Mostrando recursos 1 - 20 de 707

  1. Las Salidas de Campo como recurso educativo. Valoración por parte de los alumnos y propuesta de mejora

    Cortés Samper, Carlos; Espinosa Seguí, Ana; Cutillas Orgilés, Ernesto; Martínez Puche, Antonio; Valero Escandell, José Ramón; Sempere-Souvannavong, Juan-David
    La Red Docencia Innovadora en Geografía Humana, durante el curso académico 2011-2012, ha intentado analizar cuales son las características y factores que tienen importancia para el desarrollo de las salidas de campo como recurso educativo. La consulta a los alumnos de las diferentes asignaturas, así como la búsqueda de información relacionada con la aplicación de nuevas metodologías para la realización de salidas de campo, han constituido el tema principal de la participación en el programa de Redes Educativas del ICE de la Universidad de Alicante. El objetivo de la Red, es intentar mejorar la organización de este tipo de actividades y definir procedimientos que permitan vincular...

  2. Arte y territorio. Conversaciones con el paisaje en Montenmedio

    Mañero Rodicio, Javier; Linaza Iglesias, Marta
    Arte y geografía mantienen vínculos que se estrechan durante el siglo xx. Sin embargo, el concepto y uso artístico de los espacios paisajísticos, ha ido cambiando. A una visión mítica del paisaje como naturaleza esencial, propia de la década de los 70, sucedió una consideración territorial del mismo, reconociéndolo como naturaleza determinada por imaginarios simbólicos que había que deconstruir. Hoy se quiere recuperar la dimensión estética y extraer el paisaje del territorio, aunque no volviendo a esencialismos sino como espacio de emancipación. A la luz de estas nociones teóricas se abordan varias experiencias artístico-docentes que hemos desarrollado desde la universidad....

  3. O Rio Grande de São Pedro sob o olhar de um português: Domingos José Marques Fernandes (1804)

    Barroso, Vera Lucia Maciel
    O cenário da Capitania do Rio Grande de São Pedro, no século XIX, descortina-se como um espaço motivador a registros de viajantes e cronistas estrangeiros, que se debruçaram sobre ele, com interessantes observações. É o caso do português Domingos José Marques Fernandes, nascido na freguesia de São Salvador do Couto de Pedralva – Braga, que, em 10 de setembro 1804, ofereceu “como amigo do Estado” a D. João, príncipe do Brasil e Regente de Portugal, Algarves e seus domínios, uma “Descrição Corográfica, Política, Civil e Militar” da Capitania. Sua intenção foi a de informar sobre sua situação, por ele constatada,...

  4. Análisis del Método Leader (2007-2013) en Extremadura mediante técnicas SIG y Análisis Multivariado

    Nieto Masot, Ana; Cárdenas Alonso, Gema
    Over the last 25 years, a number of regional strategies are being applied in European rural areas, particularly in Extremadura. The aim of these territorial strategies is to activate the economic development of rural areas and reduce their differences with urban ones through economic diversification of the area of action with the implementation of co-financed projects by European funds, national administrations and local population. These aids are known as “Leader Method”.In this paper, the rural development aids during the last programming period (2007-2013) in Extremadura are studied, respect to their distribution and management. This is through the Principal Component Analysis...

  5. La gestión sostenible del sector turístico en la zona de montañas de la Comunidad Autónoma de Madrid: aciertos y desafíos

    Galdames Muñoz, Claudia Alejandra
    Las zonas de montañas son áreas de gran riqueza natural, cultural y económica, pero a su vez son áreas frágiles y hoy se presentan muy vulnerables debido a un conjunto de factores. En la Comunidad Autónoma de Madrid estas áreas tienen una extensión aproximada de 3.325,80 km2, abarcan 84 municipios y reflejo de la preocupación por esas zonas en 1978 fueron protegidas por Real Decreto y se les paso a denominar “comarcas de acción especial”. Frente a la situación desmejorada que se venía produciendo en estos territorios, la Comunidad Autónoma de Madrid encontró en el turismo una actividad económica alternativa...

  6. Can consumption mediate the right to the (fragmented) city?

    Catalão, Igor; Magrini, Maria Angélica
    We have seen in Brazil the last decade as a period of expansion of income and consumption, especially by low purchase power classes. This expansion translates in decrease of socio-economic inequalities. However, the existing cities are highly marked by socio-spatial inequalities and nowadays present the tendency of increase of social segmentation. This reality questions the right to city as a possibility of revalorising the urban life and its sharing. Space is also questioned as mediation of collective life and, as a result, socio-spatial fragmentation erupts as a tendency of contemporary urbanisation. The analysis consists in questioning the right to consumption...

  7. A sociocriosfera nos Andes Centrais: percepções, adaptações e impactos dos desastres glaciais no Callejón de Huaylas, Peru

    Figueiredo, Anderson Ribeiro de
    Este trabalho investigou a sociocriosfera nos Andes Centrais e examinou as percepções, adaptações e os impactos dos desastres glaciais nos povoados do Callejón de Huaylas, Peru. Trata-se de um estudo de caso que se utiliza de conceitos de cultura, adaptação, risco, perigo e desastre para compreender de forma integrada os efeitos advindos de mudanças climáticas regionais e as relações existentes entre os povoados do Callejón de Huaylas com as geleiras adjacentes. O trabalho teve como base os aportes teórico-metodológicos da Geografia Física e da abordagem cultural na Geografia para entender os problemas físicos e humanos advindos da ocupação de uma...

  8. Enem e ensino de geografia interfaces que precisam ser discutidas

    Andrade, Cristiane Maciel de Souza
    O presente trabalho está vinculado à linha de pesquisa de Ensino de Geografia do Programa de Pós-Graduação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O trabalho tem como objetivo geral investigar os fundamentos, as concepções e as práticas dos professores do componente curricular de Geografia no Ensino Médio, para compreender as dificuldades apresentadas pelos estudantes na resolução de questões de Geografia da Prova de Ciências Humanas do ENEM. Metodologicamente configura-se como uma investigação de caráter qualitativo, empregando a técnica de análise de conteúdo. A investigação estruturou-se em etapas consecutivas e complementares a fim de, identificar quais ações têm...

  9. Incidencias económicas y funcionales del turismo en las ciudades históricas

    Calle Vaquero, Manuel de la

  10. Arzoumanian, Ana (2010). El depósito humano. Una geografía de la desaparición. Buenos Aires: Xavier Bóveda Ediciones, 2010, 168 pp.

    Ruiz Estramil, Ivana Belén

  11. Los polacos en España: De refugiados a inmigrantes

    Rodríguez Rodríguez, Vicente
    La dinámica migratoria europea ha sido alterada en los últimos años por las notables transformaciones sociales y políticas ocurridas en muchos países, con consecuencias diversas (demográficas, sociales, políticas). Los países europeos, en su conjunto, no tienen un comportamiento uniforme, sino diferenciado según su propia historia reciente y el marco institucional del que participan. Esto es destacable en el caso de España que ha visto alterada su tradición emigratoria por un balance netamente inmigratorio, en similares circunstancias a las apreciadas en otros países del Sur de Europa (Fielding, 1993).

  12. Una visión de las migraciones interiores en Gran Bretaña (a proposito de las actividades del Working Party on Migration)

    Rodríguez Rodríguez, Vicente
    Los grupos de trabajo, dentro de una organización científica profesional, cumplen una clara función para sus miembros, la de servir de cauce a intereses concretos que tienen una significación importante. Para ello, es imprescindible que las instituciones públicas tomen en cuenta la potencialidad de estos cuerpos de investigación y que éstos mismos sean conscientes de su función. De esta doble necesidad, en el marco de una sociedad que valora la importancia de sus recursos, es casi inevitable la inupción de irrupción de iniciativas como la del Instituto de Geógrafos Británicos.

  13. Actitudes de la población española ante los inmigrantes extrajeros

    Rodríguez Rodríguez, Vicente; Aguilera Arilla, María José; González Yanci, María Pilar
    España se ha convertido, en los últimos años, en un país receptor de inmigrantes, contrastando con la tendencia manifestada en décadas anteriores, cuando hubo una importante migración de españoles hacia Sudamérica y Europa. A pesar de que las cifras sobre inmigrantes no coinciden según distultas fuentes (como consecuencia de la novedad del fenómeno, de la dificultad de deñnirlo, de las distintas oficinas administrativas que se encargan de su control), los inmigrantes han aumentado muy rápidamente en la década de los 80. Los factores influyentes tendrían que ver con el [cierre. de fronteras en los países del norte de Euiwpa, el uso de España como .espera. para su paso hacia e1...

  14. Políticas públicas de promoção do trabalho e renda em Recife: Uso do território e cidadania

    Gomes, Milena Barros
    Este trabalho teve como motivação, retratar o atual cenário da empregabilidade em Recife, partindo das políticas públicas para sua promoção e refletindo sobre o impacto das ações municipais na vida da população de baixa renda da cidade. Foi realizada uma revisão da literatura geográfica acerca das questões do trabalho, levantamentode dados oficiais, suas análises e comparações com a produção do espaço vivido, bem como, entrevistas no órgão público responsável na Prefeitura do Recife e com trabalhadores em busca de emprego. Deste modo, identificou-se um avanço na quantidade de recursos disponíveis tanto fisicamente quanto eletronicamente para qualificação profissional, mas ainda limitada...

  15. Políticas públicas de promoção do trabalho e renda em Recife: Uso do território e cidadania

    Gomes, Milena Barros
    Este trabalho teve como motivação, retratar o atual cenário da empregabilidade em Recife, partindo das políticas públicas para sua promoção e refletindo sobre o impacto das ações municipais na vida da população de baixa renda da cidade. Foi realizada uma revisão da literatura geográfica acerca das questões do trabalho, levantamentode dados oficiais, suas análises e comparações com a produção do espaço vivido, bem como, entrevistas no órgão público responsável na Prefeitura do Recife e com trabalhadores em busca de emprego. Deste modo, identificou-se um avanço na quantidade de recursos disponíveis tanto fisicamente quanto eletronicamente para qualificação profissional, mas ainda limitada...

  16. Resenha: Geografia Humana: uma introdução às suas idéias

    Soeiro, Ítalo César de Mouro
    O livro Geografia Humana: uma introdução às suas idéias se destinou a auxiliar os cursos de introdução à Geografia. Onde o autor expõe, de forma concisa, aspectos teóricos e metodológicos da disciplina. Com isso se tem um trabalho acessível que mostra a diversidade e as perspectivas do campo de conhecimento geográfico. Vale destacar a bibliografia que acompanha o texto, pois esta, assim como o texto em si, é de grande pertinência para a formação do pensamento geográfico.

  17. Resenha: Geografia Humana: uma introdução às suas idéias

    Soeiro, Ítalo César de Mouro
    O livro Geografia Humana: uma introdução às suas idéias se destinou a auxiliar os cursos de introdução à Geografia. Onde o autor expõe, de forma concisa, aspectos teóricos e metodológicos da disciplina. Com isso se tem um trabalho acessível que mostra a diversidade e as perspectivas do campo de conhecimento geográfico. Vale destacar a bibliografia que acompanha o texto, pois esta, assim como o texto em si, é de grande pertinência para a formação do pensamento geográfico.

  18. O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto de Pernambuco e suas Práticas Espaciais

    dos Santos, Otávio Augusto Alves
    Neste trabalho, procuramos dialogar com a literatura da transformação social e com as teorias dos movimentos sociais, sobretudo aquelas de vertente crítica, no intuito de encontrar nas práticas de certos movimentos sociais o conjunto de elementos necessários à uma transformação efetiva do espaço urbano. Procuramos identificar as diferentes práticas espaciais orquestradas pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto de Pernambuco em sua atuação na Região Metropolitana do Recife. Depois disso, tentamos descobrir como e em que sentido essas práticas são capazes de promover mudanças efetivas no espaço urbano. Ao final, vimos que as práticas espaciais desempenhadas pelo MTST/PE (territorializações, ressignificações do espaço...

  19. O Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto de Pernambuco e suas Práticas Espaciais

    dos Santos, Otávio Augusto Alves
    Neste trabalho, procuramos dialogar com a literatura da transformação social e com as teorias dos movimentos sociais, sobretudo aquelas de vertente crítica, no intuito de encontrar nas práticas de certos movimentos sociais o conjunto de elementos necessários à uma transformação efetiva do espaço urbano. Procuramos identificar as diferentes práticas espaciais orquestradas pelo Movimento dos Trabalhadores Sem-Teto de Pernambuco em sua atuação na Região Metropolitana do Recife. Depois disso, tentamos descobrir como e em que sentido essas práticas são capazes de promover mudanças efetivas no espaço urbano. Ao final, vimos que as práticas espaciais desempenhadas pelo MTST/PE (territorializações, ressignificações do espaço...

  20. Reflexões sobre o “Direito à Cidade” em Henri Lefebvre: Obstáculos e superações

    Fioravanti, Lívia Maschio
    Procuramos analisar por meio de um exercício teórico-metodológico alguns dos elementos apontados na obra de Henri Lefebvre que permitiram a construção do Direito à Cidade como um projeto orientador de outra sociedade, a Sociedade Urbana. Para alcançá-la teórica e praticamente, é preciso compreender as contradições do momento atual que, por meio de um conjunto de cisões, afastam a concretização de um espaço marcado pela produção (em seu sentido filosófico) e pela possibilidade de apropriação criativa do mundo (para além da dominação e da propriedade). Consideramos como fator impeditivo ao Direito à Cidade a existência de um campo cego – mantido...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.