Friday, May 27, 2016

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Clasificación por Disciplina

Nomenclatura Unesco > (22) Física

Mostrando recursos 61 - 80 de 94,012

61. Predição de Séries Temporais de parâmetros de Rede WCDMA – HSPA - Tiago dos Santos Bezerra; Antonio Luiz P. S. Campos
Em telecomunicações, com o crescimento da demanda de tráfego de dados nas redes de terceira geração (3G), as operadoras de telefonia móvel têm atentado para o direcionamento dos recursos em infraestrutura nos locais onde se identifica maior necessidade. O direcionamento desses investimentos tem o objetivo de manter a qualidade do serviço prestado, principalmente, em regiões urbanas densas. Neste trabalho, é realizada a predição de séries temporais em redes HSPA – WCDMA dos parâmetros: potência recebida (Rx Power), potência de código do sinal recebido (Received Signal Code Power – RSCP), relação energia por chip em função da interferência (Energy per chip/Interference...

62. CARACTERÍSTICAS PETROGRÁFICAS DE ROCHAS ESCURAS E SUA CORRESPONDÊNCIA COM ALTERABILIDADE, RESISTÊNCIAS E ÍNDICES FÍSICOS; EXEMPLO DO PRETO SÃO MARCOS. - Renata Barrêto Santos; Thaíse Maria Fontes Kálix; Felisbela Maria Costa Oliveira; Evenildo Bezerra de Melo; Suely Andrade da Silva; Márcio Luiz Siqueira Campos Barros
As rochas silicáticas escuras, como os gabros, cuja composição apresenta mais plagioclásios e minerais ferromagnesianos, sobretudo piroxênios, anfibólios e micas, mostram maior tendência à alteração, seja em meio anidro (oxidação), seja em meio aquoso, através da hidratação. Rochas escuras sofrem limitações para aplicação, seja em ambientes úmidos ou secos, graças à susceptibilidade às alterações. A grande quantidade de rejeitos poderá ser minorada através da melhor adequação da explotação (extração das pranchas e blocos) aos elementos marcadores de deformação. Assim, é necessária a análise prévia e localização da frente de produção na pedreira, de acordo com a forma e orientação do...

63. SEPARABILIDADE DE AGREGADOS RECICLADOS PROVENIENTES DE RESÍDUOS DE CONSTRUÇÃO E DEMOLIÇÃO DE DIFERENTES ORIGENS - Carina Ulsen; Henrique Kahn; S. C. ANGULO; Vanderley M. John; H. HAWLITSCHEK
Resíduos de construção e demolição constituem a maior parcela dos resíduos sólidos urbanos. A proibição de sua disposição em aterros, a redução na oferta de agregados naturais somada ao aumento de sua demanda, e a crescente exigência para o desenvolvimento de aplicações sustentáveis para tais resíduos impulsionaram o desenvolvimento de aplicações para este material. Diferentes estratégias foram estabelecidas para melhorar a qualidade dos agregados reciclados (reduzir sua porosidade), no entanto, a liberação das fases presentes é raramente discutida na literatura. Neste trabalho, são apresentados os resultados de um estudo de separabilidade realizado em agregados reciclados provenientes de resíduos de construção...

64. PROPRIEDADES DE ÓLEOS EMPREGADOS EM FLOTAÇÃO - José Aurélio Medeiros da Luz; Igor Alberto de Melo Souza
Neste trabalho se buscou a sistematização das características de quatro amostras de óleos vegetais e uma amostra de sebo bovino, no que concerne a suas propriedades físico-químicas como com o fito de estabelecer padrões de comportamento e de desempenho em sistemas de flotação. Os óleos vegetais estudados foram: de arroz refinado, de rícino, de semente de uva e de soja refinado, usualmente empregados em operações de tecnologia mineral, com ênfase em seu uso em sistemas de flotação em espuma. As massas específicas determinadas foram: 930 kg/m³ para o óleo de semente de uva; 950 kg/m³ para o óleo de rícino;...

65. TESTE DE HETEROGENEIDADE PARA O MINÉRIO DE ALUMÍNIO - Daniel Armelim Bortoleto; Ana Carolina Chieregati; Railson Lopes Maciel; Antonio Henrique Pereira
A amostragem pode ser definida como o conjunto de operações destinadas à obtenção de uma amostra representativa de uma dada população ou lote de material. A redução da massa deve ser feita de forma criteriosa a fim de assegurar a confiabilidade dos processos envolvidos, não alterando as propriedades físico-químicas, tais como, teor e constituintes mineralógicos, do lote inicial. Mesmo que todos os procedimentos de amostragem sejam corretamente realizados, ainda haverá um erro associado à heterogeneidade constitucional do minério que não pode ser eliminado; o erro fundamental de amostragem (FSE). Neste contexto, os testes de heterogeneidade foram desenvolvidos com o objetivo...

66. Impactos Ambientais do Alquil benzeno Sulfonado Linear - reinaldo fontes Cavalcante; Glória Maria Marinho; Barbara Chaves A. Barbosa
O uso de surfactantes tem crescido em todo o planeta níveis exponenciais e o alquil benzeno sulfonado linear(LAS) é o surfactante aniônico mais utilizado em todo o globo com uma produção anual de 2,8 milhões de toneladas. Devido a isso cresce a preocupação com os efeitos adversos que a disposição inadequada desta substância acarreta para o meio terrestre e o meio aquático. A ação nociva, do surfactante LAS, a vida da biota destes ambientes se dão principalmente devido a ruptura da membrana celular através da interação com os componentes lipídicos, e a reação com enzimas fundamentais para o funcionamento das...

67. ATRIBUTOS FÍSICOS E PH DE UM FRAGMENTO DO RIO TAQUARI SOB A MINERAÇÃO DE BAUXITA NO PLANALTO DE POÇOS DE CALDAS – MG - Dalmo Arantes de Barros; Bruno Montoani Silva; Rossi Allan Silva; José Aldo Alves Pereira; Luís Antônio Coimbra Borges; Erlon Lopes Pereira; Gleisson de Oliveira Nascimento
O presente trabalho objetivou avaliar a qualidade física de um curso d’água localizado no Planalto de Poços de Caldas (MG) antes, durante e após a mineração de bauxita. Para tanto, foram analisados alguns parâmetros físicos que refletem a qualidade d’água do Rio Taquari, em diferentes períodos do processo de mineração, as coletas duraram três meses em cada época: antes; durante; após, e dois anos depois da mineração; a primeira coleta foi em janeiro 2006 e a última em fevereiro de 2009. A coleta das amostras seguiu a normatização ABNT-NBR 9898 e as metodologias analíticas, procedimentos descritos pela APHA. Concluíram-se, através...

68. Vermicompostos como substrato na produção de mudas de berinjela (Solanum melongena) e pimentão (Capsicum annumm) - Luiz Leonardo Ferreira; Antonio Ewerton da Silva Almeida; Lucas Ramos da Costa; Francisco Mardones Sérvulo Bezerra; Luan Alves Lima; Vania Christina Nascimento Porto
O processo de produção de mudas em bandejas proporciona facilidade de manejo e homogeneidade do plantel em campo. O substrato deve apresentar características físicas e químicas que proporcionem condições ideais para o bom desenvolvimento das mudas, resultando em plantas de qualidade. Sendo assim, objetivou-se com o trabalho acompanhar o ciclo de crescimento de mudas de berinjela e pimentão com uso de vermicomposto, em sistema de produção de base ecológica. O ensaio foi realizado na propriedade rural Hortvida, localizada no município de Governador Dix-sept Rosado – RN. Decorridos 25 dias após a semeadura foram avaliadas: número de folhas por planta, altura...

69. POSSIBILIDADES E DESAFIOS DA EDUCAÇÃO FÍSICA COMO COMPONENTE CURRICULAR NO PROCESSO DE EXPANSÃO REGIONAL DO INSTITUTO FEDERAL DE EDUCAÇÃO, CIÊNCIA E TECNOLOGIA DO RIO GRANDE DO NORTE - IFRN - ALISON PEREIRA BATISTA; MOYSÉS DE SOUZA FILHO; INGRID PATRÍCIA BARBOSA DE OLIVEIRA; HUNAWAY ALBUQUERQUE GALVÃO DE SOUZA; JOSÉ PEREIRA DE MELO
O presente escrito constitui-se de uma reflexão teórica originada e motivada durante os estudos de pós-graduação desenvolvidos pelos seus autores. Durante o desenvolvimento de nossas pesquisas, sentimo-nos instigados a relacionar os nossos investimentos acadêmicos, com o nosso fazer pedagógico institucional. Além disso, tivemos como fonte de motivação a comemoração alusiva aos cinco anos de criação dos Institutos Federais no Brasil. Nesse sentido, tivemos como objetivo principal discutir a relevância sociocultural do IFRN, assim como a função social da Educação Física como componente curricular no processo de formação do ensino médio integrado. Para tanto, baseamo-nos nas leis de diretrizes e bases...

70. TRATAMENTO TÉRMICO DE PRECIPITAÇÃO - T6 APLICADO EM RODA DE LIGA LEVE DE MOTOCICLETA - Ricardo Orcélio Miranda de Oliveira; Otávio Fernandes Lima da Rocha
As ligas de alumínio da série A356 (Al-Si-Mg) são usadas extensivamente em componentes de manufatura para indústria automotiva e aeroespacial devido a suas propriedades físicas e mecânicas. São utilizadas em muitas aplicações estruturais que requerem uma alta resistência a baixo peso, alta resistência e tenacidade ao impacto, baixo coeficiente de expansão térmica, boa resistência à corrosão e excelente fluidez, como ligas de fundição para produção de rodas de liga leve. Nesse sentido, o objetivo principal deste trabalho é avaliar os efeitos do tratamento térmico de precipitação – T6 sobre a microestrutura e propriedades mecânicas da liga A356/Al-7Si-0,3Mg. Para tanto, uma...

71. Memória da Dimensão (Auto)formativa na esteira da Construção de um Trabalho de Conclusão de Curso com Surdo - Ana Lúcia Ovileira Aguiar; Mifra Angélica Chaves da Costa; José Evangelista de Lima
Discutimos sobre as barreiras e as possibilidades com discentes surdos no Ensino Superior na esteira da construção de um trabalho de conclusão do Curso de Pedagogia da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Objetiva relatar a experiência de uma educadora, uma intérprete da Língua Brasileira de Sinais, de uma graduanda e um discente surdo do Curso de Pedagogia, Campus Central da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte- UERN que, na esteira da construção de um trabalho de conclusão de curso percebem-se aprendentes, rompem obstáculos, quebram grilhões e partem para um trabalho em seu diálogo entre LIBRAS...

72. ESPORTE COMO EXPERIÊNCIA ESTÉTICA E EDUCATIVA: UMA ABORDAGEM FENOMENOLÓGICA - Liege Filgueiras Silva; karenine Oliveira Porpino
O presente texto constitui-se de um recorte de uma pesquisa de doutorado realizada no programa de pós-graduação em educação da UFRN. Tem como objetivo discutir o esporte a partir da dimensão do vivido, buscando compreender os significados conferidos à prática esportiva e à experiência estética do atleta como educação. Parte de uma abordagem metodológica centrada na fenomenologia como campo de reflexão e interpretação da experiência vivida. Esse entendimento aponta caminhos para uma reflexão sobre o esporte centrada no corpo do atleta, cujos debates teóricos e as intervenções na Educação Física podem transpor qualquer concepção determinista, por uma educação móvel, sensível...

73. POLÍTICAS DE EXPANSÃO PARA O ENSINO SUPERIOR NO CONTEXTO DO REUNI: A IMPLEMENTAÇÃO DO PROGRAMA NA UFRN - Josielle Soares da Silva; Alda Maria Duarte Araújo Castro
O presente artigo objetiva investigar as estratégias de expansão para o ensino superior considerando as instituições públicas de ensino, tomando como referência de análise a expansão ocorrida na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) com a implantação do Programa de Apoio a Planos de Reestruturação e Expansão das Universidades Federais (REUNI). Trata-se de uma pesquisa quali-quantitativa, e utiliza como procedimentos metodológicos a pesquisa bibliográfica e documental, além da análise de dados estatísticos sobre a expansão do ensino superior na UFRN, no período pós REUNI. A pesquisa nos permite inferir que a implantação do REUNI na UFRN trouxe várias...

74. UMA PROPOSIÇÃO METODOLÓGICA PARA COMPREENDER A EXPERIMENTAÇÃO EM CIÊNCIAS NA EAD - Valmir Heckler; Cezar Soares Motta; Aline Machado Dorneles; Maria do Carmo Galiazzi
Apresentamos neste artigo uma proposição metodológica com o objetivo de compreender o fenômeno da experimentação em Ciências na modalidade a Distância. Para tal, desenvolvemos inicialmente a disciplina Experimentação em Ciências EaD no Programa de Pós-Graduação Educação em Ciências - PPGEC da Universidade Federal do Rio Grande – FURG. Esta envolveu professores com formações nas Licenciaturas em Química, Biologia e Física que atuam em diferentes níveis de ensino. Assumimos a pesquisa qualitativa de cunho fenomenológico hermenêutico e propomos a análise de dados pela Análise Textual Discursiva – ATD. Sistematizamos em unidades de significados, interlocuções teóricas e evidências empíricas a partir dos...

75. EFEITOS DOS POLUENTES ATMOSFÉRICOS SOBRE PLACAS DE ROCHAS CARBONÁTICAS NOS REVESTIMENTOS DE EDIFICAÇÕES EM REGIÃO LITORÂNEA DO RECIFE - PE - Suely Andrade da Silva; Felisbela Maria da Costa Oliveira; Evenildo Bezerra de Melo; Jose de Araújo Nogueira Neto
Os particulados e/ou aerossóis são poluentes para as rochas de revestimentos. Sendo uma mistura de partículas muito pequenas dispersas na atmosfera na forma de sólidos ou de líquidos, podem ser produto da nebulização de substância líquida ou sólida ou da condensação da fase gasosa (queima de combustíveis fósseis, etc). Fluxos de calor e vapor entre a atmosfera e a rocha favorecem ou impedem o depósito na superfície de gases e partículas, ingressam para o interior das rochas e facilitam migrações de sais, formação de eflorescências, microfraturas, desenvolvimento de organismos, perda de brilho e manchas. A preservação do lustro e a...

76. Editorial - José Yvan Pereira Leite; André Luis Calado Araújo
Editorial Em 2011, a Revista HOLOS completa sete anos de sua transformação em periódico eletrônico, sob nossa editoria. Nesse período, foram 303 artigos publicados com uma evolução contínua do número de edições por ano, chegando este ano ao número de seis edições anuais. No final do ano passado, incluímos uma ferramenta para acompanhamento dos locais de acesso dos IPs, de sorte que, para nossa surpresa, se identificou um elevado número de acessos advindos do exterior, da ordem de 8% nos primeiros três meses da implantação do sistema. Associado a esses números, verificou-se ainda que, entre 2004 e 2010, os artigos publicados foram acessados...

77. Editorial - José Yvan Pereira Leite; André Luis Calado Araújo
O quarto volume da Revista HOLOS de 2011 vem a público durante as comemorações do 102º aniversário desta grande rede chamada Instituto Federal do Rio Grande do Norte, no momento em que a Instituição vive um importante processo de internacionalização, com sua inserção no Programa Sem Fronteiras do Governo Brasileiro, além dos programas de cooperação com liceus e universidades franceses e com a Universidade do Minho, de Portugal. A HOLOS completa oito anos ininterruptos de publicação desde sua opção pela via digital, o que a elevou a patamares importantes de acesso (download) em todo o mundo. Atualmente, o periódico alcança os...

78. Editorial - José Yvan Pereira Leite
Hoje lançamos mais uma edição da Revista HOLOS, o terceiro volume deste ano! Ela está acompanhada de um momento difícil da educação, da ciência e da tecnologia brasileira, pois as instituições públicas federais de formação de recursos humanos se encontram em movimento paredista. É preciso entendimentos para a manutenção da boa quadra de desenvolvimento, àquela que prospecta os grandes problemas nacionais e, com o olhar inovador e de brasilidade, identifica alternativas para um futuro próspero para os brasileiros! O compromisso da HOLOS com a periodicidade está mantido. O terceiro volume disponibiliza 14 artigos que tratam de temas vinculados aos problemas...

79. MAMÃO “FORMOSA” MINIMAMENTE PROCESSADO ACRESCENTADO DE ANTIOXIDANTES - Kamila Ferreira Chaves; Lorrani do Carmo Teixeira; Vanessa Riani Olmi Silva; Aurélia Dornelas de Oliveira Martins; Eliane Maurício Furtado Martins; Alcinéia de Souza Lemos Ramos
Além de permitir um melhor aproveitamento e agregar valor ao fruto, o produto minimamente processado é mais prático. O presente trabalho objetivou avaliar a qualidade físico-química de mamão “Formosa” minimamente processado adicionado de antioxidante. Após o preparo os mamões foram embalados e armazenados durante 24, 48, 72 e 96 horas a 5 e 10 °C. Paralelamente foi realizada a adição de ácido cítrico e ascórbico, ambos na concentração de 2%, e realizada as análises físico-químicas de acordo com as metodologias propostas pelo Instituto Adolfo Lutz. Houve diferença (p

80. A HISTÓRIA E A FILOSOFIA DA CIÊNCIA NO ENSINO MÉDIO: A VISÃO DOS FUTUROS PROFESSORES DE FÍSICA - Boniek Venceslau da Cruz Silva
A importância da História e da Filosofia da Ciência tem sido constantemente discutida e apontada tanto em periódicos especializados como em congressos da área de ensino de Ciências, de forma geral, e, de Física, de forma específica. Um dos principais resultados destas discussões é que a incorporação de aspectos históricos e filosóficos pode favorecer uma educação científica de melhor qualidade a população. Neste trabalho, apresentamos os resultados de uma investigação feita com 50 licenciandos em Física de diferentes universidades do nordeste do Brasil, participantes de um curso de curta duração ofertado no encontro de físicos do norte e nordeste. Dentre...

Página de resultados:
 

Busque un recurso