Recursos de colección

Repositório Comum (25.504 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 995

  1. Dificuldades sentidas pelos cuidadores familiares de pessoas em situação de dependência no domicílio que pertencem à ecci odivelas :

    Ferreira, Daniela Margarida dos Santos
    Numa sociedade caracterizada pelo envelhecimento da população e pelo aumento do número de pessoas com doenças crónicas e incapacitantes, os cuidadores familiares representam o principal foco de assistência a uma pessoa dependente, estando expostos a múltiplas dificuldades e negligenciado frequentemente a sua saúde e bem-estar em prol do seu familiar dependente. Neste sentido, foi desenvolvido este projeto de intervenção em enfermagem comunitária, cujo objetivo é conhecer as dificuldades sentidas pelos cuidadores familiares de pessoas em situação de dependência no domicílio que pertencem à ECCI Odivelas, com a finalidade de capacitá-los para desenvolverem estratégias de autocuidado que contribuam para minimizar as dificuldades...

  2. Intervenções de Enfermagem na promoção para o autocuidado, adesão à terapêutica e literacia em saúde, num grupo de idosos na comunidade

    Sousa, Ana Isabel Martins de
    Contexto: Este Projeto de intervenção comunitária foi implementado com o apoio dos enfermeiros da Unidade de Saúde do Castelo no Centro de Apoio Social dos Anjos. Estudos realizados demonstram que as pessoas que apresentam baixos níveis de literacia em saúde têm uma saúde debilitada, especialmente os idosos com doença crónica. A otimização da terapia farmacológica e a autogestão da doença crónica são dois pilares fundamentais, sendo necessário encontrar intervenções que promovam melhores resultados. Objetivo: Promover o autocuidado com a terapêutica medicamentosa nos idosos, com baixa literacia em saúde, no Centro de Dia dos Anjos. Metodologia: Foi utilizada a metodologia de...

  3. Sexualidade saudável na adolescência :

    Pereira, Inês Catarina Oliveira
    A adolescência é uma fase do ciclo vital marcada por profundas alterações a vários níveis, nomeadamente transformações a nível físico, social, psicológico, comportamental, cognitivo, relacional. A par com estas alterações e com o desenvolvimento sexual têm-se verificado comportamentos de risco ao nível da sexualidade na adolescência associado à precocidade do início sexual, às relações sexuais não protegidas, às relações sexuais sob o efeito de álcool e/o drogas e aos múltiplos parceiros. Estes fatores traduzem-se em elevadas taxas de gravidez na adolescência e à transmissão de infeções sexualmente transmissíveis com um impacto significativo para o indivíduo, família e comunidade. Tendo em conta...

  4. Quando a ilusão se torna desilusão :

    Pereira, Maria Inês Paiva Sá dos Santos
    Este relatório surge do desenvolvimento de um projeto de estágio no âmbito da especialização em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiatria, visando o desenvolvimento e consolidação das competências específicas do Enfermeiro Especialista em Saúde Mental. Situou-se a intervenção na transição da infância para a adolescência, uma das transições mais significativas do desenvolvimento humano, pautada por mudanças psíquicas geradoras de tensão. Inerente à vivência de períodos de angústia acrescida, existe uma maior propensão para o aparecimento de transtornos mentais, que se podem manifestar pela distorção da realidade, na apresentação de sintomatologia delirante e alucinatória. Tendo em conta que, frequentemente, o primeiro episódio...

  5. Intervenção de enfermagem na reabilitação psicossocial da pessoa com doença mental :

    Guerra, Ana Filipa Lopes
    O presente relatório pretende traduzir o percurso formativo que desenvolvi no âmbito do Mestrado em Enfermagem, área de Especialização em Enfermagem de Saúde Mental e Psiquiátrica. Reflete a experiência por mim desenvolvida durante o estágio num internamento de Psiquiatria na área de Lisboa num projeto de visitas domiciliárias na mesma área. Com ele procurei evidenciar a importância da intervenção do enfermeiro especialista em Saúde Mental na reabilitação psicossocial da pessoa com doença mental, através da consulta de enfermagem em contexto domiciliário. A reabilitação psicossocial é um processo que facilita a oportunidade a pessoas com doença mental de alcançarem um ótimo nível de...

  6. Dançar a vida :

    Santos, Márcia Leandra Ferreira
    A dança, como forma de arte, surge-nos apontada em diversos estudos com benefícios ao nível da saúde e bem-estar nos mais variados tipos de população e aplicada em diversos contextos da saúde. Este estudo enquadra a intervenção terapêutica com Dança, ao nível da Reabilitação Psicossocial, nos contextos de adultos classificados com deficiência intelectual e de adolescentes classificados com doença mental. A Dança é assim proposta enquanto intervenção de cariz socioterapêutico, enquadrável nas competências do enfermeiro especialista em enfermagem de saúde mental e psiquiatria. É assim pretendido, com este trabalho, fazer uma avaliação dos efeitos de um programa de dança, estruturado com...

  7. Promoção do conforto do doente com dor crónica por neoplasia do cólon e reto através da massagem terapêutica

    Almeida, Laura Margarida Esteves Dias Cavalheiro de
    Atualmente assiste-se a uma crescente incidência do cancro do cólon e reto na população mundial, portuguesa incluída, sendo essencial o desenvolvimento de intervenções eficazes para o tratamento ou alívio dos sintomas vividos por estes doentes nas fases avançadas da doença, sendo a dor um dos mais frequentes. Maioritariamente é uma dor crónica, pelas suas características, que se traduz numa experiência negativa, contínua e persistente que afeta toda a pessoa e o seu conforto, levando-a a uma transformação das suas atividades e qualidade de vida. Daí a importância de se ter uma abordagem da dor holística, que inclua, para além da medicação, medidas não-farmacológicas, como a massagem terapêutica, que...

  8. Estruturação da consulta de enfermagem de acompanhamento ao sobrevivente a transplante alogénico de progenitores hematopoiéticos

    Correia, Marta Alexandra Barreira
    A sobrevivência da doença oncológica é uma área de conhecimento em expansão, embora hajam ainda algumas lacunas no que diz respeito ao entendimento sobre os problemas dos sobreviventes, linhas orientadoras e planos estratégicos para esse período. Os enfermeiros, pela sua proximidade com os sobreviventes de doença oncológica, encontram-se numa posição privilegiada para criar, implementar e validar medidas de apoio ao sobrevivente, em colaboração com a restante equipa multidisciplinar. Com este trabalho pretende-se mostrar o percurso desenvolvido na aquisição de competências comuns do Enfermeiro Especialista e específicas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem em Pessoa em Situação Crónica e Paliativa, enquadradas na área de...

  9. Intervenção especializada do enfermeiro na continuidade dos cuidados à pessoa em situação crítica com síndrome coronária aguda

    Silva, Cláudia Isabel Neves Pacheco da
    A Síndrome coronária aguda (SCA), em particular o enfarte agudo do miocárdio (EAM), constitui uma emergência cardiovascular com risco iminente de vida. A pessoa em situação crítica (PSC) com SCA (e EAM) necessita de cuidados de enfermagem especializados, que permitam a implementação do tratamento adequado em tempo útil, contribuindo assim para a continuidade dos cuidados (CC), quer na dimensão da gestão de cuidados, quer na dimensão informativa e interpessoal do conceito. Apesar de ser uma situação urgente, tal não inviabiliza o estabelecimento de uma relação interpessoal, pois esta não se relaciona com a quantidade de tempo de contacto, mas antes com o...

  10. A intervenção especializada do enfermeiro na gestão da dor da pessoa em situação crítica incapaz de a autoavaliar

    Leal, Susana Isabel Siquenique
    A dor é uma das principais causas de sofrimento humano, comprometendo a qualidade de vida da pessoa, interferindo no seu bem-estar físico e psicossocial, sendo também um dos principais motivos que conduz a pessoa aos cuidados de saúde (Direcção-Geral da Saúde, 2003, 2008). A dor, embora seja uma temática atual, amplamente discutida, e objeto de instituição de normas e atualizações constantes, contínua a ser um problema de saúde. Enquanto profissional de saúde com responsabilidade no cuidar, o enfermeiro tem não só o dever de identificar a pessoa com dor, como também de avaliar e planear intervenções adequadas ao seu controlo,...

  11. O envolvimento do pai no processo de nascimento na sala de partos :

    Rodrigues, Patrícia Andreia Bernardes Assunção
    A evidência científica demonstra que o envolvimento dos pais no processo de nascimento traz benefícios para os mesmos, para a mãe, para o casal e para a nova tríade familiar. No entanto, os pais, muitas vezes, referem-se desvalorizados e sem preparação suficiente para se envolverem ao longo do processo de nascimento, devido a não serem considerados um elemento importante e necessário. Porém, quando se sentem alvo dos cuidados durante o trabalho de parto, verbalizam esse aspeto como um contributo positivo para o seu envolvimento. Constatou-se ao longo do estágio, inserido na Unidade Curricular (UC) de Ensino Clinico (EC) “Estágio com Relatório”...

  12. O cuidado do EEESMO em torno da episiotomia seletiva

    Simões, Mariana Calaim Correia de Lacerda
    O presente Relatório de Estágio vem completar um ciclo de estudos de Mestrado em Enfermagem de Saúde Materna e Obstetrícia. O seu objetivo é confirmar o desenvolvimento de competências essenciais para a prática de cuidados de enfermagem especializados, no domínio da Saúde Materna, Obstétrica e Ginecológica e o reforço das capacidades de investigação, raciocínio crítico e de argumentação em torno de um problema. Através de uma metodologia de aprendizagem por projeto, escolhi aprofundar o tema o cuidado do EEESMO em torno da episiotomia seletiva, por considerar pertinente e bastante favorecedor do meu desenvolvimento profissional. Neste sentido, foi conduzida uma Revisão da...

  13. Ambientes favoráveis à prática de cuidados de enfermagem :

    Nogueira, Mariana Lourenço Pereira
    Introdução: O ambiente da prática de cuidados de enfermagem faz parte do metaparadigma de enfermagem e é definido por várias teóricas de enfermagem. Por outro lado, faz parte dos padrões de qualidade definidos pela Ordem dos Enfermeiros. Existem vários estudos científicos a nível mundial acerca da relação entre a liderança, o ambiente de trabalho, a satisfação pessoal e a retenção dos enfermeiros. Sensível a esta problemática decidimos desenvolver um estudo que teve como pergunta de investigação: Qual a perceção que os enfermeiros têm do ambiente de prática de cuidados de enfermagem e a sua influência na qualidade dos cuidados de...

  14. A intervenção do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação na promoção da permeabilidade da via aérea do utente com patologia respiratória

    Silva, Maria João Santos
    Segundo a DGS (2014), a mortalidade global por doenças respiratórias tem vindo a aumentar de forma consistente nos últimos 20 anos, constituindo a terceira principal causa de morte a seguir às doenças do aparelho circulatório e aos tumores malignos. Este aumento traduz-se em custos diretos e indiretos para o estado. A DGS (2005) refere que são necessárias medidas que permitam promover a recuperação da capacidade ventiladora e respiratória do doente, reduzindo tempos de internamento e gastos medicamentosos e melhorar a qualidade de vida e o seu bem-estar, do qual beneficia a família, em particular, e a sociedade, em geral. O...

  15. Intervenções do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação, na capacitação da pessoa submetida a artoplastia total da anca

    Fernandes, Carla Sofia Cunha
    Este Relatório permitiu fazer a análise e reflexão das experiências de aprendizagem desenvolvidas, em função das Competências Gerais do Enfermeiro Especialista (EE) e Competências Especificas do Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação (EEER), através da reflexão crítica dos objetivos gerais e específicos traçados em projeto de estágio; além de que deu visibilidade às atividades desenvolvidas, relatando as situações / problemas encontrados e as estratégias sugeridas para a sua resolução. O Estágio foi dividido em dois períodos (Comunidade e Hospitalar) de 9 semanas cada. O 1º período foi realizado numa Unidade de Cuidados Continuados Integrados da Cidade de Lisboa. Este permitiu-me refletir sobre...

  16. Intervenção especializada de enfermagem à criança vítima de queimadura grave e sua família

    Santos, Vânia Sofia Fonseca
    Apesar das melhorias socioeconómicas presenciadas as queimaduras pediátricas permanecem uma constante nos nossos cuidados de saúde. Os cuidados de Enfermagem à criança vítima de quei-madura grave e sua família revestem-se de um trabalho complexo e bastante árduo, requerendo uma preparação não só física, mas também emocional do profissional, constituindo assim como um enorme desafio. Deste modo, para que a prestação de cuidados seja cada vez mais qualificada e especializada a estas crianças, os profissionais necessitam de adquirir conhecimentos técnicos e científicos e compe-tências na prestação de cuidados de qualidade, integral e humanizado. O presente relatório pretende traduzir o percurso realizado ao longo...

  17. Intervenção à família da pessoa adulta com doença mental grave

    Felícia, Filipa Margarida Pinheiro da
    Prestar cuidados a uma pessoa com DMG é inexequível sem ter em conta todo o seu contexto individual, familiar e social. Com o intuito de compreender o processo de adoecer mental no individuo e família na DMG e de compreender a abordagem do EESMP à pessoa e família, realizei um estágio que decorreu em dois contextos: num Serviço de internamento e numa Unidade de Saúde Mental Comunitária. Integrada nas equipas, participei nas diferentes atividades desenvolvidas nos dois locais, particularmente no apoio à família de forma individual e em grupo. A participação em dois grupos distintos, Grupo de Suporte Familiar e Grupo Psicoeducativo, permitiu-me perceber que para uma intervenção à...

  18. Abordagem psicoeducativa nos cuidados de enfermagem no âmbito da saúde mental e psiquiátrica

    Miranda, Célia Maria Pires
    Este relatório pretende descrever e analisar de forma crítica e reflexiva a execução de um projeto de estágio realizado em contexto de internamento e comunidade, que se intitula abordagem psicoeducativa nos cuidados de enfermagem no âmbito da saúde mental e psiquiátrica. Com este projeto pretendi evidenciar a abordagem psicoeducativa efetuada pelo enfermeiro, na pessoa com doença mental grave e na sua família. O enfermeiro pode ajudar a pessoa com patologia mental a compreender e a lidar melhor com sua doença, minimizando os sintomas e prevenindo as recaídas. É igualmente importante capacitar a família de informação para que esta se sinta acompanhada...

  19. Intervenção do enfermeiro na gestão da dor do doente oncológico em fim de vida

    Simão, Joana Gaspar
    Este relatório integra a reflexão crítica, com base na evidência científica, do percurso de estágio desenvolvido, pretendendo refletir as competências desenvolvidas de enfermeiro especialista em Enfermagem Médico-cirúrgica vertente Enfermagem Oncológica, bem como, os contributos para a melhoria dos cuidados no âmbito da gestão da dor do doente oncológico em fim de vida. Adotou-se como ferramenta inicial delineadora deste percurso a metodologia de projeto. O problema identificado foca a intervenção de enfermagem na gestão da dor do doente oncológico em fim de vida. Assim, foram selecionados dois campos de estágio, promotores de experiências e habilidades científico-técnico-relacional, no âmbito do problema identificado, capazes de me capacitarem para a materialização do projeto...

  20. Promoção do conforto do doente com dor crónica por neoplasia do cólon e reto através da massagem terapêutica

    Almeida, Laura Margarida Esteves Dias Cavalheiro de
    Atualmente assiste-se a uma crescente incidência do cancro do cólon e reto na população mundial, portuguesa incluída, sendo essencial o desenvolvimento de intervenções eficazes para o tratamento ou alívio dos sintomas vividos por estes doentes nas fases avançadas da doença, sendo a dor um dos mais frequentes. Maioritariamente é uma dor crónica, pelas suas características, que se traduz numa experiência negativa, contínua e persistente que afeta toda a pessoa e o seu conforto, levando-a a uma transformação das suas atividades e qualidade de vida. Daí a importância de se ter uma abordagem da dor holística, que inclua, para além da medicação, medidas não-farmacológicas, como a massagem terapêutica, que...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.