Recursos de colección

Repositório Comum (40.364 recursos)

É um repositório para instituições de ensino e investigação produtoras de literatura científica cuja dimensão ainda não justifica a criação de um repositório próprio. Permite integrar instituições, grupos ou indivíduos na infra-estrutura do projecto, nomeadamente através das pesquisas do Portal RCAAP e da B-On.

Mostrando recursos 1 - 20 de 31

  1. O desenvolvimento emocional das crianças no pré-escolar

    Rodrigues, Sandra
    O presente relatório final resulta da prática de ensino supervisionada, relata a prática, as experiências mais relevantes e centra-se particularmente no projeto de intervenção apeliadado “ Chico- Coração”. Neste relatório final foi realizada uma investigação- ação, tendo sido realizadas atividades abordando as quatro emoções primárias ( alegria, tristeza, raiva e medo). A metodologia utilizada foi a qualitativa com recurso a diversos registos feitos ao longo do projeto de intervenção. O papel das emoções nas aprendizagens e nos relacionamentos, exige que o educador pense em “educar” as emoções e em fazer com que as crianças se tornem aptas a lidar com as suas frustrações, que aprendam a negociar com...

  2. Supervisão numa perspetiva colaborativa - equipa multidisciplinar de técnicos do hospital psiquiátrico de Luanda (HPL)

    Sebastião, Margarida
    O tema escolhido para esta dissertação está relacionado com a criação duma equipa multidisciplinar de técnicos do Hospital Psiquiátrico de Luanda (HPL) e a implementação, nessa equipa, da supervisão numa perspetiva colaborativa. O estudo realizado foi um estudo qualitativo, cujo objetivo foi identificar melhorias a desenvolver no HPL e construir e desenvolver um plano de intervenção. Neste contexto, foi criada uma equipa multidisciplinar e identificadas algumas questões. Tivemos como questão de partida: Que plano de intervenção poderemos construir, cuja implementação nos traga melhorias no HPL? Para a recolha de dados foram utilizadas entrevistas não estruturadas, através de conversas informais e...

  3. Supervisão pedagógica na motivação dos alunos na disciplina de meios físicos e terapêuticos no curso de fisioterapia da universidade Jean Piaget de Angola

    Afonso, Rosa
    Muito se tem falado sobre o número elevado de alunos que frequentam as aulas teóricas e práticas de fisioterapia, a preocupação relevante está na desmotivação de alunos, com enfoque principal em algumas disciplinas do curso. Pretendemos com este estudo utilizar a supervisão pedagógica na motivação dos alunos do 2º ano na disciplina de meios físicos e terapêuticos no curso de fisioterapia da Universidade Jean Piaget de Angola. Para tal realizou-se um estudo do tipo qualitativo, onde foram envolvidos 123 alunos e 3 professores. O objetivo do nosso estudo foi encontrar estratégias e actividades que tragam maior motivação aos alunos do...

  4. A supervisão como processo colaborativo orientado para a multiculturalidade na escola em Angola:

    Chicumbo, Laurinda
    O presente trabalho tem como tema a supervisão na perspetiva colaborativa no trabalho multicultural dos professores do ensino primário da escola 5004-Viana, Luanda. Sendo uma escola cujos alunos e professores são oriundos de grande diversidade cultural, é preocupante verificar-se na escola a inexistência quer a nível de formação quer a nível de convivência, de atividades que interliguem as várias culturas existentes. Neste contexto, o objetivo do nosso estudo foi construir um plano de intervenção na escola direcionado para a sua multiculturalidade. Para alcançar este objetivo, várias questões se colocaram. Desde logo, que intervenção seria possível fazer na escola? Mas, precisávamos...

  5. Divorcio:

    Leonel, Cátia
    O estudo apresentado surgiu no âmbito de várias práticas de ensino supervisionadas, desde o início da licenciatura em Educação Básica até ao Mestrado em Educação Pré-Escolar. Ao longo dos dois estágios, verifiquei a dificuldade em que certos profissionais tinham em abordar este tema que nos dias de hoje é frequente, contudo ainda é falado com algum constrangimento. Eu considerei que seria importante, desenvolver o tema, “O divórcio- Contributos para que Educadores de Infância possam ajudar as Crianças ” para auto ajudar-me e permitir ajudar também educadores/as que necessitem entender este problema social. Esta investigação em conjunto com as educadoras do colégio...

  6. O conto como promotor de prazer pela leitura e pela escrita

    Nunes, Ana Cristina
    O conto faz parte da infância da criança. Ouvir um conto é sempre um momento especial e com significado para qualquer criança. Através do conto, a criança cria vínculos, desenvolve a sua personalidade, a imaginação, a criatividade e cria uma relação muito próxima com a leitura e a escrita. Aquando da prática pedagógica em 1º ciclo, surgiu a pergunta de partida para este projeto “Poderá a literatura infantil, em particular o conto, contribuir para o despertar do gosto pela leitura e pela escrita?” Pretende-se neste relatório estudar o conto como promotor de prazer pela leitura e pela escrita, recorrendo a uma metodologia de...

  7. O jogo como recurso de motivação e aprendizagem das ciências no 1.º ciclo

    Duarte, Ana Catarina
    A temática deste Relatório Final “O jogo como recurso de motivação e aprendizagem das ciências no 1º ciclo” relativo ao curso de Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º ciclo do ensino básico, surge de forma a colmatar as dificuldades e o desinteresse encontrados na turma em estudo, na área das ciências. O jogo didático, surge assim como estratégia motivacional para despertar o interesse e a vontade de aprender. Sendo a área das ciências fundamental para que se desenvolvam crianças conhecedoras do mundo à sua volta, o ensino destas não deve ser um momento transmissor de saberes, mas sim construtor...

  8. Qual o contributo das relações intergeracionais para a aprendizagem de valores e atitudes em crianças dos 3 aos 10 anos:

    Meireles, Mafalda
    O presente relatório ambiciona dar resposta a um estudo de caso, em que se pretende aferir qual o contributo das relações intergeracionais na aprendizagem de valores e atitudes em crianças dos 3 aos 10 anos. Esta investigação surgiu no âmbito do estágio supervisionado onde, tanto da sala de educação pré-escolar como na sala de 1º ciclo do ensino Básico, desenvolvemos um projeto, em que os valores de cidadania eram o mote para a dinamização de atividades. Foi durante as práticas educativas e após duas visitas ao Centro de Dia, que surgiu o objeto do nosso estudo, pois percebemos que a interação...

  9. O espaço de recreio:

    Guimarães, Joana
    O trabalho aqui apresentado insere-se no âmbito do relatório de estágio da prática de ensino supervisionada, para a aquisição do grau de mestre em Educação Pré-Escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico. Este visa investigar a eficiência de um ensino diferenciado através da utilização de um espaço exterior como sala de aula e a sua eficácia para a transmissão, orientação de aprendizagens. A fundamentação teórica deste relatório é baseada na educação e na aprendizagem tendo como base uma visão construtivista e behaviorista. A análise dos resultados da investigação mostram que existe potencial na utilização do espaço de recreio...

  10. Participam? Como? Um estudo de caso sobre participação infantil

    Jesus, Raquel
    A participação infantil tem vindo a ser apontada como a condição central para a reconceptualização do grupo social da infância e consideração da criança enquanto cidadã. Por outro lado, a escola, constituindo-se como um contexto público de codecisão, assoma como um espaço no qual as crianças podem mobilizar competências e influir na vida coletiva e individual. O estudo de caso aqui apresentado visa a compreensão da complexidade do contexto educativo, no sentido de perceber em que é que a prática da educadora de um grupo de pré-escolar promove a participação infantil e a, consequente, realização de um mapa conceptual da participação...

  11. Como é a atual relação escola/família:

    Francisco, Iolanda
    O trabalho em causa centrou-se na procura de resposta à questão de partida: Como é a atual relação escola/família? Tendo por base a perspetiva dos profissionais da educação pré-escolar, do 1ºciclo do ensino básico e dos encarregados de educação. Para chegar à resposta foi necessário delinear que estratégias e instrumentos usaríamos, assim entrevistámos quatro docentes da área da educação e realizámos questionários para as famílias de alunos do 1ºciclo do ensino básico e da educação pré-escolar. Foi a partir das práticas profissionais vividas nos estágios, que surgiu a problemática de estudo referida anteriormente. Com este estudo constatámos que a relação escola-família é...

  12. A implementação de uma área de Ciências em contexto de sala – seus contributos em educação pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico

    Alhinho, Susana
    O tema escolhido para esta investigação/ação é “A implementação de uma área das ciências em contexto de sala- seus contributos em educação pré-escolar e no 1º ciclo do ensino básico.” Centrou-se numa primeira fase, no ensino do 1º ciclo do ensino básico. Numa turma de 1º ano de escolaridade, e numa segunda fase, na educação pré-escolar numa sala de 5 anos. Com o desenvolvimento do projeto procurou-se identificar as potencialidades investigativas e experimentais das crianças, através da implementação e restruturação de uma área das ciências, bem como evidenciar a influência que as ciências exercem na aprendizagem dos diferentes conteúdos. Como procedimentos para a...

  13. Práticas de envolvimento parental:

    Ferreira, Tânia
    O presente relatório insere-se no âmbito da Unidade Curricular de Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1º Ciclo do Ensino Básico e pretende apresentar um estudo de caso sobre práticas de envolvimento parental, assim como a relação família-escola. Este estudo tem como principais objetivos observar práticas de envolvimento parental em contexto de educação pré-escolar e 1ºCEB, assim como perscrutar a conceção da comunidade educativa: educadora, professora e encarregados de educação, no que diz respeito às práticas de envolvimento parental empregues, assim como o seu grau de satisfação. Com o intuito de aprofundarmos o tema do envolvimento...

  14. A Supervisão pedagógica na auto formação dos professores do ensino primário em Angola:

    Lourenço, Victorina
    O presente trabalho tem como tema a supervisão pedagógica na autoformação dos professores numa escola do ensino primário em Angola. Realizou-se um estudo de natureza qualitativa e interpretativa. O objetivo deste trabalho foi construir uma estrutura de plano de autoformação a implementar, partindo da realidade da escola, da perceção de professores, direção da escola, encarregados de educação e alunos sobre as áreas de formação que a escola necessita e da disponibilidade real de formadores dentro da própria escola. As questões que orientaram o nosso estudo estiveram diretamente ligadas à suficiente/insuficiente formação a que os professores têm acesso e a sua...

  15. A influência da motivação na aprendizagem das crianças

    Dias, Ana Sofia
    A motivação no processo de aprendizagem das crianças é algo a que se deve dar atenção, principalmente nos dias de hoje, sendo esta um grande desafio para educadores e professores devido à sociedade em que vivemos. Neste trabalho encontra-se a descrição das práticas profissionais realizadas nomeadamente a caracterização do meio e do grupo/turma, bem como o desenvolvimento dos projetos implementados em cada uma delas. Numa segunda parte, apresenta-se o aprofundamento do tema principal a nível teórico, referindo as teorias de referência nesta área e a sua importância no âmbito da educação. São ainda analisadas as causas e consequências da motivação para as crianças e ainda se atenta sobre o...

  16. O papel do professor na sinalização e acompanhamento de crianças com dislexia

    Dora, Rocha
    O presente Relatório Final tem como tema a dislexia e qual o papel do professor na sinalização e acompanhamento de crianças com dislexia. As competências da leitura e da escrita são consideradas pontos essenciais na sociedade atual. Sendo a leitura e a escrita um processo complexo, pois envolve descodificação e interpretação de símbolos, este é para a maioria das crianças um processo relativamente fácil, mas outras mostram grandes dificuldades em transformar os códigos escritos em código linguístico. Diagnosticada geralmente nos primeiros anos do ensino básico a dislexia é uma dificuldade de aprendizagem da leitura da escrita. É fundamental que o professor...

  17. Os pais e o seu papel na educação dos filhos:

    Marques, Margarida
    O presente relatório final apresenta-se como um estudo de caso, que pretende responder à questão inicial, do ponto de interesse da investigadora, como perspetivam os pais o seu papel na educação dos filhos. Esta investigação surgiu no âmbito dos estágios supervisionados de Creche e Educação Pré-escolar, e com este estudo, pretende-se aferir e refletir sobre a perspetiva que os pais e encarregados de educação têm sobre o seu papel educativo dentro da sala e instituição que os seus filhos e educandos frequentam. Este estudo preconiza apenas a perspetiva dos pais e encarregados de educação, pois é na conceção da investigadora, uma matéria/questão...

  18. A supervisão como processo colaborativo na motivação dos amputados de guerra do centro de apoio aos deficientes físicos (CADF) - Angola

    Bondo, Nazaré
    A temática escolhida para desenvolvermos esta dissertação está diretamente ligada à nossa preocupação com a desmotivação dos amputados de guerra do Centro de Apoio aos Deficientes Físicos (CADF). Decidimos intervir criando um equipa de técnicos, utilizando a supervisão, quer através do trabalho colaborativo, quer através da monitorização de todas as etapas do projeto em construção. O nosso estudo foi do tipo qualitativo concretizado numa investigação-ação, tendo como objetivo construir e implementar um plano de intervenção em que os amputados de guerra consigam encontrar motivação para a vida que para eles perdeu o sentido, utilizando a supervisão como processo colaborativo. Este...

  19. A importância do ensino das ciências na educação pré-escolar e no 1.º ciclo do ensino básico

    Pires, Ana Luísa
    O presente estudo foi elaborado no âmbito da Prática de Ensino Supervisionada do Mestrado em Educação Pré-escolar e Ensino do 1.º Ciclo do Ensino Básico. A amostra desta investigação é composta por duas turmas, uma com crianças do Pré- escolar e outra com alunos do 1.º Ciclo. Com esta investigação evidencia-se a importância de realizar atividades experimentais e através destas as crianças envolve-se ativamente na construção das suas próprias aprendizagens, investiga, observa, experimenta, pensa, compara, formula hipóteses e tira conclusões. Desta forma, entende melhor o mundo que o rodeia, aprendendo de uma forma ativa e significativa. Atendendo à questão de investigação...

  20. Motricidade fina de crianças em idade pré-escolar

    Morgado, Carina
    O presente relatório final apresenta um estudo empírico acerca da motricidade fina de crianças em idade pré-escolar, desenvolvido em estágio no âmbito do Mestrado em Educação Pré-escolar. A motricidade fina revela a capacidade que a criança tem para executar movimentos de precisão, como por exemplo: recortar, rasgar, abotoar a bata, entre outras. Estes movimentos envolvem a coordenação dos músculos mais pequenos com a coordenação dos olhos e mãos ao mesmo tempo. O desenvolvimento da motricidade fina é importante para o crescimento da criança, uma vez, que possibilita a sua interação e relação com o meio. Trabalhar a motricidade fina no...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.