Mostrando recursos 1 - 20 de 5.465

  1. Tradição, modernidade e crise nas transições para o mundo do trabalho : persistências e transformações entre os jovens açorianos

    Diogo, Fernando; Silva, Osvaldo; Palos, Ana Cristina
    Iª Conferência Ibérica de Sociologia da Educação, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 9 a 11 de Julho de 2015.

  2. Jovens em incerteza : percursos profissionais e perfis de escolarização

    Palos, Ana Cristina; Silva, Osvaldo; Diogo, Fernando
    Iª Conferência Ibérica de Sociologia da Educação, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 9 a 11 de Julho de 2015.

  3. Precários em trajetória de emprego em carrossel : trabalhadores pobres em Portugal

    Diogo, Fernando; Vaz, Fernanda Freitas
    VIII Congresso Português de Sociologia: 40 anos de democracia(s): progressos, contradições e prospetivas. Universidade de Évora, 14 a 16 de abril de 2014.

  4. Análise Classificatória ou Classificação Automática na Sociedade Atual

    Sousa, Áurea
    "A classificação é uma atividade conceptual básica dos seres humanos. A necessidade e a tentativa de formar grupos de objetos semelhantes, dando origem a uma classificação, são reconhecidas desde os primórdios da humanidade. […] Na sociedade atual, há uma necessidade crescente de produzir classificações nos vários ramos da atividade científica e da atividade humana em geral. Na verdade, a Análise Classificatória tem tido um desenvolvimento relativamente recente, possibilitado pelo aumento do poder computacional nos últimos anos, podendo ser aplicada em diversas áreas, tais como a Arqueologia, a Biologia, a Geografia, a Geologia, a Psicologia, a Linguística, a História, a Medicina,...

  5. A luta pelo reconhecimento intersubjectivo : a ligação do eu consigo próprio

    Fontes, Paulo Vitorino
    Dissertação de Mestrado, Sociologia, 19 de Fevereiro de 2013, Universidade dos Açores.

  6. A luta pelo reconhecimento intersubjectivo : a ligação do eu consigo próprio

    Fontes, Paulo Vitorino
    Dissertação de Mestrado, Sociologia, 19 de Fevereiro de 2013, Universidade dos Açores.

  7. La causalité en sociologie et démographie. Retour sur le principe de l’action humaine

    Smith, Herbert L.
    Dans la littérature anglo-saxonne, le critère de « manipulation » dans l'étude des liens de causalité est actuellement en débat. De quoi s’agit-il ? La différence dans les résultats qui correspondent à un élément observé dans deux états ne peut pas être considérée à proprement parler comme l’« effet d’une cause », sauf quand les différents états sont sujets à la manipulation au sens où, dans le cadre d’une expérience contrôlée, l’expérimentateur peut assigner aléatoirement les sujets à ces états (à différents traitements, en pratique). Conceptuellement, l’expérience est fortement présente dans la définition statistique de « l’effet d’une cause »...

  8. Bad form: Modernist criticism and the cultural life of the aesthetic, 1909--1929

    Heffernan, Laura
    Bad Form recasts the practice of literary criticism in the modernist period with particular focus on the work of T.E. Hulme, T.S. Eliot, I.A. Richards, and Rebecca West. Scholars have thought of modernism as an origin point for a twentieth-century literary critical practice that eschews considerations of society and culture to focus on the formal complexity of the literary work. In contrast to these accounts, I see modernist critics as initiating a critical practice that looks beyond questions of aesthetic form to consider how the aesthetic functions within the social. I argue that modernist critics understood the aesthetic within a...

  9. Gest??o por compet??ncias e rela????es de trabalho no Brasil: notas de pesquisa sobre a perspectiva sindical

    Amorim, Wilson Aparecido Costa de; Sarsur, Amyra Moyz??s; Cruz, Marcus Vinicius Gon??alves da; Fischer, Andr?? Luiz
    Este artigo apresenta as hip??teses e primeiros resultados de um projeto de pesquisa voltado ao dimensionamento da presen??a da Gest??o por Compet??ncias em organiza????es no Brasil, tendo por base a percep????o coletiva dos trabalhadores e seus representantes ??? sindicato; quanto ?? sua aplica????o em termos de pr??ticas, pol??ticas e estrat??gias empresariais, dentro do campo das Ci??ncias Sociais Aplicadas, situado na conflu??ncia das ??reas da Economia, Administra????o e da Sociologia do Trabalho. De forma mais espec??fica vincula-se ??s tem??ticas das Rela????es de Trabalho e sua inser????o entre os processos da Gest??o de Pessoas que toma como eixo a Gest??o por Compet??ncias.

  10. As organiza????es policiais e os processos de transi????o entre modelos: mitos, racionalidade e o campo institucional da pol??cia

    Marinho, Karina Rabelo Leite
    O presente trabalho tem como objetivo discutir ??? te??rica e empiricamente ??? o alcance explicativo da sociologia das organiza????es e suas proposi????es alternativas ao modelo econ??mico de a????o social e mudan??a organizacional, mais especificamente em sua abordagem institucional. De um ponto de vista emp??rico tem como objetivo abordar tais discuss??es por meio das implica????es, de natureza organizacional, do processo de mudan??a do modelo convencional, profissional-burocr??tico de policiamento, para o modelo de policiamento comunit??rio, em organiza????es policiais militares. Em outras palavras, procura demonstrar que a transi????o de uma estrat??gia organizacional para outra implica mudan??as significativas na estrutura e ???car??ter??? da organiza????o, com altos custos...

  11. O turismo e o turista na sociologia e antropologia do turismo: algumas considerações teóricas

    Vieira Filho, Nelson A. Quadros
    Este artigo aborda criticamente as diversas concepções que se encontram na literatura sociológica e antropológica sobre o turismo, turistas e suas motivações e atitudes. Mostra-se toda a complexidade dessas categorias e como as generalizações nesse campo são difíceis de serem sustentadas à luz da variedade e riqueza de situações concretas, especialmente quando estas são observadas de perto por um olhar antropol6gico de cunho mais etnográfico e devidamente problematizadas. Enfatiza-se o papel e a importância desse tipo de abordagem antropológica para essa discussão no plano te6rico e para a gestão sustentável do turismo.

  12. Acesso à formação profissional e espaço de oportunidade : um estudo na Região Autónoma dos Açores

    Lalanda-Gonçalves, Rolando; Caldeira, Suzana Nunes; Silva, Osvaldo
    1.ª Conferência Ibérica de Sociologia da Educação, Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, 9 a 11 de julho.

  13. Dinâmicas nas (re)configurações da cultura organizacional : a Casa de Infância de Santo António (1858-2008)

    Serpa, Sandro Nuno Ferreira
    Tese de Doutoramento, Educação (Sociologia da Educação), 11 de Julho 2013, Universidade dos Açores.

  14. Nota de abertura: Conectando as conexões luso-brasileiras

    Faria, Alexandre de Almeida; Correia, Manuela Faia; Guedes, Ana Lucia; Silva, Clovis L.Machado da; Cardoso, Carlos Cabral
    Os últimos quinhentos anos de história são a maior evidência de existência de conexões lusobrasileiras no âmbito das organizações e da gestão, mais obviamente no Brasil e em Portugal. Assim como conexões costumam ser definidas em sociologia (e.g., Cook & Emerson, 1978), as conexões luso-brasileiras são tão frágeis quanto poderosas. Elas compõem um tecido histórico-geográfico importante; porém, não são necessariamente visíveis, positivas, ou facilmente codificáveis e decifráveis. Muitas dessas conexões são conhecidas, muitas outras estão por serem descobertas. Algumas nos aproximam, portugueses e brasileiros, outras afastam-nos.

  15. Visiones de la revolución química (1794-1943): entre la historia y la memoria

    José Ramón BERTOMEU SÁNCHEZ; Antonio GARCÍA BELMAR

    RESUMEN: Iniciada por los propios protagonistas, desarrollada por los «químicos historiadores» del siglo XIX y engrosada, revisada y completamente reformulada desde la historia, la sociología y la filosofía de la ciencia del siglo XX, la narración de la llamada «revolución química» han dado lugar a uno de los capítulos más ricos y extensos de la historiografía de la ciencia. Como si de la narración de los orígenes de una nación se tratara, los químicos historiadores del siglo XIX hicieron de la revolución química el momento fundacional de su disciplina. La narración mítica del nacimiento de la química fue alimentada con...

  16. Sustainable Development or Ecological Modernization? An Exploratory Analysis

    Luciano Munck; Rafael Borim de Souza
    This article has been developed with the mainly objective of investigate what expression has the deepest theoretical contributions for indicate the ways for which the sustainable development can putted in action: the sustainable development itself or the ecological modernization? It was realized a theoretical, qualitative, exploratory and bibliographic research. It has been founded that the ecological modernization acquire a higher analytical point of view, so it has a more defined path and priorities more well established than the ones offered by the sustainable development.

  17. Mídia, controle social e criminalização da juventude

    Anna Carolina de Oliveira Azevedo; Rômulo Magalhães Fernandes

    O presente artigo trata do papel da mídia, tendo em vista a tendência do expansionismo penal e a criminalização da juventude. Atualmente, o continente latino-americano, e o Brasil especificamente, vivem um contexto de violência que pressiona os diferentes setores do Estado na busca de novas alternativas de controle social. Essas saídas, na maioria das vezes, são cunhadas pelo pragmatismo e pela desconsideração das verdadeiras raízes do problema. Nessa perspectiva, aborda-se a questão a partir de uma metodologia teórica, consistente em revisão bibliográfica, com ênfase na doutrina latino-americana, que abarca, sobretudo, institutos da Sociologia Jurídica, da Criminologia Crítica e do Direito...

  18. A dinâmica demográfica na região do INTERREG Ibérico, no final do século XX

    Moreira, Maria João da Silva Guardado
    Doutoramento em Sociologia, especialidade de Demografia

  19. El neoliberalismo y la sociología del desarrollo: tendencias emergentes y efectos inesperados

    Alejandro Portes
    The article analyzes the explanatory limitations of a "mercantile theoretical" approach towards the explanation of the unexpected results of the neoliberal policies applied in Latin America. This shortcoming is key product of the absence of a theoretical proposal about the articulations between the economy and social structure. To compensate for this, the article proposes the use of concepts coined by economic sociology such as socialnetworks, social capital, social reserve of collective action, unexpected consequences, amongst others, which show how institutions, social structures and demographic tendencies constitute elements that should be taken into consideration in the explanation and application of any...

  20. Aproximación a una sociología del proceso de paz guatemalteco (1996–2002)

    Álvaro Velásquez

    This article sets out from the observation that Guatemala is still involved in a complex and difficult process of transition to full democracy as defined in the Peace Accords. The difficulty is explained by the body of resistance offered by both traditional and “new” organized sectors aimed at configuring the new State in their own particular image. It is suggested that this manifests itself in conflicts between four more or less complex political-ideological camps, and the underlying actors in each camp. The present government acts as a center of gravitation between them; but it is an actor which, far from helping to resolve the country’s chronic...

Aviso de cookies: Usamos cookies propias y de terceros para mejorar nuestros servicios, para análisis estadístico y para mostrarle publicidad. Si continua navegando consideramos que acepta su uso en los términos establecidos en la Política de cookies.