Recursos de colección

Repositório Comum (27.978 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 147

  1. Educação para a saúde ao doente renal crónico durante a sessão de hemodiálise como medida para a promoção do seu autocuidado

    Antunes, Ângela Cristina Palma Ruaz Oliveira Mósca
    A elaboração do presente trabalho insere-se no âmbito da Unidade Curricular Estágio com Relatório, do 6º Curso de Mestrado em Enfermagem, Área de Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Área de Intervenção Nefrológica. Segundo a Direção Geral de Saúde (DGS, 2012), Portugal tem vindo a apresentar elevada incidência e prevalência da Doença Renal Crónica (DRC), sendo a maior da Europa, e com uma tendência de crescimento superior à média dos países da OCDE. Neste sentido, o enfermeiro perito em nefrologia deve proporcionar a melhor assistência, com especial ênfase no apoio, na educação, na prevenção de complicações e na reabilitação, estimulando a independência e...

  2. Educação para a saúde ao doente renal crónico durante a sessão de hemodiálise como medida para a promoção do seu autocuidado

    Antunes, Ângela Cristina Palma Ruaz Oliveira Mósca
    A elaboração do presente trabalho insere-se no âmbito da Unidade Curricular Estágio com Relatório, do 6º Curso de Mestrado em Enfermagem, Área de Especialização em Enfermagem Médico-Cirúrgica, Área de Intervenção Nefrológica. Segundo a Direção Geral de Saúde (DGS, 2012), Portugal tem vindo a apresentar elevada incidência e prevalência da Doença Renal Crónica (DRC), sendo a maior da Europa, e com uma tendência de crescimento superior à média dos países da OCDE. Neste sentido, o enfermeiro perito em nefrologia deve proporcionar a melhor assistência, com especial ênfase no apoio, na educação, na prevenção de complicações e na reabilitação, estimulando a independência e...

  3. O papel do enfermeiro especialista na equipa de coordenação do acesso vascular arteriovenoso :

    Rocha, Rafaela
    Em 2015, em Portugal, 11514 doentes IRC realizavam tratamento de HD onde no primeiro tratamento, nos doentes incidentes, o AV prevalente foi o CVC em 51% dos doentes, seguindo-se muito aproximadamente a FAV em 41% dos doentes. Relativamente aos doentes prevalentes, o tipo de acesso prevalente é a FAV em 73,1%. Logo, é imperativo que as equipas de enfermagem que diariamente prestam cuidados aos doentes IRC, detenham o conhecimento adequado para uma correta avaliação e gestão do AV de forma a garantir a sua patência, e consequentemente, serem capazes de desemprenhar funções de promoção de saúde a doentes com maior longevidade...

  4. O papel do enfermeiro especialista na equipa de coordenação do acesso vascular arteriovenoso :

    Rocha, Rafaela
    Em 2015, em Portugal, 11514 doentes IRC realizavam tratamento de HD onde no primeiro tratamento, nos doentes incidentes, o AV prevalente foi o CVC em 51% dos doentes, seguindo-se muito aproximadamente a FAV em 41% dos doentes. Relativamente aos doentes prevalentes, o tipo de acesso prevalente é a FAV em 73,1%. Logo, é imperativo que as equipas de enfermagem que diariamente prestam cuidados aos doentes IRC, detenham o conhecimento adequado para uma correta avaliação e gestão do AV de forma a garantir a sua patência, e consequentemente, serem capazes de desemprenhar funções de promoção de saúde a doentes com maior longevidade...

  5. Fatores que dificultam a adesão dos profissionais de saúde as boas pratica de higiene das mãos

    Cabrita, Raquel Ramos
    As Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde são consideradas um flagelo à escala mundial, alvo da atenção de prestigiosas organizações como a Organização Mundial de Saúde e a Direção-Geral da Saúde que dinamizam iniciativas para minimizar e erradicar este problema. A higiene das mãos evidencia-se como a medida mais acessível e eficiente para combater esta problemática, no entanto, diversas investigações revelam que apesar de todos os esforços realizados a adesão a esta prática continua a estar longe do desejado. Esta investigação foi realizada num hospital privado do distrito de Lisboa e consistiu num estudo quantitativo, transversal, descritivo, correlacional, cujo objetivo geral foi...

  6. Fatores que dificultam a adesão dos profissionais de saúde as boas pratica de higiene das mãos

    Cabrita, Raquel Ramos
    As Infeções Associadas aos Cuidados de Saúde são consideradas um flagelo à escala mundial, alvo da atenção de prestigiosas organizações como a Organização Mundial de Saúde e a Direção-Geral da Saúde que dinamizam iniciativas para minimizar e erradicar este problema. A higiene das mãos evidencia-se como a medida mais acessível e eficiente para combater esta problemática, no entanto, diversas investigações revelam que apesar de todos os esforços realizados a adesão a esta prática continua a estar longe do desejado. Esta investigação foi realizada num hospital privado do distrito de Lisboa e consistiu num estudo quantitativo, transversal, descritivo, correlacional, cujo objetivo geral foi...

  7. Ambiente da prática profissional de enfermagem :

    Santos, Iolanda Sofia da Fonseca
    Os profissionais de saúde, mais concretamente da área específica de Enfermagem, têm enfrentado algumas dificuldades e desafios no que diz respeito à boa prestação de cuidados, entre eles, garantir a segurança e a qualidade dos cuidados prestados, num ambiente de trabalho, que nem sempre é o mais favorável para o seu desempenho profissional. Existem Instituições de Saúde que têm tudo isso em consideração, e procuram oferecer ás equipas de enfermagem autonomia, colaboração entre a equipa multidisciplinar, o bom relacionamento entre a equipa de enfermagem e equipa médica, e o controlo sobre o ambiente, resultando em algo benéfico para os utentes,...

  8. Ambiente da prática profissional de enfermagem :

    Santos, Iolanda Sofia da Fonseca
    Os profissionais de saúde, mais concretamente da área específica de Enfermagem, têm enfrentado algumas dificuldades e desafios no que diz respeito à boa prestação de cuidados, entre eles, garantir a segurança e a qualidade dos cuidados prestados, num ambiente de trabalho, que nem sempre é o mais favorável para o seu desempenho profissional. Existem Instituições de Saúde que têm tudo isso em consideração, e procuram oferecer ás equipas de enfermagem autonomia, colaboração entre a equipa multidisciplinar, o bom relacionamento entre a equipa de enfermagem e equipa médica, e o controlo sobre o ambiente, resultando em algo benéfico para os utentes,...

  9. Características das organizações hospitalares e o seu contributo para a qualidade dos cuidados de enfermagem

    Vital, Gonçalo Fernando Vieira
    Enquadramento: Num cenário de constantes mudanças e, principalmente, exigências, os cuidados de enfermagem requerem a concretização dos objetivos individuais e coletivos. A qualidade dos cuidados prestados aos clientes está diretamente relacionada com a qualidade da prática dos enfermeiros, sendo assegurada através da valorização das competências dos enfermeiros gestores, podendo igualmente ser influenciada pelo ambiente organizacional, como todas as condições, circunstâncias e influências que cercam e afetam a prática de cuidados de qualidade. Objetivos: Analisar os determinantes do ambiente organizacional hospitalar que contribuem para a qualidade dos cuidados de enfermagem. Métodos: Estudo quantitativo, descritivo-correlacional com enfoque transversal. Como instrumento de recolha de dados recorreu-se...

  10. Características das organizações hospitalares e o seu contributo para a qualidade dos cuidados de enfermagem

    Vital, Gonçalo Fernando Vieira
    Enquadramento: Num cenário de constantes mudanças e, principalmente, exigências, os cuidados de enfermagem requerem a concretização dos objetivos individuais e coletivos. A qualidade dos cuidados prestados aos clientes está diretamente relacionada com a qualidade da prática dos enfermeiros, sendo assegurada através da valorização das competências dos enfermeiros gestores, podendo igualmente ser influenciada pelo ambiente organizacional, como todas as condições, circunstâncias e influências que cercam e afetam a prática de cuidados de qualidade. Objetivos: Analisar os determinantes do ambiente organizacional hospitalar que contribuem para a qualidade dos cuidados de enfermagem. Métodos: Estudo quantitativo, descritivo-correlacional com enfoque transversal. Como instrumento de recolha de dados recorreu-se...

  11. Contributos da deambulação para a progressão do trabalho de parto :

    Luz, Sandra Cristina da
    O mecanismo de trabalho de parto (TP), como é conhecido na atualidade, é um mecanismo fisiológico inacabado que tem a sua origem há centenas de milhões de anos. A transição para o bipedismo implicou alterações na pelve materna provocando alterações adaptativas importantes no mecanismo de parto que o tornou exclusivo entre os primatas. A par das alterações físicas a assistência ao TP sofreu transformações ao longo dos tempos, condicionadoras do desfecho do nascimento. A deambulação durante o TP apoia a fisiologia do nascimento e melhora a experiência do parto para a mulher pois, favorece a irrigação do útero, as contrações são...

  12. Contributos da deambulação para a progressão do trabalho de parto :

    Luz, Sandra Cristina da
    O mecanismo de trabalho de parto (TP), como é conhecido na atualidade, é um mecanismo fisiológico inacabado que tem a sua origem há centenas de milhões de anos. A transição para o bipedismo implicou alterações na pelve materna provocando alterações adaptativas importantes no mecanismo de parto que o tornou exclusivo entre os primatas. A par das alterações físicas a assistência ao TP sofreu transformações ao longo dos tempos, condicionadoras do desfecho do nascimento. A deambulação durante o TP apoia a fisiologia do nascimento e melhora a experiência do parto para a mulher pois, favorece a irrigação do útero, as contrações são...

  13. Contributos da deambulação para a progressão do trabalho de parto :

    Luz, Sandra Cristina da
    O mecanismo de trabalho de parto (TP), como é conhecido na atualidade, é um mecanismo fisiológico inacabado que tem a sua origem há centenas de milhões de anos. A transição para o bipedismo implicou alterações na pelve materna provocando alterações adaptativas importantes no mecanismo de parto que o tornou exclusivo entre os primatas. A par das alterações físicas a assistência ao TP sofreu transformações ao longo dos tempos, condicionadoras do desfecho do nascimento. A deambulação durante o TP apoia a fisiologia do nascimento e melhora a experiência do parto para a mulher pois, favorece a irrigação do útero, as contrações são...

  14. Promoção do autocuidado à pessoa com alteração na eliminação vesical :

    Caseiro, Joel Dinis Silva Mendes
    Mais de 400 milhões de pessoas perdem urina de forma involuntária, prevendo-se um aumento da prevalência de cerca de 10% (2013 a 2018). Em Portugal, a condição de Incontinência Urinária (IU), afeta cerca de 15% da população, sendo na mulher mais prevalente. A evidência científica demonstra um impacto negativo na qualidade de vida do cliente com IU, destacando a afeção psicossocial e económica. Os cuidadores informais são igualmente atingidos por esta condição incapacitante, devendo ser incluídos como parceiros nos Cuidados de Enfermagem de Reabilitação (CER), com vista à promoção do autocuidado e melhoria da qualidade de vida. O Enfermeiro Especialista em...

  15. Promoção do autocuidado à pessoa com alteração na eliminação vesical :

    Caseiro, Joel Dinis Silva Mendes
    Mais de 400 milhões de pessoas perdem urina de forma involuntária, prevendo-se um aumento da prevalência de cerca de 10% (2013 a 2018). Em Portugal, a condição de Incontinência Urinária (IU), afeta cerca de 15% da população, sendo na mulher mais prevalente. A evidência científica demonstra um impacto negativo na qualidade de vida do cliente com IU, destacando a afeção psicossocial e económica. Os cuidadores informais são igualmente atingidos por esta condição incapacitante, devendo ser incluídos como parceiros nos Cuidados de Enfermagem de Reabilitação (CER), com vista à promoção do autocuidado e melhoria da qualidade de vida. O Enfermeiro Especialista em...

  16. Cuidados de enfermagem de reabilitação à pessoa com DPOC, em processo de transição

    Oliveira, Ana Luísa Madureira de
    A Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) é considerada uma das principais causas de morbilidade e mortalidade no mundo. A sua cronicidade, caraterizada por uma obstrução persistente e progressiva das vias aéreas, associada ao aumento do envelhecimento populacional e à exposição a fatores de risco, leva a um crescente aumento dos casos de internamento por exacerbação da doença, que culmina na maioria das vezes, em limitações no autocuidado. É no domicílio que o cliente com DPOC se depara com múltiplas dificuldades funcionais e/ou estruturais, importantes, que em meio hospitalar não é possível, muitas vezes reeducar ou capacitar. O simples fato de...

  17. Cuidados de enfermagem de reabilitação à pessoa com DPOC, em processo de transição

    Oliveira, Ana Luísa Madureira de
    A Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC) é considerada uma das principais causas de morbilidade e mortalidade no mundo. A sua cronicidade, caraterizada por uma obstrução persistente e progressiva das vias aéreas, associada ao aumento do envelhecimento populacional e à exposição a fatores de risco, leva a um crescente aumento dos casos de internamento por exacerbação da doença, que culmina na maioria das vezes, em limitações no autocuidado. É no domicílio que o cliente com DPOC se depara com múltiplas dificuldades funcionais e/ou estruturais, importantes, que em meio hospitalar não é possível, muitas vezes reeducar ou capacitar. O simples fato de...

  18. A intervenção do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação à pessoa com esclerose múltipla

    Pereira, Ana Lúcia Tavares
    A Esclerose Múltipla é considerada uma patologia de perdas de diferentes funções, devido ao aparecimento de placas desmielinizantes na substância branca do neuro-eixo, que dependendo da sua localização e extensão provocam diferentes sintomas, podendo surgir em diferentes momentos e combinações. Atendendo à sua complexidade, desenvolver intervenções de enfermagem de reabilitação para cuidar da pessoa com este diagnóstico tornou-se um desafio complexo, mas exequível, devido ao reconhecimento de competências ao Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação para conceber planos de cuidados individualizados com o propósito de manter e/ou maximizar a funcionalidade, capacitar as pessoas para desenvolver o seu potencial, prevenir complicações e,...

  19. A intervenção do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação à pessoa com esclerose múltipla

    Pereira, Ana Lúcia Tavares
    A Esclerose Múltipla é considerada uma patologia de perdas de diferentes funções, devido ao aparecimento de placas desmielinizantes na substância branca do neuro-eixo, que dependendo da sua localização e extensão provocam diferentes sintomas, podendo surgir em diferentes momentos e combinações. Atendendo à sua complexidade, desenvolver intervenções de enfermagem de reabilitação para cuidar da pessoa com este diagnóstico tornou-se um desafio complexo, mas exequível, devido ao reconhecimento de competências ao Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação para conceber planos de cuidados individualizados com o propósito de manter e/ou maximizar a funcionalidade, capacitar as pessoas para desenvolver o seu potencial, prevenir complicações e,...

  20. A intervenção do enfermeiro especialista em enfermagem de reabilitação na promoção do autocuidado da pessoa com doença de Alzheimer

    Godinho, Sandra Tomé Bandeira Fonseca
    A demência é uma doença progressiva e incurável, que afeta vários domínios da pessoa: comportamental, cognitivo e motor. Existem vários tipos de demência, sendo a doença de Alzheimer a mais comum. A pessoa com doença de Alzheimer poderá apresentar perda de memória, dificuldade na resolução de problemas, desorientação, confusão, perda de habilidades e de linguagem com sintomas comportamentais associados. O diagnóstico no estadio inicial da doença, irá permitir uma intervenção precoce para retardar os défices associados a esta patologia, promovendo a capacidade de autocuidado, maximizando o seu potencial funcional e cognitivo. Deste modo, o Enfermeiro Especialista em Enfermagem de Reabilitação, pelo conjunto...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.