Recursos de colección

Infoteca. Informação Tecnológica em Agricultura (57.271 recursos)

O serviço Informação Tecnológica em Agricultura (Infoteca) reúne e permite acesso a informações sobre tecnologias produzidas pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), as quais se relacionam às áreas de atuação de seus demais centros de pesquisa. Suas coleções são formadas por conteúdos editados na própria instituição (em forma de cartilhas, livros para transferência de tecnologia, programas de rádio e de televisão), com linguagem adaptada de modo que produtores rurais, extensionistas, técnicos agrícolas, estudantes e professores de escolas rurais, cooperativas e outros segmentos da produção agrícola possam assimilá-los com maior facilidade, e, assim, apropriarem-se de tecnologias geradas pela Embrapa.

Capítulo em livro técnico (CPAF-AC)

Mostrando recursos 1 - 5 de 5

  1. Controle alternativo de pragas para o cultivo e armazenamento de feijões.

    FAZOLIN, M.; ALÉCIO, M. R.; ESTRELA, J. L. V.; ALVES, S. B.
    Neste capítulo serão abordados métodos ou práticas não convencionais de controle de insetos pragas de feijões, muitas delas avaliadas pela nossa equipe de pesquisa, e outras relatadas como experiências a serem aplicadas e investigadas ao nível de propriedade familiar, para que sua eficácia ou insucesso sejam relatados a partir da experimentação participativa de produtores rurais.
    (Cap. 11, p. 249-297.) - 07-dic-2016

  2. Insetos associados ao cultivo e armazenamento de feijões.

    FAZOLIN, M.; ESTRELA, J. L. V.; ALÉCIO, M. R.; ALVES, S. B.
    Foram consideradas, neste capítulo, as espécies de insetos que frequentemente estão associados às perdas significativas nos cultivos Amazônicos. O fato de ser incentivada a adoção de novas espécies, ou variedades crioulas de feijoeiros como alternativas para o cultivo, aumenta a importância do ataque de pragas. Os agricultores familiares deverão estar capacitados para reconhecer e monitorar a cultura a fim de empregar métodos de controle adequados a cada tipo de inseto, com o objetivo de minimizar os prejuízos que eles podem causar à produção dessas fabáceas.
    (Cap. 10, p. 223-248.) - 07-dic-2016

  3. Insetos associados ao cultivo e armazenamento de feijões.

    FAZOLIN, M.; ESTRELA, J. L. V.; ALÉCIO, M. R.; ALVES, S. B.
    Foram consideradas, neste capítulo, as espécies de insetos que frequentemente estão associados às perdas significativas nos cultivos Amazônicos. O fato de ser incentivada a adoção de novas espécies, ou variedades crioulas de feijoeiros como alternativas para o cultivo, aumenta a importância do ataque de pragas. Os agricultores familiares deverão estar capacitados para reconhecer e monitorar a cultura a fim de empregar métodos de controle adequados a cada tipo de inseto, com o objetivo de minimizar os prejuízos que eles podem causar à produção dessas fabáceas.
    (Cap. 10, p. 223-248.) - 07-dic-2016

  4. Aspectos nutricionais e culinários do feijão comum e do caupi consumidos no Acre.

    SIVIERO, A.; BRAGA, M.; SANTOS, R. C. dos; SANTOS, V. B. dos
    O feijoeiro comum, pertencente à classe Dicotiledoneae, família Fabaceae, subfamília Papilionoidae, gênero Phaseolus e espécie Phaseolus vulgaris L., é a espécie mais cultivada do gênero Phaseolus e representa uma importante fonte de proteína e energia para a alimentação humana, em especial nos países onde o consumo de proteína animal é limitado, por razões econômicas ou religiosas e culturais, muito embora já tenha sido considerado de baixo valor nutritivo. No Brasil, esta leguminosa apresenta importância social e econômica, por ser responsável pelo suprimento de grande parte das necessidades alimentares da população de baixo poder aquisitivo.
    (Cap. 12, p. 299-324.) - 09-dic-2016

  5. Sistemas produtivos utilizados no Vale do Juruá.

    JESUS, J. C. S. de; OLIVEIRA, E. de; MATTAR, E. P. L.; ARAÚJO, M. L.; SIVIERO, A.
    A produção de feijão no Vale do Juruá reflete a capacidade de adaptação dos diversos cultivares nas mais diferentes condições de microclima e solo. É interessante notar a competência dos agricultores que, com pouco recurso de investimento e baixo uso de insumos externos, conseguem uma produção de alimento de tanta qualidade. Os feijões cultivados no Acre Ocidental são produzidos por agricultores familiares, principalmente para subsistência a partir de três sistemas de produção: 1. Sistema de cultivo abafado; 2. Sistema de derrubada e queima; 3. Sistema produtivo de praia.
    (Cap. 7, p. 191-198.) - 07-dic-2016

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.