Mostrando recursos 1 - 10 de 10

  1. El papel de la Industria Farmaeutica en el desarrollo de la psicofarmacologia

    Tansey, EM

  2. Repercussions of a sleep medicine outreach program

    Conway,S.G.; Tufik,S.; Frussa Filho,R.; Bittencourt,L.R.A.
    Despite the high prevalence of sleep disorders, many healthcare professionals and lay people have little knowledge of Sleep Medicine. Mindful of such a reality, in 2001 the Sleep Institute of the Associação Fundo de Incentivo à Psicofarmacologia launched a campaign to increase Sleep Medicine awareness. Media features, exhibitions, inserts, and classes were used to reach 2,000,000 people and 55,000 healthcare professionals during the period from 2001 to 2004. To evaluate this program, we compared data for polysomnography referrals to the Institute in 2000 and in 2004. A total of 8805 referrals were evaluated (2000: 2164; 2004: 6641). Over the 4...

  3. Psicofarmacologia


  4. O fator de transcrição NF-kB nos mecanismos moleculares de ação de psicofármacos

    Glezer,Isaias; Marcourakis,Tania; Avellar,Maria Christina Werneck; Gorenstein,Clarice; Scavone,Cristoforo
    Nos últimos anos muitos esforços têm sido empregados para elucidar os mecanismos envolvidos na regulação da transcrição gênica. Moléculas que participam desses processos regulatórios, como os fatores de transcrição, têm recebido atenção especial. A participação desses fatores em diversas funções neurais enfatiza sua importância para a compreensão de distúrbios relacionados ao sistema nervoso central (SNC) e para delinear novos caminhos de acesso terapêutico. O fator de transcrição NF-kapaB destaca-se pela sua vasta gama de ações e pelo fato de diversas proteínas estarem integradas na dinâmica de sua ativação. Evidências recentes apontam o envolvimento desse fator na plasticidade, desenvolvimento e neurodegeneração,...

  5. Psicofarmacogenética: uma nova abordagem terapêutica

    Vallada Filho,Homero Pinto
    A psicofarmacogenética é uma nova área de investigação derivada da psicofarmacologia e da genética. Esta disciplina procura identificar genes de suscetibilidade associados a diferentes padrões de resposta terapêutica e/ou ao variado grau de efeitos colaterais dos psicofármacos. O presente artigo discorrerá, após um breve histórico, sobre alguns exemplos de variantes genéticas relacionadas com a resposta terapêutica de antipsicóticos e antidepressivos.

  6. Psicofarmacologia de antidepressivos

    Moreno,Ricardo Alberto; Moreno,Doris Hupfeld; Soares,Márcia Britto de Macedo
    O advento de medicamentos antidepressivos tornou a depressão um problema médico, passível de tratamento. Nas últimas cinco décadas, a psicofarmacologia da depressão evoluiu muito e rapidamente. Os primeiros antidepressivos - os antidepressivos tricíclicos (ADTs) e os inibidores da monaminooxidase (IMAOs) - foram descobertos através da observação clínica. Os ADTs apresentavam boa eficácia devido à sua ação, aumentando a disponibilidade de norepinefrina e serotonina. Seu uso foi limitado em função do bloqueio de receptores de histamina, colinérgicos e alfa-adrenérgicos que acarretavam efeitos colaterais levando à baixa tolerabilidade e risco de toxicidade. Da mesma forma, o uso dos IMAOs ficava comprometido em...

  7. Estudo dos programas de residência médica em Psiquiatria do Estado de São Paulo no ano de 1993

    Calil,Luís Carlos; Contel,José Onildo Betiol
    OBJETIVO: Estudar programas de residência médica (PRM) em psiquiatria do Estado de São Paulo e verificar se são cumpridas as exigências mínimas estabelecidas pelos órgãos normativos. MÉTODO: Estudou-se todos os PRM de psiquiatria no ano de 1993 (n = 7) por meio de visitas locais, entrevistas semi-estruturadas e questionários realizados com amostra de residentes (n=12) e de preceptores (n=7), verificando-se a existência de treinamento em serviço em ambulatórios, internação, urgências e estágios em neurologia e saúde mental, além de curso de psicofarmacologia. RESULTADOS: Verificou-se que todos PRM cumprem o treinamento ambulatorial; o treinamento em internação integral está presente em 71,4%...

  8. Avanços em psicofarmacologia - mecanismos de ação de psicofármacos hoje

    Gorenstein,Clarice; Scavone,Cristóforo
    Desde o início da história da psicofarmacologia moderna, na década de 40, vários avanços foram obtidos na elucidação do mecanismo de ação dos compostos psicoativos. O artigo aborda tais avanços enfocando as principais técnicas utilizadas, desde o desenvolvimento das técnicas de mensuração de aminas por emissão de fluorescência e da técnica de ligação fármaco-receptor, até a incorporação de técnicas sofisticadas, tais como as moleculares, para o estudo das alterações pós-receptor, o uso de marcadores genéticos e técnicas de imagem (PET, SPECT). Espera-se que tais progressos levem à elucidação dos mecanismos de ação dos psicofármacos, permitindo o desenvolvimento de novas moléculas...

  9. Olhando para trás: um novo caminho possível para a descoberta de drogas em psicofarmacologia

    Shorter,Edward
    A história da psicofarmacologia é repleta de erros do tipo II - a rejeição de compostos efetivos baseada na crença enganosa de que eles foram ineficazes por não terem vencido o placebo em um ensaio clínico controlado. A revisão de algumas dessas drogas para estabelecer seu perfil de receptores e para determinar quais os compostos patenteáveis que atualmente estão na "prateleira" e que encaixam nesse perfil pode representar um caminho futuro possível para a descoberta de drogas. Este artigo examina as circunstâncias especiais nas quais inúmeras drogas potencialmente efetivas foram retiradas do mercado nos Estados Unidos.

  10. Neurobiologia do transtorno de humor bipolar e tomada de decisão na abordagem psicofarmacológica

    Machado-Vieira,Rodrigo; Schwartzhaupt,Alexandre Willi; Frey,Benício Noronha; Lenadro,Joyce Jacini; Ceresér,Keila Maria Mendes; Silveira,Liege Neto da; Zanatta,Lino Marcos; Garcia,Patrícia Fortes; Pollet,Paulo; Braga,Vanessa Flores; Ceresér Jr.,Victor Hermes; Gauer,Gabriel
    O Transtorno do Humor Bipolar (THB) caracteriza-se por oscilações do humor que causam prejuízos significativos no âmbito biopsicossocial. O interesse da comunidade científica por este transtorno vem aumentando nos últimos cinco anos em função de sua crescente prevalência associada ao refinamento diagnóstico, à ampliação do arsenal terapêutico e ao conhecimento dos avanços nas pesquisas da neurobiologia do transtorno. A presente revisão aborda questões diagnosticas e terapêuticas aplicadas à neurobiologia dos THB, relacionando-as diretamente à terapêutica dos quadros de mania, hipomania, estados mistos, depressão bipolar e ciclagem rápida, da infância à idade adulta. São revisados criticamente importantes estudos realizados com diferentes...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.