Sunday, September 21, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Clasificación por Disciplina

Nomenclatura Unesco > (55) Historia

Mostrando recursos 21 - 40 de 146,115

21. Entre “tapas e beijos”: Sujeito e enunciação em Benveniste e Pêcheux – análises em episódios sobre lampião - Costa Santos, Caio César; de Oliveira Santos Lima, Geralda
Este texto objetiva clarificar algumas discussões em torno de confrontos epistemológicos sobre a noção de sujeito e enunciação em Benveniste (1989a; 1989b) e Pêcheux (1997; 1983; 1995; 2000), a partir de memórias\relatos sobre a história de Lampião. Embora a teoria da subjetividade e da enunciação tenha sido avivada nos estudos concernentes à linguagem, é com o postulado pechetiano que o universo linguístico conhece uma nova ótica de análise por meio de hipóteses sociohistóricas (ALTHUSSER (1985); MALDIDIER (2010); ORLANDI (2008)). A finalidade se revela não numa sobreposição de uma teoria sobre outra, mas em sua necessária articulação, embora seja inevitável a...

22. O corpo e a letra: Vozes femininas em A mulher que escreveu a Bíblia, de Moacyr Scliar - Machado, Janer Cristina
O discurso feminino se instaurou, ao longo da História, como um permanente contraponto à opressão masculina, que insiste em lhe negar em corpo e letra o status de ser pensante e atuante na construção dos destinos do mundo. Com base nesta constatação, este trabalho reporta-se, entre outros autores e conceitos, à visão bakhtiniana de discurso e de um cronotopo corporal, investigando o romance A mulher que escreveu a Bíblia, de Moacyr Scliar, com base no resgate das vozes de dor e prazer de uma contadora de histórias que tece, pari passu à narrativa do livro sagrado, as desilusões, expectativas e...

23. O gênero trágico na obra "Venha ver o pôr do sol" de Lygia Fagundes Telles - Lopes, Job
O presente artigo propõe-se analisar a obra Venha ver o pôr do sol, de Lygia Fagundes Telles buscando compreender o gênero trágico que se desenvolve na narrativa a partir do convite do protagonista a sua ex-namorada. A tragédia é analisada como algo indefinível, surpreendente e como aquilo que nunca deveria acontecer nas palavras de Neves (2006). O trágico insere-se como mutável através do tempo: em termos literários acompanhando as mudanças da tragédia – aquilo que realmente se transforma. Assim, se coloca uma máscara para ocultar uma face horrível. A obra é construída a partir do amor não correspondido de Ricardo...

24. A construção do imaginário de homogeneidade da língua na gramática - Sousa Costa, Maria Iraci
O presente artigo tem o objetivo de propor uma reflexão sobre como se constitui o imaginário de unidade da língua na gramática a partir da forma como o sujeito a define e a designa. Para tanto, reportamo-nos à Moderna Gramática Portuguesa (1977 [1961]), de Evanildo Bechara, renomado gramático brasileiro, para investigar como se dá a relação do sujeito com a língua e com a história na constituição do imaginário de homogeneidade, considerando os efeitos de sentido do que é dito e também do não dito no discurso do gramático.

25. Olga, de Fernando Morais: Memória histórica de uma vida sob regimes autoritários - Oliveira Mendes, Giovana
Este artigo propõe uma discussão sobre os temas memória histórica e autoritarismo, com base na obra literária Olga, de Fernando Morais. Publicada em 1985, pela editora Alfa-ômega, a referida biografia narra a vida de Olga Benario, judia comunista entregue em 1936 pelo governo autoritário e ditatorial brasileiro de Getúlio Vargas ao governo totalitário e fascista de Hitler, na Alemanha. Diante deste fato, torna-se necessário, através da memória histórica, realizar um resgate de acontecimentos importantes desse período, evidenciando os crimes que foram cometidos e revelando, à luz da literatura, o que a história oficial ocultou.

26. Pelos olhos da memória: Uma abordagem sobre a escrita da memória em O outro pé da sereia e Bom dia camaradas - de Souza Machado, Valéria Aparecida
Este artigo tem como objetivo propor uma reflexão acerca do papel da memória na construção de identidades, procurando abordar a forma como a História e a Literatura têm considerado a memória. A partir da análise das obras O outro pé da sereia, de Mia Couto e Bom dia camaradas, de Ondjaki, procurou-se estabelecer as estratégias literárias utilizadas na escrita da memória – como elemento essencial na construção de identidades – no âmbito da literatura como mediadora entre memória e escrita.

27. Estabelecendo um paralelo entre as funções de Jakobson e metafunções de Halliday - Martini, Andréa; Scapin Cargnin, Elisane
Identificar as semelhanças ou diferenças entre a Linguística Sistêmico-Funcional proposta por Halliday e Matthiessen (2004) e o modelo de comunicação postulado por Jakobson é o objetivo deste trabalho. Serão apresentadas as funções propostas por Jakobson e um pouco de sua história. Serão apresentadas também as metafunções propostas por Halliday e Matthiessen, além de uma breve explanação sobre Linguística- Sistêmico- Funcional (LSF) e sobre a Gramática Sistêmico-Funcional (GSF). A análise dessas duas abordagens funcionais nos estudos linguísticos: a teoria funcionalista da linguagem de Jakobson e a Linguística Sistêmico-Funcional de Halliday pretende mostrar em que medida uma abordagem diverge de ou ratifica...

28. A arquitetura familiar na memória fragmentada em Dois Irmaos (2000), de Milton Hatoum - Frausino da Silva, Rodrigo; Faria de Assis, Ângelo Adriano
Este trabalho propõe uma reflexão sobre a memória como recurso de reconstrução de fatos históricos e as aproximações dos mesmos por meio da linguagem literária. O livro Dois irmãos (2000), de Milton Hatoum, objeto de estudo desta pesquisa, traça um novo perfil da cidade de Manaus do início à década de 60 do século XX. O autor retrata um Brasil ainda a ser descoberto nos deslocamentos de uma família libanesa e nos encontros e desencontros de dois gêmeos, os quais protagonizam a produção. A casa, tal qual a família, é construída e reconstruída, em meio a ruínas. O questionamento sobre...

29. História, ficção e papéis da memória em Yaka, de Pepetela - Sousa Dias, Mariana
Neste artigo, discutimos algumas das possibilidades erigidas a partir do diálogo entre as tessituras literária e histórica no romance Yaka, do escritor angolano Pepetela. Sem desconsiderarmos as questões teórico-metodológicas que definem e delimitam tais campos discursivos, assumimos uma perspectiva que evidencia as contribuições reflexivas proporcionadas por tal transdisciplinaridade na (re)apresentação do colonial, como forma de encontrar feições efetivamente nacionais no contexto pós-independência. A fundamentação da pesquisa baseia-se, principalmente, no enfoque das considerações acerca do caráter seletivo da historiografia oficial, retomando e associando conceitos de Benjamin, Derrida, Foucault e Halbwachs.

30. A metáfora para Borges, Aristóteles, Vico e Nietzsche - Cunha Menezes, Juliana
O presente trabalho objetiva discutir o alcance, os procedimentos e os efeitos da metáfora em três textos do escritor e crítico Jorge Luis Borges: “As Kenningar” e “A Metáfora” da obra História da Eternidade, e “A Metáfora”, da obra Esse Ofício do Verso. Para atingir tal objetivo, um diálogo foi estabelecido entre Borges e a tradição da metáfora fundante e a da metáfora fundada que atravessam as obras “Poética” e “Retórica” de Aristóteles, “Sobre verdade e mentira no sentido extra-moral” e “Da retórica” de Nietzsche, e A Ciência Nova de Vico

31. A criação romanesca por meio de palimpsestos em O nome da rosa, de Umberto Eco - Frausino da Silva, Rodrigo; Roani, Gerson Luiz
Este trabalho propõe uma reflexão acerca da construção textual do romance O nome da rosa (1980), de Umberto Eco. Para tanto, são focalizados pontos que indicam os palimpsestos como recurso na constituição do sentido do texto literário. Ademais, procura-se, em uma abordagem de cunho mitológico, associar a produção por meio de signos ocultados no próprio texto (palimpsestos) ao próprio sentido da obra como a sobreposição de significados, como indica a concretude da rosa. Procura-se fazer uma abordagem do romance de Eco com a visão da incompletude que alimenta a obra, assim, a história e a ficção se fundem na construção...

32. O que nos dizem as imagens em narrativas multimídia de aprendizagem de língua inglesa - dos Santos e Silva, Marina Morena
Este trabalho apresenta uma pesquisa de caráter exploratório, que teve como objetivo geral compreender o papel das imagens nas narrativas multimídia de aprendizagem de língua inglesa à luz da teoria da Semiótica Visual (KRESS e van LEEUWEN, 1996). Para isso, foram selecionadas e analisadas as imagens de 10 narrativas, que integram o corpus do projeto AMFALE da Faculdade de Letras da UFMG e estão disponíveis no site do projeto. O trabalho analisa quais são as imagens mais recorrentes, qual a origem dessas imagens e o que elas representam em relação às histórias de aprendizagem e em relação ao contexto escolar...

33. Os discursos da história e da arte na épica antiga e contemporânea - Camargos, Kellen Millene; Gonçalves Vieira, Ilma Socorro
Este artigo apresenta uma análise das configurações estéticas da poesia épica antiga e contemporânea, na perspectiva de compreender o estatuto da verdade presente no discurso da história e da literatura. Como o objetivo é verificar se o compromisso com a verdade histórica é condição essencial para o estilo épico, são ressaltadas algumas das finalidades da história e da poesia épica, a partir de abordagens teóricas de Aristóteles (s/d), Auerbach (1994), Romilly (2001), Steiner (1978), entre outros. No desenvolvimento do estudo, são tomadas como representativas do épico antigo obras referendadas pela teoria literária, como a Ilíada, A Divina Comédia e a...

34. Toadas dos bois-bumbás: Memória e arquivo - de Souza Cardoso, Maria Celeste
Este artigo procura mostrar de forma explicativa e crítica como acontece o arquivamento, a memória e o suporte nas toadas de boi-bumbá. Assim como também demonstra o pensamento de alguns pesquisadores a respeito da temática e enfatiza a questão da preocupação com o tradicional e o moderno presente atualmente nas composições musicais dos bois-bumbás e as transformações ocorridas nos últimos anos. A história do boi-bumbá está na memória dos brincantes mais antigos e daqueles que acompanham a evolução dos bumbás e o surgimento de novos modelos nas agremiações folclóricas. É importante perceber a evolução das toadas e a necessidade de...

35. Escola Nova: una nova pedagogia de la lectura a Catalunya - Navarro Rodríguez, María Pilar
L'article analitza els factors que incidiren en l'aparició d'una nova pedagogia de la lectura en el primer terç del segle XX a Catalunya. A banda de figures destacades com Pere Vergés, Artur Martorell o Anna Rubiés, altres factors van determinar i contribuir a difondre les propostes didàctiques i metodològiques que anirien configurant una nova pedagogia de la lectura a partir del moviment de l'Escola Nova. La implantació de la xarxa de biblioteques populars i escolars, l'eclosió de grans editorials especialitzades en llibres per a infants, tota la generació de mestres que assumia el repte de renovar l'escola i, també, l'impuls...

36. L'Edició popular a Espanya. El cas de l'Editorial Cervantes Notes - Lázaro Lorente, Luis M.
L'editor, traductor i escriptor Vicente Clavel Andrés, durant anys periodista en El Pueblo de València amb Félix Azzati, i conspicu activista republicà abans de dedicarse al negoci editorial, és, probablement, conegut en la història de l'edició a Espanya sobretot per haver aconseguit tirar endavant amb interés personal des de 1922 la seua iniciativa d'establir en el país de manera oficial un Día del Llibre, que per fi troba acollida governamental el febrer de 1926. No obstant això, no és menys destacable la seua tasca professional i cultural amb l'Editorial Cervantes que dugué a terme fins als anys seixanta. Clavel inicia,...

37. Bibliometría e historia de las prácticas académicas locales: un esbozo a partir del caso de la psicología en Colombia - Jaraba Barrios, Bruno; Guerrero Castro, Javier; Gómez Morales, Yuri Jack; López López, Wilson
A longitudinal survey data (1956-2008) on the journals of psychology in Colombia was carried out. We identified several changes at various levels of editorial characteristics, related to reconfiguration of the institutional framework and public policy in which the local publication in psychology develops. Overall, this contribution argues that the increase in the productivity of the national psychology is the result of this set of transformations of both the social context and of the journals conceived as of socio-technical artifact.

38. Significado de la experiencia del consumo de sustancias psicoactivas en un grupo de adolescentes institucionalizados - Barbosa Gonzalez, Alejandro; Segura López, Carmen Alicia; Garzón Muñoz, Delver; Parra Bustos, Claudia
Esta investigación pretende comprender el significado que un grupo de adolescentes institucionalizados le asignan a la experiencia de consumo de sustancias psicoactivas. Para lo anterior, se diseñó una metodología cualitativa en la cual se tuvieron en cuenta como referentes epistémicos y metódicos el construccionismo social y la hermenéutica. La técnica utilizada para recoger la información fue una entrevista en profundidad. El análisis permitió comprender que estos adolescentes buscan en sus pares un reconocimiento para sentirse parte de un grupo. Lo anterior se convierte en un factor de riesgo para el consumo y los actos delictivos asociados a este, ya que...

39. Validez incremental del Test Gestáltico de Bender Modificado, en niños que inician el primer grado - Merino Soto, César
El Test Gestáltico de Bender (TGB) ha tenido una larga historia en la evaluación psicológica y se han desarrollado varios sistemas de calificación. Uno de ellos es el Sistema de Calificación Cualitativa (SCC) de Brannigan y Brunner, desarrollado para la versión modificada de esta prueba que usa seis de los nueve diseños originales (TGB Modificado). Aún hay pocas evidencias psicométricas en habla hispana sobre la utilidad de esta prueba en una batería de despistaje académico. El propósito de este estudio es reportar evidencias de validez incremental de esta versión abreviada, respecto al rendimiento escolar, en un grupo de 101 niños...

40. Prácticas pedagógicas docentes de la Maestría en Educación: Vicerrectoría de la Universidad Abierta y a Distancia, Universidad Santo Tomás. Grupos nacionales - Castañeda Cantillo, Ana Elvira
Este proyecto de investigación tuvo como objetivo comprender las prácticaspedagógicas y los significados sobre el papel que desempeñan losdocentes en la Maestría en Educación de la VUAD. Con una metodologíade investigación cualitativa, se accedió al mundo de las subjetividades decuatro docentes en los campos pedagógicos, humanista e investigativoy de los estudiantes de primer semestre del grupo nacional que recibieronclases con dichos profesores. Para acceder a las voces de los participantes serealizó un estudio biográfico-narrativo en el que se utilizaron dos técnicas de investigación. La primera, dirigida a los profesores, consistió en realizarentrevistas biográficas con el objetivo de identificar sus relatos sobre...

Página de resultados:
 

Busque un recurso