Mostrando recursos 1 - 18 de 18

  1. Formas de especiação nos animais

    Almaça, Carlos
    A ideia de que o mundo vivo actual resulta de evolução dos animais e vegetais desde o seu aparecimento na história da Terra foi, a partir das primeiras décadas do século XIX, suportada por diferentes teorias pretendendo esclarecer os processos causadores das transformações dos seres organizados. Na maioria dos casos tais teorias explicavam a evolução como consequência da acção de um único factor ou realçando apenas um factor (Mayr, 1970). Assim enquanto o lamarquismo se baseava nas alterações induzidas pelo ambiente no indivíduo e que se tornariam hereditárias, o darwinismo explicava a transformação das espécies pela selecção, também exercida pelo...

  2. Formas de especiação nos animais

    Almaça, Carlos
    A ideia de que o mundo vivo actual resulta de evolução dos animais e vegetais desde o seu aparecimento na história da Terra foi, a partir das primeiras décadas do século XIX, suportada por diferentes teorias pretendendo esclarecer os processos causadores das transformações dos seres organizados. Na maioria dos casos tais teorias explicavam a evolução como consequência da acção de um único factor ou realçando apenas um factor (Mayr, 1970). Assim enquanto o lamarquismo se baseava nas alterações induzidas pelo ambiente no indivíduo e que se tornariam hereditárias, o darwinismo explicava a transformação das espécies pela selecção, também exercida pelo...

  3. Subespécies e subespeciação

    Almaça, Carlos
    Um dos assuntos mais controvertidas da Sistemática das últimas décadas é o da existência, objectivação e utilidade da subespécie como categoria taxonómica. Desta controvérsia dão conta, com a lucidez e espírito crítico que os caracterizam, Mayr e Simpson em várias das suas obras. Mas outros autores, entre os quais alguns taxonomistas pouco experientes e, talvez por isso, com tendência para o ensaio pontificante e desligado do trabalho analítico, têm lançado certa confusão sobre um tema que, mais do que qualquer outro, é enormemente dependente da prática taxonómica. Por outro lado, há que ter em consideração a formação e sensibilidade dos...

  4. Subespécies e subespeciação

    Almaça, Carlos
    Um dos assuntos mais controvertidas da Sistemática das últimas décadas é o da existência, objectivação e utilidade da subespécie como categoria taxonómica. Desta controvérsia dão conta, com a lucidez e espírito crítico que os caracterizam, Mayr e Simpson em várias das suas obras. Mas outros autores, entre os quais alguns taxonomistas pouco experientes e, talvez por isso, com tendência para o ensaio pontificante e desligado do trabalho analítico, têm lançado certa confusão sobre um tema que, mais do que qualquer outro, é enormemente dependente da prática taxonómica. Por outro lado, há que ter em consideração a formação e sensibilidade dos...

  5. Sobre a adsorção do fósforo em andossolos avaliada pela equação isotérmica de Langmuir

    Faria, Eugénio de Araújo
    Com o presente trabalho inicia-se um programa de estudos sobre o mecanismo de adsorção do fósforo no complexo coloidal de unidades de solos suficientemente caracterizados no arquipélago dos Açores, para uma melhor utilização dos fosfatos na alimentação das plantas. […]

  6. Sobre a adsorção do fósforo em andossolos avaliada pela equação isotérmica de Langmuir

    Faria, Eugénio de Araújo
    Com o presente trabalho inicia-se um programa de estudos sobre o mecanismo de adsorção do fósforo no complexo coloidal de unidades de solos suficientemente caracterizados no arquipélago dos Açores, para uma melhor utilização dos fosfatos na alimentação das plantas. […]

  7. Dryoteris (Pteridophyta: Dryopteridaceae) on the Pico Island in the Azores

    Fraser-Jenkins, C. R.
    A brief survey is made of the species and hybrids of ferns of the genus Dryopteris on Pico Island. The richness of the island is remarkable, containing as it does 5 species and, so far, 5 hybrids, despite the fact that Central-European, boreal and alpine species are absent as would be expected. Many of the species have been confused in the past and it is only since the recent work of Gibby, Reichstein, Fraser-Jenkins and others that their systematics and the taxonomic distinction between species have been clearly understood. Most of the species are relevant to the European mainland flora,...

  8. Dryoteris (Pteridophyta: Dryopteridaceae) on the Pico Island in the Azores

    Fraser-Jenkins, C. R.
    A brief survey is made of the species and hybrids of ferns of the genus Dryopteris on Pico Island. The richness of the island is remarkable, containing as it does 5 species and, so far, 5 hybrids, despite the fact that Central-European, boreal and alpine species are absent as would be expected. Many of the species have been confused in the past and it is only since the recent work of Gibby, Reichstein, Fraser-Jenkins and others that their systematics and the taxonomic distinction between species have been clearly understood. Most of the species are relevant to the European mainland flora,...

  9. Stratigraphy and depositional environments of the Crinoidal Limestone of Hochgern, Bavarian Alps (Chiemgau)

    Mathur, Avinash C.
    The Hochgern Crinoidal Limestone is of Lower to Middle Jurassic age. The deposit consists of low energy sediments, reflecting the environments of the transitional area between shelf and basin. They are considered to have accumulated at a level upslope of the other time-equivalent but dike carbonate unit (Hochlerch Limestone) of the area. This unit also shows characteristics of deposition under quiet water environments.

  10. Stratigraphy and depositional environments of the Crinoidal Limestone of Hochgern, Bavarian Alps (Chiemgau)

    Mathur, Avinash C.
    The Hochgern Crinoidal Limestone is of Lower to Middle Jurassic age. The deposit consists of low energy sediments, reflecting the environments of the transitional area between shelf and basin. They are considered to have accumulated at a level upslope of the other time-equivalent but dike carbonate unit (Hochlerch Limestone) of the area. This unit also shows characteristics of deposition under quiet water environments.

  11. Structural features of the sedimentary rocks of Macaronesia

    Mitchell-Thomé, R. C.
    The sediments within the five Maraconesian archipelagos of the Azores, Madeira, Selvagens, Canaries and Cape Verde are referred to. Lithology, structural features, outcrop areas, thicknesses, maximum dips, inland extents, highest elevations and stratigraphic ages are remarked upon. The very uneven distribution of sedimentaries within the various archipelagos is noted, and a possible cause for the great thickness and older age of such in the Canaries and Cape Verde, as also their scarcity in the Azores, is given.

  12. Sobre a poluição bacteriológica e contaminação de águas

    Salgueiro, Mário A.
    Este trabalho de índole didáctica versa sobre poluição de águas por microrganismos. Inicia-se por generalidades sobre bacteriologia das águas, suas fontes poluentes, progressão de microrganismos na água e nos solos e condicionamento a factores naturais. O tema prossegue sobre poluição por bactérias e vírus fecais, salientando-se os grupos dos coliformes, dos estreptococos e dos clostrídios, e termina com algumas referências a exames bacteriológicos e padrões de potabilidade de águas.

  13. Tendências da bovinicultura na Ilha Terceira

    Schmidt, Peter; Santana, Edalberto
    0s processes económicos desenvolvem-se dinamicamente sob a influência da variação dos preços e dos custos de produção. Isso, acontece também na Economia Agrícola Açoriana. Pastel, (planta donde se extraíam produtos para tingir tecidos), cevada e trigo, são os principais bens de exportação, nos séculos XV e XVI, sendo nos dois séculos seguintes ultrapassados pelos citrinos, vinho e linho. Nesta altura, a cultura do milho e da batata ganham mais importância. O século XIX, é caracterizado pelo decréscimo da cultura de citrinos e vinho, pela introdução de culturas especiais, tais como chá, tabaco, beterraba açucareira e, por um melhoramento de produção animal. No...

  14. Recovery of lactase enzyme from calf intestine

    Tavares, Joaquim F. P.
    The lactase from calf intestine was studied in 5 % lactose solution, inoculating 4.0 ml or 4.9 ml aliquot portions of this diluted sugar, tempered at 37˚ C in water bath, with 1.0 ml or 0.1 ml enzyme extract. The reaction monitored by analysing the glucose formed from hydrolysis of lactose by lactase present was tested, at different incubation times after inoculation with enzyme, using a YSI Model 27 Enzyme glucose Analyser. Because no recent investigations about the variations in the lactase, along the whole calf small intestine, has been done, the determination of its content, in each 10 cm intestinal...

  15. A propagação de radiação electromagnética através de um meio turbulento : Coerência de onda como uma função do espectro da turbulência

    Wheeler, Frederick P.
    Apresenta-se a propagação duma onda electromagnética plana através dum meio claro e turbulento. Deduz-se a função de coerência de segunda ordem em termos dum espectro generalizado de turbulência. Mostra-se que os espectros duma forma relativamente plana afectam a coerência da onda de uma maneira diferente do que os espectros que decrescem rapidamente. Obtém-se comprimentos característicos para ambas as formas dos espectros.

  16. Um modelo estatístico para «quenching» iónico em soluções micelares

    Wheeler, Maria Francisca S.; Wheeler, Frederick P.
    Quando se solubiliza pireno no centro de micelas de SDS o tempo de vida da sua fluorescência é altamente dependente da mobilidade dos iões de «quencher» que se encontrem na solução. Vê-se, neste trabalho, que a livre mobilidade dos iões de «quencher» diminui desde que se reduza a distância entre as micelas. Este facto leva a que o decaimento da fluorescência se apresente como urna sobreposição de exponenciais. Propõe-se um modelo estatístico para explicar o processo de «quenching» em causa. As curvas observadas para o decaimento da fluorescência estão em concordância com o modelo apresentado.

  17. Contribuição para o estudo do zooplancton nas águas dos Açores.

    Muzavor, Sadat Xá
    O Arquipélago dos Açores encontra-se situado no Oceano Atlântico entre as latitudes de 37° - 30' e 39° - 40' Norte e as longitudes de 25° e 31° - 30' Oeste possuíndo clima temperado com temperaturas médias do ar de 14°C e 22°C e da água de 15°C e 23°C, respectivamente de Inverno e Verão. Sendo a Pesca uma das principais fontes de riqueza da Região e encontrando-se esta condicionada por diversos factores oceanográficos, necessário se torna estudar e conhecer os mesmos. Para que se possa inferir nas quantidades e qualidades de pescado a efectuar, torna-se necessário conhecer as épocas e locais...

  18. Contribuição ao estudo de Sesamia nonagrioides Lef. (Lep., Noctuidae) na cultura de Strelitzia reginae Ait. (Scit., Musaceae) na ilha de S. Miguel-Açores

    Oliveira, Luísa; Tavares, João
    O Lepidóptero Noctuídeo Sesamia nonagrioides Lef., vulgarmente conhecido como «rosca ou broca do milho», foi detectado sobre as culturas florais de Strelitzia na ilha de S. Miguel - Açores. De momento a importância económica da traça é pouco significativa, mas esta cultura, nos Açores, tem vindo a ser fomentada pelos Serviços Agrícolas da ilha de S. Miguel, encontrando da parte dos agricultores açoreanos uma receptividade apreciável, o que nos levou a fazer um breve estudo da praga. Sesamia nonagrioides Lef. tem sido especialmente considerada como uma praga das seguintes culturas: milho, sorgo, cana do açúcar, arroz, trigo e outras gramíneas (BALACHOWSKY, 1972 e...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.