Mostrando recursos 45.601 - 45.620 de 104.694

  1. A atuação do enfermeiro frente ao gerenciamento de resíduos de serviço de saúde

    Augusta Roberto, Tatiana; de Oliveira, Potyra Batista; Peter da Silva, Marisa
    A ATUAÇÃO DO ENFERMEIRO FRENTE AO GERENCIAMENTO DE RESÍDUOS DE SERVIÇO DE SAÚDE  Tatiana Augusta Roberto Potyra Batista de Oliveira Marisa Peter da Silva   Descritores: Assistência. Gerenciamento de Resíduos. Prevenção.   INTRODUÇÃO: Sabe-se que a adoção de medidas preventivas para o ambiente hospitalar é importante e se faz necessária. Os resíduos que são gerados na área de saúde, quando gerenciados de forma inadequada, oferecem ao ser humano e ao ambiente um risco potencial. Com isso, é necessário implementar a política de gerenciamento de resíduos na intenção  de despertar no coletivo a responsabilidade com a vida humana e com o ambiente....

  2. A maternagem de mulheres com filho pré-termo: Bases para a assistência de enfermagem neonatal

    Meneses dos Santos, Inês Maria; da Silva Santos, Rosângela
    INTRODUÇÃOTrata-se da tese de Doutorado, defendida em 2009, na EAAN/UFRJ, na Linha de Pesquisa: Enfermagem em Saúde da Criança. Traz como temática a maternagem que são “os cuidados que a mãe (ou sua substituta) tem para criar o seu filho (ou uma criança); esses cuidados são condutas ou atitudes de interação, que mesmo quanto têm um objetivo físico, não deixam de provocar vivências na criança, as quais dão base para o seu desenvolvimento cognitivo e, especialmente, emocional”1:14. A escolha teve origem na minha experiência profissional assistencial e docente cuidando de crianças hospitalizadas acompanhadas de suas mães em diferentes cenários e...

  3. Administração de medicação sos na clínica da enfermagem psiquiátrica: Uma análise documental

    Rocha, Kelly da Silva; Loyola, Cristina Maria Douat
    INTRODUÇÃO   Existem quatro tipos comuns de prescrição médica, que são classificados de acordo com a sua freqüência e/ou urgência da administração dos medicamentos. São elas: Prescrições Estáveis, Prescrições Únicas, Prescrições de Urgência e Prescrições SOS. (POTTER; PERRY, 2005).    As medicações prescritas sobre a forma de Prescrição Estável são aquelas que permanecem até que o médico responsável troque a medicação ou até que se passem os dias prescritos, ou o número de doses. Medicações prescritas como única vez são administradas em horário específico, uma única vez. Prescrições de urgência são medicações que devem ser administradas uma única vez, porém...

  4. Gravidez precoce na concepção dos adolescentes

    Canavez, Márcia Figueira; Soares, Enedina; Silva, Naiara Kícila Santos Maia; Chaves, Patrícia Martins
                                                                                                                                                                MárciaFigueiracanavez                                                                          EnedinaSoares                                                                   Naiara Kícila dos Santos Maia Silva                  Patrícia Martins Chaves                                                        Descritores: Adolescente, Sexualidade, Gravidez precoce. Enfermagem. INTRODUÇÃO: A adolescência é um estado de transição dinâmico e importante para o crescimento e desenvolvimento do indivíduo. Pois, é nesta fase que surgem as características sexuais secundárias, caracterizadas pelo aumento acentuado da estatura física. Nas meninas começam a desenvolver o tecido mamário e seus órgãos reprodutores internos começam a maturar-se; fase em que se iniciam as mudanças comportamentais, as curiosidades e a busca da personalidade, fazendo com que a adolescente possa agir de forma irresponsável. Em vista do impacto...

  5. As necessidades dos alunos ao cuidar em enfermagem: Uma análise compreensiva

    Silva Pinto, Ana Cristina; Da Silva, Teresinha De Jesus E. Santo
    INTRODUÇÃO: O estudo apresenta dados da Dissertação de Mestrado intitulada: O ALUNO DE ENFERMAGEM NA PRÁTICA ASSISTENCIAL DO CUIDADO – UMA ANÁLISE COMPREENSIVA DE SUAS NECESSIDADES, na qual investigamos o típico da ação dos alunos ao solicitarem a presença do professor quando realizam os cuidados de enfermagem. A fenomenologia compreensiva de Alfred Schutz, permitiu compreender a ação intencional dos alunos ao solicitarem o professor para realizarem sua prática assistencial do cuidado de enfermagem, segundo seus “motivos-para” expressos nas falas dos depoentes. Para tentar compreender a dimensão deste referencial teórico- metodológico, deve-se entender que o sujeito é quem atribui sua intencionalidade,...

  6. Atuação do enfermeiro no quadro de depressão infantil

    Van Sebroeck, Marie Anne Pacheco; Bertoldi da Costa, Taiane; Bittencourt de Miranda, Deisilene Peixoto; Mello, Rosâne
    INTRODUÇÃOO presente estudo surgiu da necessidade de entender a atuação do enfermeiro diante da depressão infantil em Centros de Atenção psicossocial infantil (CAPSi), a partir de uma abordagem diagnóstica baseada em NANDA. A depressão infantil é cada vez mais frequente na vida da criança e da família, muitas vezes passando despercebido, inclusive por profissionais de saúde. Pode ser confundida com alterações de comportamento quando na realidade é um distúrbio de humor que pode ter se manifestado após situações de mudança brusca como, por exemplo, na separação dos pais, mudança de escola e morte de pessoa querida ou animal. A partir...

  7. A promoção da saúde na percepção do docente de enfermagem: perspectivas para a saúde do trabalhador

    de Oliveira Soares, Raquel Juliana; Zeitoune, Regina Celia
     IntroduçãoA discussão sobre promoção da saúde no contexto deste estudo vem ao encontro do novo paradigma no contexto da saúde do trabalhador1. O novo paradigma que custeia esta discussão são as ações de promoção da saúde diferentemente daquelas que trabalham a medicina do Trabalho e a saúde Ocupacional. Nesta perspectiva, ao longo da sua evolução, o conceito de Promoção da Saúde vem sofrendo modificações, tendo como pano de fundo os períodos históricos ao qual foram desenvolvidos. Historicamente, o trabalhador vem sendo sacrificado, em detrimento das políticas organizacionais que imperam em cada época. Desde a antiguidade, onde o trabalhador era tratado...

  8. A relação intersubjetiva no cuidar de enfermagem em saúde mental – competencia para o cuidado em saude mental

    Rocha, Gabrielle; Barcelos, Isabel Cristina Ribeiro Regazzi
    INTRODUÇÃO:  De acordo com OLIVEIRA (2005) a relação intersubjetiva enquanto competência para o cuidado de enfermagem em saúde mental pode ser entendida pela filosofia do diálogo como fato antropológico fundamental ao buscar resposta ao seu questionamento sobre o que é o homem. Ao colocá-lo na categoria de “entre” faz com que este seja descoberto quando está na relação essencial. Podemos ainda entender por MOSCOVICI (2008) que a competência interpessoal é a habilidade e lidar de forma efetiva com as relações intersubjetivas, de lidar com outras pessoas de forma adequada às necessidades de cada uma e às exigências da situação, capacidade...

  9. As implicações do tabagismo relacionado à saúde do trabalhador de enfermagem

    Aniceto, Samara Caram; Staneck, Ândria Fernandes; Nogueira, Karine Wenceslau; Teixeira, Pâmella Nogueira; Martins, Thais Rodrigues; Cavalcanti, Paula Cristina da Silva
    INTRODUÇÃOEste trabalho aborda um estudo acerca das implicações do tabagismo em relação à saúde do trabalhador de enfermagem. Segundo Sawicki (2002), nas últimas décadas, muitos esforços têm sido realizados para reduzir a prevalência de fumantes, porém, o tabagismo continua sendo um grave problema de saúde pública que compromete a saúde física e mental dos indivíduos em vários segmentos da comunidade. Escolheu-se o tema devido à percepção das autoras com a grande quantidade de profissionais de enfermagem que fumam próximo à área hospitalar no horário de intervalo.Diante disso, temos como questão de estudo: Quais os motivos que levam esses profissionais ao...

  10. Enfermagem e cliente: Ações conjuntas de cuidado e preservação da fístula arterovenosa

    Moreira, Alessandra Guimarães Monteiro; Cavalcante, Bárbara Braga; Carvalho de Araujo, Sílvia Teresa
     Moreira, Alessandra Guimarães Monteiro1Cavalcante, Bárbara Braga2Araújo, Sílvia Teresa Carvalho de3FAPERJEnfermagem; cuidado; hemodiálise.Trata-se de um projeto de iniciação científica FAPERJ a ser desenvolvida no período de maio de 2010 a maio de 2011. A presente pesquisa versa sobre o cuidado de enfermagem na terapia substitutiva renal junto aos clientes com acesso de fístula arterovenosa (FAV) em sessão de hemodiálise, no que ele conhece e faz para a preservação do acesso vascular. O objeto de investigação são os cuidados diretos com a Fístula arterovenosa, considerando os cuidados de enfermagem no ato da punção, no ato da retirada da agulha ao término da...

  11. Visões de estudantes do ensino fundamental sobre o álcool

    Belchior, Priscila Cortez; Teixeira Lopes, Gertrudes; Ribeiro, Ana Paula Lopes Pinheiro; Bernardes, Margarida Maria Rocha; Cirino, Fabiana Pereira
    BELCHIOR, Priscila CortezLOPES, Gertrudes TeixeiraRIBEIRO, Ana Paula Lopes PinheiroBERNARDES, Margarida Maria Rocha CIRINO, Fabiana Pereira Descritores: Bebidas alcoólicas; estudantes; enfermagem. RESUMOINTRODUÇÃOO consumo de bebidas alcoólicas é visto como uma prática comum e está muito presente nas festas de família, encontros entre amigos e nas boates e bares. O álcool é droga de escolha dos indivíduos em todas as faixas etárias inclusive entre adolescentes, que fazem o seu uso de forma cada vez mais precoce. O presente estudo tem como objeto: representações e expectativas dos estudantes do Ensino Fundamental sobre o consumo do álcool e suas consequências.  OBJETIVOSDescrever as representações dos estudantes em relação...

  12. As representações sociais da criança soropositiva: Uma análise do pensamento social de enfermeiros hospitalares

    Félix, Fábio de Oliveira; Barbosa, Bruno Ferreira do Serrado; Gomes, Antonio Marcos Tosoli; Oliveira, Denize Cristina; Cunha de Oliveira, Carolina
    INTRODUÇÃOO presente resumo integra o Projeto de pesquisa intitulado: Análise do cuidado de enfermagem no contexto do HIV/Aids: Representações sociais e memórias de enfermeiros e portadores nos 25 anos da síndrome. A Aids apresentou-se, desde o seu início, como uma síndrome que se enraizou no imaginário social e cultural de diversas maneiras, construindo imagens, atitudes, conhecimentos e práticas, em que os saberes do senso comum e científicos se entrecruzaram. De uma morbidade ligada a atitudes socialmente condenáveis passou a ser considerada como uma síndrome presente naqueles que podem ser considerados como vítimas, especialmente as crianças que possuem alto grau de...

  13. La educação em saúde, elaboração de plano de alta hospitalar: Um relato de experiência

    Canela, Adriana Fátima; Castro, Renata Costa; Gomes de Amorim, Liz Oliveira; Pereira, Silvana Luzia; Araujo Costa, Rita Maria
    Renata Costa de Castro, Adriana de Fátima Canela, Silvana Luzia Pereira, Liz de Oliveira Gomes de Amorim, Rita Maria Araujo Costa.DESCRITORES:  Educação em saúde; traqueostomia; gastrostomia.  INTRODUÇÃO: Diante da vivência como residentes de enfermagem, tivemos como base para a construção desse relato de experiência o processo de educar em saúde que entendemos como orientações que visam fornecer subsídios para promoção do auto-cuidado ou do cuidado realizado por terceiros. Sendo uma atividade de suma importância realizada pelo enfermeiro, servindo como uma das principais estratégias para a promoção de saúde, não somente no campo da saúde publica, como também no ambiente hospitalar....

  14. Assitência de enfermagem junto ao cliente portador de miocardiopatia chagásica: Um estudo de caso

    Moreira, Newton Sirigni; de Almeida, Gisele Nunes; de Oliveira, Joana Guedon
    INTRODUÇÃO:                                                                            A miocardiopatia chagásica é provocada pelo agente etiológico, o Trypanossoma cruzi, cujo principal fato clínico desta doença é a diminuição da massa muscular que é destruída devido à substituição por áreas de fibrose interrompendo fibras e fascículas. Também é caracterizada pela dilatação e tortuosidade dos vasos intramiocárdicos, áreas de adelgaçamento da parede ventricular, especialmente da ponta do ventrículo esquerdo, dilatação global das cavidades cardíacas, tendo nos casos mais avançados, trombose intracavitária. OBJETIVO:                                                                                 O presente estudo teve como objetivos: 1-Implementar o processo de enfermagem com vistas ao atendimento das necessidades básicas do cliente portador de Miocardiopatica Chagásica; 2-Compreender o cuidado...

  15. O risco ocupacional e a saúde do trabalhador

    Freitas, Caroline Medeiros Souza; Pereira Passos, Joanir
    Objetivo: Identificar e discutir os riscos ocupacionais a que estão expostos o trabalhador naval. Método: Trata-se de uma pesquisa bibliográfica, com características descritivo-analíticas. A seleção dos textos se deu a partir da leitura dos resumos encontrados, a partir de 1990, objetivando a elaboração de um quadro demonstrativo. Posteriormente realizou-se a análise bibliográfica dos artigos selecionados. Resultados: Os riscos encontrados foram riscos físicos relacionados a exposição ao ruído, riscos químicos relacionado a exposição a agentes cancerígenos e a inalação da sílica. Conclusão: Alertamos para importância do estudo dos riscos ocupacionais na área do trabalho naval, considerando seu grau de periculosidade para...

  16. As condições de trabalho e sua relação com a saúde dos trabalhadores condutores de transporte

    Aquino Pereira, Caroline; Salles, Glauce Cristina Silva; Pereira Passos, Joanir
    INTRODUÇÃONo trânsito a atenção do motorista deve ser ininterrupta, visando a condução segura e prevenindo riscos de acidentes de trânsito, protegendo a população no interior do veículo quanto aos demais, e a si próprio. Para garantir tal segurança é preciso dispor de condições de trabalho e saúde adequada para os condutores. A profissão de motorista é classificada como uma tarefa de vigilância, pela necessidade de manter atenção contínua por tempo prolongado (SOARES, 2005). Neste contexto, deve ser considerado as sobrecargas do organismo humano, tendo vários fatores que interferem na qualidade de vida no trabalho, sendo estes desconhecidos ou não percebidos...

  17. Padronização dos cuidados com acessos vasculares para terapia hemodialítica: Cuidado essencial de enfermagem

    de Carvalho Siqueira, Caroline; Augusto dos Santos, Andréia; Sória, Denise de Assis Cerrêa
    Andréia Augusto dos Santos[1]; Caroline de Carvalho Siqueira[2] ;  Denise Sória[3] Cuidado de enfermagem; infecção relacionada a cateter INTRODUÇÃO: Desde os primórdios da diálise a limitação das opções de acesso vascular já representava motivo de grande preocupação. O desenvolvimento de técnicas para a confecção de acessos vasculares permanentes teve um papel determinante para que fosse iniciada uma nova era no tratamento dos pacientes com insuficiência renal crônica. No entanto, apesar dos avanços no tratamento da insuficiência crônica terminal, ainda hoje o acesso vascular continua figurando um grande desafio para a nefrologia. É inevitável associar a realização do procedimento hemodialítico à manutenção da...

  18. Qualidade de vida de idosos com insuficiência cardíaca

    Santos, Analyane Silva; do Espírito Santo, Fátima Helena
    INTRODUÇÃO:A Insuficiência Cardíaca (IC) é uma patologia crônica que acomete milhões de pessoas no mundo inteiro, principalmente o idoso, sendo esta o último estágio de muitas patologias que acometem o coração Braunwald (1992, p.1375) a define  como: [...] um estado fisiopatológico em que alguma anormalidade de função cardíaca é responsável pela incapacidade do coração em bombear sangue numa freqüência proporcional às necessidades metabólicas dos tecidos e/ou só pode fazê-lo numa pressão de enchimento anormalmente elevada.                 O Brasil é hoje, o país que possui o envelhecimento mais rápido do mundo. Com isso surge a necessidade de que este esteja preparado para...

  19. O cuidar do portador de autismo e seus familiares: Uma abordagem multiprofissional

    Moreira, Newton Sirigni
    INTRODUÇÃOO autismo infantil manifesta-se antes da idade de três anos. Caracteriza-se por anormalidades qualitativas nas três áreas seguintes: interação social, comunicação e comportamento, que é restrito e repetitivo (OMS, 1993). Como regra os indivíduos com autismo apresentam pelo menos 50% das características relacionadas à lista de checagem de autismo, esta serve como orientação para o diagnóstico. Os sintomas podem variar de intensidade ou com a idade. As principais características são: dificuldade em juntar-se com outras pessoas; Insistência com gestos idênticos, resistência a mudar de rotina; risos e sorrisos inapropriados; não temer os perigos; pouco contato visual; pequena resposta aos métodos...

  20. As residências terapêuticas: Implicações para assistência de enfermagem psiquiátrica no município de volta redonda – rj (2005-2009)

    Martins, Gizele da Conceição Soares; de Almeida Filho, Antonio Jose; Cardoso Moraes, Ana Emilia; Franco Santos, Tania Cristina




Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.