Mostrando recursos 1 - 20 de 1.491

  1. Contribuição da avaliação do processamento auditivo na investigação das dificuldades de aprendizagem

    Nunes, Cristiane Lima; Pereira, Liliane Desgualdo; Carvalho, Graça S.
    O processamento auditivo central está relacionado com a capacidade do indivíduo analisar e interpretar os eventos acústicos recebidos pelo sistema auditivo, os quais estão intrinsecamente relacionados com o desenvolvimento da linguagem e da aprendizagem. Neste estudo aplicámos oito testes de avaliação do processamento auditivo (PA) em crianças dos 10 aos 13 anos e comparámos os resultados com o desempenho académico é linguístico. A amostra foi constituída por 51 crianças organizadas em 4 grupos: com bom desempenho académico ou com fraco desempenho académico; e com presença ou com ausência de perturbação da comunicação. A análise estatística mostrou que dois dos testes aplicados (teste MSV e teste PD) discriminam...

  2. Lateralization of travelling wave response in the hearing organ of bushcrickets.

    Arun Palghat Udayashankar; Manfred Kössl; Manuela Nowotny
    Travelling waves are the physical basis of frequency discrimination in many vertebrate and invertebrate taxa, including mammals, birds, and some insects. In bushcrickets (Tettigoniidae), the crista acustica is the hearing organ that has been shown to use sound-induced travelling waves. Up to now, data on mechanical characteristics of sound-induced travelling waves were only available along the longitudinal (proximal-distal) direction. In this study, we use laser Doppler vibrometry to investigate in-vivo radial (anterior-posterior) features of travelling waves in the tropical bushcricket Mecopoda elongata. Our results demonstrate that the maximum of sound-induced travelling wave amplitude response is always shifted towards the anterior...

  3. Discovery of a lipid synthesising organ in the auditory system of an insect.

    Kathryn F Lomas; David R Greenwood; James F C Windmill; Joseph C Jackson; Jeremy Corfield; Stuart Parsons
    Weta possess typical Ensifera ears. Each ear comprises three functional parts: two equally sized tympanal membranes, an underlying system of modified tracheal chambers, and the auditory sensory organ, the crista acustica. This organ sits within an enclosed fluid-filled channel-previously presumed to be hemolymph. The role this channel plays in insect hearing is unknown. We discovered that the fluid within the channel is not actually hemolymph, but a medium composed principally of lipid from a new class. Three-dimensional imaging of this lipid channel revealed a previously undescribed tissue structure within the channel, which we refer to as the olivarius organ. Investigations...

  4. La música electroacústica mixta: el intérprete y los desafios de la praxis musical contemporánea.

    Iracema de Andrade
    A pesar de que la música electroacústica cuenta hoy con más de medio siglo de historia, los estudios específicamente relacionados con el repertorio para instrumentos acústicos y medios electrónicos – género conocido como música mixta – continúan siendo escasos. La literatura sobre este tema en particular es más bien reducida, especialmente si se le compara con la cantidad de obras dedicadas al estudio de la música acusmática . En el terreno de la música mixta existen temas que aún deben ser abordados de una manera más sistematizada, tales como la elaboración y utilización de diversos modelos analíticos, el papel de...

  5. Considerações iniciais sobre o conceito de referencialidade numa pesquisa em composição com meios acústicos.

    Marcelo Villena
    O presente texto visa apresentar discussões iniciais sobre o conceito de referencialidade no contexto de uma pesquisa acadêmica em composição avaliando a possibilidade de seu uso como embasamento teórico para um trabalho com meios acústicos baseado na escuta de sons ambientais. Revisa-se, num primeiro momento, a aplicação do termo em discussões estéticas do século XX, dentro do ambiente da música eletroacústica, para posteriormente deduzir suas possíveis aplicações para composição com meios acústicos (instrumentos e objetos do cotidiano) em uma ampla gama de possibilidades performáticas. Destaca-se a maior abrangência do termo em relação a terminologias próprias da tradição (mímesis, música descritiva)...

  6. Variabilidade e dispersão vocálica em Português Brasileiro e Inglês Britânico: um estudo de caso

    Adriana S. MARUSSO
    RESUMO Este artigo objetiva discutir o efeito do tamanho do inventário no espaço acústico de línguas com inventários vocálicos de tamanhos diferentes: português com sete e inglês com onze vogais orais. Partindo das predições da Teoria de Dispersão Vocálica, este estudo analisa acusticamente a variabilidade e dispersão vocálica nessas duas línguas. Contrariamente ao previsto pela teoria sobre a variabilidade vocálica, em nossos dados, a realização fonética das vogais do sistema vocálico maior (inglês) é menos precisa e apresenta maior variabilidade que as do português. Quanto à dispersão vocálica, também contrariando o previsto, as vogais do português estão mais dispersas e...

  7. Resolução temporal em idosos

    Fernanda Freitas Vellozo; Alessandra Luana Schwantes; Amália El Hatal de Souza; Bruna Pias Peixe; Eliara Pinto Vieira Biaggio; Quemile Pribs Martins; Taissane Rodrigues Sanguebuche; Michele Vargas Garcia
    RESUMO Objetivo: detectar a sensibilidade, para avaliar a habilidade de resolução temporal, comparando os testes Randon Gap Detection Test (RGDT) e Gaps- In-Noise (GIN) além de sugerir valores de referência nestes testes para idosos. Métodos: participaram 38 idosos, 24 mulheres e 14 homens, com idades entre 60 e 82 anos, com audição normal ou perda auditiva neurossensorial até moderada; com simetria entre as orelhas; timpanograma tipo A, reflexos acústicos presentes, com queixa de processamento auditivo. Todos Foram submetidos a avaliação básica para caracterizar a audição periférica, RGDT e GIN. Resultados: a sensibilidade encontrada para o teste RGDT na identificação da...

  8. Fonoterapia vocal e fisioterapia respiratória com idosos saudáveis: revisão de literatura

    Carla Aparecida Cielo; Fernanda dos Santos Pascotini; Vanessa Veis Ribeiro; Ariane de Macedo Gomes; Léris Salete Bonfanti Haeffner
    RESUMO Este estudo tem como tema a fonoterapia vocal e a fisioterapia respiratória no idoso saudável. O objetivo do presente estudo foi revisar a literatura sobre fonoterapia vocal e sobre fisioterapia respiratória com idosos saudáveis. Foi realizado um levantamento bibliográfico de artigos publicados entre 2004 e 2014 nas bases de dados Lilacs, Bireme, MedLine, PubMed e Scielo. Descritores utilizados: physical therapy specialty; breathing; speech therapy; aged; therapeutics e voice. A literatura sobre fonoterapia vocal com idosos saudáveis mostrou que as intervenções têm sido feitas por meio de orientação vocal; terapia vocal tradicional para presbifonia, independente do tipo de intervenção; exercícios...

  9. MODELAGEM MATEMÁTICA DOS IMPACTOS EXTRAMUROS DO RUÍDO PRODUZIDO POR UMA UNIVERSIDADE EM MOSSORÓ-RN

    Carlos Enrique Jeronimo; Jefferson A. Silva; Romero R. T. Da Silva
    Neste trabalho, desenvolveu-se um estudo para quantificação do ruído produzido por uma universidade em Mossoró-RN, bem como, estimando-se os níveis de atenuação deste ruído com distanciamento, por meio da modelagem matemática. As medições do ruído ambiental foram realizadas por meio de um analisador de Ruído no período noturno no campus da instituição, variando de 0 a 100 m de distância em cada vértice. Aplicaram-se os modelos matemáticos para encontrar relações entre o nível de ruído e a distância de leitura dos dados. Após análise dos resultados, encontrou-se uma relação entre a atenuação pela distância em apenas dois vértices e que...

  10. TESTES DE SEDIMENTAÇÃO COM FINOS DE VERMICULITA

    André Carlos Silva; Elenice Maria Schons Silva; Jeferson Vaz; Tulyo Maia Silva
    A vermiculita é um silicato hidratado de formato lamelar, que possui quantidades variáveis de ferro, potássio e alumina, possuindo usos como isolante acústico, térmico, agregado leve para produção de concretos especiais, proteção passiva contra fogo, refratários industriais de fricção (pastilhas de freio) e componentes de substratos agrícolas para horticultura e produção de mudas etc. A Brasil Minérios é a maior produtora de concentrado de vermiculita da américa latina, com exportações para mais de 10 países, além de ser líder do mercado brasileiro de vermiculita expandida. A Brasil Minérios comercializa três produtos, em frações granulométricas acima de 0,3mm (50#) sendo dividido...

  11. Editorial

    José Yvan Pereira Leite; André Luis Calado Araújo
    Editorial Em 2011, a Revista HOLOS completa sete anos de sua transformação em periódico eletrônico, sob nossa editoria. Nesse período, foram 303 artigos publicados com uma evolução contínua do número de edições por ano, chegando este ano ao número de seis edições anuais. No final do ano passado, incluímos uma ferramenta para acompanhamento dos locais de acesso dos IPs, de sorte que, para nossa surpresa, se identificou um elevado número de acessos advindos do exterior, da ordem de 8% nos primeiros três meses da implantação do sistema. Associado a esses números, verificou-se ainda que, entre 2004 e 2010, os artigos publicados foram acessados...

  12. O ENSINO DE ACÚSTICA NOS LIVROS DIDÁTICOS DE FÍSICA RECOMENDADOS PELO PNLEM: ANÁLISE DAS LIGAÇÕES ENTRE A FÍSICA E O MUNDO DO SOM E DA MÚSICA

    Francisco Nairon Monteiro Júnior; Washington Luiz Pacheco de Carvalho
    No presente artigo apresentamos uma análise dos conteúdos de acústica presentes nos livros didáticos de física recomendados pelo Programa Nacional do Livro Didático para o Ensino Médio - PNLEM, na qual utilizamos os mesmos critérios da ficha de avaliação utilizada pelos especialistas na análise de tais livros. Neste percurso, observamos que tais textos pouco evoluíram em comparação com as apresentações textuais analisadas em 1998 e publicadas na revista Ciência e Educação [1], na qual foram analisados dez livros didáticos de física para o ensino médio, dentre os quais os mais utilizados, à época, nas escolas brasileiras. Muito embora tenhamos identificado...

  13. ANÁLISE DO NÍVEL DE CONFORTO ACÚSTICO NA BIBLIOTECA DE UMA ESCOLA PÚBLICA

    Carlos Augusto Santos Pereira; Leila Cristiane Souza Silva; Fábio Henrique Silva Sales
    O presente trabalho avaliou os níveis de ruído no ambiente interno da biblioteca Tebyreça de Oliveira do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Maranhão (IFMA), campus Monte Castelo, e suas influências no desempenho de estudo dos estudantes que a freqüentam. Os níveis encontrados foram comparados aos valores da norma regulamentadora que trata dos níveis de ruído para o conforto acústico.

  14. Caracterização da Diatomita de Rio do Fogo - RN - Brasil

    Paula Luciana Bezerra da Silva; Lídia Dely Alves de Sousa; Viviane Pinheiro da Silva; Eiji Harima; José Yvan Pereira Leite
    A diatomita é uma substância amorfa, oriunda de carapaças de algas diatomáceas, possui uma grande variedade de aplicações devido as suas propriedades físicas e químicas sendo usado como auxiliar filtrante, isolante acústico, carga industrial, abrasivo e outros. O presente trabalho mostra resultados de caracterização de duas amostras de diatomita do município de Rio do Fogo em Barra de Punaú, no Estado do Rio Grande do Norte, apresentando cor branca e creme após calcinação. As amostras foram calcinadas nas temperaturas de 800°C, 900°C e 1000°C, apresentam resultados de Difração de Raios-X, análise química, densidade aparente, BET e MEV. A diatomita creme...

  15. Ruidos da Fé: Estratégias para Redução dos Aspectos Ambientais Responsáveis pela Poluição Sonora de uma Igreja Evangélica em Natal/RN

    Fábio Ribeiro Lima; Nubelia Moreira da Silva
    A poluição sonora é um dos tipos de poluição do ar mais presente nos aglomerados urbanos. O ruído, de uma forma geral, causa diversos efeitos nocivos aos indivíduos e sua manifestação ocorre tanto nas esferas física, psicológica e social interferindo diretamente na comunicação estabelecida entre eles. Um dos veículos de propagação desse tipo de poluição são os templos evangélicos que em sua maioria não possuem nenhum tipo de preparação acústica para a realização das suas atividades. Com o objetivo maior de criar estratégias para redução dos aspectos ambientais responsáveis pela poluição sonora provocada por esses templos, foram realizadas medições acústicas...

  16. Respiração bucal em crianças com dificuldade de aprendizado

    Giovana Serrão Fensterseifer; Oswaldo Carpes; Luc Louis Maurice Weckx; Viviane Feller Martha
    Devido à importância do estudo das causas de dificuldade de aprendizado, delineou-se estudo caso controle, para avaliar o volume das cavidades nasais, tonsilas faríngeas e tonsilas palatinas em crianças com e sem dificuldade de aprendizado. MÉTODO: Foram estudadas 48 crianças, 24 oriundas do Centro de Avaliação e Estimulação Precoce (CADEP), no qual o critério é a repetência escolar de no mínimo dois anos consecutivos, e 24 escolares com aprendizado dentro dos padrões de normalidade, que constituíram o grupo controle. As crianças foram submetidas a exame otorrinolaringológico (anamnese, exame físico) e exames específicos (rinometria acústica, Rx de cavum). RESULTADOS: Os resultados...

  17. Interferência da taxa de estímulo na avaliação do potencial evocado miogênico vestibular

    Aline Tenório Lins Carnaúba; Otávio Gomes Lins; Ilka do Amaral Soares; Kelly Cristina Lira de Andrade; Pedro de Lemos Menezes
    Os potenciais miogênicos evocados vestibulares (VEMP) vêm sendo empregados como exame complementar para estudos otoneurológicos, ainda pouco explorados clinicamente. Esse potencial avalia a função vestibular, especificamente do sáculo, nervo vestibular inferior e/ou núcleo vestibular. OBJETIVO: Verificar a maior taxa de estímulos possível (e confiável) na obtenção do VEMP. MÉTODO: Foi registrado o potencial em 18 sujeitos, variando-se a taxa de estímulos entre 5,1 e 40,8 estímulos/s. Forma de estudo: Estudo de coorte contemporânea com corte transversal. RESULTADOS: As latências se mantiveram constantes e as amplitudes foram progressivamente reduzidas com o aumento da taxa de estimulação. Contudo, não houve diferença estatisticamente...

  18. Pressao sonora gerada por equipamentos sonoros portateis individuais

    Izabella dos Santos; Maria Francisca Colella-Santos; Christiane Marques do Couto
    Introdução: O uso de equipamentos portáteis sonoros individuais pode ser um risco auditivo, pois o som é gerado diretamente no meato acústico externo. Acredita-se que fones diferentes proporcionam amplificações diferentes, pois causam variações de volume e de ressonância conforme suas inserções. Objetivos: Verificar a pressão sonora a que jovens estão expostos quando fazem uso de equipamentos sonoros portáteis individuais com dois diferentes fones: de inserção e de inserção anatômico. Materiais e métodos: Trata-se de uma pesquisa experimental. Para tanto, foram feitas medições em 54 orelhas de 27 jovens com idades entre 18 e 30 anos, com os dois tipos de...

  19. Dimensões internas nasais de adultos com obstrução nasal

    Inge Elly Kiemle Trindade; Priscila Capelato Prado Conegliam; Sergio Henrique Kiemle Trindade; Norimar Hernandes Dias; Ana Claudia Martins Sampaio-Teixeira
    O desvio septal (DS) e a hipertrofia de conchas (HC) aumentam a resistência ao fluxo aéreo respiratório, podendo prejudicar a patência nasal. OBJETIVO: Caracterizar a geometria nasal de indivíduos com obstrução nasal (ON) por DS e/ou HC usando rinometria acústica. Forma de estudo: Clínico prospectivo. MÉTODO: Foram avaliados 30 adultos com queixa de ON e DS+HC (n = 24), DS (n = 5) ou HC (n = 1) ao exame clínico e determinadas as áreas seccionais transversas em três principais deflexões do rinograma (AST1, AST2, AST3), suas distâncias relativamente às narinas (dAST1, dAST2, dAST3) e os volumes dos segmentos 1,0-3,2...

  20. Influencia do tabagismo isolado e associado a aspectos multifatoriais nos parametros acusticos vocais

    Aline Gomes Lustosa Pinto; Agricio Nubiato Crespo; Lucia Figueiredo Mourao
    Introdução: O fumo pode interferir negativamente na qualidade vocal e outros fatores associados, como o uso profissional da voz, hábitos, etilismo e refluxo gástrico-esofágico, podem potencializar essa interferência. O objetivo do estudo foi analisar a associação do tabagismo e dos demais fatores aos parâmetros acústicos vocais. Forma de estudo: Estudo de coorte contemporâneo com corte transversal. Materiais e métodos: Participaram do estudo 80 adultos, entre 35 e 60 anos, classificados nos grupos fumante (GF) e controle (GC). Foi realizada aplicação de questionário e gravação das vozes. A avaliação acústica foi realizada com o software Praat. Foram utilizados os testes Mann-Whitney,...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.