Mostrando recursos 41 - 60 de 66.965

  1. Origem e evolução dos halos de alteração clorítica no flanco leste do Granito Caçapava, RS

    Reis, Rafael Souza dos
    Na região da ocorrência Cel. Linhares, localizado no flanco leste do Complexo Granítico de Caçapava do Sul, apófises desse corpo ígneo intrudem em rochas carbonáticas da Formação Passo Feio (Neoproterozóico) e produzem novas assembleias mineralógicas de alteração hidrotermal-metassomática. A interação entre as rochas carbonáticas e os fluídos magmáticos forma escarnitos magnesianos e outras rochas metassomáticas compostas majoritariamente por cloritas, os clorititos. Nos mármores da área estudada, a dolomita é preponderante entre os carbonatos e ocorre como grãos subédricos e anédricos de tamanho médio a fino formando textura granoblástica. Uma paragênese associada aos mármores e alteração clorítica ocorre ao longo dos...

  2. Caracterização hidrogeológica e hidroquímica das águas subterrâneas do município de Osório, RS

    Soares, Alice Dutra
    Este trabalho tem por objetivo apresentar a caracterização hidrogeológica e hidroquímica das águas subterrâneas do município de Osório, localizado no litoral norte do Estado do Rio Grande do Sul. Esse estudo envolveu a avaliação de parâmetros hidrodinâmicos, físicos, químicos e dos diagramas de Piper e Stiff dos diferentes sistemas aquíferos da região. O Sistema Aquífero Guarani (SAG) ocorre em profundidade, sendo verificado através de perfis geológicos de poços tubulares. São aquíferos granulares associados às rochas sedimentares da Formação Botucatu e apresentam-se confinados pelas rochas vulcânicas da Fm. Serra Geral. Embora não seja o principal aquífero explotado, suas águas podem ser...

  3. Hidrogeoquímica e isotopia de águas com alta salinidade do Sistema Aquífero Serra Geral na região do Alto Rio Uruguai, Brasil

    Freitas, Marcos Alexandre de
    O presente estudo dedicou-se à análise da água subterrânea com alta salinidade no Sistema Aquífero Serra Geral na região do Alto Rio Uruguai, norte/noroeste do Rio Grande do Sul e oeste de Santa Catarina. O Sistema Aquífero Serra Geral (SASG) é um aquífero fraturado que compreende rochas vulcânicas basálticas e riolíticas mesozoicas da Bacia do Paraná, recobrindo e confinando parcialmente o Sistema Aquífero Guarani (SAG), que se encontra sobreposto a aquíferos mais profundos (Pré-SAG). O objetivo principal desta pesquisa é aprimorar a compreensão dos fenômenos que regem a interação entre o SASG e os aquíferos sotopostos às rochas vulcânicas (SAG...

  4. Potencial de contaminação dos aquíferos presentes no oeste do estado do Paraná, pelo processo de fracking

    Vianna, Natália Zangirolymo
    A descoberta, em diversas regiões, de grandes reservas de gás de folhelho vem gerando a expectativa de relevantes mudanças no mercado mundial de energia, incluindo o Brasil, que figura como décimo no ranking mundial de reservas tecnicamente recuperáveis desse gás. Em 2013 a ANP - Agência Nacional do Petróleo disponibilizou, na Bacia do Paraná, onze blocos exploratórios, localizados a oeste do estado do Paraná, sete desses blocos foram arrematados pela PETROBRAS (100%) ou em consórcios com a Cowan Petróleo e Gás S. A. (40%), objetivando explorar o gás da Formação Ponta Grossa. Entretanto, existem inúmeros indícios de impactos ambientais relacionados...

  5. Abordagens lúdicas e digitais para o ensino da classificação periódica dos elementos químicos

    Costa, Luciana Teixeira da
    Esta pesquisa tem como objetivo abordar diferentes metodologias de ensino utilizando recursos midiáticos no Ensino Médio para ensinar o conteúdo de Química Tabela Periódica e suas propriedades. Também, verificar, junto aos alunos, qual foi a melhor sequência didática, qual foi mais eficiente para a aprendizagem. Alguns recursos foram utilizados ao longo da pesquisa, tais como um vídeo-documentário, um jogo digital chamado Xenubi e uma Tabela Periódica Interativa. Alunos de um colégio estadual da cidade de Porto Alegre participaram da pesquisa. Para a coleta de dados, usou-se instrumentos como entrevistas semiestruturadas, testes e atividades dirigidas. Esta dissertação é a união de...

  6. Caracterização petrográfica, química mineral e petrogênese do Kimberlito Alfeu I - Canguçu/RS e uma revisão conceitual de magmatismo e rochas kimberlíticas

    Provenzano, Carlos Augusto Silva
    O kimberlito Alfeu-I é uma chaminé vulcânica intrusiva na Suíte Pinheiro Machado no domínio Batólito Pelotas, que ocorre na porção leste do Escudo Sul Rio Grandense (ESRG). O corpo apresenta uma forma semicircular com diâmetro ≈20m. As feições texturais e estruturais primárias e a mineralogia encontradas nas rochas deste corpo indicam que, pelo nível de exposição atual, podem ser relacionadas ao fácie diatrema. A rocha é composta por fenocristais e megacristais/macrocristais de composição variada (micas, espinélio, granada, ilmenita e piroxênios), em matriz intersticial com clastos acrescionários (lapilli peletal) e líticos, tanto de autólitos quanto xenólitos do manto e das encaixantes....

  7. Geotermometria da clorita no Lineamento de Ibaré (RS)

    Ruppel, Kelvyn Mikael Vaccari
    O uso da clorita como geotermômetro de eventos de baixa temperatura vem recebendo novas abordagens, as quais buscam tornar esta ferramenta mais próxima da temperatura real do evento em que se associam a formação destes minerais. O Lineamento de Ibaré, uma importante zona de cisalhamento do estado do Rio Grande do Sul, afeta os gnaisses do Complexo Granulítico Santa Maria Chico constituídos por protólitos de composição diorítica/granodiorítica supostamente oriundos da raiz de um arco vulcânico. A zona de cisalhamento reativou estes bandamentos gnáissicos gerando estruturas que possibilitaram a percolação de fluidos hidrotermais propiciando intensa cloritização destas litologias. Este evento retrometamórfico...

  8. Planificación de la enseñanza basada en problemas en asignaturas del área de Química Física

    Bonete Ferrández, Pedro; Cots Segura, Ainhoa; Díez García, María Isabel; Galache Payá, María Paz; Gómez, Roberto; Maciá Antón, Yara; Miralles Gómez, Carmen; Pastor Beviá, Francisco; Quiñonero, Javier; Ruiz Martínez, Débora
    El proceso de enseñanza-aprendizaje denominado Aprendizaje Basado en Problemas (ABP) es una metodología que concita cada vez un mayor interés. Esta metodología ha sido probada con éxito tanto en diferentes niveles educativos como en diferentes áreas de conocimiento generando un aprendizaje significativo en que el protagonista es el alumno, generando a su vez una mayor motivación. La organización tradicional del proceso enseñanza-aprendizaje, incluso con el empleo de nuevas tecnologías, no siempre ha dado lugar a resultados positivos en la motivación e implicación del alumnado en dicho proceso. Es por eso que se requiere el empleo de nuevas metodologías que nos...

  9. Redeployment e contrato psicológico : estudo de caso em multinacional do sector químico em Portugal

    Brito, Mafalda Escrevente Tomé Zé-Zola de
    Mestrado em Gestão de Recursos Humanos

  10. Foeniculum vulgare Mill. utilizado como antioxidante em iogurtes: comparação entre o ingrediente natural e um aditivo sintético

    Caleja, Cristina; Barros, Lillian; Oliveira, M.B.P.P.; Ferreira, Isabel C.F.R.
    Os aditivos sintéticos são utilizados regularmente na indústria alimentar como forma de garantir as características e propriedades dos alimentos processados [1]. No entanto, vários estudos apontam para a existência de uma relação direta entre o consumo excessivo deste tipo de aditivos e o aparecimento de várias reações adversas [2]. Desta forma, existe por parte dos consumidores uma tendência crescente na escolha de alimentos mais saudáveis e em que a adição de aditivos sintéticos é reduzida ou, até mesmo, inexistente [1]. Este trabalho pretende comparar os efeitos de um antioxidante natural versus sintético em iogurtes; o extrato aquoso de Foeniculum vulgare Mill. (funcho), obtido por decocção, foi usado como...

  11. Ingredientes conservantes e bioativos à base de Foeniculum vulgare Mill. e Matricaria recutita L.: caracterização química, estabilização e estudos de aplicação em diferentes alimentos

    Caleja, Cristina; Barreiro, M.F; Oliveira, M.B.P.P.; Ferreira, Isabel C.F.R.
    Assiste-se a uma tendência globalizada para a procura de alimentos mais saudáveis, minimamente processados e onde os aditivos artificiais se encontrem em quantidades reduzidas ou, de preferência, estejam ausentes. Neste trabalho, foram desenvolvidos ingredientes naturais à base de extratos aquosos de Foeniculum vulgare Mill. (funcho) e Matricaria recutita L. (camomila), obtidos por decocção, e aplicados na funcionalização de diferentes alimentos (requeijões, iogurtes e biscoitos) devido às suas propriedades conservantes (antioxidantes e antimicrobianas) e bioativas, também validadas no âmbito do presente trabalho. A incorporação em requeijões permitiu aumentar o seu tempo de prateleira sem alterar significativamente as características nutricionais dos produtos finais e, simultaneamente, conferir propriedades bioativas.1.2 No entanto, essa atividade...

  12. Efeitos da radiação gama nas propriedades antioxidantes e composição fenólica de infusões de Thymus vulgaris L.

    Pereira, Eliana; Barros, Lillian; Antonio, Amilcar L.; Cabo Verde, Sandra; Ferreira, Isabel C.F.R.
    A irradiação é uma tecnologia de preservação cada vez mais utilizada em vários países do mundo. A sua utilização em plantas aromáticas e medicinais tem tido uma adesão gradual, uma vez que é um processamento não térmico que não causa alterações significativas capazes de alterar o seu perfil químico e nutricional. É um método utilizado com diferentes finalidades, como a desinfestação, aumento do tempo de prateleira, descontaminação e melhoria da qualidade dos produtos [1,2]. O Thymus vulgaris L. (tomilho) é uma planta comummente usada na indústria alimentar, farmacêutica e cosmética, representando uma fonte natural de compostos bioativos que podem ter uma ação preventiva em diversos problemas de saúde...

  13. Irradiação como uma técnica de preservação de nutrientes: efeitos comparativos entre radiação gama e feixe de eletrões em Arenaria montana L.

    Pereira, Eliana; Antonio, Amilcar L.; Barros, Lillian; Barreira, João C.M.; Carvalho, Ana Maria; Ferreira, Isabel C.F.R.
    As plantas são reconhecidas como uma fonte de vários compostos bioativos. Contudo, para serem utilizadas pela indústria são necessárias técnicas de descontaminação eficazes, de modo a assegurar os padrões de segurança alimentar em vigor. A irradiação está a ser cada vez mais reconhecida como uma técnica de conservação viável, no que concerne à sua elevada eficácia de descontaminação [1,2]. Neste trabalho foram avaliados os efeitos da irradiação (gama e feixe de eletrões) no perfil químico e nutricional de Arenaria montana L., uma espécie utilizada na medicina tradicional, pertencente à família Caryophyllaceae e nativa das áreas montanhosas do sudoeste da Europa [3]. O valor nutricional foi avaliado seguindo metodologias oficiais...

  14. Caracterização química de Allium sativum L. de diferentes origens

    Botas, Joana; Fernandes, Ângela; Carvalho, Ana Maria; Barros, Lillian; Ferreira, Isabel C.F.R.
    Desde a antiguidade que o alho (Allium sativum L.) é muito utilizado pelas populações quer para fins medicinais, para profilaxia e tratamento de várias patologias, quer em práticas culinárias, para dar aroma e sabor ao produto final. Apresenta um perfil nutricional interessante, bem como diversos compostos bioativos que lhe conferem propriedades antioxidantes, antimicrobianas, imunoestimuladoras, entre outras [1]. O objetivo deste trabalho foi caracterizar quimicamente amostras comerciais de A. sativum com diferentes origens geográficas: Espanha (variedade comercial) e duas regiões distintas de Portugal (variedades mantidas pelos agricultores), nomeadamente, Trás-os-Montes e Algarve. Foi avaliada a sua composição em macronutrientes e valor energético, seguindo métodos oficiais de análise de alimentos, bem como os...

  15. Red de coordinación del Grado en Ingeniería Química para el curso 15-16

    Gómez-Rico Núñez de Arenas, María Francisca; Salcedo Díaz, Raquel; Ruiz Femenia, Rubén; Olaya López, María del Mar; Ortuño-García, Nuria; Sánchez Martín, Isidro; Saquete Ferrándiz, María Dolores
    Una vez renovada la acreditación nacional de la ANECA y obtenido el sello internacional EUR-ACE® para ingenierías, en el Grado en Ingeniería Química de la Universidad de Alicante existen algunos aspectos que se pueden mejorar, siendo el principal la coordinación entre asignaturas. Para lograr la calidad en cualquier ámbito siempre es fundamental la mejora continua. En relación con la coordinación, en este trabajo se propone la elaboración de un calendario de actividades de evaluación mediante una herramienta sencilla con el objetivo de tener un mayor control de la carga de trabajo no presencial del alumnado, puesto que este aspecto es...

  16. Coordinación y evaluación de la implantación del primer curso de Ingeniería Robótica

    Sirvent Llamas, Alejandro; Heredia Ávalos, Santiago; Beltrán Rico, Maribel; Esclapés Jover, Francisco Javier; Pujol López, Francisco A.; Corbí Bellot, Antonio M.; Torres Medina, Fernando
    En el curso 2015-16 se ha implantado la nueva titulación de grado en Ingeniería Robótica en la Universidad de Alicante. Este grado es el primero en el territorio nacional de estas características. El perfil de los estudiantes es una combinación entre un ingeniero industrial y uno informático, perfil muy demandado por las empresas. La principal cuestión que nos planteamos en este estudio es la implantación del primer curso de este novedoso grado. Al ser el primer grado de estas características, es necesario una vigilancia de los contenidos para su adecuación al perfil del estudiante. Por otro lado, se hace necesario...

  17. Baterías de ión-litio, ¿adiós a combustibles fósiles?

    Jiménez Barrios, Pablo
    Analizaremos las distintas investigaciones que están surgiendo en torno a las baterías de ión-litio y que pretenden realzar a las energías renovables como alternativas de los combustibles fósiles. Además, comentaremos las distintas baterías químicas que competirán con las de ión-litio.

  18. Lo que la milbillonésima parte de un segundo puede hacer por ti

    Morillas Viñuales, Juan
    La femtoquímica es el estudio de la química a escalas de tiempo muy pequeñas. Es una disciplina reciente que ofrece una visión muy detallada de la estructura de las moléculas y nuevas perspectivas en campos como el diseño de fármacos y el estudio del metabolismo

  19. Guía rápida para estudiar el color de un vidrio

    Palomar Sanz, Teresa
    El color de un vidrio está determinado por la presencia de determinados elementos químicos, su estado de oxidación y su concentración, por ello es necesario aplicar técnicas ópticas como la espectrofotometría visible o técnicas nucleares como la espectroscopía de rayos X cercana al borde de absorción (XANES) que permitan cuantificar el estado de oxidación de los metales. La microscopía electrónica de transmisión es muy útil cuando se quieren caracterizar los cromóforos en forma de nanocoloides o cromocristales, y la espectroscopía Raman para caracterizar opacificantes

  20. Análisis físico-químico del agua de la dársena del río Guadalquivir

    Rivero Martínez, Adrián
    Se ha llevado a cabo el análisis físico-químico de las aguas de la Dársena del Guadalquivir para determinar la calidad de la misma así como el conocimiento de resultados que puedan indicarnos posibles afecciones a estas aguas y determinar aquellas actividades que la perjudican, poniendo de manifiesto la mejora y control de la Dársena para solucionar los problemas derivados.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.