Mostrando recursos 21 - 40 de 61

  1. Delta13Carbonate chemostratigraphy of the Carrapateira Outlier (Lower Kimmeridgian) Southern Portugal

    Borges, Marisa; Goodhue, Robbie; Fernandes, Paulo; Pereira, Zélia; Matos, Vasco; Rodrigues, Bruno
    Mineralogical Magazine, Vol. 75 (3), 2011, Goldschmidt Conference Abstracts

  2. Geologia Sul Portuguesa, com ênfase na estratigrafia, vulcanologia física, geoquímica e mineralizações da faixa piritosa

    Oliveira, José Tomás; Relvas, J.; Pereira, Zélia; Munhá, José; Rosa, Carlos; Rosa, Diogo; Fernandes, Paulo; Jorge, R. C. G. S.; Pinto, Álvaro
    O presente trabalho resulta da adaptação e actualização do artigo «O Complexo Vulcano--Sedimentar da Faixa Piritosa: Estratigrafia, Vulcanismo e Mineralizações Associadas no Contexto da Zona Sul Portuguesa» de autoria de Oliveira et al., inserido no Livro Geologia de Portugal no Contexto da Ibéria, editado por Rui Dias, Alexandre Araújo, Pedro Terrinha e Carlos Kulberg e publicado pela Universidade de Évora, em 2006, durante o VII Congresso Nacional de Geologia.

  3. Tecnologia lítica y comportamiento humano: organización de las actividades y cambio diacronico en el paleolitico medio del abric romaní.

    Vaquero Rodríguez, Manuel
    El objetivo de la Tesis es el estudio de los conjuntos líticos recuperados en los niveles de Paleolítico Medio del yacimiento arqueológico del Abric Romaní (Capellades, Barcelona). Tras una exposición del marco teórico en el que se inscribe el trabajo y la presentación de las características generales del yacimiento (contexto geológico y geomorfológico, estratigrafía, cronología, datos paleoambientales, historia de las investigaciones), se desarrolla la metodología de estudio, que se estructura en dos líneas principales: a) el análisis morfotécnico de los artefactos líticos mediante los procedimientos establecidos en el marco del Sistema Lógico-Analítico, y b) el análisis de la distribución espacial...

  4. Estratigrafia do Cenozóico no sector litoral Melides-Santa Cruz e a problemática da deformação: Neotectónica vs. Carso

    Ressurreição, Ricardo; Dias, Ruben P.; Cabral, João; Pais, João

  5. A Bacia Lusitaniana : estratigrafia, paleogeografia e tectónica

    Kullberg, José Carlos; Rocha, Rogério Bordalo; Soares, A. F.; Rey, Jacques; Terrinha, Pedro; Azerêdo, Ana Cristina; Callapez, Pedro; Duarte, Luís Victor; Kullberg, Maria Carla; Martins, L.; Miranda, R. M.; Alves, Carlos; Mata, João; Madeira, J.; Mateus, Octávio; Moreira, M.; Nogueira, C. R.

  6. A Bacia do Algarve : estratigrafia, paleogeografia e tectónica

    Terrinha, Pedro; Rocha, Rogério Bordalo; Rey, Jacques; Cachão, Mário; Moura, Delminda; Roque, Cristina; Martins, J.; Valadares, Vasco; Cabral, João; Azevedo, Maria do Rosário; Barbero, Luis; González Clavijo, Emilio José; Dias, Ruben P.; Matias, H.; Madeira, J.; Silva, C. M.; Munhá, José; Rebêlo, Luís Pina; Ribeiro, C.; Vicente, J.; Gonçalves, João Noiva; Youbi, N.; Bensalah, M. K.

  7. Geologia Sul Portuguesa, com ênfase na estratigrafia, vulcanologia física, geoquímica e mineralizações da faixa piritosa

    Oliveira, José Tomás; Relvas, Jorge M. R. S.; Pereira, Zélia; Munhá, José; Rosa, Carlos J. P.; Rosa, Diogo R. N.; Fernandes, P.; Jorge, R.; Pinto, Álvaro

  8. Estudo geoarqueológico com Georadar : aplicação aos contextos arqueológicos da Pré-História recente à Proto-História do NW de Portugal

    Gonçalves, Luís Miguel Barros
    A necessidade de caracterização das estações arqueológicas com recurso a métodos não destrutivos e não intrusivos, dá uma importância de relevo às técnicas de prospecção geofísica e em particular ao Georadar. A prospecção geofísica com Georadar é, na actualidade, uma das metodologias mais utilizadas a nível mundial para o estudo de sítios arqueológicos, possibilitando a definição da estratigrafia do subsolo e a detecção, identificação e mapeamento de estruturas arqueológicas soterradas. O presente trabalho descreve a aplicação do Georadar ao estudo de estações arqueológicas da Pré-História recente e da Proto-História do NW de Portugal, tendo por objectivos: a definição de uma metodologia prospectiva que se adeqúe aos contextos arqueológicos...

  9. Palinología, estratigrafía y paleoambientes del Pleistoceno tardío - Holoceno en el valle del rio Sauce Grande, provincia de Buenos Aires, Argentina

    Borromei, A.M.

  10. Variação do nível do mar na costa algarvia durante o Plistocénico

    Albardeiro, L.; Moura, Delminda; Veiga-Pires, C.; Boski, T.
    São objectivos do presente trabalho, o estudo da evolução da morfologia costeira durante o Plistocénico Superior, a correlação de plataformas de abrasão marinha com a estratigrafia isotópica marinha e a utilização da informação recolhida como uma ferramenta de gestão costeira.

  11. A Bacia do Algarve: estratigrafia, paleogeografia e tectónica

    Terrinha, P.; Rocha, R.; Rey, J.; Cachão, M.; Moura, Delminda; Roque, C.; Martins, L.; Valadares, V.; Cabral, J.; Azevedo, M. R.; Barbero, L.; Clavijo, E.; Dias, R. P.; Gafeira, J.; Matias, H.; Matias, L.; Madeira, C. M. S; Munhã, J.; Rebelo, Luis; Ribeiro, C.; Vicente, J.; Noiva, J.; Youbi, N.; Bensalah, M. K.
    A “Bacia do Algarve” corresponde, segundo a literatura científica tradicional, aos terrenos mesocenozóicos que orlam o Sul de Portugal, desde o Cabo de São Vicente ao rio Guadiana (~140km), penetrando irregularmente para o interior entre 3 km a 25 km, sobre terrenos de idade carbónica da Zona Sul Portuguesa. O hiato, de aproximadamente 70 milhões de anos, materializado pela discordância angular entre as rochas sedimentares de tipo flysch do Carbónico, metamorfizadas e deformadas durante a orogenia varisca, e as rochas sedimentares continentais do Triásico inferior provável, separa dois ciclos de Wilson. Os sedimentos carbónicos metamorfizados resultam do empilhamento orogénico de...

  12. Estratigrafia e paleontologia do Silúrico do Sinclinal de Buçaco (Sector N)

    Sequeira, António J. D.; Piçarra, José Manuel

  13. Cerca Velha da Rua da Judiaria e Torre de São Pedro : Alfama, Lisboa

    Fontes, Luís Fernando Oliveira; Machado, André; Catalão, Sofia
    Na sequência de convite formulado pela Câmara Municipal de Lisboa / Unidade de Projecto de Alfama, a Unidade de Arqueologia da Universidade do Minho apresentou uma proposta de execução de serviços para elaboração de “Levantamento Arqueográfico e Arquitectónico da Cerca Velha”, a qual foi aceite e oportunamente adjudicada. O presente relatório respeita à execução do referido trabalho e dá satisfação ao caderno de encargos estabelecido, constituindo-se a sua entrega como conclusão do mesmo.

  14. Estratigrafía y micropaleontologia del Oligoceno y Mioceno inferior del centro de la Cuenca de Falcón, Venezuela

    Díaz de Gamero, María Lourdes
    Diss. mit Originalfotografien und Originalkarten in ETH-ERD

  15. Estratigrafia geocronologica 40Ar/39Ar do granito do cabo e rochas associadas, Bacia de Pernambuco, Nordeste do Brasil

    Nascimento, M.; Vasconcelos, P. M.; de Souza, Z. S.; Carmo, I. O.

  16. Caracterização do depósito Sete-P11 (Sete Cidades, São Miguel, Açores): implicações para a história eruptiva

    Gonçalves, Paula Alexandra Sá da Silva
    Na extremidade W da ilha de São Miguel, no arquipélago dos Açores, localiza-se o maciço das Sete Cidades, formado por um vulcão central com caldeira, numerosos cones de escórias, alguns cones de pedra-pomes, domos e maars. No decurso da história eruptiva do vulcão, registaram-se eventos tanto explosivos como efusivos, tendo o material extruído dado origem a depósitos vulcaniclásticos e escoadas lávicas (Queiroz, 1987). O depósito Sete-P11 é o resultado de uma erupção explosiva, com centro no interior da caldeira, ocorrida há 2220±70 anos B.P., depois de um período de repouso do vulcanismo intracaldeira (Queiroz, 1997). De um modo geral, é...

  17. Evolução estratigráfica do Sudoeste do Maciço Ibérico do Ediacariano ao Devónico inferior

    Pereira, Manuel Francisco Costa; Silva, J. Brandão; Chichorro, Martím; Medina, Jorge; Solá, Ana Rita

  18. Mação-Penhascoso laccolite granite: age and its implications, SW-Central-Iberian Zone

    Romão, José Manuel; Dunning, G. R.; Marcos, A.; Dias, R.; Ribeiro, António
    O lacólito granítico de Mação-Penhascoso ocorre no bordo SE da Zona Centro-Ibérica próximo da fronteira com a Zona de Ossa Morena. Uma idade U/Pb (ID-TIMS) de 483 Ma foi obtida em zircões magmáticos da sua litofácies microgranítica. A Formação do Quartzito Armoricano (FQA) é condicionada pela sua intrusão e discordantemente recoberta pela Formação do Brejo Fundeiro de idade Oretaniana. Isto sugere que a FQA, já compactada, é do Tremadociano ou do Câmbrico superior. Concluímos que as fácies da FQA são diacrónicas entre o Câmbrico superior e o Arenigiano de SW para NE no terreno Ibérico, tendo sido alimentadas a partir...

  19. Identificação de graptólitos do Ludlow, Silúrico superior, na área de Guadramil, Bragança, Zona Centro Ibérica, Portugal : implicações na estratigrafia regional


  20. Salvamento de Bracara Augusta : edifício nº 89-97 da rua dos Biscainhos (BRA 07 RBISC 89-97) : relatório final

    Fontes, Luís Fernando Oliveira; Roriz, Ana; Sendas, José; Braga, José
    A intervenção a que este relatório se reporta teve como principais objectivos: a) registar e interpretar a estratigrafia do alçado poente da torre medieval; b) verificar a existência de vestígios arqueológicos no subsolo; c) avaliar as condicionantes do projecto de arquitectura previsto para este local.

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.