Mostrando recursos 1 - 20 de 38

  1. Prefácio

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    Os percursos e práticas conjugais de imigrantes a residirem na ilha de São Miguel, nos Açores, presente nesta obra de Derrick Mendes, é uma problemática relativa a temas de enorme atualidade para o conhecimento da sociedade açoriana: a imigração e a conjugalidade. Os poucos estudos existentes quer no primeiro, como no segundo caso, dão-lhe um valor acrescido.

  2. Os paradoxos da democracia alemã pós-Auschwitz : a análise de Jürgen Habermas

    Medeiros, Pilar Damião
    O presente trabalho explora os efeitos sócio-políticos e ético-morais de Auschwitz no processo de democratização da Alemanha Ocidental do pós-guerra. Neste artigo pretende-se assim: 1) contextualizar o colapso da "Alemanha irracional" em 1945; 2) analisar o debate interno sobre a "culpa alemã"; 3) avaliar a intervenção dos intelectuais - judeus e alemães - na esfera tanto pública, como política e finalmente, 4) compreender - a partir de uma perspectiva habermasiana - as contradições de ordem social, política e cultural em torno do nascimento do estado democrático alemão.

  3. Os paradoxos da democracia alemã pós-Auschwitz : a análise de Jürgen Habermas

    Medeiros, Pilar Damião
    O presente trabalho explora os efeitos sócio-políticos e ético-morais de Auschwitz no processo de democratização da Alemanha Ocidental do pós-guerra. Neste artigo pretende-se assim: 1) contextualizar o colapso da "Alemanha irracional" em 1945; 2) analisar o debate interno sobre a "culpa alemã"; 3) avaliar a intervenção dos intelectuais - judeus e alemães - na esfera tanto pública, como política e finalmente, 4) compreender - a partir de uma perspectiva habermasiana - as contradições de ordem social, política e cultural em torno do nascimento do estado democrático alemão.

  4. Movimentos migratórios internacionais nos Açores : uma perspetiva demográfica

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    A mobilidade internacional não tem sido um campo de análise privilegiado em Demografia, designadamente na sua componente formal, contrariamente ao que acontece com as outras variáveis que compõem o seu objeto de estudo. Este facto não retira, no entanto, a importância que este fenómeno tem na dinâmica demográfica, principalmente quando se está em presença de níveis de natalidade e mortalidade particularmente baixos e se assiste, consequentemente, a um acentuado envelhecimento populacional, como hoje acontece em muitos países. Aqui a mobilidade ganha uma maior relevância, quer se atenda à entrada - fator de reequilíbrio ou minimizador do desequilíbrio da estrutura etária,...

  5. As palavras também migram

    Lalanda-Gonçalves, Rolando
    "As palavras migram". Esta afirmação contida neste livro de Rosa Simas obriga-nos a refletir sobre o lugar das línguas nos processos migratórios e a considerar a centralidade da comunicação no contexto da compreensão sociológica dos fenómenos da mobilidade humana. Ao longo deste livro podemos observar as diversas origens culturais de múltiplas palavras que hoje estão apropriadas pelo português e que fazem parte dos diferentes léxicos usados pelos diferentes grupos sociais. As trocas simbólicas e materiais, que desenvolvem e transformam em relação aos sistemas culturais, são, neste quadro, um objeto de análise fundamental para a compreensão das dinâmicas socioculturais que se...

  6. Diáspora e identidade açoriana : elementos para uma problemática sociológica

    Lalanda-Gonçalves, Rolando
    A emigração açoriana tem vindo a ser estudada ao longo dos anos por Gilberta Rocha, no Centro de Estudos Sociais da Universidade dos Açores, nas suas dimensões sociodemográficas e políticas. Julgo pertinente complementar tais análises com a perspetiva comunicacional dos processos migratórios, que iniciei em 1984 com a apresentação da minha tese de doutoramento “Eutopie, insularité et migrations”. Na altura, adotando uma abordagem fenomenológico-estrutural, procurei pôr em evidência a natureza de algumas das principais dinâmicas socioculturais da emigração a partir de uma pesquisa de terreno, através de observação direta, e de um inquérito realizado na freguesia da Ribeira Quente da...

  7. Diáspora e identidade açoriana : elementos para uma problemática sociológica

    Lalanda-Gonçalves, Rolando
    A emigração açoriana tem vindo a ser estudada ao longo dos anos por Gilberta Rocha, no Centro de Estudos Sociais da Universidade dos Açores, nas suas dimensões sociodemográficas e políticas. Julgo pertinente complementar tais análises com a perspetiva comunicacional dos processos migratórios, que iniciei em 1984 com a apresentação da minha tese de doutoramento “Eutopie, insularité et migrations”. Na altura, adotando uma abordagem fenomenológico-estrutural, procurei pôr em evidência a natureza de algumas das principais dinâmicas socioculturais da emigração a partir de uma pesquisa de terreno, através de observação direta, e de um inquérito realizado na freguesia da Ribeira Quente da...

  8. Uma modernidade tardia : mudanças demográficas nos Açores (1974-2014)

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    As alterações sociais decorrentes da instauração do regime democrático em Portugal e, consequentemente, a afirmação do regime autonómico açoriano, tiveram consequências visíveis na dinâmica demográfica de Portugal e das suas regiões. Com níveis de mortalidade, natalidade e emigração bastante elevados em meados da década de setenta do século XX e uma imigração visível, ainda que não muito elevada, no início deste novo século, assiste-se nos Açores a mudanças tendencialmente similares às verificadas no conjunto do país, ainda que se apresentem temporalmente distintas, o que em nosso entender identifica os Açores no contexto nacional como tendo uma modernização mais tardia. Neste capítulo...

  9. Uma modernidade tardia : mudanças demográficas nos Açores (1974-2014)

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    As alterações sociais decorrentes da instauração do regime democrático em Portugal e, consequentemente, a afirmação do regime autonómico açoriano, tiveram consequências visíveis na dinâmica demográfica de Portugal e das suas regiões. Com níveis de mortalidade, natalidade e emigração bastante elevados em meados da década de setenta do século XX e uma imigração visível, ainda que não muito elevada, no início deste novo século, assiste-se nos Açores a mudanças tendencialmente similares às verificadas no conjunto do país, ainda que se apresentem temporalmente distintas, o que em nosso entender identifica os Açores no contexto nacional como tendo uma modernização mais tardia. Neste capítulo...

  10. Pobreza, rendimento social de inserção e crianças, o que há de novo?

    Diogo, Fernando
    Se é certo que a pobreza das crianças está associada à pobreza das famílias que as enquadram, as especificidades sociais e biológicas que fazem da infância uma idade da vida singular também atuam para fazer da pobreza infantil um problema e um objeto específico. As crianças e jovens têm necessidades próprias distintas dos adultos cuja análise e compreensão é mal acomodada pelo conceito geral de pobreza. Acresce que a análise da pobreza infantil tem uma importância que transcende a própria infância e juventude, isto porque o conjunto de experiências sociais negativas que se acumula ao longo das infâncias desprotegidas tem...

  11. Pobreza, rendimento social de inserção e crianças, o que há de novo?

    Diogo, Fernando
    Se é certo que a pobreza das crianças está associada à pobreza das famílias que as enquadram, as especificidades sociais e biológicas que fazem da infância uma idade da vida singular também atuam para fazer da pobreza infantil um problema e um objeto específico. As crianças e jovens têm necessidades próprias distintas dos adultos cuja análise e compreensão é mal acomodada pelo conceito geral de pobreza. Acresce que a análise da pobreza infantil tem uma importância que transcende a própria infância e juventude, isto porque o conjunto de experiências sociais negativas que se acumula ao longo das infâncias desprotegidas tem...

  12. Do outro lado do mar : pertenças geracionais da emigração açoriana

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    Em meados do século XX, mais especificamente nas décadas de sessenta e de setenta, os países do continente norte-americano acolheram fluxos significativos de gentes de origem açoriana, cujas experiências de vida, percursos e processos de integração se iniciaram e consolidaram, em idades distintas, nos dois lados do Atlântico. Neste artigo, e tomando como referência dois estudos realizados no Centro de Estudos Sociais da Universidade dos Açores, estas gerações de emigrantes, especificamente as que escolheram os Estados Unidos da América como destino, são objeto de uma análise sociodemográfica com base nos que regressaram voluntaria ou compulsivamente à região de origem: os...

  13. Do outro lado do mar : pertenças geracionais da emigração açoriana

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    Em meados do século XX, mais especificamente nas décadas de sessenta e de setenta, os países do continente norte-americano acolheram fluxos significativos de gentes de origem açoriana, cujas experiências de vida, percursos e processos de integração se iniciaram e consolidaram, em idades distintas, nos dois lados do Atlântico. Neste artigo, e tomando como referência dois estudos realizados no Centro de Estudos Sociais da Universidade dos Açores, estas gerações de emigrantes, especificamente as que escolheram os Estados Unidos da América como destino, são objeto de uma análise sociodemográfica com base nos que regressaram voluntaria ou compulsivamente à região de origem: os...

  14. Concentração demográfica em espaço insular : os Açores, 1864-2011

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    Uma das características do arquipélago dos Açores é a sua desigualdade demográfica, associada, em primeiro lugar, à dimensão geográfica das várias ilhas, mas que a ela não se confina, sendo também de enorme importância a respectiva localização no interior do arquipélago, aspecto que não pode ser desenquadrado das ligações económicas, sociais e políticas que estabelecem nos diferentes períodos históricos. Mas a singularidade, essencial para um conhecimento mais efectivo do todo decorrente do estudo de cada uma das partes, não deve ignorar igualmente a perspectiva regional, isto é, o papel que o arquipélago teve e tem nos cenários nacionais e internacionais,...

  15. Concentração demográfica em espaço insular : os Açores, 1864-2011

    Rocha, Gilberta Pavão Nunes
    Uma das características do arquipélago dos Açores é a sua desigualdade demográfica, associada, em primeiro lugar, à dimensão geográfica das várias ilhas, mas que a ela não se confina, sendo também de enorme importância a respectiva localização no interior do arquipélago, aspecto que não pode ser desenquadrado das ligações económicas, sociais e políticas que estabelecem nos diferentes períodos históricos. Mas a singularidade, essencial para um conhecimento mais efectivo do todo decorrente do estudo de cada uma das partes, não deve ignorar igualmente a perspectiva regional, isto é, o papel que o arquipélago teve e tem nos cenários nacionais e internacionais,...

  16. Etapas da vida : discurso político e representações sociais da juventude e da velhice nos Açores

    Lalanda-Gonçalves, Rolando
    As representações sociais da juventude e da velhice articulam-se com regimes de ação pública onde releva o apoio, a proteção, a defesa, a solidariedade e a intervenção do poder político face à problemática da transição o da juventude para a adultez e desta para a velhice. Este contexto caracteriza a “inatividade”, a “passividade”, a “dependência” ou os “comportamentos de risco” como fragilidades, disfuncionalidades passíveis de proteção pela ação pública. Também, ao longo do tempo vemos, nos diferentes programas de governo, reforçar-se a dimensão prescritiva da pro-atividade generalizar-se às duas categorias (jovens/idosos). Assim podemos, ainda que de um modo provisório, considerar...

  17. Etapas da vida : discurso político e representações sociais da juventude e da velhice nos Açores

    Lalanda-Gonçalves, Rolando
    As representações sociais da juventude e da velhice articulam-se com regimes de ação pública onde releva o apoio, a proteção, a defesa, a solidariedade e a intervenção do poder político face à problemática da transição o da juventude para a adultez e desta para a velhice. Este contexto caracteriza a “inatividade”, a “passividade”, a “dependência” ou os “comportamentos de risco” como fragilidades, disfuncionalidades passíveis de proteção pela ação pública. Também, ao longo do tempo vemos, nos diferentes programas de governo, reforçar-se a dimensão prescritiva da pro-atividade generalizar-se às duas categorias (jovens/idosos). Assim podemos, ainda que de um modo provisório, considerar...

  18. Acesso ao mercado de trabalho : jovens com baixas qualificações escolares e de contextos sociais desfavorecidos

    Diogo, Fernando; Faria, Patrícia Tavares
    Com este capítulo procura-se perceber como os jovens em situação de pobreza se relacionam com o emprego, dando especial destaque à caracterização da transição escola-trabalho num contexto de impacto da crise no emprego. Para se atingir este objetivo recorre-se, também, a dados a montante: o que motivou os jovens a sair da escola e com que escolaridade. [...].

  19. Acesso ao mercado de trabalho : jovens com baixas qualificações escolares e de contextos sociais desfavorecidos

    Diogo, Fernando; Faria, Patrícia Tavares
    Com este capítulo procura-se perceber como os jovens em situação de pobreza se relacionam com o emprego, dando especial destaque à caracterização da transição escola-trabalho num contexto de impacto da crise no emprego. Para se atingir este objetivo recorre-se, também, a dados a montante: o que motivou os jovens a sair da escola e com que escolaridade. [...].

  20. Pobreza, emprego e escolaridade : notas sobre o caso português

    Diogo, Fernando
    O objetivo central deste capítulo é darmos conta de alguns dos principais resultados que obtivemos nos nossos estudos sobre a pobreza ao longo dos últimos 12 anos de maneira a contribuir para a construção de um retrato da pobreza em Portugal a partir da análise da situação açoriana. Os nossos estudos centram-se, em particular, nos indivíduos em situação de pobreza que trabalham, muitos deles beneficiários do Rendimento Social de Inserção (RSI). Pretende-se, portanto, concorrer para uma melhor compreensão de uma parte das pessoas e dos grupos afetados. Neste sentido, recorremos a estudos com desenhos de investigação muito diversos dado que...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.