Recursos de colección

Repositório Comum (39.911 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 576

  1. Prevenção de queda no idoso institucionalizado

    Ferreira , Ariana Manuela Martinho
    Este relatório surge no âmbito do estágio realizado no 7º Curso de Mestrado em Enfermagem, na área de Especialização Médico-Cirúrgica, vertente Enfermagem à Pessoa Idosa, desenvolvido na Escola Superior de Enfermagem de Lisboa (ESEL) e subjacente ao tema a “A Prevenção de Queda no Idoso Institucionalizado.” As quedas constituem um grave problema de Saúde Pública pelas consequências físicas, psicológicas, sociais e económicas que acarretam. São uma das síndromes geriátricas mais comuns que ameaçam a independência dos idosos, principalmente residentes em instituições de longa permanência, onde a sua prevalência é superior face aos números achados na comunidade (Baixinho & Dixe, 2015; Rubenstein,...

  2. Contributo do enfermeiro especialista em saúde infantil e pediatria na promoção da parentalidade :

    Fernandes, Vilma Emília Ismael
    A criança, pelas suas caraterísticas, tem necessidade de cuidados de enfermagem de acordo com a sua condição de saúde, seja saudável ou doente, com o seu estádio de desenvolvimento e com a cultura. O objetivo primordial da Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria é a melhoria da qualidade dos cuidados de saúde das crianças e das famílias, ajudando-os a ultrapassar com sucesso as diversas transições por que passam. O nascimento de uma criança obriga os pais à adaptação e desempenho de um novo papel, o parental. A adaptação ao papel parental compreende o assumir a responsabilidade de ser pai e mãe,...

  3. A cultura de segurança do doente na clínica de hemodiálise

    Grilo, Ana Luísa Mengo Corrêa
    A cultura de segurança é entendida hoje como o produto dos valores individuais e de grupo, atitudes, competências e padrões de comportamento, que determinam o empenho na gestão e segurança de uma organização. Avaliar a perceção dos profissionais sobre a cultura de segurança do doente nas unidades onde trabalham é fundamental para implementar medidas que visem melhorar os resultados e alcançar a segurança e a qualidade nos cuidados prestados aos doentes. Assim, com a finalidade de produzir os primeiros indicadores da avaliação da cultura de segurança do doente numa Clínica de hemodiálise e, posteriormente, propor sugestões de melhoria, realizou-se um...

  4. Intervenções de enfermagem à criança com insuficiência renal :

    Martins, Márcia Alexandra Cardoso
    O presente Relatório de Estágio pretende revelar o desenvolvimento de competências científicas, técnicas e humanas que decorreram dos estágios realizados no âmbito do 7º Curso de Mestrado em Enfermagem na Área de Especialização em Enfermagem de Saúde Infantil e Pediatria. Esta aprendizagem experiencial, e consequente reflexão, realizaram-se nos seguintes serviços de saúde: urgência pediátrica; serviço de pediatria médica que integra a especialidade de nefrologia e unidade de hemodiálise pediátrica; serviço de nefrologia pediátrica que inclui hospital de dia; centro de saúde; e unidade de cuidados intensivos pediátricos. O enfoque está no cuidar da criança com insuficiência renal e sua família. O...

  5. Hipnose :

    Silva, Joana Isabel Janeiro da
    O parto é um momento único na vida de uma família. A dor é um fenómeno intimamente ligado ao trabalho de parto e gerador de desconforto, que influencia a forma com este é experienciado. O Enfermeiro Especialista em Saúda Materna e Obstetrícia deve ser capaz de intervir neste desconforto, de forma autónoma, potenciando o parto como um momento positivo. A “Hipnose: Uma estratégia de alívio da dor no trabalho de parto”, o tema foi desenvolvido com o objectivo de descrever, analisar e refletir acerca das atividades e competências desenvolvidas e adquiridas. O quadro de referência deste trabalho é a Teoria do Conforto...

  6. Promoção da clampagem tardia do cordão umbilical

    Nascimento, Cristina Maria Barbosa
    Este relatório pretende espelhar o meu percurso de aprendizagem, sobretudo na unidade curricular “Estágio com Relatório”. Nele faço uma descrição e análise das competências desenvolvidas, na prestação de cuidados especializados à mulher inserida na família e comunidade, em situação de urgência obstétrica e ginecológica, no âmbito pré-natal, durante o trabalho de parto, nos cuidados imediatos ao recém-nascido e na transição e adaptação à parentalidade. No âmbito das competências desenvolvidas aprofundei conhecimentos acerca duma temática específica: os contributos do enfermeiro obstetra na promoção da Clampagem Tardia do Cordão Umbilical (CTCU). A CTCU é uma temática pertinente e atual, que deve ser abordada durante...

  7. Promoção da sexualidade saudável em adolescentes do 3º ciclo

    Nabais, Carina Isabel Martins da Palma
    A sexualidade nos adolescentes continua a ser uma temática muito pertinente e atual, que continua a ser alvo de vários estudos e intervenções, sendo uma das prioridades nas políticas de saúde em todo o mundo. É na adolescência que os jovens apresentam maior risco de comportamentos sexuais inadequados, que podem no futuro traduzir-se em repercussões para a sua saúde. Desta forma, torna-se fundamental a prevenção e a promoção da saúde junto desta faixa etária. Neste sentido, foi desenvolvido este projeto de intervenção comunitária, que decorreu na UCC da Moita e numa escola básica. Teve como objetivo geral capacitar os adolescentes do...

  8. Estimulação sensorial regulada :

    Santos, Luis Miguel Correia dos
    O Traumatismo Crânio Encefálico (TCE) é uma das maiores causas de incapacidade a nível mundial. A pessoa pode apresentar decorrente da lesão cerebral adquirida, alterações a nível da consciência, memória, atenção e aprendizagem. Estas sequelas tem um forte impacto na sua vida pessoal, social e profissional. A Estimulação Sensorial Regulada (ESR) é uma abordagem que complementa a intervenção do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação (EEER). Consiste na entrada de informação no cérebro através de sensores (visão, paladar, olfato, audição e a sensibilidade.) Esta deve ser realizada de forma organizada e estruturada, contemplando estímulos relacionados com o habitus da pessoa. Devem-se...

  9. A saúde dos cuidadores familiares de idosos dependentes :

    Faustino, Susana Patrícia
    O acentuado envelhecimento da população portuguesa (INE 2015), reflete-se no aumento de necessidades de saúde específicas da população idosa, designadamente na prestação de cuidados no domicílio. Para tal é necessário existirem pessoas que prestem esses cuidados, sendo o cuidador familiar uma figura fundamental na prestação de cuidados a essas pessoas, sendo necessário incluí-los no planeamento dos cuidados das equipas de saúde. Este projecto foi realizado na Unidade de Cuidados na Comunidade de Vila Franca de Xira, Equipa de Cuidados Continuados Integrados com 19 cuidadores familiares de pessoas idosas dependentes, tendo como objetivo identificar as dificuldades sentidas por esses cuidadores, com a...

  10. Promoção da amamentação na primeira hora de vida :

    Parreira, Antónia Palmira Coutinho
    O leite materno é considerado pela OMS o alimento ideal para o recémnascido (RN), sempre disponível, à temperatura ideal e devidamente esterilizado, é o único específico para a espécie humana e constitui um dos investimentos mais eficazes e rentáveis que um país pode fazer em prol da saúde das suas crianças e da “saúde” da sua economia e sociedade. O início precoce do aleitamento materno (AM) tem benefícios quer no estabelecimento da amamentação quer na sobrevivência dos RN. A promoção, proteção e suporte da amamentação devem constituir o foco principal de ação do EEESMO, influenciando diretamente a adoção de comportamentos saudáveis, no que respeita a um início de...

  11. Gestão do ambiente no cuidado à pessoa em situação crítica :

    Pereira, Maria do Rosário Coelho
    Este relatório tem por base o projeto pessoal e profissional desenvolvido no âmbito do Curso de Mestrado em Enfermagem na Área de Especialização Pessoa em Situação Crítica, da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa, onde se pretende discutir a importânica da gestão dos fatores ambientais ruído, luz e temperatura enquanto intervenção de enfermagem especializada no cuidado à Pessoa em Situação Crítica. Em contexto de cuidados críticos, os principais fatores identificados como potenciadores do desenvolvimento de complicações e perturbações na PSC são o ruído, a luz e a temperatura, sendo que o controlo e a gestão destes fatores requerem do enfermeiro, uma...

  12. Transmissão e gestão de más notícias à pessoa com doença oncológica e família :

    Ferreira, Mafalda Alexandra Monteiro
    O processo de transmissão e gestão de más notícias em oncologia é, por si, complexo e suscetível de ser fonte de desconforto para todos os intervenientes (Buckman, 2005). O enfermeiro assume-se como um elemento chave neste processo, sendo essencial esclarecer, definir e valorizar a sua intervenção (Warnock et. al, 2010). No âmbito do 7º Curso de Mestrado em Enfermagem, área de especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica, área de intervenção em Enfermagem Oncológica, foi realizado um estágio onde se pretendeu: desenvolver competências comuns de enfermeiro especialista e específicas de enfermeiro especialista em enfermagem em pessoa em situação crónica e paliativa no âmbito...

  13. Preparação da alta da pessoa com doença oncológica :

    Almeida, Eva Margarida Oliveira
    A preparação da alta hospitalar da pessoa com doença oncológica deve ser efetuada de forma planeada e sistematizada, com a participação ativa da pessoa com doença oncológica e dos cuidadores, sendo a intervenção do enfermeiro neste âmbito crucial, contribuindo para uma maior sensação de segurança da pessoa com doença oncológica e cuidadores, para a redução do tempo de internamento, do número de reinternamentos não programados e para a melhoria da coordenação dos serviços após a alta. Para que o enfermeiro esteja apto a preparar adequadamente a alta da pessoa com doença oncológica, é necessário que desenvolva competências nesse âmbito. Da reflexão...

  14. Processo de tomada de decisão de colocação de PEG à pessoa com doença oncológica :

    Bastos, Inês Cristina de Almeida
    Atualmente, não são utilizadas linhas orientadoras para que a tomada de decisão de colocação de Gastrostomia Endoscópica Percutânea (PEG) à pessoa com doença oncológica seja clara e sistemática. Considerando a vulnerabilidade da pessoa com doença oncológica, exige-se um envolvimento do doente e sua família no processo de tomada de decisão, desenvolvendo um trabalho em conjunto com a equipa de enfermagem. Apoiado na Teoria das transições de Meleis, o presente relatório tem o título “Processo de Tomada de Decisão de colocação de PEG à Pessoa com Doença Oncológica - Intervenção de Enfermagem”. Trata-se de um projeto de intervenção, realizado em três...

  15. A aplasia medular da pessoa com doença hemato-oncológica :

    Pereirinha, Rita Isabel da Silva
    O presente relatório tem o intuito de descrever e analisar as atividades decorrentes da implementação do projeto de intervenção que permitem a capacitação da pessoa para auto-gerir este período de transição empoderando-a para o seu regresso a casa. Perante o problema que acarreta a pessoa com doença hemato-oncológica, muito direcionado à aplasia medular, resultante tanto da doença como do tratamento, é essencial prepará-la para esta nova realidade que lhe assoma. Surgiu a questão de pesquisa: Quais as intervenções de enfermagem para capacitar a pessoa com doença hemato-oncológica na gestão da aplasia medular? A aplasia medular envolve cuidados para os quais a pessoa...

  16. Autocuidado da pessoa com doença oncológica de cabeça e pescoço sob quimioradioterapia :

    Machado, Selma Cristina Oliveira
    A doença oncológica de cabeça e pescoço é frequentemente diagnosticada numa fase avançada exigindo, muitas vezes, tratamentos agressivos que passam pela concomitância de quimioterapia e radioterapia. Os tratamentos são causadores de significativas toxicidades com implicações profundas na vida do doente e com repercussões a nível físico, psíquico e social, exigindo que a pessoa se adapte a uma série de modificações pluridimensionais. Neste sentido, emerge a necessidade de promover o autocuidado da pessoa doente, com o objetivo de melhorar a sua resposta aos processos de vida, saúde e doença, assumindo o enfermeiro um papel de extrema importância neste processo, como educador e promotor...

  17. Intervenção do enfermeiro na pessoa com risco de mucosite oral secundária ao tratamento do cancro

    Fraga, Liliana Vanessa Girão Silva de Carvalho
    A mucosite oral é uma inflamação do tecido conjuntivo da boca e um dos efeitos secundários do tratamento para o cancro, é induzida sobretudo pela radioterapia da região da cabeça e pescoço e por certos citostáticos administrados em alta dose. A sua sintomatologia tem um impacto negativo na qualidade de vida da pessoa, podendo em casos de elevada toxicidade comprometer a realização do tratamento delineado. Para as instituições implica elevados custos no tratamento e tempo de internamento. Tendo como pilar a filosofia de cuidados de Virgínia Henderson, é através de um plano individualizado que são estabelecidas as intervenções de enfermagem...

  18. A promoção do conforto com a pessoa em situação crítica submetida a ventilação não invasiva :

    Tomás, Joana Jacinto
    Este trabalho expõe o culminar do percurso realizado no contexto do Curso de Mestrado em Enfermagem na Área de especialização à Pessoa em Situação Crítica da Escola Superior de Enfermagem de Lisboa. Por meio dele descrevo a finalidade, os objetivos e as atividades realizadas que possibilitaram atingir os objetivos e o desenvolvimento de competências comuns do enfermeiro especialista e de competências específicas do enfermeiro especialista em pessoa em situação crítica resultantes da prática em estágio em cuidados críticos e da análise reflexiva. Este percurso teve por base o Modelo de Aquisição e Desenvolvimento de Competências de Dreyfus adaptado à enfermagem...

  19. Intervenção especializada de enfermagem à pessoa vítima de trauma :

    Lucas, Tiago Emanuel Cotrim
    O trauma é considerado um dos maiores problemas de saúde a nível mundial, sendo responsável por um número significativo de mortes e lesões incapacitantes. A necessidade de cuidados diferenciados à pessoa em situação crítica vítima de trauma, obriga à intervenção precoce do enfermeiro. Nas embarcações da marinha portuguesa, o enfermeiro tem um papel central, sendo frequentemente o único profissional de saúde a bordo, pelo que se espera que reconheça precocemente as alterações fisiológicas da pessoa vítima de trauma, para que se proceda à sua estabilização e evacuação até à unidade hospitalar. A realização deste relatório enquadra-se no âmbito do Curso de...

  20. A nutrição do doente crítico submetido a transplante hepático :

    Almeida, Ana Margarida Soares de
    O documento apresentado surge na sequência do estágio concretizado no âmbito do mestrado de especialização na área da pessoa em situação crítica (PSC). Este relatório visa expor o percurso desenvolvido na aquisição de competências nesta área, particularmente no âmbito da nutrição da PSC, submetida a transplante hepático. A sua produção pretende explanar, para além das atividades desenvolvidas durante o estágio, os conhecimentos adquiridos nas diversas unidades curriculares que constituem este mestrado e a sua aplicação na prática diária dos cuidados de enfermagem à PSC. Reflete ainda a vivência inerente ao percurso realizado no sentido da aquisição e consolidação de conhecimentos essenciais...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.