Saturday, November 1, 2014

 

 



Soy un nuevo usuario

Olvidé mi contraseña

Entrada usuarios

Lógica Matemáticas Astronomía y Astrofísica Física Química Ciencias de la Vida
Ciencias de la Tierra y Espacio Ciencias Agrarias Ciencias Médicas Ciencias Tecnológicas Antropología Demografía
Ciencias Económicas Geografía Historia Ciencias Jurídicas y Derecho Lingüística Pedagogía
Ciencia Política Psicología Artes y Letras Sociología Ética Filosofía
 

rss_1.0 Clasificación por Disciplina

Nomenclatura Unesco > (57) Lingüística

Mostrando recursos 41 - 60 de 48,043

41. Relatório sobre a unidade curricular de Estruturas Fonológicas e Morfológicas do Português - João Manuel Pires da Silva e Almeida Veloso
Relatório de unidade curricular apresentado à Faculdade de Letras da Universidade do Porto para obtenção do título de Agregado em Linguística.

42. Recensão crítica a WINIFRED STRANGE (org.) - Speech Perception and Linguistic Experience. Issues in Cross-Language Research, Timonium (Maryland), York Press, 1995, x + 492 pp. - João Veloso

43. Ensino do Português: no cruzamento da Literatura e da Linguística - Isabel Margarida Duarte

44. Formas de tratamento em português: entre léxico e discurso. - Isabel Margarida Duarte
O ponto de partida para esta reflexão é a dificuldade, para um estrangeiro que aprende o português mas também para mui- tos locutores que o falam enquanto língua materna, de utili- zar adequadamente as formas de tratamento em português, dada a sua complexidade, como variadas vezes mostraram os trabalhos de Maria Helena Carreira (1997, 2001, 2002, 2004, 2007). A partir de um corpus de ficção, veremos as vantagens, para chegarmos a uma abordagem didáctica eficaz, de cruzar o olhar da linguística (quer do ponto de vista do léxico quer do discurso) disciplina que descreve essas formas, com o da literatura,...

45. Rumo à Competência Linguística - A Pedagogia das Tarefas como aliada no ensino da gramática - Sara Ralha

46. Linguistic analysis and cohesion in 2 Peter: using a discourse approach to determine its structure and divisions - Adams, Sean
There has been some disagreement among scholars regarding the division and organization of 2 Peter. Unlike some other biblical letters, 2 Peter does not have strong boundaries between its different sections, but transitions using blended semantic themes. This blending causes difficulties for the translator, who looks to segment the text into smaller units. However, with the adoption of modern linguistic tools within biblical scholarship, new avenues have been opened to evaluate the composition and structure of a text. Using the OpenText.org model and other linguistic features, as well as incorporating a comparison of traditional syntactic mapping, I will evaluate how...

47. Recensão crítica a IGGY ROCA Generative Phonology, col. quot;Linguistic Theory Guides, London/New York, Routledge, 1994 (xx + 307 pp.) - João Veloso

48. Sumário pormenorizado de uma aula teórica de Estruturas Fonológicas e Morfológicas do Português. A palavra enquanto unidade linguística: critérios linguísticos para a sua definição e delimitação e para uma avaliação da sua pertinência descritiva - João Manuel Pires da Silva e Almeida Veloso
Sumário de lição apresentado à Faculdade de Letras da Universidade do Porto no âmbito das provas públicas para obtenção do título de Agregado em Linguística.

49. co-autoria com Alexandra Guedes Pinto,quot; A discursivização do conceito da Troika em artigos da imprensa escrita portuguesa: um espelho do que a Troika é para nós? in Augusto Soares da Silva et at. (orgs). - Maria Alexandra Guedes Pinto; Isabel Margarida Duarte
Media discourse simultaneously reflects and shapes the social environment in which it operates and is therefore an ideal starting point to evaluate ideological positions on a specific subject. Thus, the objective of this article is to examine how the Portuguese press (especially opinion articles, humorous articles, and cartoons) is currently dealing with the concept of #8216;troika#8217;, the word used to designate the International Monetary Fund, the European Central Bank and the European Union. Two corpora werebuilt for this purpose covering the period between the arrival of the troika in Portugal and the present day, and all the occurrences of the...

50. Phonotactic Constraints and Word Demarcation in Romance - João Veloso; Pedro Tiago Martins
In many languages, some phonological segments orstructures are allowed at word boundaries only. Theimportance of this fact is manifold: it shows that phonologyis not quot;blind to the word as a linguistic unit; it can explainsome aspects of speech processing (how speech continuaare split into words); it may help to build software aimed atidentifying word boundaries within larger continua. ForEuropean Portuguese and for other Romance languagespossibly, it is proposed that a quot;Prosodic Tolerance of theWord Right Boundary should play an important role as aphonotactic cue for word-endings: these languages areknown to be very restrictive as far as the segmental codafillingis concerned....

51. Validação e Adaptação Linguística e Cultural da Versão Longa do Questionário Copenhagen Psychosocial Questionnaire II (COPSOQ II) Em Português - Susel Rosário

52. Italiano (L1) e Português (L2): Sinais de atrito linguístico - Alessandro Vaccaro

53. Systemic functional linguistics and discourse analysis as alternatives when dealing with texts - García Montes, Paula Andrea; Sagre Barboza, Ana María; Lacharme Olascoaga, Alba Isabel

54. Word-Induced Postural Changes Reflect a Tight Interaction Between Motor and Lexico-Semantic Representations - Shiller, Douglas M.; Bourguignon, Nicolas; Frak, Victor; Nazir, Tatjana; Cadoret, Geneviève; Robert, Maxime; Lemay, Martin
A tight coupling between lexico-semantic access and motor control has been established on the basis of neuropsychological, neurophysiological, and behavioral evidence. For example, sensory and motor cortices have been shown to be active when subjects listen to words denoting bodily actions. Kinematic analyses of participants’ motor actions during the processing of linguistic stimuli provide further insights into the nature and time-course of this relationship. However, such studies have largely focused on individual body parts, in particular the upper limbs, thus neglecting the effect of language processing on lower or whole body representations. The present study bridges this gap by evaluating...

55. Por uma história social das idéias lingüísticas no sul do Brasil : entrevista com Ana Zandwais - Zandwais, Ana

56. A metáfora na terminologia ambiental - Maciel, Anna Maria Becker; Silva, Patrícia Varriale da

57. Anais - Siqueira, Maity Simone Guerreiro; Silva, Larissa Goulart da; Scortegagna, Bruno

58. A cooperação brasileira na área da educação nos PALOPs no período 2000-2012 : principais atores e projetos - Ullrich, Danielle Regina; Carrion, Rosinha da Silva Machado
A partir da perspectiva da cooperação Sul-Sul para o desenvolvimento, discursivamente apresentada como um processo de parceria entre países semiperiféricos e periféricos para fins de vantagens mútuas, o presente artigo, de natureza teórica, tem por objetivo provocar a reflexão acerca dos termos em que está se dando a cooperação entre o Brasil e os Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa (PALOPs). Para tal, apresenta os projetos e investimentos realizados pelo Brasil, nos últimos doze anos, no conjunto dos PALOPs, notadamente na área de educação, com destaque para os atores por eles responsáveis. Os dados coletados revelam que 77,45% dos projetos...

59. A reescrita no contratempo : tempo de reconhecer a instrução, tempo de compreender a ação, tempo de apropriar-se da interlocução - Silva, Silvana; Flores, Valdir do Nascimento
Este artigo apresenta uma discussão sobre a instrução em ambiente técnico e educacional. Em nossa breve revisão teórica, observamos que instrução tem definições diferentes para os Estudos Cognitivos, para a Linguística do Texto e para Projetos de Escrita Criativa. O principal objetivo é problematizar a noção de instrução em uma situação de escrita autoral. Para tal objetivo, apresentamos a fundamentação teórica da Linguística da Enunciação (BENVENISTE, 1988, 1989), em especial as noções de sujeito e correlatas, tempo e processo de enunciação. Analisamos algumas instruções em uma situação de orientação de artigo de conclusão de curso de Especialização em Linguagem e...

60. Saussure, Benveniste e a teoria do valor : do valor e do homem na língua - Flores, Valdir do Nascimento
Este texto busca fazer um estudo que coloca em relação a teoria do valor apresentada no Cours de linguistique générale de Ferdinand de Saussure e a teoria da enunciação de Émile Benveniste tal como é apresentada em Problèmes de linguistique générale I e II. Objetiva-se precisar os termos pelos quais a noção de valor foi lida por Benveniste e em que medida ela ajudou a produzir um campo novo de investigação lingüística.

Página de resultados:
 

Busque un recurso