Thursday, October 23, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Clasificación por Disciplina

Nomenclatura Unesco > (12) Matemáticas

Mostrando recursos 101 - 120 de 31,301

101. Periodico di matematica per l'insegnamento secondario. - Mathesis.
Description based on: Anno 2, fasc. 1 (genn.-febbr. 1887); title from cover.

102. Revista trimestral de matemáticas.
Editor: J. Ruis y Casas.

103. Sur les fractions continues algébriques / - Montessus de Ballore, R. de (Robert), 1870-
Mémoire extrait du tome XIX (1905) des Rendiconti del Circolo matematico di Palermo.

104. Dispersión de materia orgánica en granjas de acuicultura : desarrollo de un modelo matemático para garantizar sus sostenibilidad ambiental - Tuya, F.; Castro, J.J.; Haroun, R.; Viera-Rodríguez, M.A.
Proyecto MACAROMOD correspondiente al Programa de Cooperación Transnacional MAC, periodo 2007/2013, cofinanciado con fondos Feder;Jefe de fila: Universidad de Las Palmas de Gran Canaria. Socios del proyecto: Universidade das Açores (Portugal), Instituto Nacional das Pescas (Cabo Verde), Centro de Investigaciones Medioambientales del Atlántico S.L. (CIMA). Entidades colaboradoras: Fundación Universitaria de Las Palmas

105. Rotación de la Tierra - Moritz, Helmut; Sevilla, Miguel J.
Texto redactado por el Prof. M. J. Sevilla con la colaboración del personal del Instituto de Astronomía y Geodesia (UCM-CSIC) a partir de las lecciones que con el mismo título impartió el Prof. H. Moritz en la Facultad de Ciencias Matemáticas de la Universidad Complutense de Madrid los días 16 al 19 de Mayo de 1984. Publicado en "Cursos y Seminarios" del IGN, num. 1, págs. 45-90.

106. Proposta de aprendizagem da metodologia Kansei Engineering no curso de Design de produto - Gabardo, Ana Claudia
Resumo: A metodologia Kansei Engineering (KE) foi desenvolvida como uma tecnologia orientada para o consumidor com a finalidade de aprimorar o desenvolvimento de novos produtos. É definida como "tecnologia que traduz os sentimentos do consumidor e a imagem de um produto em elementos de design". Essa metodologia, baseada principalmente em conceitos matemáticos, tem permeado as indústrias japonesas e é utilizada em indústrias automotivas, de eletrodomésticos, construção civil, e vestuário e tem se mostrado eficiente para o projeto, manipulando dados subjetivos de maneira quantitativa. No Brasil, muitas faculdades de design incluem em sua grade curricular o ensino de metodologias empíricas, principalmente...

107. On the convergence of bayesian priors to rational expectations in complete markets - Araújo, Aloísio Pessoa

108. Modelado matemático de una enfermedad infecciosa en un centro de reclusión y estrategias óptimas de control preventivo - Trujillo Salazar, Carlos Andrés; Toro Zapata, Hernán Darío; Muñoz Loaiza, Anibal

109. Evaluación del desempeño atencional en niños: Eficacia, eficiencia y rendimiento - Monteoliva,Juan Manuel; Ison,Mirta Susana; Pattini,Andrea Elvira
En el ámbito educativo, las conductas problemas y los desórdenes atencionales son factores de riesgo que afectan el rendimiento académico y social del niño. La importancia del desarrollo de los procesos de aprendizaje genera la necesidad de evaluar las habilidades atencionales de los niños en el ámbito educativo con instrumentos válidos, confiables y adaptados a la población escolar. Desde la Neuropsicología del Desarrollo se proponen nuevos indicadores para la evaluación atencional a través del Test CARAS denominados: eficiencia atencional y rendimiento atencional. Esta prueba es utilizada para evaluar la atención focalizada y sostenida y la aptitud para percibir, rápida y...

110. Concepções de matemática de alunas-professoras dos anos iniciais - Carneiro,Reginaldo Fernando; Passos,Cármen Lúcia Brancaglion
Este artigo tem como objetivo discutir as concepções sobre matemática de alunas-professoras dos anos iniciais do Ensino Fundamental de um curso de Pedagogia à distância, no qual realizamos uma pesquisa qualitativa durante o trabalho nas disciplinas referentes à matemática. As atividades virtuais ali desenvolvidas geraram dados cuja análise evidenciou alguns aspectos da concepção de matemática como resolução de problemas. Tal análise também enfatizou a necessidade de pautar o ensino na compreensão e na justificativa das fórmulas, dos procedimentos e dos algoritmos. Além disso, apontou que as alunas-professoras refletiram e problematizaram suas concepções.

111. Competencias del profesor de educación primaria - Lupiáñez,José Luis
En este documento recojo diferentes acercamientos al establecimiento de las competencias que deberían desarrollar los profesores de matemáticas de Educación Primaria. Para ello, en primer lugar analizo el papel de la noción de competencia en el marco de la formación de profesores. A continuación me centro en las directrices europeas que se han empleado para el diseño de las nuevas titulaciones dirigidas a la formación de maestros, prestando especial atención al caso español. Finalmente, analizo diferentes trabajos en investigaciones centradas en el área de matemáticas.

112. Fazer da matemática problema a ser inventado inventando formação - Rotondo,Margareth Aparecida Sacramento
Este artigo traz um evento que se deu em salas de aulas da formação de professores e professoras que ensinarão matemática nas séries iniciais. Na tensão de um vivido e com a atenção num vivido põe a pensar a formação de professores e professoras como inquietude e processualidade na experiência. Aproximando-se das filosofias da diferença, principalmente em Foucault e Deleuze, faz ação da teoria e ação da prática, no revezamento teoria-prática, dando a pensar a formação ao fazer da matemática problema a ser inventado. A produção matemática dá condições da invenção na formação de professores e professoras.

113. O professor que ensina Matemática e a sua formação: uma experiência em Portugal - Serrazina,Maria de Lurdes
Este artigo discute características da formação continuada de professores polivalentes em Matemática, que podem conduzir a alterações na sua relação com a Matemática e nas suas práticas de sala de aula. Para isso retoma o Programa de Formação Contínua em Matemática (PFCM), desenvolvido em Portugal. Discute o conhecimento do professor para ensinar Matemática, tipos de conhecimento necessários para um ensino proficiente e relaciona-os com o desenvolvimento de uma atitude de confiança do professor como professor que ensina Matemática. Apresenta, o caso de uma professora, formanda do PFCM durante dois anos, evidenciando o contributo do Programa para o desenvolvimento do seu...

114. Aciepe histórias infantis e Matemática: uma instância formativa - Souza,Ana Paula Gestoso de; Oliveira,Rosa Maria Moraes Anunciato de
Neste artigo, analisa-se a dinâmica da Atividade Curricular de Integração Ensino Pesquisa e Extensão (Aciepe) Histórias Infantis e Matemática nas séries iniciais, a partir da trajetória de cinco egressas do curso de Pedagogia, participantes da atividade. Optou-se pelo estudo de caso da Aciepe e tomaram-se como dados os depoimentos das cinco participantes, utilizando-se múltiplas fontes de coleta de dados: registros escritos produzidos ao longo da Aciepe, entrevista e questionário respondidos após o término da atividade. A análise dos dados mostra a constituição da Aciepe como uma instância formativa, respaldada pela instituição, que impulsiona o desenvolvimento profissional e a aprendizagem da...

115. O movimento de formação docente no ensino de Geometria nos anos iniciais - Lopes,Anemari Roesler Luersen Vieira; Vaz,Halana Garcez Borowsky
Neste artigo, discorremos sobre a organização de um grupo do qual participavam quatro professoras que planejaram, desenvolveram e avaliaram uma proposta de ensino. Nosso intuito foi discutir sobre a formação de professores que ensinam matemática nos anos iniciais, tendo em vista os desafios de organizar uma Atividade Orientadora de Ensino de Geometria. Para isso, pautamo-nos nos pressupostos da Teoria Histórico-Cultural, e, especificamente da Teoria da Atividade (Leontiev, 1983; 1988) e da Atividade Orientadora de Ensino (Moura, 1996; 2010). Foi possível evidenciar que o conhecimento matemático das docentes atuou como norteador das ações e que o compartilhamento destas mostrou-se como preponderante...

116. Narrativa de aula de uma professora sobre a investigação estatística - Grando,Regina Célia; Nacarato,Adair Mendes; Lopes,Celi Espasandin
Este texto analisa a narrativa de aula de uma professora que ensina Matemática nos anos iniciais do Ensino Fundamental e que participa de um grupo que desenvolve uma pesquisa colaborativa, no âmbito do Projeto Observatório da Educação, com o objetivo de investigar os letramentos matemáticos escolares e as práticas de formação docente. Em sua narrativa, a professora descreve o processo de investigação estatística desenvolvido com uma turma de 1º ano. A análise traz indícios de aprendizagens docente, relativos ao letramento estatístico das crianças - em particular, no que se refere ao desenvolvimento da linguagem gráfica - , e revela a...

117. Apresentação - Matemática nos anos iniciais - Carneiro,Reginaldo Fernando; Passos,Cármen Lúcia Brancaglion

118. Representación de isostáticas para la mejora del mallado de elementos finitos en sólidos elásticos planos - Pérez Fernández, Francisco Javier
Uno de los problemas primordiales en el cálculo por elementos finitos ha sido la obtención del mallado óptimo tal que se minimice el error obtenido, pudiendo distinguirse los siguientes procedimientos: - Aumento del número de nudos de la malla, fundamentalmente en las zonas del modelo donde aparece un error mayor. - Incrementando el grado de los polinomios de interpolación en los elementos donde el modelo presenta un error mayor. - Una combinación entre el primer y el segundo procedimiento. Según los trabajos realizados en la tesis doctoral de D. Rubén Martínez Marín1, se llega a la conclusión de que, tras medir el error del mallado por dos procedimientos distintos; los...

119. Análisis dinámico experimental de edificios esbeltos - Barrera Vargas, Christian Alexander
Es conocido que la variación del comportamiento dinámico de las estructuras puede ser empleado dentro de un sistema de monitorización de su integridad estructural. Así, este estudio tiene como objetivo comprender el comportamiento dinámico de edificios esbeltos, frente a diferentes agentes ambientales como la temperatura y/o dirección y velocidad del viento. En el marco de esta investigación, se estudian dos edificios: la Torre de la ETSI (Escuela Técnica Superior de Ingenieros) de Caminos, Canales y Puertos de la UPM (Universidad Politécnica de Madrid) y un edificio de viviendas situado en la calle de Arturo Soria de Madrid. Los datos medioambientales...

120. Modelo generalizado para formação de geada em placas planas e canais de placas paralelas - Loyola, Felipe Rezende de
Resumo: A formação de uma camada de geada em evaporadores de sistemas de refrigeração diminui a taxa de transferência de calor neste componente não só devido a sua baixa condutividade térmica, mas também pela restrição da área de passagem de ar, causando uma perda de carga significativa que implica ou no aumento da potência de bombeamento ou na redução da vazão de operação. Em ambos os casos, há uma diminuição da capacidade de refrigeração do evaporador, tal que a energia consumida pelo sistema para garantir o mesmo efeito frigorífico é maior, pois o compressor precisa atuar por mais tempo. Existem...

Página de resultados:
 

Busque un recurso