Recursos de colección

Repositório Comum (35.562 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 80

  1. Relatório da prática de ensino supervisionada: avaliação do estágio curricular

    Cruz, Elisabete Correia Pires da

  2. Relatório final de estágio da prática de ensino supervisionada

    Tavares, Sara Sofia Rodrigues
    O presente relatório denominado de “A importância dos jogos cooperativos na promoção das interações positivas entre pares”, tem como objetivos avaliar o impacto dos jogos no processo das interações positivas entre as crianças. Este estudo foi desenvolvido num jardim-de-infância em lisboa, com um grupo de crianças com idades compreendidas dos três e os seis anos. O jogo constituiu uma atividade essencial no desenvolvimento da criança, uma vez que através do mesmo esta desenvolve diversas competências sociais, nomeadamente oportunidades para interagir com outras crianças. Neste sentido, o jogo representa uma ferramenta imprescindível na Educação Pré-Escolar, como tal deve estar presente na prática...

  3. Relatório final de estágio da prática de ensino supervisionada

    Tavares, Sara Sofia Rodrigues
    O presente relatório denominado de “A importância dos jogos cooperativos na promoção das interações positivas entre pares”, tem como objetivos avaliar o impacto dos jogos no processo das interações positivas entre as crianças. Este estudo foi desenvolvido num jardim-de-infância em lisboa, com um grupo de crianças com idades compreendidas dos três e os seis anos. O jogo constituiu uma atividade essencial no desenvolvimento da criança, uma vez que através do mesmo esta desenvolve diversas competências sociais, nomeadamente oportunidades para interagir com outras crianças. Neste sentido, o jogo representa uma ferramenta imprescindível na Educação Pré-Escolar, como tal deve estar presente na prática...

  4. A relação entre a teoria da mente e o jogo simbólico entre os 3 e os 6 anos de idade

    Martins, Ana Filipa Dias Cavaleiro
    O presente documento versa sobre a relação entre a Teoria da Mente e o Jogo Simbólico em contexto pré-escolar de um grupo de 23 crianças (15 do sexo feminino e 8 do sexo masculino) entre os 3 e os 6 anos. Esta investigação tem como objetivo relacionar a brincadeira do faz-de-conta com a Teoria da Mente. Isto é, como é que as crianças relacionam o faz-de-conta com a realidade do seu quotidiano e o conhecimento que estas têm de si próprias e dos outros que as rodeiam. O faz-de-conta estimula a criatividade e a imaginação, contudo conduz à descoberta de algumas regras. A...

  5. A relação entre a teoria da mente e o jogo simbólico entre os 3 e os 6 anos de idade

    Martins, Ana Filipa Dias Cavaleiro
    O presente documento versa sobre a relação entre a Teoria da Mente e o Jogo Simbólico em contexto pré-escolar de um grupo de 23 crianças (15 do sexo feminino e 8 do sexo masculino) entre os 3 e os 6 anos. Esta investigação tem como objetivo relacionar a brincadeira do faz-de-conta com a Teoria da Mente. Isto é, como é que as crianças relacionam o faz-de-conta com a realidade do seu quotidiano e o conhecimento que estas têm de si próprias e dos outros que as rodeiam. O faz-de-conta estimula a criatividade e a imaginação, contudo conduz à descoberta de algumas regras. A...

  6. Relatório final da prática de ensino supervisionada

    Tavares, Adelaide
    presente relatório foi realizado no âmbito do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar, em contexto de estágio, no ensino pré-escolar. Prendeu-se explorar as potencialidades do jogo, de forma a envolver ativamente as crianças na aprendizagem da matemática, assim como analisar a evolução do grupo perante a implementação do projeto de investigação. O jogo é uma atividade essencial na vida das crianças, este assume grande importância na educação pré-escolar, devendo ser considerado pelo educador de infância na sua prática pedagógica. Toda a prática foi sustentada num design de investigação-ação, assumindo um paradigma qualitativo-interpretativo, através do qual foi possível observar, planificar,...

  7. Relatório final da prática de ensino supervisionada

    Tavares, Adelaide
    presente relatório foi realizado no âmbito do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar, em contexto de estágio, no ensino pré-escolar. Prendeu-se explorar as potencialidades do jogo, de forma a envolver ativamente as crianças na aprendizagem da matemática, assim como analisar a evolução do grupo perante a implementação do projeto de investigação. O jogo é uma atividade essencial na vida das crianças, este assume grande importância na educação pré-escolar, devendo ser considerado pelo educador de infância na sua prática pedagógica. Toda a prática foi sustentada num design de investigação-ação, assumindo um paradigma qualitativo-interpretativo, através do qual foi possível observar, planificar,...

  8. Relatório final da prática de ensino supervisionada

    Oleiro, Diana Sofia Mena
    O objetivo desta investigação, Fase das Garatujas. Sua importância para o desenvolvimento cognitivo, efetuada de forma teórica investigativa, teve como intuito de estudar, demonstrar e relatar aspetos relevantes e pertinentes sobre o Desenho Infantil, fundamentando-o como área importante, a ser desenvolvida com as crianças. A investigação centrou-se nos primeiros registos gráficos dos alunos, conhecios pelo termo “Garatujas” (entre os 18 meses e os 3 anos de idade), através de explicações e conceitos comprovados cientificamente, por autores que estudaram estes registos. Permitiu-nos compreender como é o pensamento da criança quando desenha, a sua evolução ao longo do processo de aprendizagem, e como...

  9. Relatório final da prática de ensino supervisionada

    Oleiro, Diana Sofia Mena
    O objetivo desta investigação, Fase das Garatujas. Sua importância para o desenvolvimento cognitivo, efetuada de forma teórica investigativa, teve como intuito de estudar, demonstrar e relatar aspetos relevantes e pertinentes sobre o Desenho Infantil, fundamentando-o como área importante, a ser desenvolvida com as crianças. A investigação centrou-se nos primeiros registos gráficos dos alunos, conhecios pelo termo “Garatujas” (entre os 18 meses e os 3 anos de idade), através de explicações e conceitos comprovados cientificamente, por autores que estudaram estes registos. Permitiu-nos compreender como é o pensamento da criança quando desenha, a sua evolução ao longo do processo de aprendizagem, e como...

  10. A importância do desenvolvimento de atividades de expressão motora

    Heitor, Maria Ana Saragga Biscaya da Silva
    Este estudo pretende mostrar o desenvolvimento de habilidades motoras num grupo crianças da educação de pré-escolar que tinha algumas dificuldades na manipulação de objetos. Além disso, o estudo mostra a importância do desenvolvimento motor em crianças com idades compreendidas entre os três e os seis anos de vida. Nesta fase a criança passa por muitas alterações e maturação a nível de motricidade fina e global. Por volta do segundo ano de idade a criança adquire todas as habilidades motoras rudimentares e entra num estágio de desenvolvimento de habilidades motoras fundamentais. Para culminar este desenvolvimento surge a manipulação de objetos. Estas habilidades são apreendidas até aos 9/10 anos. A...

  11. A importância do desenvolvimento de atividades de expressão motora

    Heitor, Maria Ana Saragga Biscaya da Silva
    Este estudo pretende mostrar o desenvolvimento de habilidades motoras num grupo crianças da educação de pré-escolar que tinha algumas dificuldades na manipulação de objetos. Além disso, o estudo mostra a importância do desenvolvimento motor em crianças com idades compreendidas entre os três e os seis anos de vida. Nesta fase a criança passa por muitas alterações e maturação a nível de motricidade fina e global. Por volta do segundo ano de idade a criança adquire todas as habilidades motoras rudimentares e entra num estágio de desenvolvimento de habilidades motoras fundamentais. Para culminar este desenvolvimento surge a manipulação de objetos. Estas habilidades são apreendidas até aos 9/10 anos. A...

  12. Relatório final da prática de ensino supervisionada

    Mendonça, Inês Filipa Ribeiro
    O professor do 1º CEB desempenha um papel fundamental nos diferentes contextos escolares em que atua e as suas ações podem ser determinantes para o desenvolvimento pessoal e académico dos alunos que lhes são confiados. Neste sentido, e para melhor compreendermos este método de estudo de caso, importa salientar que é um método que tem como finalidade “descrever de modo preciso os comportamentos de um indivíduo, ou seja, neste procedimento, o sujeito é o centro da atenção do investigador” (Freixo, 2012, p. 120). Pretendemos então com este estudo, compreender o papel do professor de 1º CEB no desenvolvimento de um...

  13. Relatório final da prática de ensino supervisionada

    Mendonça, Inês Filipa Ribeiro
    O professor do 1º CEB desempenha um papel fundamental nos diferentes contextos escolares em que atua e as suas ações podem ser determinantes para o desenvolvimento pessoal e académico dos alunos que lhes são confiados. Neste sentido, e para melhor compreendermos este método de estudo de caso, importa salientar que é um método que tem como finalidade “descrever de modo preciso os comportamentos de um indivíduo, ou seja, neste procedimento, o sujeito é o centro da atenção do investigador” (Freixo, 2012, p. 120). Pretendemos então com este estudo, compreender o papel do professor de 1º CEB no desenvolvimento de um...

  14. O lugar da expressão plástica na educação pré-escolar e no ensino do 1.º Ciclo

    Rodrigues, Tânia Isabel da Rocha
    O currículo da Educação de Infância refere, no seu enquadramento, que um dos objetivos deste nível de ensino é "desenvolver a expressão e a comunicação através da utilização de linguagens múltiplas como meios de relação, de informação, de sensibilização estética e de compreensão do mundo" (Ministério da Educação, 1997, p.15). A Expressão Plástica assume-se como uma destas linguagens e tem, nos primeiros anos de escolaridade (Pré-Escolar e 1.º Ciclo), uma importância significativa, pois permite à criança, através do acesso a diferentes materiais e formas de exploração dos mesmos, desenvolver a imaginação, o sentido estético e o seu conhecimento do mundo....

  15. O lugar da expressão plástica na educação pré-escolar e no ensino do 1.º Ciclo

    Rodrigues, Tânia Isabel da Rocha
    O currículo da Educação de Infância refere, no seu enquadramento, que um dos objetivos deste nível de ensino é "desenvolver a expressão e a comunicação através da utilização de linguagens múltiplas como meios de relação, de informação, de sensibilização estética e de compreensão do mundo" (Ministério da Educação, 1997, p.15). A Expressão Plástica assume-se como uma destas linguagens e tem, nos primeiros anos de escolaridade (Pré-Escolar e 1.º Ciclo), uma importância significativa, pois permite à criança, através do acesso a diferentes materiais e formas de exploração dos mesmos, desenvolver a imaginação, o sentido estético e o seu conhecimento do mundo....

  16. Relatório da prática de ensino supervisionada

    Caçador, Joana Assunção
    Ao longo da experiência profissional adquirida no decorrer da Licenciatura em Educação Básica e posteriormente o Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar, afloraram diversas questões acerca do desenho infantil: “Qual a importância do desenho no desenvolvimento da criança?”, “Por que a instituição trata o desenho como uma atividade segundaria?”, “Como pode o desenho ser integrado nas atividades diárias?” Todas estas inquietações culminaram no presente estudo, no qual nos propomos a investigar de que forma é que o desenho pode constituir uma ferramenta de aprendizagem na prática educativa. Trata-se de uma investigação-ação, constituída por uma dimensão prática – atividades planeadas e implementadas em campo, que por sua vez...

  17. Relatório da prática de ensino supervisionada

    Caçador, Joana Assunção
    Ao longo da experiência profissional adquirida no decorrer da Licenciatura em Educação Básica e posteriormente o Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar, afloraram diversas questões acerca do desenho infantil: “Qual a importância do desenho no desenvolvimento da criança?”, “Por que a instituição trata o desenho como uma atividade segundaria?”, “Como pode o desenho ser integrado nas atividades diárias?” Todas estas inquietações culminaram no presente estudo, no qual nos propomos a investigar de que forma é que o desenho pode constituir uma ferramenta de aprendizagem na prática educativa. Trata-se de uma investigação-ação, constituída por uma dimensão prática – atividades planeadas e implementadas em campo, que por sua vez...

  18. Relatório da prática de ensino supervisionada

    Caçador, Joana Assunção
    Ao longo da experiência profissional adquirida no decorrer da Licenciatura em Educação Básica e posteriormente o Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-Escolar, afloraram diversas questões acerca do desenho infantil: “Qual a importância do desenho no desenvolvimento da criança?”, “Por que a instituição trata o desenho como uma atividade segundaria?”, “Como pode o desenho ser integrado nas atividades diárias?” Todas estas inquietações culminaram no presente estudo, no qual nos propomos a investigar de que forma é que o desenho pode constituir uma ferramenta de aprendizagem na prática educativa. Trata-se de uma investigação-ação, constituída por uma dimensão prática – atividades planeadas e implementadas em campo, que por sua vez...

  19. Aprender matemática de forma lúdica: os materiais manipuláveis na educação pré-escolar

    Abú, Dalila Taibo
    O presente relatório insere-se no âmbito da prática pedagógica supervisionada do Mestrado de Qualificação para a Docência em Educação Pré-escolar e pretende refletir sobre a prática desenvolvida ao longo de dois semestres, assim como analisar a evolução dos grupos perante a temática abordada. A matemática assume um papel muito importante no quotidiano das crianças. Na educação pré-escolar, promover o raciocínio matemático é algo que os educadores devem ter como objetivo. Ao utilizarmos materiais manipuláveis estruturados e não estruturados, estamos a contribuir para que as crianças consigam de uma forma mais prática, lúdica e autónoma, apropriar conhecimentos e desenvolver capacidades e competências (matemáticas). Assim, o recurso a materiais manipuláveis, assume-se como...

  20. Relatório final de estágio da prática de ensino supervisionada: promover os valores no pré-escolar: a partilha, o respeito e a cooperação

    Carvalho, Raquel de Almeida
    O presente relatório final de estágio do Ensino da Prática de Ensino Supervisionada, apresentado ao Instituto Superior de Educação e Ciências, tem como objetivo dar a conhecer o contexto de estágio, realizado ao longo deste ano letivo (de outubro de 2012 até junho de 2013) no Colégio da Torre, na sala dos cinco anos (mais novos). Este estagio dividiu-se em dois momentos diferentes, um primeiro de observação e conhecimento do grupo, um segundo de intervenção, em que foi definida uma área de intervenção prioritária - os valores: a partilha, o respeito e a cooperação, que surgiu de algumas necessidades do...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.