da Educação Pré – Escolar, da Escola Inclusiva, das Necessidades Educativas Especiais e da Diferenciação Curricular, destacando, igualmente, as Atitudes/Percepções dos Docentes...

  9. A cultura de escola e a inclusão dos alunos com perturbação do espectro autista das unidades de ensino estruturado/salas Teacch no Ensino Regular do 1º Ciclo

    Faria, Elisabete Freitas
    Esta investigação, realizada no âmbito do Curso de Mestrado em Necessidades Educativas Especiais, teve como objectivo estudar a Cultura de Escola como facilitadora à Inclusão dos alunos com Perturbação do Espectro Autista das Escolas Básicas do 1º Ciclo com Unidades de Ensino Estruturado/Salas Teacch. Ao falar de Inclusão da criança com Perturbação do Espectro Autista, temos consciência que a ênfase baseia-se na forma de aprender meios de comunicar, formas de estruturar o ambiente educativo de maneira a que o ensino destes alunos seja o mais estruturado e previsível. O ensino eficaz implica que a Cultura de Escola tenha especial atenção aos comportamentos, às atitudes, aos alunos, docentes e...

  10. Crescer e aprender do mundo para a escola: e da escola para o mundo

    Ferreira , Rute da Conceição Santos
    No âmbito da obtenção do grau de Mestre do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino, inserido na área Científica de Prática de Ensino Supervisionada I, II e III, foi desenvolvido este relatório de estágio com base no trabalho realizado no Pré-Escolar na Escola Luís Madureira no ano letivo 2011/2012 e na Escola EB1 e Jardim de Infância Manuel Teixeira Gomes no ano letivo de 2012/2013, no qual foi desenvolvido e vivenciado a observação e intervenção. Este trabalho está centrado no que concerne ao Pré-Escolar a importância de as crianças o...

  11. A aprendizagem da leitura: análise de manuais do 1.º ano de escolaridade

    Costa, Ana Cristina Maia da
    Os manuais escolares são ferramentas fundamentais na prática letiva dos docentes, substancialmente, aqueles que são utilizados como suportes da aprendizagem da leitura no primeiro ciclo do ensino básico e, muito particularmente, no primeiro ano de escolaridade, ano em que se inicia a aprendizagem formal da leitura. O treino explícito e sistemático das correspondências grafema-fonema é considerado fundamental para o sucesso desta competência. Neste sentido, os textos dos manuais devem contribuir para do desenvolvimento da consciência fonémica, incidindo no treino das correspondências grafema-fonema e na consolidação das regras ortográficas mediante o uso de palavras descodificáveis, elementos fónicos e estruturas silábicas simples. Contudo, as práticas dos docentes mostram que estes nem...

  12. Contributo da avaliazação do desempenho docente para o desenvolvimento pessoal e profissional: um estudo exploratório

    Queiroz, Elsa Ortélia Cipriano
    No ano letivo de 2007/2008 foi introduzido um novo modelo de avaliação do desempenho do pessoal docente, mais exigente que o anterior, que incide sobre toda a atividade desenvolvida pelos professores e recorre a uma diversidade de fontes de informação. Este modelo visa contribuir para a melhoria do serviço educativo e, simultaneamente, proporcionar orientações para o desenvolvimento pessoal e profissional no quadro de um sistema de reconhecimento do mérito e da excelência. Este contexto determinou a realização deste estudo de carácter exploratório, com o objetivo central de compreender em que medida o novo modelo de avaliação de desempenho docente tem contribuído...

  13. Relatório de atividade e de desenvolvimento profissional

    Pereira, Maria Luísa Balocas
    O presente relat6rio consiste numa reflexao sobre a atividade profissional que desenvolvi ao longo da minha carreira. 0 enfoque reside na experiencia de coordenadora de departamento na area da supervisao pedag6gica, que tenho vindo a desempenhar nestes ultimas anos. Assim, irei destacar o contributo destas funs;oes para o meu desenvolvimento profissional, nomeadamente no que diz respeito as competencias de supervisao. Considero que para o exercicio deste cargo se revela essencial uma formas;ao adequada, pois exige-se ao coordenador de departamento que se mova em dominios de atuas;ao como a coordenas;ao, a supervisao e a avalias;ao dos pares. Ora, estas atribui9oes requerem qualidade e responsabilidade no seu desempenho, tanto ao nivel...

  14. O plano de segurança nas escolas de 2º e 3º ciclos: um estudo de caso

    Mendes, Ana Lígia

  15. Relatório final da prática de ensino supervisionada: A importância da linguagem oral e escrita em contexto pré-escolar

    Pedro, Ana Catarina Tarré Simões
    Nos dias de hoje, cada vez mais são as horas que as crianças passam no jardim-de-infância, devido à ausência dos pais por questões profissionais. Deste modo, o jardim-de-infância tem de estar pronto a responder às necessidades dos pais, e sobretudo, às das crianças. A evolução nas ciências educativas tem tido um grande impacto neste tipo de instituições, pois facilitam a aquisição de novas estratégias e capacidades de chegar eficazmente às exigências das crianças, assim o jardim-de-infância deve responsabilizar-se pela evolução gradual de cada criança, atendendo as suas dificuldades cognitivas e físicas através de atividades. Apesar da nossa sociedade ser evoluída ao nível...

  16. Relatório final de estágio da prática de ensino supervisionada: do gosto pela leitura à descoberta da escrita

    Rodrigues, Patrícia Alexandra Paixão
    O presente documento surge no âmbito da Unidade Curricular de Prática do Ensino Supervisionada I e II enquadrado no Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico, O primeiro capítulo apresenta aspectos relativos à prática realizada em Pré-Escolar no jardim de Infância da Rua Jau, enquanto o segundo capítulo se refere à prática efectuada em 1.º ciclo do Ensino Básico na Escola Básica n.º 31 do Lumiar. Este relatório reúne o trabalho desenvolvido ao longo de três semestres, período em que foi realizada a prática pedagógica nos dois níveis de ensino. No ensino Pré-escolar...

  17. Relatório de estágio de ensino da prática pedagógica supervisionada

    Bernardino, Ana Marta Perna Santos
    Este relatório foi realizado no âmbito da conclusão do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar e 1º Ciclo do Ensino Básico. Este, como o nome indica habilitar-nos-á para a docência nestas duas valências. Durante o mestrado estagiámos no Centro Cultural e Recreativo das Crianças do Cruzeiro e Rio Seco no que respeita à valência do pré-escolar e em relação ao 1º ciclo estagiámos na escola nº 31 do Lumiar. Este relatório tem como objetivo apresentar os estágios realizados em pré-escolar e 1º ciclo do ensino básico tendo em conta os momentos mais significativos para nós e para os grupos...

  18. Relatório de estágio da prática de ensino supervisionada: da competência matemática para a competência leitora. um percurso individual e grupal

    Pinheiro, Marta Sofia da Silva
    O relatório de estáThis document – the internship report of the Teaching of Supervised Pedagogical Practice –, consists in the presentation of the curricular internship done in Preschool Education and in Elementary School Education, having as scope the Master in Teaching Qualification in the aforementioned capabilities. The Preschool Education internship took place in a private institution, belonging to the Cooperativa Fomento de Centros de Ensino, and the Elementary School Education internship took place in a public institution ruled by the Ministry of Education. The Preschool Education internship took place in Colégio Planalto, located in Lisbon, with a group of 3 year-old...

  19. Relatório Final de estágio da prática de ensino supervisionada: da estimulação da oralidade à viagem pela escrita criativa

    Pelixo, Carolina Emília de Meireles Teixeira da Mota
    O presente trabalho tem como objectivo a obtenção de grau de Mestre de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. Assim, este relatório tem como propósito apresentar a prática pedagógica desenvolvida nas valências de Pré-escolar e 1.º Ciclo do Ensino Básico. O estágio em Pré-escolar foi realizado no Colégio Marista de Lisboa, numa sala com vinte e cinco crianças da faixa etária dos três anos. O estágio em 1.º ciclo foi realizado na Escola EB1 Jorge Barradas, situada em Benfica, numa turma de 2.º ano de escolaridade, constituída por vinte e três crianças. A...

  20. Relatório final de estágio da prática de ensino supervisionada: o gosto pela leitura e pela escrita melhora os comportamentos sociais dos alunos

    Dimas, Joana Rita dos Santos
    O presente relatório reflete a prática pedagógica realizada em duas valências distintas, nomeadamente a Educação Pré-escolar e o 1.º Ciclo do Ensino Básico. Para cada valência é feita a caraterização das instituições e dos grupos de crianças, assim como a análise do trabalho pedagógico desenvolvido em contexto de sala de aula. Destacam-se as três atividades mais significativas e explicita-se a organização do espaço e do tempo. Para cada uma delas são referidas todas as estratégias utilizadas para implementar as atividades com grupo, bem como as áreas curriculares e os conteúdos abordados. Por fim, identifica-se a problemática na valência de Educação Pré-Escolar e...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.