Mostrando recursos 1 - 20 de 156

  1. O imaginário escolar pós ocupações secundaristas : o Caso da Emilio Massot - POA/RS

    Bitencourt, Lara Machado
    A criação, o desenvolvimento e manutenção de imaginários associado as instituições modernas que organizam as sociedades é um elemento discursivo que compõem as narrativas de poder que dominam o senso comum. As múltiplas lógicas agasalhadas nas imagens e representações dos lugares estabelecem o tom do diálogo que se faz com as instituições, assim a Escola e a vida escolar são tanto lugar de movimento e prestígios, como lugar de confinamento e uniformização. As ocupações secundaristas ocorridas no RS, durante o ano de 2016, rompem com os limites dos imaginários escolares de estudantes, professores e também da sociedade civil, acerca do...

  2. A sociocriosfera nos Andes Centrais: percepções, adaptações e impactos dos desastres glaciais no Callejón de Huaylas, Peru

    Figueiredo, Anderson Ribeiro de
    Este trabalho investigou a sociocriosfera nos Andes Centrais e examinou as percepções, adaptações e os impactos dos desastres glaciais nos povoados do Callejón de Huaylas, Peru. Trata-se de um estudo de caso que se utiliza de conceitos de cultura, adaptação, risco, perigo e desastre para compreender de forma integrada os efeitos advindos de mudanças climáticas regionais e as relações existentes entre os povoados do Callejón de Huaylas com as geleiras adjacentes. O trabalho teve como base os aportes teórico-metodológicos da Geografia Física e da abordagem cultural na Geografia para entender os problemas físicos e humanos advindos da ocupação de uma...

  3. Enem e ensino de geografia interfaces que precisam ser discutidas

    Andrade, Cristiane Maciel de Souza
    O presente trabalho está vinculado à linha de pesquisa de Ensino de Geografia do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O trabalho tem como objetivo geral investigar os fundamentos, as concepções e as práticas dos professores do componente curricular de Geografia no Ensino Médio, para compreender as dificuldades apresentadas pelos estudantes na resolução de questões de Geografia da Prova de Ciências Humanas do ENEM. Metodologicamente configura-se como uma investigação de caráter qualitativo, empregando a técnica de análise de conteúdo. A investigação estruturou-se em etapas consecutivas e complementares a fim de, identificar quais ações têm...

  4. Archéodémographie des sociétés protohistoriques du Sud-Est de la France

    Isoardi, Delphine
    Protohistoria, hábitat y demografía : éstos son los tres ejes fundamentales de mi trabajo de investigación doctoral, presentado en 2008. Este estudio presenta una estimación cuantitativa de las poblaciones de una región del sureste de Francia durante la Edad del Hierro. Su objetivo, además de publicar informaciones inéditas, es proponer un nuevo marco conceptual que permita reflexionar sobre el funcionamiento y las evoluciones de dichas sociedades. El interés principal es conseguir utilizar los conceptos e instrumentos de análisis inspirados de las ciencias sociales y de la geografía humana adaptados a un estudio arqueológico. Los resultados obtenidos han sido confrontados a...

  5. O envelhecimento populacional e a procura de cuidados de saúde

    Martins, Orlando Alves
    Mestrado, Geografia Humana e Planeamento Regional e Local, 2003,Faculdade de Letras, Universidade de Lisboa

  6. El cementerio de las palabres

    Sepúlveda, Luis
    Lejos de la geografía singular y humana que da sentido fundacional a las palabras –nos dice Luis Sepúlveda–, anida en nuestra memoria la nostalgia por todos aquellos vocablos desaparecidos, que un escritor se debe de rescatar del injusto y atroz cementerio del olvido. Agrega el escritor chileno: «Escribo, no para contar la vida como fue sino como tal vez pudo haber sido. Esa es la única certeza del escritor».

  7. A HIPÉRBOLE MERCANTIL DA EXPANSÃO URBANA E SUAS IMPLICAÇÕES AMBIENTAIS

    Lucas Barbosa e Souzaz
    El contexto formado por el avance de la frontera agrícola en Brasil, por el consecuente y franco proceso de urbanización del território, además de la reciente política federal del gobierno acerca del sector de habi - tación, ha conllevado las grandes ciudades del Estado de Tocantins a presentar una la expansión urbana a menudo exagerada. La ciudad de Porto Nacional, a su vez, es un ejemplo notorio de este fenómeno. Dicha expansión urbana se ha basado en un carácter comercial excesiva, lo que conlleva a la división de la tierra, a través de los parcelamientos, que supera claramente la demanda...

  8. Filosofía y Ciencia en la Geografía, siglos XVI-XXI

    Horacio Capel
    Se presentan en este artículo algunos aspectos generales del programa de investigación que se inició en los años setenta sobre teoría e historia de la geografía, y su desarrollo posterior. Se aborda primero el problema de las relaciones entre geografía, ciencia y filosofía a partir del Renacimiento y hasta fines del siglo XVIII . En segundo lugar, la evolución de la geografía en los siglos XIX-XX , y se justifica el marco teórico adoptado para su análisis. Finalmente se alude brevemente a las nuevas vías que se abren hoy a partir de los desarrollos de las nuevas tecnologías de la...

  9. OS NOVOS ENFOQUES DA GEOGRAFIA COM O APOIO DAS TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO GEOGRÁFICA

    Reinaldo Paul Pérez Machado
    Resumo: Tratou-se neste artigo de relevar o papel da Cartografia e das formas de analisar e representar o espaço, utilizando métodos qualitativos e quantitativos. Foram consideradas, em especial, as novas tendências e desafios das Tecnologias da Informação Geográfica, diante dos principais paradigmas que estão em foco no debate atual na Geografia. A partir do trabalho de Kuhn, em 1970, muitos geógrafos e estudiosos da evolução do pensamento geográfico aplicaram o modelo da mudança de paradigmas ao desenvolvimento conceitual desta ciência. No entanto, analisando a evolução da Geografia do século XX e início do XXI, tem-se observado certa regularidade de mudanças...

  10. A METRÓPOLE SOB A PERSPECTIVA DA ALIENAÇÃO E DA APROPRIAÇÃO DE ESPAÇOS: INCURSÕES PELO CENTRO ANTIGO DE SÃO PAULO

    Ulysses Cunha Baggio
    O artigo se propõe a uma análise da metrópole sob a perspectiva da alienação e da apropriação de espaços, tomando-se como referência empírica a cidade de São Paulo e, mais especificamente, o seu centro antigo.  Destacam-se ações e práticas sociais que sugerem contrapontos à mortificação do espaço, sinalizando a apropriações possíveis. Nota do artigo: Esse artigo, com modificações, é produto de minha pesquisa de pós-doutorado, intitulada “Territorializações intersticiais da apropriação de espaços na metrópole paulistana: utopias urbanas do desejo libertário”, realizada junto ao Programa de Pós-Graduação em Geografia Humana da Universidade de São Paulo, entre março de 2012 e fevereiro de...

  11. Dialogue between Geography and Teology: A new place building, a Vigolo experience (Nova Trento)

    Tarcísio Justino Loro
    Este trabalho surgiu de uma reflexão interdisciplinar. De um lado a reflexão teológica e do outro a geografia humana. Desejamos a partir de uma visão cultural do espaço e da reflexão teológica mostrar o quanto estas duas ciências, teologia e geografia, podem se associar na organização do espaço social. Partimos do pressuposto suficientemente explorado de que o espaço geográfico é produzido a partir de diversos interesses, dentre eles, econômico, político, esportivo, educacional, cultural e o religioso. Neste encontramos também, sem dúvida, além dos mesmos interesses, o específico da religiosidade. Geografia e teologia dialogam na reorganização do novo espaço em Vigolo,...

  12. Diccionario de geografía aplicada y profesional: terminología de análisis, planificación y gestión del territorio

    Isabel Duque Franco
    El Diccionario de geografía aplicada y profesional: terminología de análisis, planificación y gestión del territorio, es un proyecto editorial dirigido por Lorenzo López Trigal, catedrático de Geografía Humana y profesor emérito de la Universidad de León (España). Se trata de una contribución oportuna y necesaria para la Geografía y otras disciplinas afines, desde y para el contexto iberoamericano, teniendo en cuenta que es un trabajo de colaboración con autores de siete nacionalidades, entornos académicos y profesionales distintos (españoles, portugueses, brasileños, argentinos, venezolanos, mexicanos y colombianos).

  13. Diccionario de geografía aplicada y profesional: terminología de análisis, planificación y gestión del territorio

    Isabel Duque Franco
    El Diccionario de geografía aplicada y profesional: terminología de análisis, planificación y gestión del territorio, es un proyecto editorial dirigido por Lorenzo López Trigal, catedrático de Geografía Humana y profesor emérito de la Universidad de León (España). Se trata de una contribución oportuna y necesaria para la Geografía y otras disciplinas afines, desde y para el contexto iberoamericano, teniendo en cuenta que es un trabajo de colaboración con autores de siete nacionalidades, entornos académicos y profesionales distintos (españoles, portugueses, brasileños, argentinos, venezolanos, mexicanos y colombianos).

  14. Albert Demangeon (1872-1940), pilar de la escuela francesa de geografía.

    Wolff, Denis
    A pesar de su papel fundamental en el desarrollo de la geografía en Francia, Albert Demangeon (1872-1940) sigue siendo poco conocido. Algunas de sus obras son innovadoras, pero no se encuentra en ellas una teoría general y su aportación metodológica es reducida. Este infatigable promotor de la geografía regional y humana, es en definitiva más bien un divulgador. Defiende la nueva geografía, al mismo tiempo que colabora con los sociólogos y los historiadores. Sin ser un organizador como Emmanuel de Martonne, su autoridad no dejó de aumentar en el seno de la escuela francesa de geografía de la que fue...

  15. A sociologia urbana, os modelos de análise da metrópole e a saúde coletiva: uma contribuição para o caso brasileiro

    Alberto Lopes Najar; Eduardo César Marques
    À luz da antiga relação entre a epidemiologia e o espaço geográfico e dos diversos modelos de produção das cidades, apresenta-se uma sistematização das noções de espaço/território, a partir da década de 1970 no Brasil. Discutem-se os principais modelos analíticos das grandes cidades brasileiras, cujas raízes conceituais encontram-se em disciplinas como a sociologia urbana, a geografia humana, a economia regional e o planejamento urbano. Sugere-se que a distribuição de investimentos públicos guarda relação com a estrutura social cristalizada no espaço. Procura-se ampliar as bases de um diálogo entre a literatura que apóia as análises das chamadas desigualdades socioespaciais e a...

  16. Vigilância em saúde e território utilizado: possibilidades teóricas e metodológicas

    Maurício Monken; Christovam Barcellos
    Nos diagnósticos de condições de vida e de situação de saúde, os elementos constitutivos da reprodução da vida social nos diversos lugares são listados e tratados como conteúdos desarticulados do território. O reconhecimento da dinâmica social, hábitos e costumes é de grande importância para a determinação de vulnerabilidades para a saúde humana, originadas nas interações de grupos sociais em determinados espaços geográficos. O uso pleno do território como estratégia de análise sobre condições de saúde e intervenção nestas pressupõe a identificação de objetos geográficos, sua utilização pela população e sua importância para os fluxos das pessoas e materiais. Para isso,...

  17. Os conceitos de região e regionalização: aspectos de sua evolução e possíveis usos para a regionalização da saúde

    Fabio Betioli Contel
    O presente artigo resgata algumas das principais definições dos conceitos de região e regionalização estabelecidos ao longo do século XX na geografia humana, no sentido de encontrar parâmetros para seu uso no atual debate da regionalização da saúde. Essa releitura permitiu que se propusessem três possíveis caminhos para entender a interface entre região/regionalização e a saúde: 1) o resgate crítico de conceitos ligados à tradição da relação homem/meio na atual fase da "transição epidemiológica"; 2) a releitura da geografia das "redes urbanas" como elemento para se pensar as atuais redes de atenção à saúde e para o uso do "complexo...

  18. Geografía de la migración brasileña en Paraguay

    Souchaud, Sylvain
    El Fondo de Población de las Naciones Unidas (UNFPA) viene apoyando la investigación y la divulgación de sus resultados en un campo de enorme importancia para el Paraguay. Caracterizado por grandes desigualdades, la distribución espacial de la población ha sido objeto, por lo general, de análisis descriptivos que ponen de manifiesto el fenómeno, lo vinculan con movimientos migratorios internacionales e internos, especialmente la migración rural-urbana, y presentan sus graves inconvenientes relativos a la precariedad de los servicios básicos, la falta de empleo y la creciente pobreza que se desplaza del campo a la ciudad.Sin embargo, hasta poco menos de un...

  19. CONTRIBUIÇÃO DA GEOGRAFIA FÍSICA E DA EDUCAÇÃO AMBIENTAL NA FORMAÇÃO DE PROFESSORES DE GEOGRAFIA A PARTIR DO ESTUDO DE BACIAS HIDROGRÁFICAS EM ÁREAS URBANAS

    Anice Afonso
    A integração de informações que concernem diferentes especializações em Geografia é uma demanda das atuais políticas educacionais no Brasil. Este  trabalho apresenta uma metodologia que busca integrar métodos de investigação e de análise, conceitos e categorias dos sub-campos da Geografia Física aos da Geografia Humana a partir do estudo da dinâmica física e ambiental de bacias hidrográficas em áreas urbanas.

  20. Terminologia da geografia cultural : estudo preliminar para um glossário bilíngue francês-português

    Brum, Raquel Moraes de
    Este trabalho tem por objetivo identificar a terminologia empregada em uma subárea da geografia chamada Geografia Cultural com vistas à posterior elaboração de um glossário bilíngue francês-português. Retomada na França nos anos 1990, essa área da Geografia, que analisa as realidades humano-espaço-sociais através da cultura, é objeto de pesquisas no Brasil e na França e movimenta grande produção científica nos dois países. O estudo realizado, pautado na Teoria Comunicativa da Terminologia (TCT) – que concebe o termo como um componente linguístico do todo textual especializado em que está inserido, toma como habitat dos termos a comunicação especializada no contexto real...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.